História Guerra é guerra, Amor é amor - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Markson, Yugbam
Visualizações 90
Palavras 1.597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Mais uma hiena disfarçada de cordeiro






   –e-eu não quero causar problemas, eu procuro outro lugar para passar a noite– Mark se virou para ir embora mas Jackson o segurou delicadamente pelo braço.

–vai para sala, me espere lá– Mark assenou e foi para Sala.

Jackson sentiu o olhar de Jaebum sobre sí

–aah nem vem, depois falamos–

–você tem muito a me explicar– Jaebum falou saindo da residência.

Jackson fechou a porta e caminhou rápido até a sala se sentando ao lado de Mark que secou as lágrimas.

–porque esta chorando? O que foi? E...que machucados são esses?– agora Jackson se alarmou, Mark tinha marcas rochas de dedos no pescoço, arranhões nos braços e sua face estava bem vermelha.

–eu...eu só quero que você me proteja– Mark abraçou Jackson e rapidamente foi Correspondido.

–pronto, não precisa falar, eu estou aqui– falou o Chinês tendo passar conforto ao outro que soluçava.

00000

–onde estamos?– Kunpimook perguntou abrindo os olhos e logo viu Youngjae sentado ao seu lado dormindo de mal jeito ali na cadeira.

–aah?– Youngjae acordou de repente dando mal jeito no pescoço. –ai–

–você esta bem hyung?–

–é só um mal jeito– falou massageando o pescoço, que na verdade estava doendo para caramba. –e você esta bem?–

–dói-me o estomago–

–aah, o medico disse que você teve uma emoragia interna mas graças a Deus você foi atendido rapidamente–

–mas esta doendo muito–

–pois é, é possível que tenham feito um cortezinho na sua barriga para poderem estancar o sangramento–

–O que?– Kunpimook tentou se sentar mas sua dor piorou.

–nada de movimentos, repouso absoluto por uma semana–

–mas a faculdade–

–sua saúde primeiro, depois eu vou lá informar ao diretor–

–só estou te dando trabalho hyung–

–nada haver, você é meu Saeng, é meu dever cuidar de você–

–ta mas, da para ver que você não dormiu nada, pode ir descansar, eu fico bem–

–eu só saiu daqui com você–

–bom, então já podem ir– o médico falou adentrando o quarto enquanto assinava algo que logo entregou a Youngjae.

–uma alta? Mas já?– falou após ler o papel.

–sim, apesar de aparentar ser fraco o garoto aqui é muito forte, apenas vai precisar de muito repouso até o corte sarar por completo–

–aah, obrigado doutor, Vou ali pagar a conta, volto já e vamos embora– Youngjae falou bagunçando os cabelos do menor e saiu do quarto sendo acompanhado pelo medico que lhe dava algumas indicações.

000000

–Bom dia preguiçoso– Jackson saudou entrando no quarto trazendo o pequeno almoço em suas mãos.

–aai– Mark se espreguiçou se sentando na cama –qui horas são?–

–7:24 Am, ainda da tempo de comer, se arrumar e também conversar– Jackson se sentou na cama e deixou a bandeja no como de Mark –ja esta mais calmo– o Chines tirou uma madeixa que cobria o olho do Americano que ficou cabisbaixo.

–podemos falar agora?–

–Jack eu não quero falar sobre isso–

–mas eu quero, por favor, somos amantes e acima de tudo amigos então me conte por favor–

–aish Jack não, eu não quero falar sobre isso e...você não acreditaria em mim–

–e em quem eu acreditarei se não em você?–

–nele– Mark fez uma cara amuada.

–nele quem?–

–aquele que me magoou–

–e quem foi?–

–aff, pelo que me disse é seu namorado quase noivo– Jackson juntou as sombrancelhas –o Kunpimook, ele esta la na casa do Youngjae e quando me viu la começou a dizer que não gosta da minha aproximação com você, que você era só dele e que se eu não me afastasse iria me dar mal, eu disse que não sabia do que estava falando ai ele me deu um tapa, quando tentei sair ele jogou um vasso em mim e ai eu fiquei desorientado e caiu, ele subiu por cima de mim e eu tentei me defender oque resultou nesses arranhões, ai ele se aproveitou da minha distração e me deu outro tapa logo passou a me sufocar com as mãos, eu estava quase perdendo o ar quando Dei um Chute nele que foi cari do outro lado, eu me levantei para ir embora e logo vi o Youngjae entrar e depois o Kunpimook começou a chorar segurando em seu estômago, eu não entendi até ver ele chamando pelo Youngjae que foi o ajuda-lo, ai o Youngjae começou a dizer um monte de coisas, que não me queria mais na casa dele, eu tentei explicar mas ele não deixou, então eu sai e logo primeiro lugar que pensei em vir foi para cá–

–o Kunpimook? Tem certeza que estamos falando do mesmo Kunpimook?–

–claro que tenho, Kunpimook Bhuwakul certo?–

–e que, é difícil acreditar que ele tenha feito isso com você–

–aah, ótimo, agora vai me chamar de mentiroso, acho que ele tinha razão, você é dele e eu sou apenas um passatempo– Mark tentou se levantar mas foi impedido

–hey calma, eu não estou dizendo isso, estou só–

–confirmando tudo que eu disse!– me solta Jackson –Mark deixou a bandeja no criado mudo e quando se levantou para ir embora sentiu seu corpo ser Jogado na cama e um certo peso depositado sobre sí.

–eu não tenho nada com o Kunpimook, ainda mais depois do que você acabou de me contar, eu tenho olhos apenas para ti e mais ninguém ok?– Mark fez que sim com a cabeça e logo sentiu os lábios macios de Jackson envolverem os Seus.

00000

000000

–hyung!– Kunpimook chamou baixo olhando para o adormecido ao seu lado na cama e ficou com dó de o acordar tendo em conta que passou toda a noite acordado olhando por sí, a tarde toda o ajudando a ir ao banheiro, a comer e fazer outras coisas, nem sequer tinha ido trabalhar e mal tinha comido.

–aish– Kunpimook colocou uma mão em seu estômago e tentou se levantar com bastante esforço mas as dores não deixavam.

–onde pensa que vai?– Youngjae perguntou sem abrir os olhos.

–você não esta dormindo?–

–consigo sentir o movimento na cama–

–rs, tem algum na porta eu não queria te acordar porque você parece muito cansado, mas acho que já se foi–

–eu vou ver quem é para não nos chamarem de antipáticos– Youngjae sorriu e se levantou da cama saindo do quarto indo abrir a porta principal mas não viu ninguém, olhou pelo corredor e só viu uma caixinha de cupcakes ali no Chão, a pegou e viu oque estava escrito ali por cima sorrindo e logo correu até o elevador visto que o mesmo demorava foi pelas escadas mesmo afinal, era só um prédip de 5 andares com dois apartamentos em cada e ele estava no último.

–Jaebum!– Youngjae gritou ao ver o homem abrir o carro mas logo sorriu e caminhou até o menor.

–oi– falou o Im parando na frente do Choi.

–olá, em...obrigado pelos Cupcakes–

–não tem de que, apenas quis ver como você estava já que não foi lá a empresa e lembrei que você comentou ser um viciado em bolinhos–

–rs, verdade, bom obrigado então–

–disponha, ah e...diz ao Kunpimook que desejei rápidas melhoras–

–pode deixar– Youngjae ficou ali olhando como um garotinho apaixonado vendo seu príncipe azul partir.

–quem era?– perguntou Kunpimook que já tinha se ajeitado de modo a ficar sentado entre os travesseiros.

–o Jaebum, veio trazer cupcakes para gente– Youngjae falou e se sentou ali na cama ao lado de Kunpimook.

–nossa, o que vocês dois tem? Antes nem bom dia não se davam e agora ate trazem bolinhos um para o outro?–

–rs, não é nada de mais, apenas temos uma convivência agradável–

–sei–

–Para Kunpimook, o Jaebum é hetero ok?–

–mas eu não disse nada, mas...e se ele não fosse? Você daria uns pegas nele?–

–em...talvez sim–

–nada de talvez, é sim ou não–

–ta ta, eu pegaria ele de jeito, sugaria todo suco daqueles lábios, e passaria a mão em todo lado palpável–

–uau– Kunpimook fez uma cara de surpreso.

–olha, uma coisa que eu nunca pude negar é que ele é lindo de mais, um homão da porra, aqueles traços fortes no rosto, sua voz firme, seu cheiro masculino, aahh, as vezes queria ser mulher para ele me notar dessa forma–

–mas não precisa ser mulher, apenas você tem que aproveitar as oportunidades, criar oportunidades–

–Mookie, ele é Hetero–

–Hyung, se a coisas que heteros não fazem é Trazer bolinhos na casa de um outro homem que não seja de sua familia, ele esta te paquerando não ve?–

–aish, os remédios estão te fazendo alucinar–

–diz oque quiser, mas esse homem quer te pegar–

–ta ta, e você?–

–o que tem eu?–

–o tal cara que você ficava falando, é o Jackson neh?–

–é...– Kunpimook baixou a cabeça.

–eu falei para você não se meter com ele, custa entender?–

–Hyung, eu amava ele, nós já estávamos juntos a quase seis meses mas ai, aconteceu tudo isso e ele voltou para quem sempre esteve–

–o Mark? Mas eles se conhecem a menos de uma semana–

–o que? O Mark ficou dizendo que ele e o Jackson tinham uma relação de tempos, e que até eram noivos–

–É o que? Aish, o Mark esta mesmo obcecado por aquele homem, aish, eu não quero você perto deles ok? E dessa vez é para me escutar, vejá só o que eles fizeram com você–

–ta bom hyung, eu nunca mais vou chegar perto de nenhum dos dois–

–ótimo, vou preparar um chocolate quente para a gente acompanhar com os bolinhos, será o nosso jantar hoje– Youngjae bagunçou os fios alheios e ligou a tv ali do quarto dando o controle a Kunpimook e logo saiu do quarto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...