História Guilty (Culpado) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jimin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Suga, V, Xiumin
Tags Guilty
Visualizações 26
Palavras 1.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁAAAAAA
TURU BOM GALERIS
MAIS UM EP
BJO
BOA LEITURA!

Capítulo 15 - Stay


Fanfic / Fanfiction Guilty (Culpado) - Capítulo 15 - Stay

Acabamos entrando. Olhei ao redor e havia muitas pessoas ali. De todos os tipos e estilos possíveis. A menina parecia ter muitos amigos, eu não duvidaria disso. Os meninos estavam comigo, pelo menos não me sentia perdida. Cumprimentamos algumas pessoas de nossa sala, e fomos para a ala de bebidas. Baek não poderia beber, pois iria dirigir de volta. Chanyeol quis um coquetel de melancia, Xiumin queria batidinha de limão, Taehyung acabara por pegar um simples uísque. Chegou a minha vez , estava pronta para pedir um coquetel quando Taehyung me interrompe:

- Moon, não, você não vai beber. Lembra da última vez? – Fico meio emburrada, pois queria um coquetel, porém, sou fraca pra bebida. –

- Que... última vez? – Baek e os outros nos olham confusos. Só então percebo a burrada de Taehyung. Piso no pé de Tae disfarçadamente. –

- AI! – Tae fala alto com a dor e percebe que acabou de foder com tudo. –

- É... Ela me disse que da ultima vez que bebeu em uma festa começou a cantar alto e fazer coisas engraçadas. – Taehyung fala tentando disfarçar. –

- É, é verdade. – Digo complementando Taehyung. –

- Então nada de beber mocinha! – Xiumin fala. –

- Aish, tá bom. Me traz um refrigerante, por favor. – Digo ao atendente que por sua vez faz o mesmo, me pegando um refrigerante. –

- Pessoal vamos ao 2º andar! – Chanyeol diz e todos concordaram. –

Subimos as escadas já ouvindo o barulho de música alta, e vendo as luzes coloridas e as máquinas de fumaça. Chegando lá havia uma plana pista com muita gente, algumas mesas e sofás mais pro fundo, e mais uma bancada de bebidas, e bem lá trás alguns quartos e banheiros. Enquanto lá embaixo ficava apenas vários puffs e uma telona com música. Era simplesmente enorme.

Fomos para a pista dançar e se divertir um pouco. Os meninos já estavam bem alegrinhos. Estava com sede e decidi pegar uma água no balcão. Caminhando pra longe escutei um grupo de garotas conversando:

“ Vocês ficaram sabendo? Ahn Hee Young quer ficar com o gato do Kim Taehyung!”

“ Os dois combinam muito! Ambos são lindos!”

Sinto um ciúme crescer, mas continuei a andar. Cheguei ao balcão e tinha um menino na minha frente. Ele estava mexendo no celular. O atendente entrega o pedido do moço que era um suco, porém ele não havia visto. Eu apenas o chamo.

- Hum, moço, seu suco. – Eu digo o cutucando levemente. Ele se vira pra mim com um sorriso no rosto. –

- Moon? – O menino diz sorrindo, esse menino era Jungkook. –

- Kookie! – Eu digo sorrindo surpresa e o abraço, ele me abraça de volta rindo da coincidência. –

- Que bom te ver! Uau, você está linda! – Ele diz feliz. –

- Sim, muito bom te encontrar de novo hoje! Você está lindo também! – Eu sorrio de volta. – Mas e ai, como conhece Ahn Hee Young? – Pergunto. –

- Ah sim, bom, eu sou amigo do irmão dela.

- Ah entendi. – Olho ao redor, Chany, Xiumin e Baek estavam conversando com um grupo de garotos. Quando vejo Taehyung e... Hee Young. Engulo seco de ciúmes, mas eles estão apenas conversando, o que...

Nesse momento, eles se beijam no meio da pista de dança. A plateia vibra em comemoração. Eu não estava conseguindo acreditar no que estava vendo. Como ele pode fazer isso comigo? Recebo uma mensagem na mesma hora.

“ Taehyung é mais esperto do que pensei. Ele estava te usando esse tempo todo, uau isso é admirável! Eu nem precisei tirá-lo de você, ele já fez o serviço!

- K”

Tremo e começo a lacrimejar. Estava com raiva, com medo, frustrada, tudo o que eu queria era chorar.

- Moon, o que foi? Está tudo bem? Ei, por que está chorando? – Jungkook olhava pra mim com suas mãos sobre meu rosto enxugando minhas lágrimas. –

- Jungkook, vamos embora. Por favor. Eu quero sair daqui. – Eu dizia trémula com voz de choro. –

- Vamos pra minha casa. Vem. – Jungkook pega minha mão e me guia a caminho da saída.

Pude ouvir Baek, Chanyeol e Xiumin chamarem o meu nome, enquanto saia dali com Jungkook. Eles provavelmente não sabem o meu motivo pra sair daqui.

Saímos da festa, Jungkook me guia até sua moto.

- Aqui, coloca isso. – Ele diz me dando um de seus capacetes que estava pendurado na moto. Faço como ele pede. –

Visto o capacete e monto na moto junto com Jungkook, ainda em lágrimas.

- Pode se segurar em mim. – Jungkook disse pra mim e eu assim o fiz. –

Coloco minhas mãos envolta dele me segurando. Ele dá a partida pra moto e saímos de lá.

Com a brisa do vento em meu rosto senti uma coisa que não sentia a muito tempo, liberdade. Respiro o ar puro tentando me esquecer sobre o que tinha acabado de acontecer.

Demorou um pouco e chegamos em um prédio muito bonito. Jungkook para a moto dizendo:

- Chegamos. – Ele desce, e me ajuda a descer. Eu não sabia como tirar o capacete, e ele percebe. –

- Vem cá, eu te ajudo. – Ele me puxa com delicadeza e ficamos perto um do outro. Olho sua carinha atenciosa tirando as travas do capacete. Ele tinha uma atmosfera apaixonante. Jungkook me percebe o olhando e me olha de volta. Eu olho pra cima desviando o olhar envergonhada. Ele ri e solta meu capacete. –

- O-obrigada. – Digo envergonhada. – Você mora em algum desses apartamentos?  – Falo apontando pra eles. -

- Sim, moro logo ali. - Ele aponta para o 2º andar. - Vem vamos entrar. – Ele pega delicadamente na minha mão e eu o sigo. –

Entramos no prédio, e era lindo. Subimos um pouquinho de escadas (já que seu apartamento era no 2º andar;) e logo chegamos ao seu andar. Jungkook vai até uma porta com o número 12. Ele pega um cartão de seu bolso e coloca na porta a abrindo. Ele abre porta, o ambiente era muito bonito, e bem espaçoso para um apartamento, até que e diz:

- Bem vinda Moon, sinta-se em casa. – Ele diz sorrindo tirando seus sapatos e colocando suas chaves e capacetes em cima de uma mesa, ao lado da porta. Ele tira sua jaqueta de couro e coloca atrás da porta. –

- Obrigada... com licença... – Eu tiro meus sapatos e entro timidamente. –

Havia um sofá bem grande preto. Logo ao lado a cozinha com móveis novos e elegantes. Mais ao fundo podia- se ver um quarto, um banheiro e uma lavanderia.

- Moon, sente –se. – Ele diz apontando pro sofá e eu sento. – Quer algo pra beber? – Eu balanço a cabeça negativamente. –

- Não, mas obrigada. – Digo um pouco triste e confusa. Com mil pensamentos em minha cabeça. –

- Oh, tudo bem então. – Ele se aproxima de mim se ajoelhando na minha frente. – Agora, me conte, por que começou a chorar na festa? O que aconteceu? – Ele pergunta preocupado. As palavras não saíam, eu não conseguia dizer nada. Até que começo a lacrimejar novamente. –

- Ei, era por causa daquele cara? Que estava beijando uma outra garota? – Meus olhos se arregalam para Jungkook, eu não achei que ele tivesse visto. – Você... sente algo por ele? – Eu apenas balanço minha cabeça afirmamente com lágrimas caindo sobre meu rosto. Jungkook me abraça e começo a realmente chorar pra valer.  –

- Ele é um idiota. Você é incrível, não fique assim por um babaca igual a ele. – Jungkook acaricia minha cabeça. Seu abraço era confortante. Seu cheiro era tão bom. Eu abraço de volta. Ficamos um tempo assim até que eu paro de chorar. –

- Muito o-obrigada, Kookie. – Eu digo calmamente e ele sorri. –

- Estarei aqui, pro que você precisar. – Jungkook era muito fofo comigo. Tudo o que eu estava precisando era de um abraço. –

.

.

Começou uma forte tempestade lá fora. Jungkook se levantou pra olhar a janela.

- Aish, está horrível lá fora. Está perigoso lá fora. – Jungkook dizia olhando pra janela. – Moon, se importaria em ficar aqui hoje? – Apesar de Jungkook ser um garoto, eu não o via como alguém que faria coisas ruins comigo. E acho que eu sei me defender. –

- Não, eu fico com você. – Eu disse dando um sorriso. –

- Ok. – Ele sorri de volta. – Está tarde, vou tomar um banho, depois quer tomar um? – Kookie pergunta. –

- Sim, por favor. – O respondi. –

Jungkook vai até a lavanderia e pega uma toalha limpa. E me entrega uma camiseta enorme com uma calça dele.

- Espero que não se importe, só tenho roupas masculinas. – Eu respondi que não havia problema. –

Kookie foi tomar banho primeiro e eu o esperei. Ele saiu e era minha vez. Entrei em seu banheiro, bem organizado e tomei um banho e colocando suas roupas. Suas roupas tinham seu cheiro, e eram bem larguinhas. Sai do banho e vou até Jungkook.

- Pronto? – Ele pergunta. –

- Sim.

- Venha conhecer meu quarto. – Ele me guia até seu quarto. Seu quarto era muito bonito e com uma enorme cama. Havia uma escrivaninha com seu computador e outros objetos, junto com seu guarda roupa. –

- Que lindo. – Eu disse e Jungkook sorri. –

- Obrigado. – Bom, eu vou dormir no sofá. – Eu não queria dormir sozinha. Sempre tenho pesadelos. E estava com medo, pois só sou acostumada a dormir em meu quarto. Kookie sai pra ir ao sofá, e eu o puxo. –

- Não vá, por favor. – Kookie me olha surpreso. – Fica comigo Jungkook.

 

Continua...

 

 


Notas Finais


Continuo? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...