História Guardiã do Avatar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avatar: A Lenda de Aang, Avatar: A Lenda de Korra
Personagens Aang, Amon, Asami Sato, Bolin, Bumi, Katara, Korra, Mako, Personagens Originais, Tenzin
Tags Avatar, Guardiã, Korra, Romance
Visualizações 125
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Luta, Policial, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minha primeira historia depois de tanto tempo parada, espero que minha escrita ainda esteja boa kkkk.

Espero que gostem!!

Capítulo 1 - Ajudando um amigo


Fanfic / Fanfiction Guardiã do Avatar - Capítulo 1 - Ajudando um amigo

Pov. Arya Marin

_

Mais um dia de trabalho esta chegando ao fim e agradecia mentalmente por isso, olho pela janela da sala onde trabalho e uma chuva fina caia deixando a atmosfera fresca e fazendo um frio gostoso. 

Pego meu casaco que deixei perto da porta e sai despedindo do pessoal com um sorriso. De onde estou até minha casa é uma boa andada, mas vale apena por onde passo sou reconhecida apesar de morar na cidade republica só a alguns meses já fiz amizade com varias pessoas.

Nasci e cresci na Tribo da agua do sul, convivi a maior parte de minha infância com minha mãe já que meu pai saia em viajem de pesca e demorava meses para voltar, com apenas cinco anos descobri que sou uma dominadora de agua fazendo assim frequentar as aulas de dominação além das aulas normais minhas. Cresci sempre ouvindo minha mãe dizendo que eu era mais do que uma simples dominadora que o meu destino esta reservado para algo maior, então com 16 anos conversei com ela e viajei até aqui para expandir não só os meus conhecimentos, mas tambem minhas habilidades.

Passei na padaria para comprar algumas coisas e sai antes que a chuva piorasse só que uma coisa me fez parar da andar: um animalzinho avermelhado todo encolhido e assustado provavelmente a causa é a o barulho de tudo em volta, estava perto de algumas caixas em um beco da rua, abaixei e tentei conversar – sim eu converso com eles, não me jugue! 

-Oi amigo! Não vou te machucar, prometo!- Falei com a voz mais calma para não assusta ainda mais- O que fazes aqui?

Ele me olhava atento, mas ainda sem sair do lugar, tentei aproximar mais

-Com certeza esta com frio e está chovendo,  ventando demais parece que não vai parar por agora e parece que você tem dono- O animalzinho só estava molhado e com algo sujo em seu pelo, porem não estava desnutrido – Posso te ajudar a encontra-lo se quiser, vou adorar na verdade! Palavra de dominadora de agua 

Com a mão estendida esperei que ele vinhese por si só, não sei porque, mas ele parecia confiar em mim andou abaixado até onde estava e passou a cabeça na minha mão onde eu pude acaricia-lo. Com um pouco mais de conversa o levei para minha casa onde eu poderia cuidar até que esta chuva passasse.

(...)

Abri a porta deixando o que comprei em cima da mesa e trancando, já que moro sozinha tenho que ter segurança. Com o pequeno dentro do meu casaco – sim, a criatura se escondeu lá fazendo minha roupa ficar molhada e fria, como percebi que ele se sentia seguro deixei – o tirei e fui até a cozinha onde peguei um pano e coloquei ele em cima para não sujar a bancada

-Que tal um banho? Prometo que a agua vai estar quente e assim a chance de ficar doente é bem menor

Coloquei a agua para esquentar e quando isso guardava as compras, ele observava todos os meus movimentos achei muito fofo. Como não sabia o que ele era na verdade fui a procura de um livro que não deu tempo de folhear já que a agua tinha fervido 

-Nossa deixei esquentar demais!

Tentei fazer uma banheira improvisada na pia onde lavo minhas roupas já que era maior que o da cozinha, misturei com a agua gelada da torneira fazendo ficar perfeito para um banho. O pequeno pareceu não gostar muito da ideia, mas aos poucos convenci que seria bom para ele.

Tentei lava-lo para tirar as manchas pretas de seu pelo, percebi que era apenas sujeira que no passar de mão acabou saindo, limpei suas orelhas e a calda felpuda em menos de dez minutos estava limpo. O deixando secar folhei o livro e encontrei um animal que se parecia muito com ele 

-Então você é um panda vermelho - Virei o livro e mostrei a figura a ele - Para mim esta mais para uma raposa, mas tudo bem! Diz que gosta de algumas frutas... Só que não especifica, que maravilha!

Coloquei o panda novamente na bancada e fui atrás de alguma coisa para comemos, sorte que tinha algumas frutas e dei para ele que não rejeitou nenhuma, preparei algo para mim. O tempo tinha passado e finalmente consegui tomar meu banho para poder descansar do dia de trabalho, já pronta entrei no quarto encontrei o pequeno na minha cama com cara de ‘’ Por favor, me deixa ficar aqui! ‘’

-Mais colega, nem nós conhecemos direito para ter este intimidade toda!- Dizia em um tom de brincadeira, ele rolou ficando de barriga para cima e mexendo as patas no ar- Oww, você sabe mesmo como conquistar alguém! Ok, pode ficar só que não faz eu me arrepender

Ainda chovendo e agora com o frio maior do que antes me encolei no edredom só deixando o rosto para fora, o panda se aproximou e lambeu meu rosto entendi que foi como forma de agradecimento pelo que fiz por ele hoje, só que com a língua áspera fez cocegas 

-Pa-ra!- ri

Ele se enrolou no outro travesseiro que tinha e dormiu, logo fiz o mesmo.

.

( ... )

.

No apartamento em cima de um ginásio onde aconteciam as famosas lutas de dominação profissional um rapaz mais novo de aparência péssima por ter chorado quase a tarde inteira olhava a janela e via a chuva caindo sem parar, estava enrolado nas cobertas e pensando por onde seu bichinho de estimação poderá estar.

-Bolin vai dormir, com certeza o Pabu esta bem!-Falava Mako seu irmão mais velho

- E se ele não estiver? Se ele estiver em perigo? Com medo?- Bolin fungava preocupado

- Com medo acho meio difícil- Mako riu- Fazemos o seguinte amanhã com o tempo melhor vamos sair a procura dele, esta bem?!

-Faria isso por mim?

- Claro e também você iria me perturbar até que aceitasse ir

-Esta bem!- Aceitando foi para cama e se enrolou ainda mais só que dormir não foi fácil de fazer- Pabu onde você esta?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...