História Guided Forth Anew (Fanfic Larry Stylinson) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dissidia: Final Fantasy, Final Fantasy, Final Fantasy IV, One Direction
Personagens Bahamut, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ficção, Final Fantasy, Final Fantasy Iv, Harry, Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Liam, Liam Payne, Louis, Louis Tomlinson, Magia, Niall, Niall Horan, Niam, One Direction, Rpg, Sobrenatural, Zayn, Zayn Malik
Exibições 11
Palavras 1.814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Mount Ordeals


Descendo as pequenas escadas de madeira da Torre de Orações, Harry suspira pesadamente. Estava feliz de ter mais alguém para ajudá—lo em sua jornada, é claro, mas a coisa é que as duas garotas eram apenas crianças, o que fazia com que o homem tivesse que ser extremamente mais responsável. Quer dizer, nem todas as crianças eram iguais à Niall: independentes, que falavam por si só... E é por isso que ele sente que têm que estabelecer algumas regras, a fim de evitar mais problemas. Simplesmente não queria ser a babá de ninguém. Meio ignorante? Talvez.

— Ei, — Ele diz, interrompendo o monólogo que acontecia entre as duas — prestem atenção aqui, por favor.

— Oi? — Uma das garotas, Harry tinha quase certeza que o nome da mesma era Lauren, indaga.

— Só quero esclarecer algumas coisas.

— Tudo bem. — A outra menina, possivelmente Camila, faz um som de estalo com suas bochechas, encarando o homem a sua frente de modo entediado.

— Por favor... — Harry divaga.— Me prometam que vão ser sensatas. Quando eu disser para vocês correrem, é para fugir. Nada de se arriscar nem nada do tipo.

— Mas...

— Nada de "mas".

— Harry. Esse é o seu nome, não é? — A outra garota de olhos pretos profere, com a voz firme.— Nós não temos cinco anos de idade, o.k.? Conseguimos aguentar um ataque ou dois... O Ancião não pediria para acompanharmos você se ele não confiasse na gente.— Ela completa, rolando os olhos ao pronunciar o final da frase.

O homem de olhos verdes encara o rosto das duas, perplexo. Não imaginava que elas fossem tão corajosas e decididas.

— Tudo bem, então. — Ele concluí, abrindo um pequeno sorriso.— Só tomem cuidado.

Após passarem mais algum tempo papeando, o grupo finalmente resolve dar uma passada na feira da Cidade, a fim de se preparar para subir no Monte. Segundo as instruções do Ancião, o caminho não seria nada fácil de ser traçado, então era melhor que eles estocassem poções e asas de fênix. Depois, tudo que resta é começar a treinar ao redor dos bosques, bem além dos limites de Mysidia.

Enquanto seguem para o Leste, pequenos magos e algumas aves gigantes os atacam, porém o grupo é rápido em derrotar todas as bestas. A Espada de Harry faz com que o Cavaleiro consiga dar ataques críticos e que traziam morte instantânea, tornando todo o processo mais fácil. É realmente algo pertencente a escuridão, ele pensa, sem saber se deveria sentir admiração ou medo pela espada.

Os feitiços de Camila e Lauren são incrivelmente fortes quando juntos, e, nossa, Harry estava se arrependendo por ter duvidado das mesmas: obviamente conseguiriam chutar sua bunda de olhos vendados, com as mãos amarradas e tudo o mais.

Depois de acharem que já haviam se fortalecido o suficiente, decidem pegar um Chocobo Amarelo para por fim ir começar a escalar o temido Monte Ordeals.

Por mais que Mysidia ficasse perto de uma floresta onde residiam Chocobos, aquela ainda é a primeira vez em que Camila e Lauren sobem em uma ave do tipo, o que faz com que a primeira garota fique com os olhos fechados por toda a viagem.

E, é claro, segurando firme na cintura da garota a sua frente. 

Por um segundo, Harry podia ter jurado que vira os olhos castanhos escuros da garota brilharem por conta do gesto realizado pela amiga, mas pensa ter sido somente fruto de sua imaginação, então deixa para lá.

Logo na entrada, os três encontram uma parede de fogo bloqueando a passagem. Harry instantaneamente se lembra de Niall e de como ele finalmente havia vencido os seus medos, mas os pensamentos são rápidos a serem sacudidos de sua cabeça, uma vez que Lauren, a Maga de magia negra do grupo, imediatamente lança um feitiço de gelo para liberar a passagem, sem nenhuma hesitação.

A subida é horrivelmente longa. O local é mórbido e escuro, tornando tudo bem assustador e horripilante. Plantas rasteiras mal irrigadas cobrem o chão, fazendo com que Camila vez ou outra tropece nas mesmas, se desequilibrando e quase caindo de cara no chão. O grupo encontra com vários zumbis durante o caminho, logo usando feitiços de cura e poções, sabendo que o ato os mataria instantaneamente. Combinados com os feitiços de fogo de Lauren, o caminho é rapidamente limpo. Era um fato dizer que as duas crianças eram verdadeiros prodígios de Mysidia.

Quase no que eles acham que seja um dos últimos andares do Monte, encontram uma pessoa parada de costas para uma das várias rampas presentes.

— Elizabeth! — Harry exclama, reconhecendo a mulher por conta de suas roupas.

— Harry? — A mulher indaga, logo reconhecendo o amigo. — Você também veio atrás de Meteor?

— Nossa, — Camila comenta, avaliando os traços da mulher. — você me lembra outra velha maga muito famosa...

— Camila! — A outra garota de cabelos negros berra. — Você não pode falar assim com os mais velhos!

— É um verdadeiro prazer te conhecer, Senhora Elizabeth. — Lauren continua, com a voz gentil e tudo o mais. —Viemos aqui por ordens do Ancião de Mysidia.

— Para tomar conta d—

Lauren praticamente pula em cima de Camila, tapando sua boca e consequentemente a impedindo de terminar a frase.

— Como eu estava dizendo, viemos aqui para guiar Harry até o topo da montanha. — Lauren olha com um olhar mortal para Camila. — Me chamo Lauren.

—E eu sou a Camila!— A outra garota dá um pulo, animada.

— Crianças de Mysidia, que gracinhas. — Elizabeth comenta, abrindo um sorriso dócil e acolhedor. — Mas... onde estão Niall e Cara?

Harry abaixa a cabeça, murmurando:

— Fomos atacados por Leviathan na viagem de volta para Baron.

— Então os dois morreram?! — Elizabeth coloca a mão sobre a boca. Sim, ela não era muito fã de Cara no começo de toda a história, mas acabara por criar um pouco de compaixão pela mulher assim que soube do amor de sua filha pela mesma.

— Temo em lhe afirmar que sim. — O homem de olhos verdes confirma, tentando ser breve sobre os acontecimentos. — E o Louis... ele está nas mãos de Golbez.

— Aquele deve ser o namorado dele! — Camila diz numa tentativa falha de sussurrar.

—Fica quieta! — Lauren sussurra — ou grita — de volta.

— Ei, você não estava planejando ir atrás de Golbez? — Harry de repente comenta, se lembrando da última vez em que eles haviam se visto.

— Sim, ainda estou, mas a minha magia não é páreo para ele. — A mulher explica. — Por isso vim aqui: estou procurando por Meteor. E você?

— Quero me redimir por meus pecados, e trocar a minha espada da escuridão por uma feita de luz.

— Quem é Golbez, afinal? —Camila sussurra de novo.

—Você realmente não sabe de nada, né? — Lauren sacode a cabeça em pura decepção. Como alguém podia ser tão desligada? Camila, Camila, Camila... tão bonita, mas às vezes tão otária.

— Então vamos lutar juntos. — Elizabeth conclui.

X

Com a ajuda de Elizabeth, terminar de subir o Monte é ainda mais fácil. Poderiam se passar dias, meses e anos, mas a magia da mulher definitivamente não iria se enfraquecer.

Já no topo da grande montanha, os quatro começam a ouvir barulhos um tanto estranhos. Quase como... sussurros vindos do inferno?

— Hiss...

— Camila! — Lauren se vira para a garota ao seu lado. — Pare de fazer barulhos estranhos. Não tem graça nenhuma.

— Mas eu não estou fazendo nada! — Camila cruza os braços, fazendo um pequeno bico com seus lábios.

Depois de mais algum tempo caminhando, o grupo finalmente acha um lugar tranquilo o bastante para recarregar as energias, logo montando uma pequena barraca e se preparando para uma boa noite de sono.

No dia seguinte, eles continuam a procurar pelo o que buscavam — mesmo que não soubessem o que seria essa coisa. Afinal, o Ancião havia dito a Harry que o destino o esperava na montanha... então era só questão de acha—lo, certo?

Talvez houvesse algum pedestal por ali...

— Hiss, hiss.

— De novo, Camila? — Lauren indaga, emburrada. Nossa, como ela odiava esse tipo de brincadeiras!

—Uma presença maligna está se aproximando de nós. — Elizabeth aponta. Era algo que ela podia sentir no ar: não era tateável, mas ainda assim a atormentava profundamente.

— Quem está aí? — Harry vocifera para o outro lado da ponte feita de uma madeira antiga.

O ambiente de repente fica vermelho, e um silêncio total se instala no local — até mesmo os urubus param de gorjear. A montanha já era bastante assustadora, e agora, com a ausência de som...

Uma figura vestida em uma capa amarela surge no ar, se aproximando do grupo. Seu rosto estava escondido pela parte superior da capa, sua voz era fria quando proferiu:

— Eu sou a criatura que irá levar vocês para além do véu!

— Me chamo Oli... mas podem me chamar de Scarmiglione — o demônio da Terra e o primeiro do Círculo dos Quatro de Golbez! — Ele exclama, com a sua voz profunda ressonando pelo monte, orgulhoso de seu título. — Meus filhos famintos desejam devorar a sua carne!

O grupo é imediatamente atacado por Scarmiglione e por quatro zumbis, surgidos sabe—se lá de onde.

Sem tempo para sequer pensar, Camila e Lauren imediatamente se juntam para combinar os seus poderes, lançando um golpe forte que mata os quatro zumbis na hora. Depois, Harry e Elizabeth terminam o que as garotas começaram, com o resto do grupo desferindo um golpe rápido com a espada e lançando um feitiço de fogo, respectivamente. Scarmiglione é rápido a ser derrotado, desaparecendo como poeira.

— Nossa. — Elizabeth comenta. — Isso foi meio rápido, não?

— Muito estranho.

O grupo resolve deixar para lá, logo continuando a atravessar a ponte. Quando terminam de o fazer, o ambiente fica vermelho outra vez, e a voz mortífera de Scarmiglione volta a ressonar.

— Impressionante... hiss... mas a minha verdadeira força se encontra na morte!

O demônio reaparece por trás do grupo, começando outra batalha, dessa vez incrivelmente mais difícil. A coisa era que Scarmiglione em sua verdadeira forma era bem diferente da original: quatro chifres saiam de seu corpo, dois pequenos em cima e dois maiores embaixo. Suas feições lembravam uma barata gigante, com a cor marrom—preta de seu corpo ajudando a fortalecer a afirmação.

— Aqueles que virem esse rosto devem morrer! — Ele profere, lançando um feitiço que deixa parte do grupo mudo. Por sorte, Elizabeth conhecia uma magia que reverteria o efeito, logo proferindo a palavra Esuna*.

O grupo imediatamente começa a jogar poções e lançar feitiços de cura em Oli, sabendo que aquilo o mataria por ser uma criatura pertencente a morte, assim como o resto dos zumbis. Depois de algum tempo usando a mesma estratégia, o inimigo cai, por mais que estivesse mais forte do que na primeira vez que lutara.

— Não... — A criatura sussurra com dor. — Eu não vou ser derrotado por vocês.

— É mesmo? — Camila indaga irônica, aproveitando a fraqueza do monstro e o empurrando monte abaixo com a ajuda de Lauren.

— Adeus, babaca. — Lauren profere enquanto observa o corpo cair mais e mais no vale.

 


Notas Finais


Glossário do capítulo:

Esuna: Também conhecido como Heal, Remedy, e Clear, é um feitiço recorrente na série Final Fantasy. Quando lançado em um personagem, ele irá remover efeitos de status mais anormais. De modo geral, pode apagar doenças comuns como Poison ou Blind, que também podem ser removidos por outras magias como Poisona e Blindna, bem como doenças de estado menos comuns que não necessariamente têm o seu próprio feitiço de remoção. Em alguns títulos, Esuna têm um upgrade chamado Esunaga.

Fonte: Final Fantasy Wikia.

Não. Acredito. Que. Fiz. O. Cara. Morrer. Empurrado.

Obrigada à menina Renata por ter me ajudado a escolher quem seria o Scarmiglione rsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...