História Guhaejwo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Army, Bts, Fanfic, Imagine, Kim Seokjin, Kpop
Exibições 5
Palavras 534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Crossover, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prologue


Fanfic / Fanfiction Guhaejwo - Capítulo 1 - Prologue

Ele estava fazendo aquilo. Ele estava fazendo aquilo mais uma vez e eu não aguentava mais. As pessoas ao redor nos observavam. Observavam o homem embriagado gritar com sua filhinha cuspindo palavras sem nexo.

Todo verão ele me trazia pra esse clube, ocupado por velhos  aposentados, tudo oque sabiam fazer na vida era beber e falar sobre a vida dos outros. Uma dúzia de crianças e adolescentes frustados ficavam na piscina, ou sentados em algum lugar se distraindo com seus celulares.

- Vocc-cê tem que fazer alguma coisa na sua vida - ele disse com a voz elevada e embolada – A vida foi feita pra beber, dançar, fum...

- CALA A BOCA – eu gritei interrompendo seu discurso ridículo

- Oque você disse?

- CALA A SUA BOCA, além de te deixar escroto a bebida te deixa surdo também?

- Me respeita, eu sou seu pai! – Ele levantou seu braço em minha direção e meu reflexo trabalhou rápido me fazendo segurar antes que acertasse em meu rosto

- Não acredito que ia me bater – Eu disse com lágrimas nos olhos

As pessoas nos observavam atentas e perplexas. Soltei seu braço e corri pra o lugar que eu costumava ficar em momentos tristes. Meus olhos estavam embaçados mas ainda assim eu consegui enxergar alguém sentado na beira do píer. Andei até lá e parei atrás dele. Não teria coragem de falar algo, muito menos sentar ao seu lado.

- Pode sentar aqui, eu não mordo – ele disse sorrindo e olhando pra mim – Porque está chorando?

- Ah, é... Eu não sei se isso seria interessante pra você – eu disse me sentando ao seu lado e olhando pros meus dedos

- Se não fosse eu não estaria te perguntando, certo?

- Certo... tudo bem, vou contar – eu disse dobrando minhas pernas e virando meu corpo em sua direção – Meu pai é um associado desse clube desde que eu tinha  10 anos, eu comecei a frequentar aqui com ele quando minha mãe morreu, 3 anos atrás.. – Disse e senti mais lágrimas descendo em meu rosto

- Me desculpe.. se quiser ir direto ao ponto, pode ir – ele disse me olhando preocupado

- Bom.. ele é aquele tipo de pessoa que não sabe beber, ele bebe bastante até ficar bêbado a ponto de me bater, como quase aconteceu hoje.. – Eu disse abaixando minha cabeça  e chorando mais do que deveria – Isso sempre acontece, eu estou muito cansada disso tudo, muito...

Sinto o garoto completamente estranho e fofo me abraçar, seu cheiro era bom.. cheirava a flores,  e seu abraço era apertado, capaz de me fazer esquecer todos os meus problemas e levar embora todas as dores que eu estava sentindo

- Meu nome é Kim Seokjin... Mas você pode me chamar de Jin, é bem melhor – ele disse se soltando do abraço e olhando pra mim 

- Obrigada, Jin.. Me chamo ___________ , e isso é realmente muito estranho... 

- Isso oque? 

- Eu estar aqui, conversando com uma pessoa que eu não conheço, e essa pessoa me abraçar, do nada... 

- Oque você sabe sobre a vida? - ele perguntou, interrompendo minha frase

- Como? 

- Pelo visto não sabe nada... Vem comigo, vou te tirar daqui 

 

[...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...