História Guardiã dos Moors - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes, Malévola (Maleficent)
Personagens Carlos de Vil, Chad, Diaval, Doug, Evie, Jane, Jay, Lorrie, Mal, Malévola, Personagens Originais, Princesa Audrey, Princesa Aurora
Visualizações 106
Palavras 1.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 45 - Festa dos 100 mil anos


P.O.V Mal

- Mal, já te disse que você fica linda de asas, orelhas pontudas e cabelo loiro?- diz Benny fazendo biquinho, ainda não tinha retirado os meus traços naturais , nossas faces estão próximas e eu respondo:

- Acho que sim, você disse agora.- respondo, depois de dar um beijo calmo.

- Tem razão- sussurra Ben em meu ouvido, me abraçando.

- Ben, calma aí- digo retirando meus traços naturais e colocando meus "traços normais", é ruim ser abraçada por trás com suas asas.

- Te amo- diz Benny me dando um selinho.

​Em meio aos braços do meu namorado, acabo dormindo profundamente.

​*-*Sonho on*-*

​Estou nos Moors, tentando proteger o reino. Mas todas as minhas tentativas são ineficazes contra Nenla, ou Leah, já que ambas são a mesma pessoa. Audrey está cortando minhas asas, murmurando um feitiço de magia negra. Estou sentindo uma dor terrível, acredito que uma dor maior do que a necessária para desmaiar, mas isso não acontece, já que sou impedida de fazer isso magicamente. Nenla está matando todas as pessoas que eu tenho afinidade, meu namorado, meus amigos, e meus parentes. Depois de terminar sua matança, ela vem até mim e diz, em desprezo:

- Você é uma fracassada, nunca conseguirá proteger aqueles que ama, VOCÊ PERDEU, você não conseguiu protege-los, você PERDEU! Você FRACASSOU!

*-*Sonho off*-*

Sou acordada por Ben, suando a frio, ainda assustada com o pesadelo, porém finjo não me assustar e pergunto:

- Que horas são?

- 5 horas da manhã.- responde meu namorado.

- Como assim? Quando eu dormi devia ser umas nove horas...- digo pensativa.

- E eram nove horas, mas você dormiu profundamente, até começar a se  contorcer e suar a frio. Você está bem?- ele perguntou preocupado, não tem mais como fingir, vou ter que dizer a verdade, ele já deve saber que estou preocupada com a profecia.

- Benny, não se preocupe, eu só estou tendo pesadelos por causa da... - eu tento dizer, mas não consigo, pois não gosto de admitir que estou com medo.

- Profecia, eu sei, mas isso é natural, em seu lugar eu estaria mas nervoso ainda- Benny tenta me acalmar, porém parece que ele também teme a profecia, parece que ele a teme por mim.

- Benny, vamos para a festa, tenho que arrumar tudo antes de todo mundo- digo vendo o relógio, que arca 5:34, e  trocando a roupa magicamente, minha de Ben.

- Vamos?-pergunto a Ben, o mesmo assente e eu nos tele-transporto aos Moors, a praça central, onde será a festa.

Começo a arrumar a praça com mesas de madeira com toalha de linho verde, azul e branco bordadas. Conjuro duas mesa no centro, uma onde os pratos de entrada e almoço serão colocados. E a outra onde as sobremesas serão colocadas. Faço crescer flores vermelhas e roxas nos "limites" da festa, desafiando as leis de Morrian, que dizem que é impossível conjurar vida, "independente de qual seja a forma de vida, é impossível recria-la. Endereço cada lugar nas mesas a uma pessoa, desde os pais de Ben a Hades.

- Ben, acho que terminei.- digo em um suspiro, e me lembro- Precisamos nos trocar, nossas roupas estão informais demais. 

- Como assim?- diz Ben olhando para si mesmo, já que ele está com uma calça jeans e uma camisa azul.

- As festas nos Moors são muito formais, apesar de ser ao ar livre e de dia, você irá precisar de um smoking. E eu de um vestido extremamente formal.- o explico, nos tele- transportando para o closet do palácio das guardiãs, como ele se adepta as necessidades de cada um, ele está com seis smokings diferentes e dez vestidos, que apesar da mesma cor, violeta, são diferentes. Assim que pegamos a roupa, ela "se veste" instantaneamente em cada um de nós.

- Mal, você está linda- diz Benny olhando bobamente para mim, vou até ele e o beijo calmamente, nos "soltamos" pela falta de ar e nos tele- transporto a praça central novamente.

Já são 10:30, como o tempo passa rápido! Daqui a pouco as pessoas irão começar a chegar, em menos de um segundo depois de eu ter esse pensamento Hades chega, vindo me cumprimentar:

- Olá Mal, creio que já deve estar sentindo saudade dos seus treinamentos, você gostava tanto!

- Sim, pena que não tem muito mais o que aprender, ficaria feliz em voltar ao treinamento.- digo com a esperança de haver mais alguma coisa para me ser ensinada.

- Pena que não há mais nada para ser ensinado, mas apareça lá para jogar um jogo ou conversar qualquer dia!- diz Hades.

- Claro!- aceito o seu convite.

Não demorou muito e outros convidados começaram a chegar, assim que a maioria está presente, meu pai e minha bisavó chegam exatamente na mesma hora que os pais de Ben chegam. Então dizemos em uníssono (mas não paras as mesmas pessoas, obviamente) :

- Oi Pai!- os pais de Ben e o meu estão confusos, e a confusão só aumenta quando eles respondem em uníssono:

- Oi! Vem cá!- e assim eles notam a "presença de o outro" e perguntam- Quem é?

- Oi Pai, estes são Adam e Bella, pais de Ben. Adam e Bella, este é o meu pai, Morgan- eu os apresento.

- Olá muito prazer.- dizem o meu pai e os pais de Benny ao mesmo tempo.

- Sem cérebro, fala alguma coisa- diz minha bisavó, depois de um longo tempo de silencio.

- Vou lá com o Zack, deve ter chegado minhas balas que fazem o nariz sangrar.- diz meu pai, indo até o meu primo Zack, e intrigado, Adam pergunta:

- Por que seu pai foi pegar uma encomenda de balas que fazem os narizes sangrarem?

 -Porque ele está interessado nisso, ele leva o lado maroto bem a sério. - respondo.
​- Espera aí, ele é o elfo Morgan, o maroto?- pergunta Bella.

- Sim- respondo.

- Ele continua maroto?- pergunta retoricamente a rainha de Auradon.

 

- Sim, diria que até mais do que antes- minha bisa responde a pergunta retórica, e se apresenta- Sou Terry, bisavó de Mal.

- Benny, vamos lá com o Alfred?- pergunto a meu namorado, indo com o mesmo até a mesa onde meu primo está.

- Oi Alfred!- o cumprimentamos.

- Oi gente! Mal, acho que os nossos pais estão tramando algo.- ele me alerta.

- Mas com a gente?- pergunto.

- Não, com o pai dele.- diz Alfred apontando para meu pai e Zack, que estão conversando com Adam, suspeitamente, perto de uma fonte da juventude, parece que o estão tentando convencer a fazer algo, o rei bebe um copo d'água da fonte, ele vai se transformar em um bebê! 

- Não beba isso!- grito, junto com outras pessoas, mas já era tarde de mais, Adam já estava se transformado em um bebê!

Bela vai correndo até o "seu bebê, atual marido" e o pega no colo. Todos estamos em silêncio, porém meu pai e Zack, pai de Alfred, que só é um adulto responsável quando se trata do filho, começam a rir e dizem:

- Eis um porquê de não termos realeza: "Os reis viram bebês em outros reinos".- minha bisavó, aquela que todos acham maluca, começou a xingar meu pai e disse que o rei, mesmo não merecendo, precisa ser tratado com respeito.

- Reverto enchantment- digo um feitiço de reverter encantamentos, para fazer meu sogro voltar ao normal, e felizmente, o feitiço da certo, o "bebê" pula do colo da mãe de Ben e volta a forma adulta. 

- Seus idiotas, me disseram que essa água é benéfica a saúde!- grita o rei, xingando meu pai e Zack, que dessa vez tinham passado  dos limites.

- Gente, que tal almoçarmos?!- sugiro fazendo com que as mesas ao centro se encham de comida, amenizando a discussão.

- Benny, desculpa pelo meu pai.- digo encostando minha cabeça no ombro de meu namorado.

- Sem problemas!- meu namorado me diz, me dando um selinho. 

 


Notas Finais


O que acharam?
Desculpa a demora para postar...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...