História Gravity Falls-Trust no one! III - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls, Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Dipper Pines, Frisk, Mabel Pines, Mettaton, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne
Tags Charisk
Exibições 18
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem meus queridos.

Capítulo 4 - Capítulo 3 - "Mas ninguém veio"


Fanfic / Fanfiction Gravity Falls-Trust no one! III - Capítulo 4 - Capítulo 3 - "Mas ninguém veio"

 

-Aqui esta sua resposta seu bug miserável!!! –Falou Frisk indo me atacar.

Em um movimento rápido com minha mão eu a fiz levitar no ar, mas então ela tentou lançar sua faca, porém eu a parei a faca no ar e a amassei toda.

-Inútil faze isso Chara. –Falei fazendo ela um pouco girar no ar.

-Seu filho de uma puta. –Falou a jovem.

-Se eu fosse você iria fazer o que eu estou mandando ou vai ser pior para você e eu não somos um bug, nós somos viajantes dimensionais. –Falei calmamente enquanto a girava mais rápido no ar.

-Eu ire te matar quando eu consegui sair daqui!!! –Ameaçou Frisk.

-Vai tentando sua assassina nos somos imortais, eu sou uma Deusa e meu pai e um Titã resumindo, nos nunca iremos morrer. –Falou Sofia.

De repente o olho direito de Frisk começou a brilhar com chamas laranjas nele.

-Tome isso seus idiotas!!!

Quando Frisk disse isso vários ossos saíram do chão me pegando de surpresa então os ossos atravessaram meus braços, pernas e meu peito, mas com sorte Sofia desviou do ataque.

-Idiota achou mesmo que podia contra mim! –Falou Frisk porém daquela vez a voz não era dela mas sim de Chara.

Então eu comecei a me mexer, com isso os ossos foram se quebrando.

-Isso e novo. –Falei arrancando um osso de meu peito.

-C-como isso e possível?! COMO VOCÊ ESTA VIVO? –Gritou Frisk.

-Como minha filha disse nos somos imortais nada pode nos matar. –Falei calmamente a colocando no chão.

Ela ficou olhando minhas feridas se curarem como se nunca tivessem existido enquanto tinha uma expressão de espanto em seu rosto.

-Chara facilite para nosso lado você nunca ira conseguir continuar com seu genocídio porque não iremos deixar e mesmo que tente resetar ao ira conseguir porque possuo também o poder do reset e agora estamos dividindo o controle da timeline! –Falei.

-ISSO E IMPOSSÍVEL APENAS EU TENHO O CONTROLE DESTA TIMELINE!!! –Gritou Frisk.

-Se não acredita em mim tente dar um reset e então vera que não estou mentindo.

Ela fez aparecer o botão de reset e o apertou, com isso fez aparecer dois botões em minha frente um era o reset e o outro era o continue.

-Esta vendo Chara. –Falei apertando o botão continue fazendo cancelar o reset.

-ISSO E IMPOSSÍVEL!!! –Gritou Frisk.

-Chara, vai deixe a Frisk em paz e a devolva sua alma. –Falei.

-NUNCA!! –Gritou Chara em Frisk.

Ela criou centenas de ossos e os lançou contra mim, eu disparei uma esfera de energia que destruiu todos os ossos e toda a parte da saída do laboratório da Alphis, mas quando olhei sem sinal algum dela.

-Pai você exagerou um pouco. -Falou Sofia.

-Eu só estava brincando ainda Sofia. -Falei contrariado.

-Mas essa sua brincadeira foi o bastante para matar ela.

-Ela não está morta ainda não porque não voltamos ao ponto que ela fez o save. -Falei enquanto olhava ao redor.

-Sério isso?! -Falou Sofia espantada.

-Sim. -Falei.

-Garota de sorte esta. -Falou Sofia.

-Vamos filhota seguir nosso caminho, logo iremos encontrar ela. -Falei a abraçando de lado.

-Pai mas se não pararmos logo a Chara e a Frisk elas irão destruir de novo este lugar!! -Falou Sofia preocupada.

-Não se preocupe com isso des que eu vi que a Toriel estava morta eu perdi a vontade de salvar esta linha do tempo.

-Então como iremos para-las pai? -Perguntou Sofia sem entender.

-Nós iremos encontrá la no corredor do julgamento mas quando ela chegar naquele lugar nos que iremos enfrentá-la no lugar do Sans então eu a ficarei derrotando e tentando a convencer a não lutar mais até que uma hora ela vai querer resetar -Falei.

-Entendo então quando ela for querer resetar você vai resetar também. -Falou Sofia pensativa.

-Isso mesmo e quando isso acontecer eu irei remover a Chara do corpo da Frisk é a guiaremos no caminho pacifista.

-Entendi agora o que você pretende fazer.

Então eu me teleportei para o corredor do julgamento junto de Sofia.

-Pai uma pergunta como ela conseguiu controlar os ossos? -Perguntou Sofia curiosa.

-E simples quando ela utilizou seu ataque de osso eu pude ver a alma dela e ela estava com uma parte de outra alma presa a dela. -Falei.

-Não me diz que ela...?

-Sim ela conseguiu absorver uma parte da alma do Papyrus pouco antes dele morrer realmente. -Falei.

P.O.V. Chara

Eu estava pendurada no precipício atrás do laboratório.

-Finalmente aqueles malditos foram embora. -Falei me segurando em um osso para não cair.

Comecei a escalar o precipício com mais ossos até chegar no corredor atrás do laboratório.

-Tive muita sorte por ter conseguido... me proteger como os meus ossos... -Falei ofegante e muito ferida.

E após eu comer algo para me curar eu segui meu caminho por Hotland.

-Chara por favor pare já chega disso tudo! -Falou Frisk em minha mente.

-Parceira chega das suas reclamações foi você quem escolheu isso eu não posso fazer nada!! -Falei já um pouco irritada.

-Mas não precisamos fazer isso mas apenas reset tudo para podermos ter um final feliz novamente. -Falou Frisk quase que implorando.

-Não podemos mais resetar enquanto aquele desgraçado não morrer mas mesmo que resetemos eu irei começar tudo de novo ahahahahahahahaha! -Falei rindo

-.... -Frisk ficou calada.

-Isso mesmo parceira fique quietinha.

P.O.V. Frisk

"Porque a Chara está tão má? Ela sempre foi gentil comigo, ela me apoiou dês que eu cai aqui, toda vez que eu começava a fraquejar ela estava lá me motivando mais ainda para eu continuar .... não eu sei porque disso sim, foi o primeiro genocídio que eu fiz isso a corrompeu com todo o ódio que todos do subsolo sentiam por mim, toda a dor que eu causei e com toda a violência que eu cometi..." -Pensei.

Enquanto eu estava perdida em pensamento eu observava Chara matar todos os monstros que encontrava em Hotland até que apareceu a mensagem escrita "mas ninguém veio".

 


Notas Finais


= )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...