História Guardian Angel - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Anjos, Bts, Demonios, Exo, Jikook, Kpop, Romance, Taegi, Taehyung, Yoongi
Exibições 78
Palavras 708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Jikook



  Yoongi chegou da escola um pouco tarde já que teve que fica na escola. Ele fazia parte do clube de música e por isso teve que fica mais tempo no inferno chamado escola.

  Estava ignorando Tae desde que acordou. Porque? Pelo simples fato de ele está com ciumes. Ciumes do Tae com o JungKook.

  - Yoongi eu fiz alguma coisa? - Taehyung perguntava pela milésima vez e pela milésima vez o loiro revira os olhos.

  - Cara, da pra parar de fala? - Yoongi fala e na mesma hora Anne aprece na sala ficando confusa.

  - Está falando com quem Suga? - Perguntou a mulher olhando ao seu redor.

  - Sozinho. - Anne o olha por um tempo e depois balança a cabeça.

  - Menino va se trata - Falou por fim e Yoongi a encarou desacreditando em tais palavras - Esses dias você anda muito estranho. Deixa sua mãe descobri que anda fumando. - A mulher abaixa o tom de voz e o loiro revirou os olhos.

  - Anne eu não sou um drogado.

  - Mas tá parecendo né querido. Você anda falando sozinho pelos cantos. - Anne fala pegando a mochila de Yoongi, e começando a vasculhar cada canto a procura de alguma droga.

  - O que está procurando? - Suga pergunta confuso observando a mulher tira tudo de sua bolsa.

  - Drogas

  - Hã? Mas... - Nem terminou de fala já que Anne jogou a mochila em si.

  - Agora va pro quarto. Você precisa fazer um trabalho não é mesmo? - Anne fala sorrindo e sai deixando um loiro confuso.

  - Depois eu que sou o drogado da historia - Falou pra si próprio e começou a subi as escadas.

  Entra no seu quarto e joga sua bolsa no chão antes de começa a tira sua blusa.

  - Então vai me fala o que eu fiz de errado para me tratar assim? - Tae aparece em sua frente e o loiro da um pulo pra trás caindo no chão.

  - Aí! - Reclamou de dor e Taehyung tentou o ajuda mas acabou levando um tapa no braço. - Não preciso da sua ajuda.

  - Aff. O que deu em você hoje em? - O moreno pergunta fazendo bico.

  - Ah va perturbar outro va - O loiro fala se sentando na cadeira de frente pra mesinha onde ficava seu notebook.

  - Hoje tu tá insuportável sabía? - Tae resmunga bufando e se joga na cama.

  - Mereço!

                   (...)

  Jimin estava deitado em sua cama enquanto JungKook fazia carinho em seu cabelo.

  - Jimin acho melhor você ir dormir. Já está tarde e amanhã tu tem aula - JungKook fala parando de fazer carinho nos fios morenos do outro.

  - Porque parou?

  - Hã? Parou com que? - O anjo pergunta confuso e Jimin pega sua mão colocando em seu cabelo - Oh!

  - Eu não tô com sono Kookie - Jimin fala fazendo bico e JungKook sorriu bobo com o apelido. Mas mesmo assim não se deixou leva pela fofura alheia.

  - Não Jimin. Você realmente precisa dormi.

  - Então dormir comigo? Por favor? - O ruivo faz carinha de cachorro sem dono e o anjo suspira derrotado.

  - Tá bom. Mas só hoje em - Jimin sorri e se arruma na cama espero JungKook se deita também.

  - Me abraça agora.

  - Tá pedindo de mais menino - JungKook fala abraçando o ruivo que colocou sua cabeça no pescoço do anjo.

  - Você tem um cheiro muito bom. - Jimin fala fazendo com que o moreno se arrepia-se.

  - Va dormir Jimin - O anjo fala depois de um tempo e o ruivo suspira irritado.

  Jimin fecha os olhos e começa a ouvi JungKook cantando uma canção linda. Se deixou se leva pela música até pega no sono. Enquanto JungKook o apertava mais entre seus braços e sussurrava a canção em seu ouvido.

  Aí termina a música olhou pro seu protegido e sorriu ao ve-lo dormi tranquilamente.

  - Boa noite Jimin.

  Falou fechando os olhos, mas pode ouvi claramente a voz de sono de Jimin. E aquilo o fez sorri como nunca. Aquelas palavras o confortou de um jeito impressionante. E ele nunca ia esquece de tais palavras.

  - Boa noite "Meu Anjo".

  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...