História Guilty (Culpado) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jimin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Suga, V, Xiumin
Tags Guilty
Visualizações 29
Palavras 1.809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI MEUS AMÔ
CAP NOVO
BOA LEITURA!

Capítulo 16 - Don't Go


Fanfic / Fanfiction Guilty (Culpado) - Capítulo 16 - Don't Go

Falei olhando Jungkook, ele parecia estar surpreso sobre meu pedido.

- É que... Eu tenho medo de dormir sozinha... Não entenda errado.  – Eu disse meio sem graça tentando contornar a situação.

- Você tem sorte de tem um amigo tão atencioso assim. – Jungkook riu piscando seu olhinho. –

Jungkook arrumou a cama, ele iria dormir comigo na mesma, porém sem ser muito grudados, já que a cama era bem espaçosa. Ele me pergunta se eu iria amanhã á escola, respondo que sim. Ele me diz que me levara em casa e me levara de carona pra escola. Eu concordo com o seu favor. Acabamos de arrumar a cama e estávamos prontos para dormir. Jungkook se senta na cama em uma ponta e eu na outra.

- Jungkook? – O chamo. –

- Sim? – Kookie responde calmamente. –

- Saiba que se tentar algo, eu te mato. – Falo deitando na cama, cobrindo minha cara com o cobertor. Kookie por sua vez se deita também.

- Sim senhora. – Kookie diz enquanto se deita também. –

Eu não estava conseguindo dormir direito e viro para o outro lado, consequente dou de cara com Jungkook, que dormia como um bebê, profundamente. Ele era muito fofo dormindo. Nossos rostos estavam bem próximos, podia sentir sua respiração contra a minha. Passo levemente minha mão em seu rosto.

- Obrigada. – Sussurro enquanto observo sua carinha angelical. Jungkook realmente salvou minha pele hoje, devo muito a ele. Ele é realmente um cara legal. Percebo Jungkook abrir os olhos.

- Não consegue dormir? – Jungkook sussurra, eu apenas balanço negativamente minha cabeça. –

- Não. – Ele concorda com a minha resposta. –

Estava um pouco nervosa, nunca dormi com um garoto antes. Mesmo que não fosse com más intenções. Olhei aos olhos de Jungkook que observavam os meus.

- Eu... Quero que me prometa uma coisa. – Sussurrei. –

- Pode falar. – Jungkook sussurra de volta. –

- Que você não se afastara de mim. Que não desaparecera, pois, todas as pessoas que gosto, aparentemente fazem isso. – Eu digo um pouco triste. Jungkook por sua vez coloca sua mão e minha cabeça. –

- Eu prometo. – Jungkook diz sorrindo e eu sorrio de volta. Ele era tão doce comigo. –

- Tenho outra coisa pra dizer... – Sussurrei de volta. Dou um leve beijinho em sua bochecha. – Obrigada... – Digo envergonhada. Ele por sua vez sorri e se vira de trás. –

- Ué, Jungkook, por que se virou? – Eu disse confusa. –

- Você não vai querer saber. Boa noite. – Jungkook responde e eu rio, imaginando o que seria. –

- Boa noite. – Respondo.

Viro-me lentamente e adormeço.

                                             [...]

Dia Seguinte...

Kookie acorda me chacoalhando.

- Mooon, acorda tem que ir pra escola. – Abro os olhos e os cabelos de Jungkook estavam todos em pé. –

- Bom dia pra você também. – Eu digo e Jungkook sorri levemente. –

- Escove os dentes com a escova nova que eu te dei ontem e coloque o seu vestido de ontem, assim podemos passar na sua escola e se troca lá. – Diz Jungkook se levantando e eu me levanto também. –

- Ok ok. – Eu digo um pouco sonolenta. – Que horas são? –

- 05h15min. – Jungkook diz olhando em seu relógio. –

- Aish, que cedo. – Sim eu sou muito preguiçosa de manhã. –

Levantei-me e esperei Jungkook sair do banho. Ele saiu e eu tomei. Depois de uns minutos coloquei meu mesmo vestido de ontem e sai pra vê-lo. Ele já estava pronto me esperando com uma mesa de café da manhã.

- Uau, você cozinha Jeon Jungkook? Que cara eficaz!  – Digo de forma engraçadinha e Jungkook ri. –

- Você não faz ideia haha. – Jungkook diz e eu rio. –

Comemos nosso café da manhã e estávamos prontos para passar na minha casa.

- Vamos? – Jungkook diz e eu concordo. Saímos de sua casa rapidamente. –

Depois de descer algumas escadinhas e sair do apartamento fomos até sua moto. Montamos nela e fui guiando Jungkook até minha casa. Felizmente não era tão longe. Em alguns minutos chegamos a minha casa. Jungkook para sua moto e descemos da mesma.

- Aqui, chegamos. – Digo apontando para minha linda e amada casinha. Jungkook parecia surpreso ao ver o quão bonita era a minha casa. –

Peguei minhas chaves com Jungkook ao meu lado e abri a porta. Jungkook pede licença para entrar.

- Jungkook, lar.

Lar, Jungkook.  Fique a vontade. – Eu disse e ele agradece de forma fofa. –

- Sente-se Kookie, vou só colocar meu uniforme. – Digo apontando ao meu sofá bem grande. –

- Okay. – Jungkook se senta no mesmo e eu subo as escadas para me trocar.

.

.

Subo as escadas e abro a porta de meu quarto. Vou direto ao meu guarda roupa e procuro meu típico uniforme. Começo a me trocar e quando me dou conta já havia acabado.

Desço e Jungkook parecia distraído me esperando.

- Vamos, Kookie? – Eu pergunto para Kookie, que se encontrava sentado no sofá me esperando calmamente. Ele se levanta num instante. –

- Claro. – Ele completa. –

Saímos e tranquei a casa. Felizmente meus pais ainda estavam nessa viagem. Poderia fazer o que bem entendesse na casa. Vou com Jungkook até a moto, e de lá saímos.

Como minha casa não era longe de minha escola chegamos lá rapidamente. Descemos da moto e tiramos nossos capacetes. Olho a Jungkook, que me olha de volta com um sorriso. Percebo olhares de várias pessoas sobre Jungkook. A atenção se voltava contra ele.

- Então, quando poderei te ver novamente? – Jungkook diz. Eu coro levemente. –

- Eu te ligo. Não vai se livrar de mim tão facilmente. Relaxa. – Jungkook ri, me fazendo rir de volta. –

- Eu digo o mesmo, mocinha. – Jungkook complementa bagunçando meu cabelo. –

- Kookie, Obrigada mesmo. Vou indo então. – Vou para perto dele e o abraço. Ele corresponde. –

- Quando precisar, já sabe. – Jungkook diz sorrindo levemente. Acabamos o abraço. –

- Sei sim. Digo o mesmo se precisar de mim. – Digo. –

- Vá, vou esperar você entrar. – Jungkook disse. –

- Ok. – Eu disse me afastando lentamente e dando tchau, virando assim minhas costas perdendo a visão dele. –

Vou caminhando, feliz por ter conhecido um amigo tão bom quando ele. Porém triste, por ter perdido alguém que estava começando a me apaixonar... Kim Taehyung.

Caminhando levemente percebo uma silhueta se aproximar. Ah não, eu não acredito que depois de ter feito tudo o que fez ontem ele tem a coragem de se aproximar. Taehyung se aproxima de mim.

- Moooon! – Ele diz segurando minha mão. O que? Ele está louco? Por que está agindo como se nada tivesse acontecido? Solto minha mão imediatamente, com muita raiva. Percebo Taehyung com uma cara confusa. –

- Você não tem vergonha? – Falo furiosa. Taehyung permanecia como se não soubesse do que eu estava falando. –

- O que? Do que está falando? – Taehyung diz por sua vez. –

- Como assim “Do que está falando?”, Tae, como pode fazer isso comigo? Na minha frente? Sério? – Ele continuava com cara de paisagem. –

- Anjo... Eu não sei do que está falando. De verdade. – Aish, aquilo estava me deixando furiosa. –

- Pense um pouco na merda que você fez. Você é ridículo. Enfiar a sua língua na boca da Hee Young não te dá arrependimento não é? – Eu digo intrigada. Ele arregala os olhos com uma expressão confusa. –

- C-como assim? Eu só lembro de ter te beijado. Moon, eu nem gosto dela, eu gosto de você. Você sabe disso. - Taehyung insistia em suas palavras. Aquilo estava me deixando com muita raiva. –

- Vá se foder. – Digo fria. No mesmo momento em que estávamos discutindo Jungkook chega até nós. –

- Moon, você tá bem? – Jungkook parecia preocupado. Fiquei surpresa que ele não havia ido embora. –

- Quem é esse ai? – Taehyung apontava pra Jungkook com olhar de desprezo. – Moon, quem é ele?

- Não te interessa. Eu só quero que me deixe em paz. – Eu disse, Taehyung parecia estar com raiva e com muito ciúme. –

- Você... Está com esse merdinha? Você é louco? Ela está saindo comigo! – Taehyung diz com um tom elevado em sua voz. –

- NÃO FALE ASSIM DO JUNGKOOK SEU IDIOTA. – Eu grito. –

- Moon, deixa, não me importo com isso. – Jungkook disse com a mão em meus ombros tentando me acalmar. –

- Tira a mão dela. – Taehyung disse com raiva. –

- CHEGA! Jungkook, eu não quero ir pra escola hoje, vem! – Puxei Jungkook pelo braço me afastando de Tae. Enquanto caminho...

- Você... Você está inventando essas coisas como desculpa porque me traiu não é? Sua vagabun... – Taehyung disse, nesse mesmo momento os olhos de Jungkook se arregalaram com raiva. Jungkook solta a minha mão e vai pra cima de Taehyung, dando um soco no rosto do mesmo. Taehyung cai e eles começam a se socar. Taehyung dá um soco em Jungkook. –

- JUNGKOOK! – Eu grito em espanto tentando puxa-lo de cima de Taehyung. Ambos feridos. De longe enquanto tentava separa-los vejo Xiumin chegando. Ele corre até nós quando vê a briga.

- EI TAEHYUNG, PARA! – Xiumin dizia enquanto o tirava de perto de Jungkook, e eu enquanto tirava Jungkook de perto do Taehyung. –

Conseguimos separar a briga.

- Oppa! – Eu dizia com a voz um pouco trémula. –

- Moon, vá, cuide de seu amigo. Eu cuido desse aqui. – Xiumin dizia enquanto segurava Taehyung, que estava todo machucado, assim como Jungkook.

Minha casa era perto, então decidi levar Jungkook pra lá, ele não estava bem. O apoiei em meus braços. Jungkook não dizia uma palavra.

- Se apoie em mim. – Eu disse e ele obedeceu sem questionar nada.

Fomos andando devagar até minha casa. Chegamos até ela depois de ‘caminhar’ um pouco. Abro a porta com JK ainda apoiado em meus ombros. Abro a mesma, coloco Jungkook em meu sofá levemente.

- Fica aqui, vou pegar um kit de primeiros socorros. – Fui me direcionando a um armário que havia na cozinha, com esse kit. –

Peguei o kit e fui até Jungkook. Que estava sentado no sofá como um zumbi, com a cara inchada e sangrando. Ajoelho-me no chão, a sua frente para cuidar de seus ferimentos. Pego alguns algodões com soro fisiológico, limpando o sangue que escorria.

Jungkook olhava pra mim sem dizer uma palavra, cabisbaixo. Ele estava todo machucado, por minha causa. Não consigo conter minhas lágrimas o vendo daquele jeito, e pensando sobre tudo que aconteceu.

- Kookie, eu sinto muito. Não era pra acabar assim. – Falo chorando segurando-o o máximo que posso. Mas estava falhando miseravelmente.

Jungkook me olha, e me da um sorriso com a boca fechada limpando minhas lágrimas. O mesmo se aproxima seu rosto do meu.

- Eu nunca quis apanhar por ninguém na minha vida, até te conhecer... – Ele diz fazendo força ao falar. Meu coração acelera com suas palavras. Nós nos aproximamos cada vez mais nossos rostos. Jungkook e eu acabamos nos beijando. Ele se entrega ao beijo, assim como eu, comovida pela emoção, comovida por meus sentimentos, comovida por ele...

'Jeon Jungkook'

 

CONTINUA...


Notas Finais


ETA PREULA :O sz
Continuo? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...