História Greve (Imagine Kim Taehyung - BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bts, Greve, Hentai, Imagine, Kim Taehyung, Sexo, V Vs Você
Visualizações 416
Palavras 1.163
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, esse é meu segundo imagine que posto aqui, e hoje é com o nosso maravilhoso Alien, Taehyung ^-^

Espero que gostem!

Capítulo 1 - Devida Recompensa


Fanfic / Fanfiction Greve (Imagine Kim Taehyung - BTS) - Capítulo 1 - Devida Recompensa

Que raiva. Taehyung eu juro que você ainda me paga pelo o que você está fazendo comigo.

Kim Taehyung, esse era o nome do meu namorado. Ele está fazendo uma greve de sexo comigo a exatos sete dias, contando com hoje. Isso porque quando estávamos no shopping encontramos um ex-namorado meu. Ciúmes, o coisa chata, viu.

No começo fiquei feliz, por ele ter ficado com ciúmes, porém quando deu dois dias após o ocorrido, percebi que quando nos beijávamos é o clima começava a esquentar, ele simplesmente me colocava para o lado, e dizia que precisava ir no banheiro.

E foi aí que percebi, o que ele estava fazendo comigo. Ele estava fazendo uma maldita greve de sexo!

Agora aqui estamos nós, deitados e enrolados no cobertor dá sua cama quentinha e macia, assistindo um filme nem um pouco interessante.

- Amor. - O chamei manhosa.

- O que querida? - Disse ainda prestando atenção no filme.

- Você quer mesmo ficar assistindo esse filme? Hum? - Falei começando a distribuir beijos em sua clavícula. - Nós poderíamos estar fazendo coisas melhores e bem mais interessantes, em, o quê você acha?

- Para amor... Por favor, vamos prestar atenção no filme, olhe, está na melhor parte. - Disse ele se mexendo um pouco.

- Taehyung... - Gemi seu nome manhosa. - Estou necessitada de você amor, do seus beijos, do seu carinho, de seu sexo. - Falei a última parte susurrando em seu ouvido.

Coloquei minha mão em seu peitoral, coberto por uma camiseta branca, começei a descer minha mão até chegar em seu membro, coberto por uma calça moleton. Senti sua respiração pesada e ofegante, porém em momento algum ele tirou os olhos da televisão.

Continuei com minha mão alí, em cima de sua calça, hora apertando, hora massageando, enquanto dava uns beijinhos em seu pescoço e queixo. Sabia que de hoje essa greve não passava, ia acabar com isso hoje.

Ele ainda fingindo assistir ao filme, não demonstrou nem uma resposta aos meus carinhos, porém, o amiguinho dele o traiu, ficando animado, e reagindo aos meus pequenos gestos de necessidade, foi ficando cada vez mais duro.

Ele não iria admitir que estava gostando, sei o namorado orgulhoso que tenho. Sabia que eu iria ter que fazer mais que uma simples massagem em seu pau, para ter a sua devida atenção em mim.

Então aproveitando que ele estava ‘‘distraido'' enfiei minha mão em sua boxer, e peguei seu membro, já um tanto animado, e começei a fazer movimentos com a mão de ‘‘vai e vem''. Não aguentando aos meu estímulos, soltou um grunhido baixo, e fechou os olhos, aproveitando do prazer que eu estava lhe proporcionando.

Não querendo ficar só na masturbação, abaixei minha cabeça até seu membro, que já estava ereto e para fora de seu moleton, e comecei a fazer um oral nele.

Quando coloquei minha língua para fora e começei a lamber toda a extensão de seu delicioso pau, finalmente escutei um maravilhoso gemido saindo de seus lábios.

Sentindo suas mãos em meus cabelos, percebi o que ele queria, então logo me obriguei a colocar minha boca até o fundo de seu amiguinho. No quarto só se escutava, o barulho dá sucção que eu estava fazendo em seu pau, e seus roucos e baixos gemidos. Levantei um pouco minha cabeça, para poder lhe observar, este que estava de olhos fechados e com uma cara que estava retorcida de prazer.

Percebendo que ele já iria gozar, logo tratei de parar o que estava fazendo, ouvindo um gemido de protesto vindo do mesmo. É óbvio que eu não iria dar prazer só para ele, também queria que ele desse minha devida recompensa e acabasse com essa greve ridícula.

- Por que você parou? - Perguntou com raiva e com uma voz rouca.

- Hoje você só irá ter sua devida recompensa, se me der prazer também, querido. - Disse provocativa.

- hum, então você quer ____, prazer? - Disse ele, e eu logo murmurei um sim. - Okay, querida, então eu vou lhe dar prazer, vou lhe dar tanto prazer, que você não aguentara nem levantar amanhã. - Disse em um tom malicioso.

Isso!

- Não fique só nas palavras, Taehyung. Eu quero mais ação. - Disse, e ele logo veio pra cima de mim, me beijando.

Logo começou a tirar meu blusão, me deixando só com uma lingerie rosa rendada. Não querendo ficar em desvantagem, eu comecei a tirar sua camiseta e sua calça moleton, puxando junto sua boxer branca, que já estava com seu membro para fora, deixando ele totalmente pelado.

Ele percebendo que só eu estava "vestida'' alí, logo tratou de arremessar minhas roupas íntimas para longe, deixando os dois nus.

Com a falta de ar vindo, tivemos que parar nosso delicioso beijo. Mas, não querendo acabar ali, ele levou seus lábios em direção aos meus seio, já expostos e com o bico durinho, começando a chupa-los. Céus! Como isso é gostoso.

- Chega Tae, eu quero que você me foda, agora. - Falei já cansada de esperar.

- Seu desejo é uma ordem ____.

Senti quando ele me deixou na cama, logo subindo em cima de mim, e sem mais delongas ele finalmente me invadiu, com aquele seu delicioso brinquedo. Ele começou a se movimentar dentro do mim, hora muito de vagar, hora muito rápido, estava num movimento perfeito.

Querendo mais proximidade, eu envolvi minhas pernas em seus quadris, fazendo ele entrar mais fundo e mais forte. Não consigui controlar meus gemidos, aquilo estava muito bom, e fazia muito tempo que não fazíamos isso.

- M-mais Tae, mais. - Implorei para ele, sentindo casa vez mais próximo meu tão aguardado e esperado orgasmo.

Ele não falou nada, apena aumentou mais a velocidade de suas estocadas, sentia seu corpo suado sobre o meu, se movimentando rapidamente para nos proporcionar nosso delicioso clímax. E não demorou a isso acontecer, logo gozamos juntos. Dei um grito alto de prazer, escutando um grunhido do Taehyung.

Logo ele rolou para o lado, saindo de dentro de mim. Ficamos um do lado do outro, naquele quarto, com apenas o som baixo dá televisão, e nossas respirações ofegantes.

Taehyung rapidamente me puxou para deitar perto dele, logo dando um beijo na minha testa.

- Nunca mais faz isso, okay? - Disse sonolenta.

- O quê? - Disse ele se fingindo de bobo.

- Você sabe. - Disse. - Se não dá próxima vez quem vai fazer greve, será eu!

- Okay, okay, desculpe ____. - Começou. - Mas tenta entender meu lado querida, eu me senti ameaçado quando vi você conversando com aquela peste do seu ex-namorado.

- Você disse certo, ex-namorado, porque eu estou com você agora Tae, e é com você com eu quero ficar, okay? - Disse lhe dando um selinho.

- Okay. - Disse com um sorrisinho nos lábios.

Logo caímos no sono, cansados e esgotados, abraçados um no outro, sentindo o calor e a respiração se misturando.

É Tae, se for para você fazer mais greves como essa, não tenho do que reclamar, contando que a recompensa seja assim, está ótimo.


Notas Finais


Se você leu até aqui, obrigada ^-^
Não se esqueça de comentar e favoritar se você gostou. (nem um pouco mendiga eu)

Link para meu imagine com o JungKook:

https://spiritfanfics.com/historia/noona-imagine-jungkook--bts-9945722

~Annyeong @-@


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...