História Gravity Falls - Uma Nova Etapa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Ficção Cientifica, Gravity Falls, Romance
Exibições 18
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Científica
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Voltando para Fiedmont! - Episódio 1


Fanfic / Fanfiction Gravity Falls - Uma Nova Etapa - Capítulo 1 - Voltando para Fiedmont! - Episódio 1

Bom, eu sou Dipper Pines. 
         Devem me conhecer da série Gravity Falls - Um verão de mistérios, de duas temporadas, e mais alguns curtas.
            Vou contar como conheci alguns novos amigos em Fiedmont, onde eu e minha gêmea Mabel nascemos.
          Depois de um verão cansativo e cheio de mistérios esquisitos em Gravity Falls - Em Oregon - Eu e minha irmã gêmea, voltamos para nossa cidade natal, Fiedmont.
           Nós entramos em casa, e encontramos uma garota de cabelo avermelhado, da nossa altura e idade, conversando com os nossos pais.
           -Hey, quem é essa? Gostei do tom de vermelho, por sinal! - A Mabel puxou conversa com a garota-tomate...Bem a cara dela, afinal.
             -Ah, esta é Lizza Turner, uma vizinha nossa. Ela vem freqüentemente aqui em casa, gostamos bastante de conversar com ela. Ela veio da Austrália, e se mudou faz algumas semanas, enquanto vocês estavam em Gravity Falls. Falando nisso, como vai o Stan? - A Mamãe perguntou sobre o Tio-Vô Stan, mas eu não sabia o que falar...
         -Err...Ele...E-Está bem...Ele nos trouxe até aqui e já se foi. - Eu Afirmei Rapidamente. Mesmo gaguejando, ela caiu nessa, hehe.
        -Ah, que bom, querido. Bom, Lizza, Foi uma ótima conversa, nos vemos mais tarde na festa.
       -Vai ter uma...FESTA?! - 
Mabel perguntou, histericamente, do jeito dela.
       -Vai... - Papai já tapou os ouvidos, rapidamente.
       -AAAAAAAAAAAHHHH, VAI TER FESTA, VAI TER FESTA, VAI TER FESTA!! - Ela pulava e gritava como louca, bem o jeito dela... - É O MELHOR JEITO DE CONHECERMOS A GAROTA RUIVA DIREITO!! Né, Dipper? - Ela me cutucou com o cotovelo, sorrindo. Ela sabia que eu gostei um pouco da garota-tomate...
         -Bah, Tanto tanto faz, eu adoro festa, Com ou sem a Garota-tomate. - Eu afirmei.
        -Hihih, garota-tomate. Tee-hee!
        -A Festa daqui a pouco vai começar, crianças. Vão se arrumar, principalmente VOCÊ! - 
Mamãe me empurrou para o banheiro e fechou a porta. O que eles tem contra mim?
         Eu me arrumei. Botei aquele smoking que usei para exorcizar um fantasma da mansão Northwest, e a Mabel botou o mesmo vestido que usou quando foi na mansão Northwest.
         -Tá se arrumando todo, né, maninho? - Mabel falou isso para me irritar, eu tenho certeza.
        -Hahahah, muito engraçado, Mabel. Não vai ser a mesma coisa quando eu gostava da Wendy, ok?
        -Espera, você disse que Não vai ser a mesma coisa? Então...

        -NÃO. NÃO, MABEL...
        -AAAAAAHH, VOCÊ TÁ GOSTANDO DA... - 
Eu tapei a boca dela na hora, vai que a Lizza escuta?
       -NÃO, eu NÃO tô gsotando da Garota-tomate! Eu só quis dizer que não vou mais gostar de nenhuma garota, depois dos ocorridos em Gravity Falls, e...
          -Não vem com essa, Dip! Eu te conheço, somos irmãos, esqueceu? Eu sei que você tá gostando dela... - 
Ela deu um toque no meu nariz. - Só não bota aquela camisa gola V, não fica bem em você. -Ela saiu e foi para a festa, e eu fiquei pensando um pouco sobre o que a Mabel disse. Será que eu gosto mesmo da Garota-tomate? Hunf, sem chance, não sou como a Mabel, que fica se apaixonando facilmente por qualquer um, eu tenho meus princípios.
         Eu acabei de me arrumar e fui para a festa. 
         A Lizza estava conversando com alguns amigos dela, no meio estava um garoto loiro de olhos azuis, que parecia afim dela, um garoto de cabelo avermelhado e olhos verdes, que parecia ser irmão dela, uma garota de cabelo mel com olhos castanhos, e outra de cabelo tingido de rosa, porém no meio deles estava...A Mabel. Ela estava dando encima do irmão da Lizza, como sempre.
      -Ah, você veio! A Mabel me disse sobre você. Ahn...D-Dipper, não é mesmo? - Ela tem uma voz calma e fofa... 
       -É, sou eu mesmo...Prazer...
      -Olha, Dipper! Esse é o Lucas... -
 Ela apontou para o loirinho. - ...O Lohgann, meu irmão, que por acaso, somos gêmeos... - Ela apontou para o ruivinho. - ...A Jaqye... - Apontou para a Pantera-cor-de-rosa. -...E a Hillary. -Ela apontou para a garota de cabelo mel. 
      - Fala... - Todos acenaram e disseram juntos. 
      -Não é legal? Eles são gêmeos também! - Mabel estendeu os braços para os irmãos ruivos e gargalhou.
      -Aí, que tal saírmos dessa festa chata e irmos para um lugar legal que conheço? - O loirinho falou.
      -Acho uma PÉSSIMA idéia. Sempre que saímos seguindo você, nós nos perdemos ou somos atacados por cachorros, ou lobos, ou sei lá! - Hillary disse, enquanto mascava um chiclete.
      -Não vou ouvir o que você fala, Hillary. Você é uma chata! Quem vai, me segue! - Lucas deu as costas para a Hillary, e saiu andando em direção à uma floresta densa.
      -Vamos, Dipper e Mabel! Vai ser divertido sair por aí, correndo riscos e aventuras épicas! - Lizza disse, enquanto corria atrás de Lucas.
       -C-Cla..Cla-claro, Lizza! Já estamos indo...Já estamos indo! - Eu acenei, puxei a Mabel e corri para trás dela, enquanto Jaqye e Lohgann vinham.
         -Não é uma boa ideia, mas eu vou porque todos vão, mesmo com um mal pressentimento. - Hillary correu atrás de nós.
         E lá estava, a turma do barulho, andando por uma floresta densa e sinistra. Ainda bem que eu estava com o diário em mãos, caso algo apareça.
        Foi mal eu pensar isso, que eu ouvi passos e um vulto passou.
        -O..O-O que foi isso? - Eu falei, com um tiquinho de desespero, logo abrindo o diário número 3.
       -Eu sei lá! O que é isso na sua mão, Dipper? - Lizza perguntou, um pouco cismada. 
       -Relaxa, é só um diário sobre algumas anomalias...
       -Eu..E-Eu tenho um parecido! - 
Ela pegou do bolso do casaco, o diário número 2. - Seu pai me entregou, e disse para eu ficar com ele...Achei que fosse só uma enciclopédia esquisita...
       -Wow, Lizza! Me dê aqui! - 
Eu dei uma olhada, observando envolta ao mesmo tempo.
       -Ali! Vulto, ali! - Hillary apontou para um arbusto mexendo, pegou uma pedra e jogou nela, e dali saiu os gnomos.
        -CALMA, CALMA. CALMA! - Um dos gnomos gritou para nós, com medo. -SOMOS NÓS, DIPPER! SÓ ESTAMOS COM UMA TORTA DE MAÇÃ!
          -Ah, são vocês...O que fazem em Piedmont?
          -Estamos em todo lugar, garoto! somos...Mágicos!
          -Tanto faz, deem o fora daqui.
          
Os gnomos foram embora, e nós também. Voltamos para a festa, relaxados.
         -Eu SABIA que não deveríamos sair, encontramos gnomos! - Hillary falou, irritada.
         -Fala sério, foi legal! E o Dipper sabia como resolver, foi demais. - Lizza sorriu para mim.
         Eu dei uma corada fraca, ri um pouco e agradeci.
         
        



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...