História Guardiões -Interativa - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Ação, Armin, Aventura, Castiel, Colegial, Comedia, Dajan, Drama, Drogas, Ficção, Interativa, Jade, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Orange, Sobrenatural, Suícidio, Viktor, Yaoi, Yuri
Exibições 32
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, como tem muita moça, vou ter que fazer caps focados mais em umas e ir revesando.

Capítulo 5 - Coisas


Fanfic / Fanfiction Guardiões -Interativa - Capítulo 5 - Coisas

Athena olhava de longe a confusão, ela respirou fundo enquanto via o buraco levar todos os demônios para o inferno de novo. Por que eles estão aqui? Pensou andando em direção á saída da sala de aula, ela andou até o primeiro andar e observou o rosto horrorizado de Rosalya. Ela se aproximou lentamente e colocou as mãos nos ombros da menina, sorriu e começou a tentar amenizar seus sentimentos de medo para calma ou algo parecido.

-Não se preocupe -Athena falou -vai dar tudo bem. 

-O que é isso?! -Perguntou olhando em volta um pouco mais calma.

-Isso é o inferno na terra, você deve ter visto as meninas lutando lá fora -ela respirou fundo -acho que vamos ter problemas. 

-Por quê? -Rosa questiona.

-Por causa disto -Athena formou uma bola de luz em volta de sua mão -mas é só nós, vocês só tem o problema que seus colegas morreram.

-Você é uma... -Ela olhava chocada para Athena. -Guardiã.

 

Pátio

 

-Os corpos dos estudantes sumiram! -Exclamou Alexa cansada.

-Acho que o buraco leva qualquer vestígio também. -Ravenna falou e começou a andar pela escola, ela queria ver se alguém em especial estava vivo. -Onde ele deve estar? -Ela abriu a porta do vestiário devagar e quase leva uma pancada em sua cabeça.

-Você está louca?! -Pergunta Castiel.

-Não! -Seus olhos mudaram de azul claro para vermelho. -Só estava vendo se havia gente viva, alias os demônios não estão mais lá fora.

-Tem certeza? -Ele olhou pela brecha da porta.

-Tenho. -Falou dando de ombros.

-Espera, seus olhos não eram azuis? -Castiel apontou para seus olhos.

-Quê? Não, imagina, você está imaginando coisas. -Ravenna se martirizou por não fazer um feitiço de disfarce. -Tá, eles mudam de cor conforme minhas emoções, e daí?

-Isso não é normal. -Falou.

-Não tenho que me explicar mesmo -ela começou a ir embora, seus olhos ficaram pardos, ela sentia medo de alguém descobrir que ela era uma Guardiã, mas parece que ela já tinha entregado tudo, antes que ela saísse ele segurou sua mão e a puxou.

 

Ginásio 

 

A diretora chamou todos para dar um aviso, ela começou a falar que a escola já estava em segurança de novo e que tinha descoberto que havia Guardiões entre eles e que depois ia chama-los e tentar conservar as suas identidades, pois ela não gostava do jeito que o governo levava as coisas. No fim ela só convocou Alexa, Sara, SeeU e Ravenna. 

Todas andaram até a sala da diretora, tinha uma garota encostada na porta sorrindo, ela emanava uma energia pesada e ruim, seus olhos eram castanhos claros, cabelos verdes com a raiz preta, um nariz pequeno e redondo em um rosto oval, olhos e cílios grandes, tem 1.67 de altura e estava de braços cruzados. Assim que Ravenna passou ao seus lado percebeu que ela era uma Guardiã, mas ela não era qualquer uma Guardiã, ela era a Guardiã do desespero, medo.

Ravenna tetou ignorar e encarou suas mãos com uma pele pálida, ela tentou fechar um pouco mais a blusa sobre seus seios fartos, ela invejou a menina por ter o busto menor que 50 e não ter que se preocupar com essa banalidades, ela ouviu quieta a diretora e de cabeça baixa. A diretora disse que devia a elas e que não iria entrega-las ao governo por isso, mas que se qualquer coisa acontecesse elas iriam pagar.

 

Entrada da Escola

 

 

-É aqui...? -Se perguntou Bailey Samako. Seus olhos atualmente rosas observaram a grande escola. -Com certeza é aqui.

A menina entra na escola, olha em volta e respira fundo deixando seus ombros caírem. Há tantas pessoas andando por aí como se fosse tudo normal, como elas conseguem? Bailey deu um discreto sorriso e começou a andar, ela esbarrou com uma menina de cabelos verdes e quando se virou para reclamar estava em um campo de batalha.

Não era qualquer campo de batalha, era oque seus pais lutavam contra os seres de fogo, ela olhou para a sua figura pequena escondida atrás de uma árvore que começa a chorar descontroladamente, naquela época ela não sabia que tinha poderes, então suas emoções se descontrolaram tanto que ela começou a entrar em desespero e quando bateu sua mão no chão abriu um buraco sobre a terra, todos caíram dentro dele e morreram, ela se culpava tanto por isso que tentou enterrar as memórias no fundo de sua mente, mas sempre que ela se lembrava seu estado mental se deteriorava.

-Você está bem? -Perguntou o menino que passava perto.

-E-Estou. -Respondeu percebendo que voltou a realidade. -Qual é o seu nome?

-Dajan, e o seu? -Respondeu.

-Bailey Samako. -Disse tentando achar a menina no meio das pessoas. -Tenho que ir, foi bom te conhecer.

 

Sala dos professores

 

A garota abre o armário da diretora e começa a procurar as documentações da escola, sua mão passava rapidamente pelos documentos jogando eles em sua bolsa, quando tinha tudo que queria se virou para sair da sala e deu de cara com o professor de defesa, ela começou a pensar em uma desculpa por estar ali, não queria ter que usar seus poderes agora.

-O que está fazendo aqui? -Perguntou.

-A diretora me convocou, professor Viktor. -Respondeu envergonhada.

-Volte para seu quarto, está tarde. -Disse desconfiado. -Arabella?

-Me desculpe, boa noite! -Ela saio correndo da sala.

 

Corredor do segundo andar

 

-Eu não devia te falar -Athena olhou para os dois lados do corredor -se contar a alguém vou ter que matar você e a pessoa.

-Credo, relaxa eu não conto a ninguém! -Disse sorrindo.

-Bom saber. -Athena sorriu também. -Está tarde, acho que precisamos ir para nossos quartos.

-Sim, daqui a pouco o professor Viktor reclama com a gente.-Falou Rosa andando em direção ao seu quarto. -Em que quarto está?

-No mesmo que você. -Respondeu puxando a mão dela, mas se sentiu envergonhada e a soltou. -E como está o relacionamento com o seu namorado? 

-Bem...Mal. -Falou olhando para seus pés. -Ele sabe que eu não posso sair a não ser final de semana e mesmo assim briga comigo, eu nem sei se gosto dele ainda.

-Olha, eu sou a Guardiã dos Sentimentos, se quiser lhe dou uma ajudinha. -Sugeriu Athena.

-Seria legal, pode dizer oque sinto? -Perguntou sorrindo de animação.

-Deixe-me ver... -Ela começou a encarar Rosalya, seus sentimentos em relação ao Leigh eram de amor, mas um amor de irmão e ao mesmo tempo tinha rancor e decepção. -Você ama ele como um irmão, está decepcionada e triste, um pouco de raiva se encaixa também.

-Nossa! -Rosalya parecia impressionada, ela pegou seu celular e mandou uma mensagem dizendo que o namoro acabou. -Confio em você, até sinto que tirei um peso das costas!

-Você é doida, isso sim. -Disse Athena. -Mas é bom saber que está bem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...