História Guerra Fria 2° temporada - Romanogers - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Demolidor (Daredevil), Gavião Arqueiro, Viúva-Negra (Black Widow)
Personagens Clint Barton, Franklin "Foggy" Nelson, James Buchanan "Bucky" Barnes, Karen Page, Laura Barton, Maria Hill, Matt Murdock, Natasha Romanoff, Nick Fury, Peggy Carter, Sam Wilson (Falcão), Sharon Carter (Agente 13), Steve Rogers
Tags Romanogers, Stasha
Exibições 110
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 3 - Você Bêbada É Ridícula


Fanfic / Fanfiction Guerra Fria 2° temporada - Romanogers - Capítulo 3 - Você Bêbada É Ridícula

Pov. Natasha:

Sabe quando você faz uma merda das grandes mas mesmo assim você sente que no fundo não se arrependeu?

Pois é... era assim que eu estava me sentindo. Aquilo com o Rogers foi tão... maravilhoso.

Nesse exato momento eu estava ao lado do berço do James tentando raciocinar o que tinha acontecido.

Senti braços fortes envolverem minha cintura e sorri de canto.

- Ainda acordada?

- Sim... desculpe eu devia ter desligado a luz.

- Tudo bem.

Me virei de frente pra ele. Bucky sorriu e me deu um beijo de tirar o fôlego.

- Te amo.-Ele beijou minha testa.

- Eu...-James começou a chorar me interrompendo.-Oi meu amor...

Peguei ele no colo e o balancei. James não parou.

- Precisa de ajuda?-Bucky perguntou.

- Não... tudo bem. Boa noite.

- Boa noite.

Ele saiu e olhei para James.

- James... para filho.

Tentei mas ele não parava. Bufei.

Teimoso igual o pai...

- Okay... vamos lá...

Cantei pra ele a música que minha mãe costumava cantar pra mim quando eu era criança. James acabou caindo no sono e o coloquei no berço.

Voltei para o meu quarto e deitei ao lado de Bucky. Abracei sua cintura e tentei dormir.

(...)


- Meu Deus eu to com nojo de subir nesse hing.-Wanda reclamou.


- Cala a boca e sobe de uma vez.-Bufei e ela obedeceu.-Ok... você é boa em controlar os poderes, mas na luta corporal você deixa a desejar. Vamos começar com algo simples. Defesa. Você não pode atacar se não souber se defender.


Dei um chute nas costelas dela, mas antes de atingi-la ela segurou minha perna e me girou no ar.


- Bom... Agora me ataque.


Ela tentou me dar um soco mas segurei seu pulso.


- Lenta.


Wanda me deu uma rasteira e cai com tudo no chão.


Filha da puta...


- Obrigada pelo elogio.-Ela riu.


- Ótimo, Wanda. Pode ir treinar com o Visão que eu cuido da Romanoff.-Steve entrou no hing e Wanda saiu.


Ele ficou por cima de mim e prendeu meus pulsos no chão.


- Sai daqui, Steve!


- Calma...-Ele sorriu.


- Me deixa, Steve! Que droga!


- Por que ele?


- O que?!


- Por que o Bucky?


- Ah Deus...-Suspirei.-Steve por favor entenda, eu segui minha vida, você devia fazer o mesmo.


- Nós estávamos nos entendendo, Nat!


- Nos estendendo?! A Mischa morreu porque eu quis ficar do seu lado! Eu sofri, Steve! Eu fui a que mais sofri! Eu perdi minha liberdade e minha filha!


- Mas você tinha a mim! Eu te amava, Natasha! Por que é tão difícil aceitar?! Eu já te disse que nunca vou desistir de você! Nós iríamos passar por aquilo juntos!


- Juntos?! Com eu sendo sua amante? Você se quer teve coragem de terminar com a Sharon!


- Eu iria passar por tudo se fosse pra ficar com você, Natasha! Eu te amo, porra!


Fiquei quieta olhando para ele. Meus olhos marejaram e os fechei.


- Acredita em mim... por favor.-Ele acariciou minha bochecha.


- Sai de cima de mim.-Pedi abrindo os olhos.


- Nat...


- Por favor, Steve...


Ele saiu e me levantei. Peguei minhas coisas e pedi pra Wanda avisar Bucky que eu já tinha ido.


Dirigi até a Mansão Stark e subi até o quarto de Pepper e Tony. Ela estava brincando com James. Me encostei na porta e sorri.


- Treinando pro seu?-Perguntei tomando a atenção dela.


- Ah Nat... ele é tão lindo.


- Eu sei...-Suspirei.


- Bucky é sortudo.


- Ele é sim...


Como isso doía... porra... eu queria jogar tudo para o ar e falar de uma vez que Steve era o pai. Mas eu não podia.


- Oi amor.-Fui até James e o peguei no colo.


James sorriu e colocou mãozinha na minha bochecha.


- Atrapalho?


Nos viramos e fitamos Wanda.


- Entra.-Pepper sorriu.


- De quantas semanas você ta?-Perguntei.


- Quatro.-Pepper respondeu.


- Eu descobri que estava grávida quando completei três meses...-Suspirei lembrando da notícia que me derrubou.


- James é uma bênção.-Wanda sorriu pegando ele no colo.


- E como...


- Olá meninas.-Tony entrou.-Se arrumem. Nós vamos beber.


- Tony... você sabe que eu não posso beber.- Pepper bufou.


- E é por isso que a Jane vai te fazer companhia. Aliás... James vai ficar com vocês pra Romanoff poder se divertir.


- É... só um instante. Quando eu disse que iria deixar meu filho aqui e ir beber?-Perguntei.


- Nunca. Decidi isso por você.-Ele riu.


(...)


- Alguém sabe alguma coisa do Thor?-Clint perguntou. Tinha ganhado alta hoje.


- Não. Nem a Jane sabe.-Bruce respondeu.


Estávamos sentados em uma mesa de bar no centro da cidade. Eu estava escorada em Bucky, que fazia carinho nos meus cabelos.

- O Steve ta com fogo no rabo hoje.-Scott riu.

- O q-que?-Steve ficou vermelho.

- Nós vimos você prendendo a Romanoff no chão do hing.-Tony riu e revirei os olhos.

- Era só o treino.-Nos defendi.

- Sei...

No final até que a noite foi legal. Eu estava com muita saudades dessa equipe. Eu não sei o que aconteceu depois da guerra civil... mas tenho certeza de que não conseguiríamos ficar separados por muito tempo.

Já eram onze da noite e só estavam eu, Wanda, Tony, Bucky e Steve.

- Meu Deus eu bebi demais...-Wanda disse tonta caindo por cima de Tony.

- Vamos, Wandinha... vou te levar pra casa.

Tony, que estava mais bêbado que Wanda,  puxou ela pro carro e foi embora.
Posso dizer que eu também não estava muito sóbria. Bucky se levantou, também bêbado.

- Eu vou no banheiro.

- Ah nãoooo...-Falei com voz manhosa e puxei sua camisa.

- Deixa eu ir, Nat.

Ele riu e foi para o banheiro. Steve ficou me olhando e riu.

- Meu Deus, você bêbada é ridículo...

- Mas você gosta do que eu faço bêbada, não é meu amor...-Sentei no colo dele e puxei a gola da sua camisa.

- N-Natasha... o Bucky ta no banheiro e ta cheio de gente aqui.

- Eu não ligo...-Sussurei no ouvido dele e mordi o lóbulo da sua orelha sentindo seus músculos se contraírem.

- Deus, Nat... para com isso...

- Você não tinha dito que me queria?

- E-eu disse... ma-mas...-Ele arregalou os olhos.-Bucky ta vindo!

Steve me jogou pra cadeira do lado e comecei a rir igual uma louca. É... eu era ridícula bêbada.

- Voltei.-Bucky me deu um selinho e me levantei.

- Tchau, Ste.

Pisquei pra ele e fomos para o carro.

(...)


- Deus...!


Eu murmurava ao sentir os beijos quentes de Bucky no meu pescoço. Ele tinha me empurrado para a parede da nossa sala.


Acabamos caindo no sofá e ele começou a rir.


- Eu te amo, Nat.


- Eu sei, disso.-Rimos e voltamos a nos divertir.


O que eu não esperava é que no meio da noite, tudo ficasse preto.


Eu estava sozinha em uma imensidão escura, até ouvir uma voz.


- Olá, agente Romanoff.


Me virei e fitei o homem de cabelos pretos, roupa verde e rosto de psicopata.


- Loki...?


- O próprio.-Ele sorriu sinicamente.


- Pra onde você me trouxe.


- Não. Eu não te trouxe pra lugar nenhum. Estamos na sua cabeça.


- O que quer?


- Quero te dar um aviso.-Ele chegou mais perto.-Agora eu estou mais poderoso do que nunca e nem os seus amigos fantasiados vão conseguir me parar.


- O que pretende fazer?


- O que eu sempre faço, amor.-Ele riu.-Destruir vocês... de dentro pra fora...


- Natasha!


Recobrei o controle e fitei Bucky.


- O-oi...


- Ta tudo bem?


- Ta... vamos continuar...


Notas Finais


E que venha o Loki!

Galera eu criei uma conta no Twitter onde vcs podem me adicionar pra saber quando tem capítulo novo, tirar dúvidas e bater um papo comigo!
@LauraRomanonoffR


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...