História Grimdark - A Família Woods - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Homicidal Liu, Homicidal Scarlett, Jane The Killer, Jeff The Killer, Nina The Killer
Exibições 17
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Oi gente! Tudo bem com vocês?
Essa vai ser pesada, hein? Faz tempo que eu não lido com grimdark, espero ainda lembrar de como se faz 😂
Vai ser bem forte em vários momentos. Quem acompanha meus romances e obscenidades, mas não é chegado em cenas fortes, NÃO veja!
Espero que gostem :)

Capítulo 1 - Futuro Incerto


Jeffrey

Quando tudo parecia estar se encaixando bem na Califórnia, apesar do calor, Alexander Wood disse que a vizinhança está estranha e que a família Woods tinha que se mudar.

Jeffrey foi quem menos gostou da mudança. Havia arranjado ótimas amizades e foi ficando menos introvertido conforme conheceu melhor os vizinhos e colegas de classe na escola pra agora ter que começar do zero.

Nina e Scarlett, também não gostaram da notícia, assim como Liu. O garoto havia conhecido uma menina bem legal, Michelle Venance no último ano. Era a única garota que não o estranhava pela pele muito branca, característica de todos os membros da familia Woods (N/A: Nina e Scarlett andavam bem cobertas e usavam maquiagem para parecem menos pálidas e tentarem socializar enquanto Jeff ficava com sua rodinha de amigos) e parecia gostar dele.

Mas 4 menores de idade não tinham argumentos contra seus pais, que os fizeram empacotar os pertences em uma semana.
O único prêmio de consolação foi que a mudança foi já após o fim do ano letivo. Os materiais escolares ficariam em casa e eles não teriam que pegar a matéria pela metade.

Durante a viagem, Liu vestia seu cachecol verde e branco, presente de Lílian Woods, sua mãe, aos 13 anos. Estava ouvindo algumas músicas no fone de ouvido enquanto olhava a janela e seu irmão Jeffrey refletia sobre uns documentos que encontrou no baú da família mais cedo naquele dia.

*Flashback On*

- Jeff, pode pegar os meus sapatos? - O mais velho ouviu sua mãe lhe pedir. - Estão em cima do baú.

- Ok. - o garoto respondeu entediado.

Tirou os sapatos de cima do baú e viu um papel velho escapar de lá. Intrigado, conferiu que papel era esse após entregar os sapatos à mãe. Surpreendido, viu que o papel se tratava de um diploma de sua bisavó, Cassandra Woods.
O garoto abriu um sorriso fraco antes de abrir um baú para devolver o diploma. Mas o que viu dentro do baú o chocou. Autópsias de corpos desmembrados ligados ao nome Cassandra Woods numa pasta, além de uma foto perturbadora de uma mulher muito branca (que Jeff logo reconheceu como sua bisavó) com uma roupa escura e parecendo dançar num círculo com o pentagrama.
Achou melhor devolver os documentos ao baú e esquecer a história.

*Flashback Off*

Mas Jeffrey não esqueceu. E a ideia de que a sua bisavó estivesse envolvida em rituais bizarros com corpos desmembrados o deixou perturbado por um bom tempo...

Chegaram à cidade no mesmo clima em que saíram da Califórnia e começaram desempacotar as coisas mais importantes. Jeffrey e Scarlett ajudaram com a mobília e Liu e Nina ajudaram com a louça.

Conseguiram esvaziar os carros até o fim do dia, mas terminaram de desempacotar tudo apenas no dia seguinte. Foi uma mudança consideravelmente rápida, tendo em vista que eram apenas 4 pessoas por casa (N/A: não, os primos e as primas não moravam e não foram morar na mesma casa, mas sim na casa ao lado) e que foram necessários 2 caminhões de mudança no total.

~Quebra de Tempo~

Meio dia. Hazel Woods estava fazendo uma limonada para toda a família Woods enquanto seu marido, Albert Woods grelhava hambúrgueres ao ar livre. Lílian preparava uma salada, Alexander tomava banho, Scarlett e Jeffrey trocavam mensagens com os amigos da Califórnia e Nina e Liu penteavam o cabelo um do outro.

Ouviu-se o barulho da campainha na casa e Hazel se apressou em atender.

- Surpresa! - pronunciou uma voz feminina.

A vizinha, Suzanne Evans viu a festa e decidiu fazer uma surpresa aos novos moradores da vizinhança com uma salada de batatas. Claro, Hazel logo a convidou para o churrasco em homenagem a mudança e o dia correu como a maioria dos churrascos: uma chatice. Ao menos para os adolescentes, que não comemoraram a mudança e continuaram com as vidas como se fosse um fim de semana qualquer.

À noite, Jeffrey foi dormir. Incomum pra ele, que dorme de madrugada, mas o cansaço pela mudança foi um bom motivo para quebrar a rotina. Seu casaco branco tão utilizado por ele foi pendurado e substituído por uma camisa cinza sem estampas, assim como seu jeans preto favorito foi trocado por um short preto.

Durante o sono, Jeffrey sonhou com sua bisavó, dançando no círculo com o pentagrama. Ela era bonita, mas usava uma pintura estranha nesse ritual - círculos negros ao redor dos olhos e um sorriso pintado em vermelho por cima da boca e das bochechas -, o que a deixava bem mais bizarra. De repente, o círculo e o pentagrama começaram a pegar fogo e Cassandra Woods começou a vir na direção do garoto, que não conseguia se mexer e via desesperado a sua bisavó pegando fogo e indo com olhos vermelhos em sua direção.

A respiração do mais novo estava mais pesada, os arrepios cada vez piores e o frio, apesar do fogo perto de si, tornava-se mais intenso, como se o fantasma de Cassandra quisesse tirar sua alma do corpo.

A mulher abaixou uma alça do ombro direito e revelou uma cicatriz com um "W" naquela região. Depois, rasgou a camisa do bisneto no ombro direito e revelou a mesma cicatriz no lugar.

- Vai dormir... - Cassandra disse antes de pôr um dedo por cima da boca e começar um ssshhhhh que se estendeu enquanto Jeffrey acordava no meio da noite, ainda ouvindo o barulho da bisavó pegando fogo e fazendo esse barulho, mirando os olhos vermelhos nele.

Saiu de seus pensamentos ao sentir um incômodo no ombro direito, que sangrava e manchava sua camisa.
O garoto viu, com os olhos marejados, uma queimadura em formato de "W" sangrando, marcando-o da mesma forma que sua bisavó o fez no pesadelo.

- Que porra de pesadelo foi esse?! - Ele perguntou, desesperado para fazer parar o sangramento.

Foi até a caixa de remédios para pegar gaze e esparadrapo e enquanto andava, tentava não fazer barulho para não acordar ninguém.

Enquanto se limpava e se enfaixava, deixou algumas lágrimas rolarem. Temia pela origem dessa cicatriz, desse pesadelo, da foto com Cassandra Woods e o que isso poderia acarretar na vida dele.
Estava com medo. E quem não estaria? Teve um pesadelo horrível e acordou no meio da noite com uma queimadura sangrenta no ombro.

- Só... Volta pra cama, Jeffrey Woods. - O garoto tentou se tranquilizar enquanto pegava um copo d'água na cozinha. - Isso, só se acalma e... Vai...Dormir...

A lembrança de sua bisavó o atormentou uma vez mais.

O que isso significava, afinal?


Notas Finais


Idade deles nesse universo:
Jeff - 17
Scarlett - 16
Nina - 15
Liu - 15
O "Jeff the Killer" mesmo, psicopata vai demorar bastante pra aparecer, gente. Sem pressa, afinal psicopatas não nascem de um dia pro outro.
Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...