História Gravity falls: guardiões demoniacos - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Personagens Originais, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles
Tags Billdip, Mawill, Will Cipher
Visualizações 44
Palavras 775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


salve galera desculpa a demora fiquei sem internet não me matem BOA LEITURA!!!!

Capítulo 6 - Segredos do bill


Fanfic / Fanfiction Gravity falls: guardiões demoniacos - Capítulo 6 - Segredos do bill

No capitulo anterior.

  Bill- dipper, dipper acorda.

  R.Dipper- ARG garoto insolente. 

Bill- você acaba de assinar sua sentença de morte seu imprestavel. 

Bill - ESTRELINHAAAAA ABRE A PORTA CORRE!!!!! 

 Ford- bill temos que leva-lo a um hospital

  Bill- NÃO VOU SAIR DE PERTO DO PINE TREE. 

Bill- NÃO POSSO PERDÊ-LO DE NOVO!!!!. 

(FIQUEM AGORA COM O CAPITULO DE HOJE)

Bill on

Ford- bill quer nos contar algo?.

- não, só me deixe sozinho com o pinheirinho.

Ford- ok se presisar chama.

Ele sai do laboratorio e eu fico ao lado do dipper.

- meu pequeno eu estou aqui.

Flach back on

Na floresta de gravity

Ah aproximadamente 300 anos eu estava dormindo em minha casinha na floresta até começar a ouvir barulhos de tiro.

- ARRG MAIS QUE SACO, SERA QUE UM DEMONIO NÃO PODE MAIS DORMIR EM PAZ!!!.

Saio de meu chalezinho e vejo a floresta pegando fogo.

- aff serio.

Eu ergo minhas maos e faço chover.

- prontinho.

Volto para minha casa mas quando eu ia fechar a porta vejo dois servos deitados, me aproximo e vejo que é uma Mãe morta com seu filhote desmaiado de tanto chorar, então eu pego o pequeno cervo e o levo para minha casa.

-------------------de manha------------------

Acordo e vejo que o pequeno cervo esta dormindo então aproveito e fasso meu café e uma salada para o cervo.

???- meu deus onde eu estou.

- em minha casa.

???- não não se afasta de mim humano.

- wtf filinho .

???- wtf nada sai.

- uai essa casa é minha.

???- ninguem mandou me traser aqui.

- olha aqui seu servo insolente você não vai me expulsar de minha casa.

???- tanto faz tenho quero ver minha Mãe.

-  sua Mãe foi morta no meio do insendio.

???- não nao minha mae nao.

me sento na cama em que ele estava e o mesmo se ageita em meu peito.

- olha aqui pequenino eu fiz salada.

???- nao quero nada.

- qual o seu nome pequenino.

???-Meu nome é pinheirinho.

- ok vamos comer

(Narrador)Após isso bill cipher foi cuidando de seu pequeno pinheirinho e foi se apaixonando pelo mesmo, mas o destino tinha outros planos para o pobre demonio.

---------algun tempo depois-------------

Pine- BILLL.

- sim pinherinho

Pine- tem alguem na porta.

- Ola o que deseja

???- ola senhor gostaria de fazer uma proposta?.

- humm

???- você gostaria de morar na nova cidade que vai ser construida?.

- onde vai ser?.

???- na floresta nacional de gravity.

- nao obrigado.

Pine- bill quem era?.

- ahh oferta.

Pine- ok bill vou dar uma volta.

Ele sai e eu fico olhando a paisagem em cima da varanda.

A noite cai e os animais noturnos começam a acordarem.

- é melhor eu entrar.....espera isso é cheiro de fumaça.

Uso meus poderes e consigo achar os focos de insendios mas não não não pode ser.

- PINEE TREEEEEEE.

Saio correndo até ele e o vejo olhando para o fogo.

- pine tree vamos presisamos ir.

Pine- bill o fogo esta chegando perto o fogo- fala assustado-

- vamos logo pinheiro vamos.

Começamos a correr mas logo fui persebendo uma aura escura mas mesmo assim continuamos, até o pinheiro tomar um tiro na barriga.

- droga, pinheiro consegue levantar.

Pine- não bill, va se você ficar vai morrer .

Bill- não prefiro marrer ao seu lado.

Pine- bill você foi o meu melhor amigo em todos esses anos, eu te a.....

Ele começa a ficar com os olhos sem vida, nesse momento sinto meu coração morrer aos poucos junto com meu pinheiro, eu começo a gritar e a chuva cai apagando o insendio, por fim volto a minha cabana e deito em minha cama e desabo em lagrimas.

???- bill você esta bem?.

- quem esta ai.

???- sou eu a lyra matree.

- lyra vai em bora eu quero ficar sozinho.

Lyra- bill eu sei que você e aquele servo eram proximos mas não a nada para fazer agora.

Bill- lyra eles tenque pagar- fala em choro-

Lyra- bill você sabe que a vingansa nunca é o melhor caminho.

Bill- eles vao pagar lyra e vao pagar caro.

Lyra- pff bill cabeça dura como sempre, bem meu amigo se cuida.

Após um tempo o pobre bill foi ficando isolado e com a morte do seu amado pineirinho ele foi perdendo a sanidade, mas após o estranhagedon ele pode ver o pineirinho denovo ele começou a amar a nova encarnação do seu amado.

( galera comentem esse capitulo eu gostaria de saber a opiniao de vocês em relaçao ao passado do bill bjs e até a proxima).



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...