História Gravidez inesperada - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, Suga
Tags Você × Yoongi
Visualizações 21
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Musical (Songfic), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi anjinhos, adivinha quem não conseguiu aguentar de ansiedade e vai postar capítulo hoje, mesmo

Capítulo 2 - Início de gravidez


Fanfic / Fanfiction Gravidez inesperada - Capítulo 2 - Início de gravidez

>>04:00<<madrugada>>2 semanas depois<<

Acordo exatamente as 4:00 da madrugada em ponto, tinha acabado de ter um daqueles sonhos eróticos com o yoongi, eu estava totalmente suada, então resolvo tomar uma banho, me levanto,pego minha toalha e vou em direção ao banheiro, tirei minha roupa e entrei no chuveiro.

Umas coisas me atormentavam, porque eu tinha que ter esses sonhos, porque tinha que ser tão real, e mexer tanto assim comigo ao tal ponto.

Termino meu banho, me enrolo na toalha eu vou até meu quarto, lá coloco outro pijama, e desço para o andar abaixo ,para colocar meu pijama suado pra lavar, assim que coloco no cesto de roupa suja ,me viro e dou de cara com minha mãe.


S/n: mãe você me assustou -digo fazendo um pouco de drama e colocando minha mão no peito, porém minha mãe ainda me encarava séria.

Mãe: o que está fazendo à essa hora da noite acordada?

S/n: eu vim tomar banho, mãe depois agente se fala, eu estou com muito sono

Dou-lhe um beijo na bochecha, desejo uma boa noite e subo pro meu quarto.

Na verdade eu não estava nem um pouco com sono, ainda mais depois do sonho, aquelas imagens não saem da minha cabeça, coloco minha cabeça sobre o travesseiro, e começo a sentir uma pequena dor de cabeça ,fecho meus olhos na tentativa de fazer passar, tentativa falha, fechei meu olho e consegui dormir


>>13:00 <<tarde>
>

Acordo com alguém me sacudindo, deduzi ser minha mãe, pela suas mãos macias

Mae: você está atrasada para a faculdade, ACORDA - ela passa sua mão pelo meu pescoço -meu deus você está com febre muito alta - eu nem sei se estava, só sei que eu mal conseguia abrir o olho, uma coisa estranha sobe pela minha garganta, como já sabia o que era corri para o banheiro e lá vomitei, minha mãe vem logo atrás e segura meu cabelo até eu terminar de vomitar.

Mãe: escova os dentes e coloca uma roupa, que eu vou chamar seu pai pra te levar no hospital

Ela sai e eu dou descarga, e escovo meus dentes, eu estava fraca, sei lá o que estava acontecendo comigo ,vou até meu quarto e coloco uma calça jeans e um moleton que vinha até metade da minha coxa, lógico eu peguei do meu pai, minha mãe volta dizendo que meu pai tá esperando lá fora com o carro, desço as escadas e finalmente entro no carro, minha mãe foi atrás comigo enquanto eu coloquei minha cabeça sobre seu colo.

[...]

Estava esperando o resultado dos exames que fiz, fique a tarde inteira fazendo exames, e tava mais que na hora de sair os resultados. Sem eu perceber o médico se aproxima

Md: os resultados saíram, e devemos informá-los que a jovem está grávida de 2 semanas e a gravidez e de risco, assim que a partir do quinto mês de gestação o bebê poderá nascer a qualquer momento.

Eu estava confusa, meu pai estava confuso, minha mãe estava confusa, como eu tava grávida se eu era virgem

S/n: isso está errado, não tem como eu engravidar

Md: bom... os aparelhos que usamos são os melhores, se não acreditar...eu fiz minha parte

[...]

Mãe: eu posso até te comparar com uma prostituta , como você não sabe quem é o pai

S/n: mãe eu ainda sou virgem, não tem como

Mãe:NÃO MINTA PRA MIM, A PARTIR DE HOJE NA QUERO MAIS VER SUA CARA, PODE IR EMBORA

Aquilo me chocou, minha mãe, a qual eu daria minha própria vida,está me colocando pra fora nesta condição.

S/n: eu vou mais eu prometo nunca mais olhar na sua cara 

Depois de pegar as coisas que mais uso, descido ir embora, meu pai me ajudou, me dando uma boa quantia para arrumar um lugar pra dormir e passar o resto da semana 



Ui

UI

UI 


já deixa seu favorito pra me ajudar 

Não se esqueça de comentar o que tá achando 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...