História Gravity falls-Um outro verão de mistérios 2° temporada - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Mabel Pines, Personagens Originais, Soos Ramirez, Wendy Corduroy
Tags Billdip, Gravity Falls, Mawill
Exibições 53
Palavras 1.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AAAAAAAAH! Heyllo candys! To com uma mania de ficar gritando... É lecau! :D CHEGAY NESAPORRA! FINALMENTE! APÓS A IDADE DO BILL,CAPÍTULO NOVO! Entenderam a piada...? Não...? Ok ;-; HOJI,CHEGOU O DIA DA VINGANÇA DO DIPPER GIDEON,ou como vocês conhecem, Dipper Gleeful. E TAMBÉM, VAI TER UNS BAGUIO LOKO AE,QUE EU NÃO SEI OQUE VAI SER,porque to escrevendo as notas antes de escrever o capítulo... Mas Ok! Nos vemos nas notas finais!
Boa leitura! ( ・ω・ )ノ

Capítulo 50 - A vingança é um prato que se come com fogo! Part 1


• Dipper Gleeful on •

— Argh... Esses desgraçados...– Falei enquanto observava as cicatrizes no meu rosto.

— Ah,nem ta tão horrível assim irmão... Até que... Você ficou mais atraente– Falou com um sorriso malicioso enquanto aproximava aquelas mãos sujas de mim.

Não importava oque eu fizesse,nem que eu falasse,ela não desgrudava do meu pé! Sempre dando uma em cima de mim. Até me estuprar ela tentou!!! Mas,eu dei um jeito de escapar,óbvio, minha virgindade é preciosa e não vou perder com puta.

— Sai daqui sua atirada!– Falei e então bati na mão da mesma.

— Ain... Eu só 'tava te elogiando!– Falou forçando uma voz chorosa.

— Me poupe do seu drama que eu te pouparei dos meus tapas!– Falei irritado.

— Eu não te entendo! Por que você não me quer? Meu corpo escultural não é o suficiente?–Perguntou irritada também.

— CALA A BOCA SUA BARANGA! Você sabe muito bem que eu amo outra pessoa! Mas que merda! SAI DAQUI QUE EU QUERO FICAR SOZINHO!–Gritei mais irritado ainda e ela se assustou.

— O-ok... Até mais tarde irmão... –Falou apavorada enquanto saia do quarto.

Ela estava assustada porque, afinal, ela sabe muito bem que quando eu estou nesse estado (Cake: São Paulo? Rio de janeiro?... Acre? Não... Acre não existi '-'/Bill: Existe sim,é lá que tem Alagoinha!/ Cake: Ah... É mesmo!) eu não volto ao normal tão cedo.

Mas,uma lembrança me fez diminuir a raiva um pouco. A lembrança daquele demônio chorão idiota... De uns tempos pra cá eu comecei a... Digamos... Sentir algo por ele. A simples lembrança dele me acalmava.

Minha irmã sempre me pergunta "Mas se você ama aquele fraco,por que batia e torturava ele?" Bem... Eu não me apaixono tão fácil,não sabia demonstrar meu amor... e deu no que deu.

Ele me odeia,ele me despreza, ele ama outra.

Argh... Os pines... Aquelas cópias baratas de nós... 

Mabel,aquela mulher irritante... Conseguiu o homem que que eu amo... Simplesmente a desprezo...

Dipper,se casou com a cópia de Will.

E por falar na copia de Will...

AH! AQUELE DESGRAÇADO! ELE DEFORMOU O MEU ROSTO! 

Bill... Bill Cipher... Chegou a hora da vingança meu amigo... 

Espero que Will não me odeie por isso,mas eu vou matar o irmão dele.

Olhei mais uma vez na direção do espelho,um sorriso maléfico se formou no meu rosto.

Vou faze-lo sentir algo pior do que eu senti...

• Dipper on •

— BILL! CUIDADO!– Gritei preocupado. 

— Calma Pinetree! Eu sei voar,esqueceu?– Falou o doritos ambulante que estava em cima do teto,tentando pela milésima vez arrumar aquele letreiro. (Cake: Trollei muitas pessoinhas!)

— As probabilidades de dar merda são de... 60%. Porque o Bill é retardado,e é capaz de cair dali porque quer– Falou Ally e eu fiquei (mais) preocupado.


Bill terminou com uma ultima martelada no prego,e finalmente fixou a letra "S".

— Valeu Bill! O Will sempre tentava fazer isso mas... Ele não tem força, sacomoé né?– Falou Mabel olhando de relance pro Will.

— Ei,não me julgue! Não é só porque eu tenho a força do Dipper no corporal,que eu seja inútil! – Falou Will se sentindo ofendido.

— Hum... Acho que ficou legal.–Falou Bill admirando oque tinha acabado de fazer.

Mas... De repente... A escada que ele estava se apoiando caiu pra trás, levando ele junto.

— AI MEU DEUS! BILL!!!– Gritei (Cake: Deus e Bill não deviam estar na mesma frase,isso não faz sentido/Bill: Faz sim,minha beleza é digna de um deus grego/ Dipper: Humpf... Convencido).

E então o letreiro caiu na cabeça dele...

— Ai...– Todos falaram enquanto tapavam o olho com a mão.

Eu corri até Bill e coloquei a cabeça dele no meu colo.

— BILL? TA ME OUVINDO??? FALA ALGUMA COISA!–Falei mais desesperado do que nunca.

—É claro que to te ouvindo... Gritando desse jeito... Acho que to com dor de cabeça, não por ter sido atingido,mas sim porque você fica gritando! E... Alguma coisa–Falou com a voz denunciando a sua tontura.

— Não se preocupe Dipper,daqui alguns minutos ele se regenera–Falou Will com um sorriso gentil no rosto.

— O QUE É ISSO NO SEU ROSTO?– Perguntei surpreso, faz anos que eu não o vejo sorrir assim. 

— Er... Um sorriso... Mas... Não grita assim,pelo amor do Bill,não grita mais–Implorou.

O que há de demais nos meus gritos? O fato de eles estourarem os tímpanos de qualquer um?... Nah

Bill se levantou enquanto se apoiava na parede.

— Quer ajuda Doritos?– Perguntei com uma voz fofa.

— Quero sim Pinetree!– Falou e então se apoiou no meu ombro.

E meu deus... Eu quase fui pro chão... Mas,com muito esforço consegui ficar de pé.

— Affs... O letreiro nunca vai ficar lá? Vocês tem certeza de que não há uma maldição impedindo ele de ficar grudado ali? Talvez se eu usar cola quente e purpurina...– Falou Mabel pensativa enquanto andava em círculos.

— Er... Melhor não shooting star... Isso vai tirar o clima de "mistério" e vai transformar em "mente adolescente"–Falou Will.

Mabel se enfureceu,e isso ficou claro pra todos,afinal,aquele olhar demoníaco demonstra tudo.

— Er... Gente... É melhor correr– Falei e todos concordaram.

Corremos pra dentro de casa o mais rápido possível. Mas mesmo assim não escapamos do grito da Mabel...

— O QUE??? COMO VOCÊ OUSA ME CHAMAR DE ADOLESCENTE?– Gritou com todo o seu fôlego.

Todos sabiam que Mabel era infantil,que ainda mantinha sua inocência (ou parte dela) e seus gostos de infância intactos. Mas quando citavam isso em voz alta... Ela ficava mais louca do que já é.

— O-o-o q-que t-ta acontecendo?– Perguntou Axel encolhido no sofá. 

— Calma minha flor... Ela só esta com ... MUITA raiva!– Falou Dillan (Cake: PQP "Minha flor"? Eu juro... Esse apelido doeu pôr... É MAIS CLICHÊ DO QUE "Uma nerd e um popular"... Ta,exagerei. Mas coloquei esse apelido pra ajudar vocês a descobrirem o símbolo dele no círculo de... MUITOS SPOILERS A SOLTA!)

Axel ficou mais assustado.

— Ajudou a acalmar ele pra caramba em...– Falou Ally sarcástica. 

Dillan deu de ombros por que Ally falou e então abraçou Axel,que aparentemente havia se acalmado um pouco.

Autora on~ 

Enquanto isso... No lado de fora...

— Calma querida! Eu só disse que ia ficar muito infantil... E o nosso objetivo é chamar a atenção mais do público adulto e dos turistas sedentos por mistério!–Falou Will tentando diminuir a ira de Mabel.

— Ah,então quer dizer que o fato de algo ser infantil é ruim?! Então quer dizer que eu sou ruim por gostar de coisas infantis?!–Perguntou Mabel com a voz em um tom mais baixo,mas ainda sim,alto.

— Não é isso... Você ta entendendo tudo errado...– Tentou argumentar mas foi interrompido.

— Então agora eu sou burra?! Legal! Burra,infantil,errada! Qual o próximo xingamento?– Falou mais irritada do que nunca.

— Ah,quer saber,que se foda. Quando você parar de ser irracional a gente conversa!–Falou Will dando as costas pra Mabel e indo na direção da floresta.

— WILL! SE VOCÊ IR PRA ESSSA FLORESTA ACABOU TUDO ENTRE NÓS!– Gritou,pois não aceitava o término da conversa sem o assunto ter sido resolvido.

Will exitou por um instante. Ele realmente ligaria se tudo acabasse? Ele realmente amava Mabel,a menina que do nada falou que o amava e ele apenas por impulso aceitou os sentimentos e ficou junto a ela pra não magoa-la,e pra tentar ama-la também? Ele ficou um minuto parado,olhando pra floresta. Ele olhou pra Mabel, com um olhar frio.

— Ok,ta tudo acabado– Falou simplesmente,e seguiu em frente pela floresta.

Mabel ficou boquiaberta. Se sentiu arrependida de ter agido daquela forma por um motivo tão banal. As lagrimas caíram do rosto dela. "Ele... Ele não me ama...?" se perguntou mentalmente e então caiu de joelhos no chão. Colocando as mãos nos olhos. Tudo o que passaram juntos não significou nada pra ele? Ela se sentiu tudo do que ele a "xingou"( na visão de Mabel).

— Mabel...? O-o que aconteceu?– Perguntou Dipper assim que saiu da cabana.

— ELE ME DEIXOU!–Gritou com muita dor no coração lagrimas no rosto. Sua voz denunciava claramente a sua tristeza.

— E-eu... Me desculpa Mabel...–Falou Dipper abraçando a irmã.

— Desculpa pelo que...? Você não fez nada...– Perguntou enquanto retribuía o abraço e chorava baixinho no ombro do irmão.

— Me desculpa por não poder fazer nada além de te consolar...– Falou abraçando mais forte a irmã.

Todos observavam a cena meio tristes,mas adimirando o amor(obviamente fraternal) que os irmãos sentiam um pelo outro. (Cake: Quem shipa pinecest foi a loucura agora!)

• Will on • 

Dizem que depois de terminar um relacionamento,você sente um vazio. Dizem que você chora,se arrepende,e volta correndo pros braços da pessoa. Bem... Isso não aconteceu comigo.

Um leve sentimento de liberdade e de alivio surgiu. E eu me senti meio culpado por sentir isso.

Naquela hora,Mabe podia estar triste,chorando,e se arrependendo,sinal que ela me amava.

Mas eu,eu não sentia isso. Sabe... Desde que ela se declarou pra mim,como amigo,eu senti que devia retribuir e ficar com ela. Eu acho que confundi amizade com amor no sentido romântico... Mas nunca havia percebido isso.

O nosso filho foi fruto do nosso amor... Mas... Eu não a amava. Então ele foi fruto do amor dela por mim,e do amor de amizade que eu sentia por ela...?

É... Eu 'tava pirando nos pensamentos.

Lá estava eu,andando pela floresta,olhando pro céu pelos poucos vãos que os altos pinheiros deixavam. Quando de repente tropecei em uma pedra (pedra maldita!).

— A-ai...–Murmurei. Olhei pro meu joelho,minha calça jeans azul escuro estava rasgada e eu tinha um arranhão. Nada grave,eu ia me regenerar em poucos segundos.

Olhei para os lados para me certificar de que não havia nenhuma criatura ou animal que podia me atacar

Eu vi uma luz azul no horizonte.

"Não... Não pode ser quem eu estou pensando..."






Notas Finais


AAAAAH! to gritando muito... Enfim... CARALHO! Próximo capítulo vai ter várias tretas entre o Dipper Gleeful e o Bill.
ACABEI COM MAWILL MESMO! ME JULGUEM! EU SEI QUE VOCÊS NÃO SHIPAVAM MAIS! NINGUÉM SHIPA MAIS ESSA MERDA!...
~Respira
To calma.
WILLDIP! AE SIM! ISSO EU SEI QUE VOCÊS SHIPAM... Maioria.
Vou fazer uma votação. Se vocês querem que Mawill volte,falem: BATATA É RUIM
Se vocês querem que eu crie casais novos como... MABCIFICA E WILLDIP! Digam: BATATA É INCRÍVEL!
Eu já tenho o meu voto... BATATA É INCRÍVEL!
Enfim... Talvez eu poste mais capítulos, to sem nada pra fazer mesmo... TO DE FÉRIAS PORRA!
Beijos e abraços!
PS: Obrigada pelos 80 favoritos! Vocês são incríveis docinhos :3 ESPECIAL! Deixem seus desafios e perguntas! :p


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...