História Gravity falls-Um outro verão de mistérios 2° temporada - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Mabel Pines, Personagens Originais, Soos Ramirez, Wendy Corduroy
Tags Billdip, Gravity Falls, Mawill
Exibições 47
Palavras 1.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heyllo candys! É... Eu sei... Eu não custumo fazer capítulo anunciando especial,e postar capitulo normal... MAS! A criatividade bateu na portinha da minha mente... Então... VOCÊS VÃO TER QUE ATURAR ESSE CAPÍTULO RECHEADO DE... BATATA É INCRÍVEL! Que venceu a votação. Eu descobri que não é só eu que nunca shipei a Mabel e o Will,mas todo mundo não shipa! Pqp! Enfim... Os erros ortográficos no capítulo são propositais,Ok?
Boa leitura! ∆

Capítulo 51 - A vingança é um prato que se come com fogo! Part 2


• Will on •

Não! Não podia ser ele! 

Mas,por precaução, formei um fogo azul em mãos,pronto para jogar caso ele tentasse me atacar.

Me aproximei de onde vinha a luz azul. E quando cheguei perto,avistei uma silhueta feminina... Ufa... Não era Dipper Gleeful. 

Ela se virou para mim,e meu deus... ERA PIOR QUE O DIPPER GLEEFUL! Era a Mabel Gleeful...

— Ora ora... O demônio chorão andando pela floresta sozinho... O que veio fazer aqui,imprestável?–Perguntou enquanto ia se aproximando de mim. 

Eu ia me afastando para trás com medo,mas ainda sim,tentei ser forte.

— N-não te interessa...– Falei. Merda... Gaguejei.

— Onw,vai cholar? Ta com medinho? Sua namoradinha,nem o seu irmão estão aqui pra te defender!–Falou ela se aproximando cada vez mais.

— E-eu não tenho namorada,nem esposa... E s-sai de perto de mim! Eu tenho fogo e não tenho medo de usar!–Falei,e então senti um tronco acertar minhas costas... Sem saída, ótimo.

— O que...? Você 'ta solteiro? Não... Se isso for verdade o Dipper vai... EU TENHO QUE TE MATAR!–Falou,e eu percebi o desespero que ela tinha na voz.

Me assustei,e em um momento de medo, joguei o fogo na direção dela. Mas ela desviou...

Com os seus poderes psificos ela me ergueu no ar,me prendendo na arvore como se estivesse me enforcando,mas a distância, e me deixando muito mais no alto.

—M.e... SOL...t...A!–Falei com muita dificuldade, pois não conseguia respirar. 

— Não. –Falou simplesmente,em seu rosto um sorriso de satisfação permanecia.

— VOCÊ NÃO OUVIU? SOLTA ELE VADIA!–Falou... DIPPER GLEEFUL?

Ele socou Mabel e ela caiu no chão. Assim que caiu,cai no chão também.

— P-por a você fez isso irmão...?–Perguntou.

— Você sabe muito bem o porque... AGORA SOME! Antes que eu mude de ideia e arranque essa peruca que você chama de cabelo!!!–Falou Dipper Gleeful apontando pro portal.

Ela me olhou com ódio, e foi na direção do portal,pulando logo em seguida no mesmo.

— Mas que merda... Não se pode deixar essa idiota nem um segundo sozinha... Vou ter que fazer tudo so...–Falou,mas a fala morreu assim que olhou pra mim.

Ele se aproximou de mim e eu me encolhi. E então percebi que minhas pernas estava quebradas... Mas que merda...

— Não tenha medo Will,não vou te machucar...–Falou gentil equanto acariciava o meu rosto.

— C-como assim? M-mas... Você sempre me torturou... Por que está me defendendo?– Perguntei confuso.

— É porque... Bem... Vou ser direto. É porque eu te amo.–Respondeu...

...

...

— O QUEEEEEEEEE?–Gritei enquanto tentava levantar,mas acabei por cair.

— A-ai...– Murmurei pela dor.

— Não se levanta,senão sua perna não vai regenerar–Falou.

— C-como assim você me ama...? Durante todos aqueles anos... Me torturando... Fisicamente e psicologicamente... Me tratando como se eu fosse lixo,ou o seu brinquedinho...–Falei triste me lembrando dos anos horríveis que passei com eles...

— É que... Eu não sabia como demonstrar os meus sentimentos... E chegou uma hora que achei que você merecia alguém melhor... Então fiz você me odiar... Mas adimito, não gostei nem um pouco de você ter ficado com aquela... Mabel– Falou e eu fiquei (mais) chocado.

Então quer dizer... Que todas as vezes que ele me batia... Era por que me amava?! Isso não faz sentido!!!

— Isso não faz sentido Dipper...–Falei.

— É,eu sei. Eu era um idiota... Quer dizer,ainda sou,mas melhorei. Então... Eu tenho uma pergunta... Por que você 'ta sozinho no meio da floresta?–Perguntou enquanto se sentava ao meu lado.

— Porque... A Mabel deu a louca e a gente terminou. Sabe? É que meio que eu não sinto o mesmo por ela...–Respondi.

Dipper sorriu alegre.

— Sério?! Vocês terminaram mesmo?! Então... Quer dizer que... Você pode ficar comigo!–Falou e eu corei.

Pera... Eu corei?! OI? Como assim?!

— Q-quem disse que eu te amo...? Não é só porque você quer que eu vou namorar com você... Além do mais,eu não te perdoei por ter me machucado...–Falei meio tímido, mas ainda tentando bancar o forte.


— Não sabe se me ama? Hum... Vamos ver na prática. Considere esse o meu pedido de desculpas...–Falou e então selou nossos lábios.

E meu deus... Eu odeio adimitir,mas... Foi o melhor beijo que eu tive em séculos (sem exagero). Ele então pediu passagem,e eu cedi. Ele segurou minha cintura,não fiz nada para impedir. Estava totalmente fora se sí, e preso ao beijo. Não queria que aquele momento acabasse nunca. Mas,infelizmente,o ar fez falta. Nos separamos,ambos com sorrisos inevitáveis no rosto. Dipper olhou para o lado,e fez uma cara de assustado. Olhei para a mesma direção e... Mabel estava lá

FODEU!

— Então é por isso que você não ligou pro nosso término... Afinal... VOCÊ ESTAVA ME TRAINDO O TEMPO TODO COM O CARA QUE TE MALTRATOU DURANTE ANOS! PARABÉNS WILL!–Falou Mabel com lagrimas nos olhos,ela deu as costas pra mim indicando que ia correr,mas antes me deu um tapa na cara.

— ISSO É POR VOCÊ SER UM CANALHA!–Falou e então começou a correr.

— Espera Mabel! Não é meu aniversario pra você me dar parabéns!–Falei,sim,eu tive que fazer essa piada.

Dipper,que havia ficado bravo pelo tapa que recebi,começou a rir.

— Hum... Vejo que ficou insensível, não é mesmo?–Perguntou.

— É...  Digamos que eu fiquei insensível, e talvez um pouco do mal... Quem sabe–Falei e ele sorriu mais ainda.

— Interessante... Acho que já posso chutar a Mabel da mansão, você é tudo oque eu preciso–Falou e então me abraçou.

Ta... Adimito... Eu menti um pouco na parte do "um pouco do mal". Eu nunca ficaria do mal(ou ficaria ?)! Mas é que... Sabe? AH,ADIMITAM! Se vocês estivessem na minha situação, em que um cara que beija bem estivesse afim de vocês, vocês mentiriam um pouquinho, não? (Cake: Senhorito Will,quem te deu toda essa intimidade com os leitores?/ Will: Você mesma,é você que esta escrevendo,ue/Cake: Ah! É mesmo!)

• Dipper on •

— MAS QUE MERDA! Eu avisei que não era pra ir atrás dele!!!–Falei bravo para Mabel que estava se acabando em lagrimas no travesseiro.

— É-é q-que e-eu a-a-achei que ele p-podia vo-voltar c-comigo...–Falou com a voz abafada por causa do travesseiro.

— Olha,serei bem sincero... Nem eu aguento o seu drama. Preciso chamar alguma amiga sua pra ficar ao seu lado!–Falei pegando o celular.

— T-ta bom... S-só não chama a Candy... Aquela vaca vai ficar jogando na minha cara que se casou com um cantor famoso... Ah! E nem a Grenda,ela vai ficar falando do menino que ela conheceu na festa da pacifica e que eles estão muito felizes no namoro...–Falou ela,mano,que bipolar.

— Ue! To ficando sem opções aqui! Ou eu chamo a Wendy,ou a Pacifica! Ah,quer saber? Vou chamar a pacifica mesmo! E dane-se!–Falei e então liguei pra pacifica.

 Alô? Quem é?–Perguntou a loira.

—Sou eu,o Dipper. A Mabel ta precisando de você. O will terminou com ela,e ainda beijou o Dipper Gleeful na frente dela!–Falei na cara! Sou direto mesmo!

—DIPPER!–Gritou Mabel.

—Que foi?–Perguntei.

—Nada...–Falou.

Er... Ok. Daqui alguns minutos eu to ai. Até daqui a pouco!–Falou e então desligou na minha cara,maguo.

— Pronto! Resolvido! Posso ir dar uma olhada nas crianças agora?–Perguntei.

—Pode... Mas antes,liga o rádio na estação de músicas depressivas,please.–Pediu.

—Ok.–Falei e então liguei o rádio,e 'tava tocando aquela música que quando as pessoas ouvem se suicidam.

Será que vai dar merda...? Nah (Cake: Eu profetizo,dará muita MUITA merda)

Sai do quarto e fui para a sala. Onde estavam as quatro crianças da casa. (Cake: Como assim quatro? Só tem três! Ta ficando ruim em matemática!/Dipper: É que o Bill tem mentalidade de criança/Cake:Ataaaa)

— Bill,como é que ta o Axel?–Perguntei,porque o Bill tava na frente do Axel e não dava pra ver ele.

—Veja você mesmo...–Falou e então saiu da frente.

Deu muita dó... O Axel estava abraçando o Dillan com força enquanto chorava e perguntava:

— D-d-dillan... O-o p-pa-papai vai v-voltar?–Perguntou.

— Mas é claro,fica calmo... Vai dar tudo certo...– Respondeu Dillan.

— Isso é mais dramático que novela mexicana,puta que pariu–Falou Ally.

— OLHA A BOCA MENINA! Quem te ensinou a falar esses palavrões? –Perguntei.

— O Bill,ue–Falou apontando pro Bill...

Ah... Mais tarde ele ta ferrado.

— Precisamos ter uma conversa mais tarde...–Falei olhando para ele,completamente bravo.


— Fudeu–Falou ele e então tampou a boca logo em seguida.

Toc toc.

Ouvi uma batida na porta.

— Já vai!–Falei e então fui correndo pra porta.

Abri já esperando ser a pacifica.

Mas... Não era ela.





Notas Finais


AAAAAAH CARALEO! Batatinha! '--' to falando nada com nada... Enfim! HOJI Eu naum tenho nada pra falar. Porque to boiando. Só sei que nada sei e se sei que não sei então sei de alguma coisa,mas se eu sei de alguma coisa logo a minha afirmação de saber está errada,e se a minha informação está errada,então eu não sei de nada. mas,se eu sei que não sei que sei,então eu sei de alguma coisa!
....
KE?

Enfim...
Beijos e abraços!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...