História Guerreiro Negro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Amizade, Amor, Aventura, Bruxa, Guerreiro, Magia, Maldição, Perda De Memória, Romance
Exibições 17
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Prólogo



5 anos antes

Ele sentia sua cabeça rodar, uma dor lascinante invadia seu corpo e lhe fazia implorar pela inconsciência, ouvia vozes, mas não era capaz de entende-las, tentava abrir os olhos mas as pálpebras estavam pesadas, sentiu alguém erguer seu rosto e lhe dar água, o que para ele foi um grande alívio, pois estava sentindo sua garganta seca e irritada pouco depois escutou a porta abrir e se fechar. Tornou após alguns segundos novamente abrir os olhos, dessa vez obteve sucesso na terceira tentativa, porém mal seus olhos abriram e ele teve novamente de fecha-los, a claridade o incomodara. Abriu novamente os mesmos, só que agora devagar e aos poucos foi se acostumando com a luz do local.

Olhou ao redor e constatou estar em um quarto. O quarto era bem simples, nele só havia uma cama na qual ele estava deitado e uma cômoda que ficava bem ao lado da cama. En cima da cômoda de madeira havia uma jarra que continha água e um copo. Se sentou na cama sentindo a dor de cabeça e a do corpo aumentarem, era como se estivessem lhe enviando facas e batendo com um martelo em sua cabeça, mas ignorrando essas sensações ergueu a jarra que em sua mão tremia mas ao se servir nenhuma gota caiu fora do copo, assim que terminou de beber a água depositou o copo na cômoda e quando ia se deitar novamente a porta se abriu revelando um homem de armadura que tinha o olhar cruel e postura confiante e uma mulher que tinha o olhar apreensivo.

O homem caminhou em sua direção o olhando com desprezo.

- Quem é você?  - o  homem de armadura perguntou com a voz firme.

O rapaz que estava sentado na cama de uma hora para outra se sentiu confuso, tentou se lembrar, mas não conseguia, parecia haver uma barreira que o impossibilitava de se lembrar, quanto mais se esforçava mais a barreira o impelida e mais sua cabeça doia. Afinal, quem era ele? Isso nem o rapaz conseguiria responder.

- Quem é você?  - O homem tornou a indagar, sua voz era calma, mas seus olhos demonstravam fúria.

O rapaz tentou novamente se lembrar, mas como da outra vez, o esforço não resultou em nada, apenas piorou a dor de cabeça.

- Eu...eu não me lembro - respondeu com a sem firmeza na voz.

- Senhor nã...

A voz da mulher foi interrompida pelo homem.

- Não brinque comigo garoto! QUEM VOCÊ É? - a homem dessa vez gritou, sua paiencia havia acabado.

O rapaz sentiu seu sangue subir e ferver em suas veias. Ele havia acabado de acordar, seu corpo inteiro doia, ele só queria descansar, nada mais.

- JÁ DISSE QUE NÃO ME LEMBRO! - dessa vez ele também gritou.

A mulher que havia chegado ao quarto junto ao homem agora estava com medo, sem que nenhum dos dois percebessem ela saiu do quarto em busca de guardas. Não era precisso ser muito inteligente para deduzir que aconteceria alguma ruim ali.

A mulher estava certa.

O que aconteceu em seguida foi demasiado rápido. O homem de armadura avançou sobre o rapaz, o soco em seu rosto seria certeiro se ele com um reflexo exageradamente rápido não tivesse o bloqueado, ele se levantou tão rápido que foi quase imposivel detectar o movimento, furioso o rapaz com um sorriso frio nos lábios apenas desferiu um golpe na face do guerreiro. Apenas um soco. Mas que foi capaz de lança-lo ao chão, o fazendo parar na parede do quarto e perder a conciência

A está altura a mulher já a via chegado com os guardas que se localizavam na porta do aposento. Todos assistiram a cena estáticos, com a boca aberta, mas incapazes de pronunciarem uma só palavra.

Depois desse dia ele começou a participar do exército do rei, depois de dois meses ele foi promovido à líder da Guarda Real, ficando conhecido como Guerreiro Negro por suas armaduras e capas em sua maioria negras.






   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...