História Guardians - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Angel!au, Anjos, Anjos!au, Jimin, Lemon, Minimini, Suga, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 191
Palavras 1.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá ❤️

Confesso que tava meio na bad e foquei em escrever outra fic e desanimei de postar capítulo de Guardians na quinta.
Desculpem o atraso e pelo horário que estou postando -quase uma da manhã-, mas espero que gostem desse capítulo, ele tá maiorzinho kkk

Boa Leitura ❤️

Capítulo 5 - White Wings


“- Quero conhecer o mundo humano, assim como tu conheces, Yoongi.”

 

- Uau! –Yoongi exclamou – Pensei que nunca iria ouvir essas coisas saindo da sua boquinha linda. – o demônio provocou.

- Já disses para não jogar charmes para cima de mim, demônio. – Jimin reclamou irritado, mas Yoongi sempre dizia que irritado ele era ainda mais fofo.

- Certo, certo, desculpe-me. Mas espera sair comigo desta forma? – Jimin olhou para si e estava como sempre.

- O que há de errado?

- Suas roupas são todas brancas e está descalço. – Jimin reparou nas suas roupas e nas do demônio, este vestia roupas quase completamente negras e todas pareciam com as que os humanos vestiam já Jimin vestia suas roupas de sempre, calças largas e uma blusa também larga completamente branca, ele apenas trocava suas roupas quando ía para casa e Seokjin lhe dava novas roupas, mas que sempre eram brancas e largas.

- Qual o problema? Ninguém irá nos ver afinal.

- É aí que você se engana meu caro anjo. – Yoongi riu – Vamos, há um lugar para você conseguir roupas e algum calçado que caiba em você. 

 

Yoongi estendera a mão para Jimin e o mesmo – meio que com receio – o retribuiu estendendo sua mão para tocar a do demônio e em questão de segundos Yoongi aparatou, junto a Jimin em um lugar estranho para Jimin. Era como uma rua deserta qualquer com várias casas com muito pouca iluminação, mas uma em especial, que era pintada toda de preto, chamava a atenção do anjo.

 

- Onde estamos? – o anjo perguntou soltando sua mão da de Yoongi e o seguindo assim que ele andara em direção à casa negra.

- Estamos na divisa entre o meu lar e o mundo humano. – o demônio respondeu.

- Estamos no inferno? – Jimin perguntou surpreso e com medo.

- Não me ouviu?! Estamos na divisa entre o inferno e o mundo humano, aqui não tem um nome especifico. – o demônio bateu na porta da casa.

- Eu não gostei desse lugar, demônio. – Jimin comentou baixo e Yoongi ignorara o comentário do anjo.

- Qual a senha? – uma voz rouca gritou atrás da porta e Yoongi riu.

- Pare de ser idiota, Hoseok, e abre logo essa porta.

- Você é o demônio mais chato que eu conheço, Yoongi.  – a porta fora aberta e revelou um homem alto com cabelos meio alaranjados e que tinha um sorriso nos lábios – Oh! Um anjo. – Hoseok tirara seu olhar do demônio e fitara o anjo.

- Consegue me ver? Es um demônio assim como Yoongi? – Jimin perguntou surpreso e Hoseok rira.

- Não exatamente, eu sou quase um humano que brincou com um demônio e acabou parando nesse lugar. – riu sozinho com seus pensamentos - Vamos, entrem. – Hoseok deu espaço para os dois entrarem e assim eles fizeram e se sentaram em um sofá da sala de estar. A casa parecia ser como qualquer outra do mundo humano.

– Então, o que te trás aqui, Yoongi, e ainda mais com um anjo? – Hoseok não parava de observar Jimin, não via um anjo há décadas.

- Jimin quer conhecer o mundo humano como eu. – ele explicou e Hoseok achou estranho já que não era do feitio dos anjos querer tal coisa – Precisamos de sua ajuda.

- Claro que sim. – Hoseok riu observando as roupas do anjo – Venha... Jimin? – Hoseok perguntou se era mesmo o nome do anjo e este afirmou – Irei lhe vestir adequadamente. – Hoseok fora andando e Jimin se levantou para ir consigo, mas parou quando viu que Yoongi nem havia se mexido.

- Não vem comigo? – perguntou para o demônio.

- Não, preciso ir a um lugar antes. – Yoongi se levantou também – Não se preocupe, Hoseok cuidará bem de você, não irei demorar.

- Até mais então.

- Até. – antes de Yoongi sair pela porta, fez questão de tocar sua mão na de Jimin, era estranho para ambos o contato de suas peles, pois sempre ocorria uma formigação no local e Yoongi achava extremamente boa, mas Jimin achava aquilo muito estranho e preferia evitar. 

 

Assim que o demônio sumiu da visão de Jimin, este fora procurar Hoseok pela casa e o encontrou em um quarto onde haviam dezenas de araras com muitas roupas e Hoseok estava enfiado entre elas vasculhando tudo a procura de algo para Jimin e assim que percebeu o anjo ali, fora a seu encontro com algumas blusas no cabide em mãos.
 

- Seu tamanho deve ser ‘M’. – Hoseok disse enquanto colocava uma blusa a frente de Jimin e analisava se ficaria ou não boa no garoto.

- Não há nenhuma roupa que não seja tão escura? – Jimin perguntou analisando as centenas de roupas que haviam ali e nenhuma sendo branca ou com alguma cor semelhante, as roupas eram em sua maioria pretas.

- Não recebo muitos anjos aqui, Jimin. – Hoseok riu – Você é o primeiro em décadas. – comentou enquanto ainda procurava roupas para o anjo.

- Se es um humano, já deveria estar velho, dizendo estas palavras.

- Eu sou imortal Jimin, eu era um humano, mas agora não sei mais o que sou. – ele riu achando graça de sua própria desgraça e Jimin preferiu não comentar mais nada sobre o assunto – Achei! – o ruivo gritou e jogou para Jimin uma blusa preta e branca listrada e de mangas cumpridas – É a única roupa quase branca que tenho aqui, talvez fique um pouco grande, mas acho que vai lhe cair bem. – Hoseok voltou a vasculhar as roupas e quando terminou voltou ao encontro de Jimin lhe dando algumas outras peças de roupas. – Pode se trocar no meu quarto, fica no final do corredor, deixe suas roupas em cima da minha cama.

- Obrigado. – Jimin sorriu o agradecendo.

- Não precisa agradecer. – Hoseok também sorriu – Ande logo, vocês não tem a noite toda. Vá se trocar enquanto eu procuro um tênis que lhe sirva.

 

Jimin foi andando até o local indicado e entrou no quarto, fechando a porta logo em seguida. Tirou suas vestes e pegou todas as peças de roupa que Hoseok havia lhe dado, havia uma calça jeans preta, uma cueca boxer também preta e a blusa listrada. Ele logo vestiu as roupas, demorando um pouco na calça, pois a mesma ficava muito justa em seu corpo e não estava acostumado. Dobrou suas vestes brancas e a depositou na cama como fora lhe dito para fazer e antes de voltar ao cômodo que Hoseok estava, se fitou no espelho grande que havia em uma das paredes do quarto.
 

Pela primeira vez, Jimin deixou-se elogiar a si mesmo, estava de fato muito bonito.

Voltou para o cômodo e Hoseok estava parado na porta e assim que viu o anjo sorriu.

 

- Você está muito bonito Jimin, não que não seja, é que, vestido com essas roupas mais normais ficou ainda mais belo. – Hoseok se embolou um pouco para elogiar o anjo e este rira constrangido.

- Obrigado, é estranho usar tais roupas como as dos humanos, principalmente a calça, ela fica muito colada ao corpo. – Hoseok riu.

- Elas servem para marcar mais as pernas e coxas, e fica extremamente bem em você, mas se estiver se sentindo desconfortável podes procurar por ou-

- Não, está tudo bem, eu a achei bonita. – Jimin sorriu tímido.

 

Hoseok tirou seus olhos do anjo e pegou cinco caixas que estavam ao chão, as entregando todas para Jimin que tentou não derrubar nenhuma delas.

 

- Tem alguns calçados e meias aí, escolha algo que couber em seus pés, se não couber ou não gostar de nenhum deles tem mais alguns no armário. – apontou para um grande armário que tomava quase uma parede inteira do cômodo – Irei preparar um café, quando terminar vá até a cozinha, fica ao lado da sala. – Jimin afirmou e Hoseok sumiu pelo corredor.

 

O anjo se sentou no chão, começou a abrir as caixas e olhar os pares de botas e tênis que tinha em cada uma. Calçou as meias brancas e resolveu experimentar dois tênis de modelos diferentes, mas um ficou muito apertado em seus pés e o outro ficara muito grande, na terceira tentativa resolveu calçar uma bota de cano médio marrom e esta coubera perfeitamente em si, então não fez questão de experimentar os outros pares de calçados. Arrumou os calçados que não iria usar nas suas respectivas caixas e fora em direção a cozinha, mas encontrou Hoseok sentado no sofá da sala com uma caneca em mãos.

 

- Oh! Parece que encontrou um perfeito, ficou bonito em você. – Hoseok se referia à bota que Jimin usava e este sorriu o agradecendo – Sente-se. – Jimin fez o que fora pedido – Aceita um café? – Hoseok perguntou apenas por educação, sabia que nem os anjos nem os demônios sentiam sabor ou precisavam comer.

- Oras, por que não?! – Hoseok sorriu e pegou uma caneca em cima de uma pequena mesinha ao lado do sofá onde estava também a garrafa que continha o café, entregou a caneca para o loiro, despejou um pouco de café quente na caneca e Jimin tomou um gole do líquido, não sentia gosto algum e nem mesmo o calor do líquido, mas sentia sua língua formigar um pouco e Hoseok percebeu a falta de emoções do anjo enquanto tomava um líquido tão quente para si.

- Por que aceitou se nem ao menos pode sentir o gosto?

- Não queria ser mal educado e rude em rejeitar teu café. – Hoseok sorriu pela gentileza e pureza do outro, era fofo.

- Posso pedir algo? – Hoseok perguntou depois de longos segundos de puro silencio.

- Claro, se estiver em meu alcance acatar teu pedido.

- Posso ver suas asas? 

 

Jimin iria negar, suas asas eram preciosas para si e não as mostrava para qualquer ser, mas Hoseok o havia ajudado tanto em lhe emprestar aquelas roupas que decidiu mostrar ao quase humano suas belas asas brancas. Jimin levantou-se do sofá e aos poucos suas asas foram se revelando por de trás de suas costas, atravessando o tecido da blusa que vestia sem que elas rasgassem e as abrindo completamente – tomando cuidado para não esbarrar em algum objeto da sala - e Hoseok pode contempla-las. Asas tão brancas como Hoseok nunca havia visto, eram tão lindas que seus olhos transbordaram admiração e não se conteve em se levantar do sofá, deixando sua caneca e o líquido que havia nela encontrarem o chão em um barulho pouco alto. Jimin se assustou e deu um passo para trás enquanto Hoseok vinha ao seu encontro com uma mão levantada, como se quisesse tocar as asas do anjo, mas antes que conseguisse tal ato, fora impedido por algo.

 

 

 


Notas Finais


~se tiver em uma péssima formatação ou erros depois eu arrumo, tô com preguiça mesmo -q~

Os personagens só vão surgindo jsfdfd

Nada a dizer não u.u
Só espero que estejam gostando

Não sejam fantasminhas, apareçam kk

Até semana que vem ❤️

Beijos 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...