História Grávida da Minha Melhor Amiga - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Bea Miller (Beatrice Miller), Cara Delevingne, Demi Lovato, Dianna Agron, Fifth Harmony, Justin Bieber, Kristen Stewart, Lea Michele, One Direction, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Bea Miller, Camila Cabello, Cara Delevingne, Demi Lovato, Dianna Agron, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Lea Michele, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Zayn Malik
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Caren, Fifth Harmony, Larry, Lauren Jauregui, One Direction
Visualizações 3.539
Palavras 1.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui está mais um capítulo pra vocês como prometido que postaria o capítulo no domingo, este também e o último capítulo da 2 temporada e o próximo capítulo já será a 3 temporada, então espero que gostem este capítulo, deixem seus comentários ai pra mim meus amores e quem não favorito ainda favorite, até lá embaixo.

Capítulo 27 - 2 Temporada - Você ainda vai me querer de novo....


Fanfic / Fanfiction Grávida da Minha Melhor Amiga - Capítulo 27 - 2 Temporada - Você ainda vai me querer de novo....

Lauren

Depois de ter ido para a gravadora e assinado aquele contrato que não fiz questão de ler, estava sentada na poltrona do meu quarto com Matthew nos meus braços. Ele está acordado com os olhos arregalados, agora dava pra ver a cor dos olhos melhor, eram verdes assim como os meus, apesar dos olhos de Cara serem verdes também, mas ele havia puxado os meus. Daqui pra frente tudo iria ser diferente, eu tinha um bebê pra cuidar, duas filhas que me perguntavam o tempo todo se a mãe iria acordar logo, quando eu pensei que tudo seria alegria, virou uma total tristeza. Escutei baterem na porta do quarto, ajeitei Matthew nos meus braços e mandei entrar, quando vi quem era me arrependi mentalmente, quem havia deixado ela entrar no meu apartamento, sou tinha eu e a empregada que Ally, Normani, Dinah e os garotos haviam me obrigado a contratar.

- Por favor Camila vai embora, to sem cabeça pra discutir com você. - disse da forma mais calma possível para não assustar Matt.

- Eu não vim pra discutir com você Lauren, sou quero falar com você de forma civilizada. - disse se sentando na beirada da cama, mesmo sem eu dar permissão.

- Fala logo o que quer e vai embora. - disse me levanto e colocando Matt no berço que Zayn e Louis havia montado pra mim no quarto.

Sinceramente eu não estava com paciência para ter que aturar Camila, ainda mais ter que ouvir a voz dela tagarelando no meu ouvido, depois do que ela tinha feito comigo quando contei pra ela da gravidez e que chamou as meninas de bastarda, aturar ela não estava nos meus planos e muito menos ter uma conversa civilizada. Sabe quando uma pessoa te quebra de todas as formas possível, mesmo que ela tente das melhores formas possíveis ter seu afeto de novo, conviver pelo menos no mesmo lugar, mesmo que ela tentasse fazer o máximo pra se redimir ela não conseguiria. Pra mim Camila havia sido sou a que deu o esperma, pois de mãe ela nunca iria ter nada, muito menos pras meninas. Eu conhecia minhas filhas o suficiente para saber que ela nunca considerariam ela como mãe.

- Bem Lauren, eu vim saber se você precisa de alguma ajuda com as meninas e com ele?. - perguntou me olhando com uma certa preocupação.

Ela sou podia estar brincando com a minha cara, depois de anos ela vem me fazer está pergunta idiota, quando eu mais precisei dela, ela simplesmente não ligou. Está idiota que um dia foi minha melhor amiga, sempre soube muito bem que as meninas eram filhas dela e nunca veio atrás, agora me vem com está, depois que as meninas estão muito bem criadas. Camila sou pode achar que eu ainda sou aquela garotinha boba que ela conheceu quando criança, porque se ela acha isto está totalmente enganada, ela não faz nem ideia na mulher forte, determinada que eu me tornei e não vai ser ela que vai me fazer de boba.

- Você ta de brincadeira com a minha cara Camila. - sussurrei pra ela para não acordar Matthew que agora dormia.

- Claro que não Lauren eu quero te ajudar com tudo que eu não fiz estes anos, sei que não fui uma mãe presente mais agora quero ser. - disse se levantando da cama e vindo até mim e dei alguns passos para trás.

- Escuta bem, acha mesmo que sou porque Cara está em coma isto te da o direito de ser mãe delas?. - perguntei com ironia enquanto me aproximava dela que abriu um pequeno sorriso.

- Claro que da o direito de eu ser mãe delas e mesmo se sua esposa estivesse acordada me daria o direito, não se esqueça que meu sangue ainda corre nas veias das duas, tenho o direito de as conhecer como mãe. - disse sorrindo ainda mais largo e meu sangue naquele momento chegou a ferver.

- Não Cabello, não e porque o seu sangue corre nas veias delas que isto te da o direito, quando eu precisei de alguém do meu lado você não estava lá, quando precisei de apóio emocional não foi você que me deu, quando as meninas deram os primeiros passinhos delas, quando falaram mamãe não foi pra você, sabe quem estava lá sempre por mim e por elas Cara, ela sim mesmo não tendo o sangue das meninas e a mãe delas de verdade, porque mãe não e quem sou coloca lá e depois não liga, mãe e quem da amor e carinho Camila, que quando a criança cai se machuca feio fica desesperada para levar pro hospital, você nunca será mãe dela, então sai daqui. - disse com um tom de voz alto e já começando a ficar alterada, juro que se ela falar mais alguma besteira eu não respondo por mim.

- Mas eu ainda posso fazer muitas coisas pelas meninas Lauren, você acha mesmo que a "mãe" delas vai acordar. - disse fazendo aspas com o dedos e aquilo sou me deixou mais a ponto de explodir. - já faz meses que ela está em coma e é uma grande oportunidade pras meninas ficarem sabendo quem realmente e a mãe delas, porque está sou eu e não Cara, que agora não passa de um corpo sem vida, que não pode fazer nada pelas meninas e tem mais....- não deixei Camila terminar daquela frase e acertei um tapa forte no rosto dela que de imediato ficou vermelho.

- Sair daqui agora Camila, eu não quero nunca mais ver a sua cara, não pisa mais na minha casa novamente e muito menos tente chegar perto das meninas, porque se eu te ver perto delas eu acabo com você. - disse cheia de raiva apontando em direção a porta.

O choro de Matthew atraiu minha atenção, ele acabou acordando depois daquela gritaria toda, não queria ter acordado ele, tudo por culpa de Camila, eu não podia pegar ele no colo com aquele estresse todo e se ela continuasse ali, aquele estresse sou iria piorar. Está mulher tinha que entender, que ela iria precisar mudar muito, porque mesmo ela vindo aqui, continuava falando besteira, eu e muito menos as meninas íamos querer ela por perto. Talvez Camila não tenha percebido as merdas que fala, mas ela precisa entender, precisa saber das suas palavras, pra mim voltar a conviver com ela, teria que ser a Camila de anos atrás a qual ela já mais seria novamente.

- Eu não vou embora até você deixar eu ver as meninas. - disse cruzando os braços em frente aos seios, fui até o berço peguei Matt no colo e tive um brilhante ideia.

- Faz assim Camila espera aqui que eu vou trazer elas pra você. - disse balançando Matt devagar para o acalmar, ele já estava quase dormindo de novo.

- Tudo bem estou louca pra ver elas. - disse de forma animada e sorridente o que achei bem estranho.

Sem ela perceber tirei a chaves da porta, sair do quarto e a tranquei lá dentro, eu iria chamar a polícia para Camila, aproveitar que hoje para a minha sorte, as meninas haviam ido para a casa da Dinah e da Normani. Elas adoravam ficar com as duas, pareciam duas crianças juntas, eu amava ver elas se divertirem um pouco, Scarlett e Charlotte já estavam sofrendo muito neste momento e uma ajuda neste momento difícil era muito bem vinda. Peguei o telefone, liguei para a polícia, avessei que uma mulher tinha invadido minha casa, que havia conseguido prender ela no meu quarto. Depois de os avisar sobre tudo sair do apartamento, como os policias haviam pedido e desci para a portaria. Fiquei esperando por somente 10 minutos, talvez menos que isto, entreguei as chaves para os policiais, que não demoraram muito para trazer Camila algemada, pude ver furia em seus olhos.

- Lauren você ainda vai me pagar por isto, você ainda vai me querer muito e vai precisar de mim. - disse com raiva enquanto um policial a empurrava para dentro dentro da viatura.

Apenas dei uma risada, aquilo já mais iria acontecer, eu querer ela de novo, vou ter que estar muito carente para isto acontecer. Eu tinha que estar tão carente a ponto de achar que eu ainda gostava dela como antigamente, não iria cair nas garras dela, eu amava Cara, ela e o amor da minha vida, não importa quanto tempo se passe, nem assim eu ia querer Camila novamente, sou se minha carência me traísse um dia e me fizesse a querer de novo. Eu rezo e espero que isto já mais aconteça na minha vida, eu amei sim Camila um dia, mas foi um sentimento de infância que já mais voltaria um dia a acontecer novamente, se voltasse iria ser por muita carência e enganação do meu coração.


Notas Finais


Espero que tenham gostado deste capítulo, deixem seus comentários ai pra mim sobre o que acharam do final da 2 temporada, até o próximo capítulo meus amores.

TRAILER DA 3 TEMPORADA: https://m.youtube.com/watch?v=Y32gvSEBqxU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...