História Group In Whatsapp •| Louis Tomlinson & Harry Styles |• - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Ed Sheeran, Fifth Harmony, Little Mix, One Direction, Zayn Malik
Personagens Camila Cabello, Ed Sheeran, Harry Styles, Jade Thirlwall, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Perrie Edwards, Personagens Originais, Zayn Malik
Visualizações 32
Palavras 549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi? Continuação da maratona... Gente vcs já assistiram Dunkirk? Eu não eu vou ir sábado... Tô tão ansiosa... Boa leitura...

Capítulo 10 - 10.


[2 / 5]

A noite logo chegou e com isso minha mãe e meu padrasto também, que ficaram muito felizes em ver meus amigos

-Este é o Harry, e esta é a Gemma sua irmã

-Olá Harry, olá Gemma, me chamo Johanna, mas, me chamem de Jay

-Jay -Harry sorriu exibindo suas covinhas

-JAY -Niall gritou -Louis tem um crush no Harry

-O quê é crush menino! -Littie bateu a mão na testa

-Mãe eu te expliquei -Littie disse impaciente -É tipo, na linguagem dos velhos, um paquera? Gostar de alguém sabe?

-Ah sim, e isso é verdade Louis?

-Quem sabe mamãe, quem sabe -digo e beijo sua testa voltando a prestar atenção em Liam e Zayn jogando

Eu sentia o olhar de Harry em mim, mas, em nenhum momento me atrevo a olhar-lo de volta

-Querem comer algo? -minha mãe perguntou, todos concordaram -Vou preparar então

(...)

Estávamos todos sentados na mesa, todos comendo, o clima ali estava leve, agradável e incrível, minha mãe fazia perguntas como: “O quê é Bottom?”, “O quê é Tops?”, “O que é Larry?” e “O quê é Ned?”

E quando o assunto virou homossexualidade (que estava presente por todo lado naquela casa) eu comecei a lembrar de quando me assumi para minha família, em um almoço de domingo

Flashback On

-Eu quero falar uma coisa gente -todos pararam de conversar e me olharam -Bem... Anh... Faz algum tempo que eu descobri, mas, eu... Eu sou gay! -vi osl choque de alguns e a felicidade de outros -Meus amigos já sabem, porque bem... É mais fácil contar para eles

Instantâneamente muito parentes vieram me abraçar, enquanto algumas tias-avos me olhavam com uma cara meio decepcionada ou algo do tipo

Minha mãe estava chorando e eu fui até ela, que me abraçou

-Meus filho, estou tão orgulhosa, você é tão corajoso LouLou, eu te amo e te amarei sempre, nunca se esqueça disso Louis, eu sempre estarei aqui -Eu chorei, mas, logo minhas irmãs vieram me abraçar

Eu me sentia bem, me sentia leve e feliz

Flashback Off

-Louis, LOUIS PRESTA ATENÇÃO

-Quê que foi Charlotte? Que saco

-Nossa LouLou, bruto

-Sorry, estava pensando... -olho para ela -Mas... Diga

-A gente deveria marcar outro dia -Liam começou -Esse deu errado, mesmo tendo sido muito legal

-Ah sim, era hoje que ele iria conhecer o garoto da foto, é o Harry o garoto da foto? Charlotte você nem me avisa menina

-Sim mãe é ele -todos olhavam para elas -É ele o menino que o Louis estava falando

-Oi? Eu estou aqui meus amores -falo sarcástico -Parem de falar como se eu não estivesse aqui

Harry estava corado, era fofo, adorável e dava vontade de apertar 

Mas que droga!

(...)

Todos foram embora quando deu exatamente três da manhã, Harry foi o último a ir embora, ficamos conversando por muito tempo, conheci tanto sobre ele

Ele morava em Holmes Chapel, mas, se mudou para Los Angeles anos passado, sua mãe, irmã, padrasto e ele moravam em uma casa até que grande, Harry nunca conhecera o pai e tinha vontade porém não sabia como

Ele não saia da minha cabeça, tudo que eu conseguia pensar era: “Harry, Harry, Harry” droga, eu não sabia se isso era bom

A primeira vez que fiquei sentindo borboletas no estômago, ficando nervoso ao lado de outr pessoa, me custou tantos ferimentos, físico e psicológico... E eu dinha medo, medo de mergulhar em algo raso, me machucar novamente, mas, Harry era diferente

Ou eu queria que fosse. 



Notas Finais


O quê aconteceu no último romance de Louis? Criem suas teorias.

Eu devo jogar na rodinha a minha nova fanfic?

Até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...