História Guardian by destination - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS), Got7, K.A.R.D
Personagens B.M, BamBam, Bang Yongguk, Daehyun, Himchan, J.Seph, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jiwoo, Jongup, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Somin, Suga, V, Youngjae, Youngjae, Yugyeom, Zelo
Tags Abo, Bap, Bts, Drama, Ficção, Got7, Jeonggukb, Jungkook, Kard, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Visualizações 19
Palavras 1.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI OI! é a primeira vez que tento algo sério, meu Deus eu tô nervosak. espero que gostem! Não sou muito confiante com minha escrita, então quero muito saber se eu devo continuar ou não aa. Nos vemos nas notas finais!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo I




Ele se movia com destreza, olhar atento ao seus redores enquanto mantinha sua confiável espada próxima ao corpo. A trilha ainda estava fresca o que significava que a presa estava por perto. Tinha que ser muito cauteloso. A caçada desse maldito em específico tem levado pouco mais de três meses, sendo o seu caso mais longo nos últimos três anos. Tal fato o irritava. Tinha se acostumado a ser eficaz em suas caçadas que costumavam levar menos de três dias para serem concretizadas, e ainda assim esse sanguessuga parecia estar de brincadeira com sua cara.

       Toda vez que ma pista aparecia, sumia tão rápido que ele mal tinha tempo de poderar seus próximos passos. Um jogo de gato e rato que honestamente passou a ser ridículo após o primeiro mês.
Seus colegas já estavam cheios de graça 'pra cima dele, constantemente fazendo piadas no quanto ele tinha ficado ineficaz com a idade -visivel zombaria, tendo em vista que apenas recentemente completara 20 anos - então ele estava mais do que farto com a situação. Sem contar que o bendito já fizera mais de 130 vítimas nesses últimos messes, e poucas ele conseguiria salvar a tempo.

       Frustação era seu nome do meio.

       - Jeon, está ai? - uma voz conhecida soou de dentro do bolso interno de sua jaqueta, de onde ele retirou um aparelho similar á um celular.

       - Jeon na escuta, o que foi Jimin?

       - algum sinal do filha da mãe?

     - Não sei ao certo, o rastro parece fresco mas ainda não o avistei - respondeu entre sussurros enquanto se esgueirava pela vegetação - parece estar brincando comigo.

       - Cuidado cara, você sabe o quanto esse bicho e perigoso. Principalmente porque parece ter ficado obcecado contigo...

       Revirou os olhos - Me poupe Park, sou muito bem treinado. Não vai ser agora que eu vou virar vitima 'pra um morcego sem classe.

       - Me respeite menino, ainda sou mais velho! Todo mundo sabe que tu é capaz, mas tu não é de ferro - Jimin insistiu - quanto tempo faz que você está  caçando esse cara? Meses?

      Jeon soltou uma breve risade de seu hyung - Isso não interessa - rangiu as pressas e parou aonde estava - o que interessa e que eu vou matar essa coisa não importa quanto tempo leve, estou cansado de seguir o rastro de corpos que essa coisa deixa 'pra trás quando fica com fome. Ontem eu tive que levar uma criança  de cinco anos pro chefe, Jimin. Cinco malditos anos.

       Ouve um suspiro do outro lado da linha - Eu entendo cara, mas isso já está  ficando muito perigoso. Yoongi disse que o padrão de comportamento dessa coisa não é normal. 

    -  Eu sei bem que essa coisa não é como as outra, e é justamente por isso que sou eu quem tem que cuidar dela. Não vou jogar noviços nas presas desse bicho, tu sabe que sobraram poucos veteranos como nos que... - pausa. Jeongguk virou a cabeça na direção do um barulho suspeito próximo a onde estava, o que o deixou em alerta. Antes que Jimin pudesse perguntar qual o problema, ele continuou - Tenho que ir, ouvi alguma coisa. Pede pro Namjoon-hyung ficar atento aos meus arredores, vai dar certo dessa vez.

      Agora desligado, o aparelho voltou para seu lugar de repouso no bolso de Jeongguk. Se movendo cautelosamente, ele seguiu em frente -uma mão empunhando sua espada e a outra repousando no cabo de uma arma presa a sua cintura. Alguns segundos se passaram até ele ouvir outro barulho, esse ainda mais perto. Se virou na direçao do ruido apenas para encontrar nada. Isso se repetiu a sua esquerda, deixando claro que ele tinha perdido sua posição de caçador, e virara a presa.

     - Sua mãe nunca te ensinou a não brincar com a comida? - perguntou em um tom zombateiro, continuando a se mover de acordo com os barulhos e se recusando a dar as costas para o vampiro. - Não que eu ache que você tenha muita educação.

       - Um piadista, quem diria. - soou uma voz feminina por entre as arvores, fazendo Jeon franzi.
Ele nunca tinha avistado nem ouvido esse vampiro, e de certo não esperava que fosse vampira - Seu humor não combina muito com essas suas armas perigosas, sabia?

- As aparencias enganam - respondeu calmamente - mas minhas armas combinam muito bem com o meu humor, principalmente quando ele esta azedo. Vai fazer o favor de mostrar a cara logo ou vai continuar com esse joguinho?

       - 'Pra você usar esses monstrinhos em mim? - a vampira riu - faz três meses que brinco com você, e ainda assim pensa que sou idiota a esse ponto?

       - Penso que a maioria das pessoas é idiota - ele sorriu com escanio - você não é uma excessão, minha cara sanguessuga.

       Um leve rosnado pode ser ouvido - Como se atreve a me insultar?!

       - Mulheres costumam me chamar de atrevido - passou a girar sua espada despreocupadamente - sugiro que venha se defender. Eu não tenho a noite toda.

       O deboche em sua voz pareceu ter sido a ultima gota, já que a vampira finalmente saltou de entre as árvores e se lançou em sua direção  com as presa arreganhadas. Jeon rapidamente deu um passo pro lado, desviando das presas da vampira no último segundo e a atingindo na nuca com o cabo de sua espada. A vampira cambaleou devido a força do golpe e Jeon usou o seu desnorteio como oportunidade para se afastar. Ela se virou para eele, sibilando ruidosamente enquanto veias saltavam abaixo de seus olhos, que eram pertubadoramente vermelhos. A tentativa de intimidação no entanto foi em vão, já que o moreno manteve seu olhar entediado - Era só isso? Depois de três messes me dando trabalho, eu admito ter esperado mais.

   - Você não sabe com quem está mexendo, caçador. Deveria parar de se intrometer nos meus assuntos - ela rosnou, finalmente se pondo de pé

      - Não sei, nem quero saber - sua expressão se tornou dura - Não me interessa a indentidade de um monstro capaz das atrocidades que você cometeu. Não sei se está ciente, mas a comunidade sobrenatural assinou um tratado, e ao matar a quantidade de humanos que você tem matado... Você está violando esse acordo. - apontou a espada na direção da vampira - E a pena é morte.

       A vampira gargalhou - Quem se importa com esse tratado bobo!? Eu venho de um clã histórico, onde ninguém se atem a acordos feitos com comida, tampouco leva a sério uma escoria de traidores que concorda com a idéia.

       Os olhos de Jeongguk se tornaram ainda mais frios - Então parece que eu vou ter que arrancar uns nomes de vocês antes de arrancar sua cabeça.
 
       - Ora, pois, - ela sorriu - sinta-se bem-vindo para tentar, alfa bonitão.

       E em um piscar de olhos, ele se foi. Jeongguk soltou uma série de xingamentos e saiu em disparada, puxando o aparelho de seu bolso e o ligando novamente - Jimin, temos um problema.

       - Eu ia arriscar a dizer que seu plano teve sucesso, mas obviamente tem algo de errado?

       - Ela fugiu, achei que iria me atacar, mas não!

       - Ela?

       - É uma mulherr. Aparentava estar por volta dos vinte anos, morena e com cerca de um e setenta de altura - ele informou rapidamente, desviando de uma série de galhos e folhas - Preciso da direção que ela está indo, 'pra ontem!

       - Você só pode estar de brincadeira, esse tempo inteiro você estava sendo despistado por uma garota!

       - Jimin, não é hora para bancar o espertinho! - Jeon rebateu, grunhindo pelo esforço de ter que pular um tronco de arvore caido - Me fala para onde ela ta indo!

       - Ta bom, ta bom! Vou perguntar para o Yoongizao... - Jimin pausou - ... droga.

    Jeongguk mordeu o labio inferior, aquilo nao soara bem - O que foi??

       - Ela foi na direçao sul, mas esse não é o problema - Jimin suspirou - ele acabou de dizer que pelo que o infravermelho está mostrando, a sul está a cidade... e também estavam duas pessoas.

       - Como estavam!?

       - A presença vital de uma acabou de desaparecer.

       O alfa xingou alto e sem pensar duas vezes, enfiou o comunicador dentro do bolso e aumentou a velocidade. Suas pernas queimavam com o esforço, mas ele ja tinha falhado em salvar mais uma vitima.

        Falhar outra vez estava fora de cogitação. 


Notas Finais


gostaram? espero que sim! nos vemos na próxima, caso eu continue haushs

xoxo 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...