História Guarda costas do Ídolo - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Angélica Vale
Personagens Angélica Vale, Personagens Originais
Tags Ação, Angélica Vale, Aventura, Comedia, Jaime Camil, Romance
Exibições 5
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 65 - N I g H t


Fanfic / Fanfiction Guarda costas do Ídolo - Capítulo 65 - N I g H t

A noite eu me arrumei e fiquei olhando para o celular, eu estava muito bonita, era de dar inveja... Eu já tinha avisado o Adam, eu apaguei a luz do quarto e desci correndo ao ouvir a campainha! Eu fui atender, assim que abri a porta, cumprimentei o Adam... Ele entrou e me entregou um buquê.

Mariana: Ah, obrigada!

Adam: De nada, que casa grande!

Mariana: Né... Senta, quer alguma coisa?

Adam: Não, só vim te pegar mesmo!

Mariana: O que? Ah, isso é verdade!

Adam: Huhum... (Sentou)

Mariana: Pois é, vamos aguardar eles um tempo?

Adam: Não me importo, pode me contar o que quiser... Por que levou um tiro? 

Mariana: Queriam matar a Angélica!

Adam: Nossa...

Mariana: Estranho! (Coloquei o buquê sobre o sofá)

Adam: Ah, pelo menos esta bem... Olha, eu me surpreendi com você!

Mariana: Como assim?

Adam: Podemos tentar nos conhecer mais?

Mariana: Claro...

Adam: Adoraria ser seu amigo!

Mariana: Huhum, tem irmãos?

Adam: Não, e você?

Mariana: Também não...

Adam: Quer dizer que mora sozinha aqui?

Mariana: É, eu gosto de casas grandes, mas com poucos móveis! 

Adam: Eu também!

Assim que ouvimos buzinas, ele se levantou, peguei minha bolsa e fui para fora de casa com ele, eram eles (Jaime e Angélica) fechei a casa e fui para a rua, onde estava o carro do Adam

Angélica: Como esta linda!

Mariana: Obrigada, você também!

Adam: Boa noite!

Jaime: Boa noite!

Entramos no carro e seguimos todos para um clube, o tempo todo ele foi educado, me parecia ser um bom homem! Quando chegamos, entramos e fomos nos sentar, enquanto bebíamos, conversávamos muito... Sabíamos um da vida do outro, a coisa estava legal.

Notei que a Angélica estava bebendo uma bebida diferente, ela bebia muito, deveria ser gostosa, eu meio que estranhei àquilo...

Angélica: Jaime?

Jaime: Oi?

Angélica: Vamos dançar!

Jaime: Claro que sim!

Angélica: Tudo bem!

Eles se levantaram e foram para a pista, começamos a rir do nada... Novamente começamos a beber!


[  Jaime  ]

A forma que a Angélica dançava era muito sensual, ela atraía vários olhares, era impossível não olhar... Ela me olhava toda sorridente, quando trocaram a música, ela rebolou muito, eu olhei para a Mariana e ri, Mariana também se aproximou com o Adam, eles começaram a dançar também... 

Angélica: Meu amor?

Jaime: O que foi?

Angélica: Esta muito bonito, e tem uma mulher te olhando!

Jaime: Jura?

Angélica: Huhum! (Sorriu)

Jaime: Onde?

Angélica: Bem atrás de você!

Ela se virou e começou a rebolar contra mim, muito interessante àquilo, Mariana viu e começou a rebolar na frente dela, eu amei. Depois de um tempo, Angélica se virou rindo, ela não parava de olhar para trás, eu imaginava que era a tal mulher...

Angélica: Folgada!

Jaime: O que?

Angélica: Ela...

Jaime: Deixa ela, você dança hein!

Angélica: Sim, gosto muito!

Jaime: Huhum... Se nota!

Ela me puxou e começou a me beijar, retribui o beijo, ela estava com o gosto de menta na boca, logo nos beijamos ferozmente, ela era a única coisa que eu queria no momento.

Angélica: Jaime?

Jaime: O que?

Angélica: Vem comigo?

Jaime: Agora que tava bom?

Angélica: É...

Ela puxou minha mão, saímos desviando dos outros, passamos pelo corredor, observamos as pessoas, ela me puxou para o banheiro feminino e trancou a porta... 

Angélica: Acredito que não vai vir ninguém agora!

Jaime: É mesmo?

Angélica: É!

Jaime: Tudo bem... 

A sentei na pia, voltamos a nos beijar ferozmente, ela passou as mãos em meu cabelo e cruzou as pernas, nossas línguas brincavam em busca de domínio, eu ia pegar ela em... Não foi muito tempo, eu abaixei o vestido dela e abocanhei seu mamilo, ela me segurou e tombou a cabeça pra trás. Ela mordia os lábios tentando conter os gemidos, era maravilhoso apalpar os seios dela...

Depois que me cansei, comecei a beijar o pescoço dela e dar leves chupões, ela se contorcia muito, era incrível... Ela tirou minha blusa e sorriu!

Jaime: Vamos?

Angélica: Huhum!

Jaime: Acha que vai vir alguém?

Angélica: Não... (Me beijou)

Jaime: Muito bem, eu te quero agora!

Angélica: Eu também, anda logo meu amor...

Jaime: Claro!

Em segundos estávamos despidos, era maravilhoso ver ela, virei ela e a deixei apoiada no mármore... Eu não pensei em nada, comecei a penetrar ela, ela me olhava de vez em quando, pelo espelho.

A penetrei devagar, ela tentava não fazer barulho, mas não era fácil... Ao introduzir dois dedos em sua intimidade, ela soltou um grito! 

Jaime: Escandalosa!

Angélica: Jaime...  Eu não consigo ficar quieta!

Jaime: Estou vendo, não tem problema, ninguém vai ouvir mesmo!

Angélica: Uh... (Entrei mais fundo)

Jaime: Você é muito gostosa!

Angélica: Ahan... Você também!

A penetrei mais forte, ela bateu as mãos no mármore e gritou muito, ela me chamava todo o tempo, numa pressa... Eu amava deixar ela louca! Depois que comecei a me enterrar nela, ela se contorceu, dei um tapa nela e o som foi demais. Era difícil calar ela...

Jaime: Muito bem garota!

Angélica: Oh... (Gritou)

Jaime: Por que é tão apertada? 

Angélica: Eu não sei...

Jaime: Hum...

Angélica: Aí! (Dei outro tapa nela)

Jaime: Não grita!

Angélica: Você é bruto!

Jaime: Não é bom?

Angélica: Ahan!

Continuei com aquilo, estava sendo prazeroso, ela me acompanhava a cada movimento, assim que ela teve um orgasmo, eu sorri e continuei, eu fui o próximo. Ela me arrepiava demais... Depois de um tempo, quando parei, ficamos nos olhando pelo espelho.

Jaime: O que foi Angélica?

Angélica: Nada! (Sorriu)

Jaime: Tem certeza?

Angélica: Huhum!

Jaime: Tá... Se sente melhor?

Angélica: Acredito que você me deixou meio enjoada!

Jaime: Ai, era só o que me faltava! 

Angélica: É sério! (Abaixou a cabeça)

Jaime: Calma!

Angélica: Foi divertido...

Jaime: Concordo!

Após um tempo, saímos do banheiro, não tinha ninguém perto dali, nos olhamos sérios, logo caímos na risada, Angélica me deu um tapa e sorriu

Jaime: O que?

Angélica: Tá me assustando!

Jaime: Do que tá rindo?

Angélica: De você!

Jaime: O que eu fiz?

Angélica: Sei lá... (Sorriu)

Jaime: Ah... (Me beijou)

Angélica: Te amo!

Jaime: Eu também te amo!

Angélica: Vamos...

Fomos para onde estavam todos, Mariana estava conversando com o Adam, sorrimos e nos despedimos, eles se levantaram e sorriram

Mariana: Nós também já vamos!

Adam: Isso, amanhã tenho que acordar cedo!

Jaime: Então vamos...

Mariana: Beleza!

Adam: Foi legal...

Mariana: Foi!

Peguei na mão da Angélica e saímos todos de lá, depois que entramos nos carros, saímos rumo a casa... No caminho a Angélica ficou com cabeça abaixada, segurando minha mão!

Jaime: O que foi?

Angélica: Eu tô passando mal...

Jaime: Já vamos chegar!

Angélica: Jaime, eu não tô bem!

Jaime: Calma... Vai ficar!

Fui mais rápido quando chegamos em casa, nós entramos depressa, Angélica subiu correndo, fechei a porta e subi depressa. Ao entrar no quarto, a vi de joelhos na beira do vaso, me aproximei dela e passei as mãos no cabelo dela, o prendendo!

Jaime: Quer um remédio?

Angélica: Não...

Jaime: Toma!

Angélica: Não quero não!

Jaime: Como quiser...

Angélica: Obrigada!

Jaime: De nada meu amor.

Após tomar banho e dar remédio para ela, nos deitamos e ficamos conversando um tempo, logo adormecemos, devido ao cansaço...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...