História Guardian Angel - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Anjos, Bts, Demonios, Exo, Jikook, Kpop, Romance, Taegi, Taehyung, Yoongi
Exibições 75
Palavras 976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Ciumes



  Yoongi tinha indo embora da casa de Jimin as nove horas da noite; mas só porque sua mãe o ligou falando para ele ir pra casa.

  Ele caminhava pelas ruas na companhia de Tae que olhava para um parque onde viu Hoseok e Luhan como humanos.

  - O que foi? Porque parou? - Yoongi pergunta olhando na direção do olhar de Taehyung e arregala os olhos. - Eles podem ser torna humanos?

  - Todos nós podemos. Mas só com a autorização do Senhor. - Tae explica.

  - Oh entendi - Suga diz e volta o olha para Luhan e Hoseok que estavam brincando com algumas crianças de rua. - Eu pensei que eles fossem diferentes.

  - Como assim diferente?

  - Sabe, malvados.

  - Eles não são iguais os outros demônios. Tem muita coisa que você não sabe sobre a gente Yoongi - Taehyung fala e o loiro volta sua atenção para o anjo.

  - Ae? Tipo o que?

  - Eles me ajudaram a cuida de você quando você era criança. - Tae fala e Yoongi arregala os olhos.

  - Do jeito que eles falam parece que eles nunca tinham me visto na vida.

  - Na verdade eles não queria que você os vissem. - O moreno fala e abaixa a cabeça.

  - E porque?

  - Eles não sentem muito prazer em ser demônios sabe? E foi você que fez eles terem esse pensamento.

  - Eu? - O loiro arquea uma sobrancelha e o anjo assenti.

  - Eles gostavam de maltratar crianças antes de te conhecer. E iam fazer isso com você também. - Tae para de fala e suspira - Da pra acreditar que eles se apaixonaram por você desde da primeira vez que te viu?

  - Eh...

  - Por você eles morreriam.

  - E você?

  - Eu o que? - Tae pergunta confuso e Yoongi o olha.

  - Morreria por mim? - O loiro pergunta.

  - Eu fazeria qualquer coisa por você. Até morrer - Taehyung fala e sorrir.

  - E melhor irmos. Minha mãe já está me ligando de novo. - Yoongi fala e começa a anda depois de da mais uma olhada nos demônios.

  Ao chega em casa Yoongi foi recebido com os gritos histéricos de sua mãe.

  - EU NÃO JÁ DISSE PARA NÃO CHEGA TÃO TARDE SENHOR YOONGI? - A mulher começou a passa a mão por cada canto do fillho pra ver ser não tinha nada machucado.

  - Chega mãe. Eu estou bem. Calma. - Suga revira os olhos e sobe pro seu quarto ignorando os chamados de sua mãe. - Que mulher chata - Ele fala assim que entra no quarto e se joga na cama.

  - Mesmo assim ela é sua mãe. - Yoongi se assusta com a voz e bufa ao ver Tae sentado.

  - Você deveria para de me assusta toda hora.

  - Não faço por que quero.

  - Porque você fica me encarando? Cara parece um maníaco.

  - É legal te encara.

  - Legal me encara? E cada pessoa que aparece na minha vida - Yoongi rir e fecha os olhos.

  - O que é isso? - Tae pergunta e Suga abre os olhos vendo o anjo com pote de brigadeiro na mão.

  - Brigadeiro ue

  - E de come? - Tae pergunta olhando o pote atentamente.

  - Não. - Yoongi revira os olhos e vai até o anjo - Olha. Você pega um pouco com essa colher e coloca na boca. Abra boca. - O loiro explica e Tae assenti.

  - Isso é muito bom.

  - Você nunca come brigadeiro?

  - Anjos não precisam come.

  - Cara. Então você não sabe o que é viver. - Yoongi fala e da mais um pouco de brigadeiro para o anjo. - Falando em comida. Eu estou com fome. Acho que vou pedi pizza.

  - O que é pizza?

  - Sinto pena de você. - Yoongi fala pegando o celular.

  - Porque? Falei algo de errado?

  - Shi. Estou no telefone

  Depois que o loiro pediu a pizza teve que ir busca mais brigadeiro para o anjo guloso que estava no seu quarto.

  - Aquí está.

  - Dessa vez tem mais. - Tae fala olhando pra dentro do copo.

  - Aquele estava pouco porque eu tinha comido. - Yoongi fala o óbvio e revira os olhos - Você parece um homem das cavernas.

  - O que é um homem das cavernas?

  - Deixa pra lá. - Suga fala e ouvi a alguém bate na porta.

  - Suga, vim trazer a pizza que pediu. Sua mãe já pagou.

  Yoongi vai até a porta a abrindo e viu Anne com um sorriso e a pizza na mão.

  - Eu ia paga.

  - Você sabe como é sua mãe querido.

  - A senhora não vai querer?

  - Oh não. Obrigada. - Anne fala e da um beijo na testa de Suga antes de ir embora.

  - Isso aí é pizza? - Tae pergunta deixando o pote de brigadeiro de lado.

  - É. Aquí experimenta - Yoongi pegou um pedaço e deu para Tae que comeu.

  - Isso é bom mesmo.

  - Claro que é. - Suga revira os olhos e limpa o canto da boca do anjo com o dedo.

  - O que foi?

  - Eu só limpei o molho que ficou no canto da sua boca. - Tae assentiu e Yoongi sorriu.

  - Obrigado - O moreno fala e pega outro pedaço. - O JungKook ia ama isso. - Tae comenta e Suga para de sorri.

  - Hum.

  - O que foi? - Taehyung pergunta confuso vendo o protegido deixando a pizza no criado mudo e se deitando.

  - Perdi a fome. Mas se quiser come mais fique a vontade. - Yoongi fala rude e Tae assenti confuso e triste.

  - Boa noite. - Tae fala se levantando e se sentando na cadeira onde estava antes.

  - Boa noite.

 


Notas Finais


Espero qe estejam gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...