História GREY - Jungkook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Exibições 519
Palavras 1.037
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem pelos erros ortográficos. Amo vocês.

Capítulo 12 - I Can Not


Fanfic / Fanfiction GREY - Jungkook - Capítulo 12 - I Can Not

____*

 

EU CHEGUEI NA COREIA SEMANA PASSADA E AGORA ESTOU AQUI NA CASA DOS MENINOS JUNTO COM A PIRANHA DA S/A, ela já se ligou que eu estava secando o Jungkook na maior cara de pau... E ele nem faz ideia de que eu o quero... Ah como eu quero... aquela boquinha esperta, eu estava no celular tentando disfarçar o que eu estava imaginando ele nu. Ele tem essa carinha de santinho mas... É ele é um santo. Como pode esse menino mudou tanto de quando eu estava aqui anos atrás ele era tão bebe, era um coelhinho e agora olho pra ele e vejo que ele está mais pra um coelhinho da playboy.

 

Eu estou tomando no cu e não é pouco não, um dia desses ele estava vestindo aquela calça de couro para a apresentação com os meninos, meu pai amado eu me segurei tive que aguentar até eu chegar no meu apartamento e começar a me tocar. Eu não estou aguentando. A cada movimento eu pensava nele, aquele corpo suado me deixava louca... Aquele rostinho tão inocente mal sabia o que me causava. Quando ele divide o cabelo na frente o deixando com ar de sério ou daquela forma despojada parecendo um homem. O pior é que a inocência dele me cativa tanto.

 

QUEBRA DE TEMPO.

 

Eu: Ah... Estou quase... Anw... – Fazia movimentos de vai e vem em mim mesma... – Ah... Jung... Eu quero... você... Jung...Kook...

 

Eu estava na banheira tranquei até a porta que ele e a S/A tem a chave desse bendito lugar. Puta que pariu me matem eu não quero ficar assim pra sempre. Tudo bem eu aluguei outro quarto mas a situação está difícil que é capaz de eu ir no quarto dele e me tocar lá também até ele ver com os seus próprios olhos que eu o quero.

 

Eu: Oh... – Meus dedos estavam enrugados mas eu não queria parar agora... Só de pensar nele, ah e ele vestido de policial então que tesão... – Jung...Koo...

 

Ouvi umas batidas na porta E PRA PIORAR ERA O PRÓPRIO. AI MEU DEUS.

 

Jk: ____, SE ESTÁ BEM? É QUE EU OUVI E... Resolvi chegar mais perto da porta, você está duas hora ai dentro! – Gritou.

Eu: EU JÁ ESTOU... SAINDO... HM... EU ESTOU BEM! – MINHA NOSSA ELE OUVIU EU GEMENDO O NOME DELE PELO AMOR DE DEUS. CARALHO ELE ESTAVA AQUI TODO ESSE TEMPO.

 

Me sequei, vesti a roupa e sai.

 

E vi que a S/A estava na cozinha. E ele estava sentado lá também.

 

S/A: OIII NÉ ____, Sabe você demorou muito lá dentro o que você estava fazendo?

Eu: Na...d...a, eu gosto de ficar na banheira é relaxante. – Eu estava me tocando de leves. Pensando nesse indivíduo que está na nossa cozinha, mas de resto segue normal.

S/A: Hmmm é que também ouvimos uns sons estranhos e sei lá né achava que você estava fazendo outra coisa! – Me olhou maliciosa e Jk se engasgou com o pão.

Eu: Você e minha mãe agora? EU JÁ FALEI SÓ ESTAVA TOMANDO BANHO! EU FAÇO SONS ESQUISITOS PORQUE EU FAÇO BOLHA COM A ESPUMA... HM... DENTRO DA BANHEIRA...

Jk: AHHH EU TAMBÉM QUALQUER DIA NOS PODEMOS FAZER ISSO JUNTOS. – Oh claro bebe, você comigo na banheira brincando se é que me entende e. Oh Deus não faz isso. Ele passava as mãos nos lábios e depois fez um leve aegyo... Mordi os lábios e depois fui pegar a água porque eu estava morrendo de calor.

Eu: Ah sim... Bom acho que eu vou sair. – Me virei dando tchau para eles.

Jk: Desde o dia que você chegou nós nem passamos um tempo juntos poxa... Tirando aquele dia que você e a S/A dormiram lá. – Falou manhoso.

Eu: Desculpa... É que ando ocupada com algumas coisas e... – Fiquei sem ter o que dizer, quando a S/A olhou para com aquela cara de “Eu sei com o que você está ocupada. Sua nojenta”.

Jk: Eu posso te ajudar... Anh... – Sorriu sem jeito, eu já falei o quanto ele fica atraente quando sorri.

Eu: Eu... Hm... – A S/A me chama para fora e pede para ele esperar um pouco ela me leva até o corredor.

S/A: Eu sei o que você estava fazendo lá no banheiro ____, e o Jungkook não é besta ele até disse que estava escutando o nome dele... Mas eu falei que era coisa da cabeça dele, para de enrolar e fica logo com ele.

Eu: Eu não posso!

S/A: POR QUE NÃO? DESCULPE MAS EU VOU FALAR O PORTUGUÊS CLARO! PORRA A SUA XANA ESTÁ CHAMANDO POR JEON JUNGKOOK ASSUME LOGO ESSA TARA DOENTIA POR ELE, PORQUE AQUELES MOVEIS NÃO VÃO SE LIMPAR TÃO CEDO, DEVEM ESTAR TUDO PROFANADO...

Eu: CALA A SUA BOCA! – Eu segurei o meu punho.

S/A: SABE O QUE É ISSO É FALTA DE SEXO! – Gritou.

Eu: EU JÁ DISSE, EU NÃO ESTAVA ME TOCANDO PENSANDO NELE! PORRA VOCÊS OUVEM COISAS HEIN!

S/A: ENTÃO TA BOM! OLHA NOS MEUS OLHOS E DIZ QUE É MENTIRA O QUE EU ESCUTEI E O QUE ELE ESCUTOU!

Eu: Af. - Revirei os olhos.

S/A: SABIA, ELE ESTÁ LA DENTRO SE VOCÊ QUISER EU DEIXO VOCÊS DOIS LÁ PRA VOCÊ RESOLVER ESSE SEU DESEJO INCONTROLÁVEL DE TRANSAR COM ELE!

Eu: VAI... SE FODER!

S/A: É UMA VERGONHA ATÉ A MINHA CAMA PODE ESTAR PROFANADA... REALMENTE...

Eu: Se está reclamando então sai da porra do meu apartamento... Simples!

S/A: Eu só estou querendo o seu bem... Eu não quero que minha amiga fica sofrendo por alguém que ELA PODE TER... – Ela só disse isso porque não tem lugar para morar, mas tudo bem.

Eu: Olha da minha vida cuido eu! Vai lá correr atrás do Nam e me deixa quieta! – Exclamei.

S/A: Sério você precisa falar com ele...

Eu: OLHA SÓ VOCÊ ACHA QUE É FÁCIL VOCÊ TER PASSADO A ADOLESCÊNCIA COM O CARA E DO NADA VOCÊ SOME POR ALGUNS ANOS VOLTA E VÊ QUE ELE VIROU UM PORNO AMBULANTE! NÃO ME RESPONSABILIZO PELOS MEUS ATOS!

S/A: Meu Deus... ENTÃO VOCÊ ADMITE QUE ESTAVA... – Respondeu vitoriosa.

Eu: Vai se foder e vai tomar no cu! – Mostrei o dedo do meio saindo de lá e fui para a rua respirar um pouco.


Notas Finais


Curtem vão me ajudar bastante e comentem para eu saber o que estão achando!!
Obrigado por lerem. <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...