História H18:03min - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Yaoi, Yoonmin
Exibições 57
Palavras 3.951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GEEEEEEEEEEEEEEEEENTEEEEE FOCA AQUI FOCAAAAAAAAAAAAAA
SO AQUIIIIIII ANTES DE LEREM PFV MDS

sei que vcs estão putas comigo, e vcs tem razão ;u;, mas eu não pude postar esses dias por conta das provas e trabalhos que tinha que entregar, e TO DE FERIAS POAR
vai dar pra postar muitos cap :3
bom era isso, prometo atualizar assim que puder meus brotinhos lindos <3 beijão e boa leitura

Capítulo 6 - O Rosto De Min Yoongi


Fanfic / Fanfiction H18:03min - Capítulo 6 - O Rosto De Min Yoongi

''- Hahahaha! Esse pirralho é apertadinho'' 

''- Olha a cara de choro dele! Hahahaha'' 

''- Oque foi? não esta gostando? - As mãos sujas e imundas deles passava pelo meu corpo abusado, com as mãos presas e a boca com um pano pra que eu não pudesse gritar, mas a dor era insuportável. Eles puxavam meu cabelo, me batiam no rosto, me fazia de lixo, e era oque eu realmente sentia, um lixo, um lixo por ter sido tão ingênuo''

''- Aah~ Isso é ótimo, melhor que as prostituta da esquina - Ele prendia minha cintura, me fazendo chocar contra ele, e com a dor eu gemia e chorava, chorava desesperadamente, gritava por minha mãe, meu pai, pedia por socorro mesmo que não tivesse sucesso, lagrimas caiam e caiam cada vez mais, molhando o chão.''

''Foi quando senti um cano frio e fino na minha nuca e um tiro'' 

 

Acordei gritando no meio da noite, suando frio, e percebi que estava chorando

- Jimin! - Jin entrou no quarto junto com o Nanjoom - Jimin! o que foi? esta tudo bem? - Ele vinha desesperado pra perto de mim - Esta suando... Nanjoom pegue uma toalha no banheiro - O moreno fazia o que o mais velho lhe pedia - Outro pesadelo? - Assenti com a cabeça, secando o rosto com as costas das mãos, quando percebi que estava tremendo, havia se passado um mês depois que eu e Yoongi tivemos nossa primeira aula, e depois disso estamos estudando na segunda, quarta e sexta...Mas depois disso... Tenho pesadelos, de....Bom, você já deve ter percebido que tipo de pesadelo eu ando tendo 

- J-Jin-Hy-hyung....E-Eu n-não q-quero mais.... - Ele me abraçava e segurei sua camisa com as mãos com força, amassando sua camisa

- Shh....Respire fundo.... - Respirei ainda soluçando, me acalmando, e senti Nanjoom secando meu rosto com a toalha - Venha, vamos tomar um pouco de água na cozinha pra se acalmar enquanto o Nanjoom  troca o lençol da cama - Ele me ajudava a levantar e ia comigo ate a cozinha, ligando a luz e me deparando com o relógio que estava em cima da mesa marcando H03:18min, ele me colocava sentado na cadeira enquanto pegava um copo com água e açúcar - Tome e me conte, você esta tendo muitos pesadelos...Mas nunca me contou

- ... - Fitei o copo que estava na minha frente, ainda tremendo

- Tudo bem se não quiser, tudo tem seu tempo - Ele sorri pra mim e respira - Melhor ir descansar 

- Quando tinha 8 anos...Estava na escolinha, acho que na 3 ª serie, eu era...digamos um excluído, não tinha amigos e não conversava - Jin que ia se levantar acabou cedendo e se sentando de novo - E... Por isso uns meninos mexiam comigo, um deles devia ter uns 12 anos...ou 13, eles me xingavam, e me batiam - Ri sem humor, lembrando dos motivos idiotas que era perseguido - O mundo já cria pessoas que fazem o mal desde pequenos. Quando estava sendo incomodado por esses meninos um garotinho, fraquinho, magrinho comparado a mim, que era um pouco mais cheio, ele tentou me proteger, apesar de ter levado a surra no meu lugar, mas, ele me protegeu, e eu gostei disso, ninguém na minha escola faria isso por mim. Depois disso ficamos amigos, fizemos as tarefas juntos, brincamos juntos, eramos inseparaveis, mas...Eu revelei um segredo meu pra ele, eu gostava de...bom, eu, e-eu não gostava de um menino, eu...me sentia atraído por ele, ele era bonito, inteligente, simpático com todos. Mas...ao revelar isso a ele...Ele espalhou mentiras por toda escola, foi ai que percebi que ele era amiguinhos dos outros que me batiam, não sei o porque eles fizeram isso, não oque fiz de errado, eu...Eu não tinha culpa de nada, não era...Não era pra ele ter dito aquilo pra eles, e....aquele menino que era mais velho...Tinha más influências, não sei como aconteceu, eles me pegaram e....Me estupraram, acho que... o mais velho pediu pra que fizessem isso, sem ter provas de que foi realmente ele. Depois disso eu não fui mais pra escola, e tinha uma certa dificuldade em letras, tanto que ainda estava aprendendo, fiquei 2 anos se ir, e quando decidi ir pra escola no próximo mês, o...Sr. Min me pegou, e o resto você já sabe... - Sequei novamente as lagrimas que caiam e olhei Jin, ele estava com a cabeça baixa e segurava em minhas mãos 

- *Sussurro* Sinto muito... Por tudo que você passou... deve ter sido horrível... - Ele me abraçou 

- Jin...Não conte pra Yoongi....

- Não contar oque pra mim? - Ele apareceu na porta com o rosto de sono ainda 

- ....... - Paralisei olhando-o

- Desculpe Yoongi, isso é pessoal do Jimin, ele me contou pois queria se desabafar, ele não quer que ninguém saiba além de mim, desculpe, mas o que veio fazer aqui?

- Vim pegar um copo de água - Ele andava até a geladeira e pegava a jarra de água e enchendo o copo, tomando em dois goles - Boa noite - Quando ele ia saindo ele parou e me olhou - Ah, Jimin, hoje cedo, prepare uma roupa mais formal, terei que sair, e você ira junto, tudo bem?

- Sim...Mestre - Ele da as costas e sai da cozinha indo pro quarto 

- Você deve descansar, amanhã sera bem puxado para você - Assenti com a cabeça quase que absorto - Vamos, eu te levo ate seu quarto - Ele me ajudava a levantar e me levava segurando na lateral do meu corpo como um sustento, me guiando pro quarto escuro e solitário, não queria voltar pra aquele lugar, sei que terei outro pesadelo, e eu não queria isso, me assustava 

Quando Jin me colocou na cama com um lençol limpo e livre de suor, me cobriu e deu as costas, mas o impedir de ir pegando seu pulso, e o mesmo me olhou curioso e confuso 

- Jin- hyunug, não me deixe aqui, por favor...Não quero ter outro pesadelo novamente... - Meu tom de voz era como se um choramingo tomasse conta

- Oh, claro - Ele se deitou no meu lado e afagava meus cabelos com dedos delicados - Relaxe, isso não vai te acontecer novamente, você esta seguro, ok? - Balancei a cabeça, e assim relaxei, fechando os olhos e esperando o sono vim junto com sonhos me tranquilizavam.

 

Acordei com o barulho do despertador ao lado da cama, em cima do criado mudo, que indicava H05:00min, me levantei e fiz minha higiene matinal. Estava preparando uma roupa pra vesti bem casual, mas lembrei que irei sair com Yoongi não sei pra onde, então resolvi me arrumar mais de acordo com qualquer tipo de saída, mas também não sendo muito formal e nem muito esportivo

Sai de meu quarto e segui pra cozinha, encontrando Jin preparando o que seria o café

- Bom dia Jin-hyung - Ele me olha por cima dos ombros e sorri - Desculpe por ontem, não queria te preocupar - Disse direcionando minha cabeça para o peito, envergonhado e o suficientemente corado 

- Não se preocupe com isso - Ele sorriu de volta, nesses últimos tempos, eu e Jin-hyung estamos muito próximos, isso me conforta, pois quando Yoongi me despensa quando esta muito ocupado, fico conversando coisas aleatórias com Jin, e acabo descobrindo mais sobre o mais velho, e ganhando uma companhia alem de Yoongi. - Conseguiu dormi melhor? Desculpe não ficar com você, tive que levantar pra preparar o café pro povo aqui, ah, preparei pra você, antes de ir acorda o belo adormecido - Ele aponta pra mim um pequeno banquetezinho, com torradas, suco, geleias, uma salada de frutas e queijo 

- Oh...O-obrigado Hyung - Me sentei e comi como se não visse comida a séculos

- Hahaha! Você estava com fome mesmo - Assenti com a cabeça desesperadamente, com a torrada na boca - Tome isso - Ele me entregou os docinhos que comi com Yoongi no dia que estava no jardim 

- Waa! - Sorri e peguei a caixinha que continha os doces - Obrigado Hyung 

- Por nada, só não vã comer tudo de uma vez, você vai ficar com dor de barriga - Ri com o cuidado do mais velho - Agora é melhor você ir acorda seu mestre, já vai dar a hora de vocês saírem - Concordei com o que mais velho disse e me curvei em agradecimento recebendo um ''Pare de formalidades''. Sai de lá já mais contente do que entrei, indo em direção ao quarto de Yoongi e fazendo o que ando fazendo todos os dias que o acordo: Abrindo as janelas e puxando o edredom que cobria seu corpo magro e de tonalidade clara, recebendo em resposta um ''hmmm, apaga a luz'' com a voz grossa e rouca de sono

- Bom dia Mestre - Fui ao banheiro e preparei seu banho com a água quente o suficiente para criar vapor, arrumei um terno preto e branco com a gravata vermelha, junto com seus sapatos sociais brancos com uma fivela dourada - Já esta na hora de levantar, seu café já vai estar pronto

- Pode indo buscar então - Assenti e voltei pra cozinha, encontrando a bandeja de prata que sempre contém o café de Yoongi, com uma boa quantidade de alimentos bem separados. 

Quando adentrei ao quarto já não via mais Yoongi na cama, certamente no banheiro, deixei a bandeja em cima da mesa que estava em seu quarto e peguei um livro qualquer em sua estante e comecei a ler, mesmo que lendo me lembre um pouco das aulas que tivemos e o rumo que isso deu mostrando um pouco do que eu passei nessa noite, mas mesmo assim, saber ler é algo bom, e muito relaxante, tanto que comecei a ler um livro, na qual não sabia muito os significados de algumas palavras. Me prendendo a leitura na qual não sabia muito bem do que se tratava, não tinha percebido que Yoongi já tinha saído do banheiro já trocado e de cabelos arrumados, quando se sentou na mesa e comeu seu café da manhã

- Anda praticando a leitura é? - Assenti com a cabeça sem desgruda os olhos do livro - Você ao menos sabe do que se trata esse livro? - Como se houvesse lido meus pensamentos, meus olhos finalmente se encontrou com os olhos castanhos de um chocolate desejado

- N-não...estou lendo pra saber do que se trata, estou apenas praticando m-mesmo - Ele soltou uma risadinha escondendo o sorriso gengival por trás da taça de vidro que continha o liquido doce do suco de manga 

- Ah sim, claro, Jimin, fale pro JaeBum prepara o carro pra mim, já esterei descendo, e leve isto na cozinha pro Jin - Fechei o livro e me curvei com reverencia e peguei a bandeja prateada com os alimentos pela metade e segui pra cozinha, encontrando o mesmo e mais dois limpando a cozinha 

- Jin-hyung, tome, suga não terminou de comer 

- Aish esse menino - Jin balbuciava as palavras já furioso, pegando a bandeja e jogando o resto da comida fora já atirando a bandeja na pia onde os dois estavam lavando a louça 

- Hyung...Esta tudo bem?

- Esta, Jimin! Esta tudo bem! - Ele cuspia as palavras e me olhava irritado, não pude conter o susto que levei ao mais velho elevar o tom da voz. Mas logo o mesmo percebeu o tom de sua voz e suspirou - Me desculpe, Jimin, não queria gritar com você, é confiei a sobremesa do convidado que ira vim hoje nas mãos desses dois, e acabou estragando, e só tenho 3 horas, ate eles chegarem 

- C-convidado? 

- Sim, Yoongi esta indo a uma conferencia que terá sobre ele alegar cuidar das coisas do pai ate que o mesmo volte, e depois da palestra haverá digamos um pequeno almoço aqui, e o convidado é o dono de uma empresa de auditoria, que esta querendo fazer um contrato com Yoongi pra terem mais vendas de sua revista 

- Y-Yoongi vai aparecer em uma revista? - Jin assentiu com a cabeça

- E também é uma oportunidade para o garoto aparecer e sair da sombra do pai, e também essa empresa é um pouco complicada para aderir novas celebridades, se é que posso chamar o Yoongi de celebridade 

- Oh...Não sabia que Yoongi se sentia...

- Inferior? sim, ele não quer continuar com essa barbaridade de sequestrar novos ''escravos'' digamos assim - Concordei com a cabeça com um leve aceno - Então com a ausência do pai ele vai digamos mudar um pouco as coisas, eu até aprovo isso, tanto que essa mudança não seja exagerada 

- Você tem uma péssima mania de ficar prendendo os outros em conversas alheias sendo que as pessoas tem o que fazer, não é, Jimin? - Quando ouvi sua voz atravessar as portas da cozinha e invadir o cômodo, olhei rápido quase me dando tontura - Não disse pra pedir pra JaeBum preparar o carro pra mim? 

- Me desculpe, mestre - Me curvei 

- Agora não precisa mais, quando formos eu peço pra ele. Mas quem te deu permissão de falar meus planos pra ele, Jin? - Quando ele disse me um tom um pouco ofensivo pra mim, não moderei o envergonhamento que senti 

- Não se preocupe, Yoongi, não é como se Jimin fosse algum agente que planeja destruir sua vida, alem disso, Jimin vai ficar do teu lado o tempo todo, não é? é dever dele saber disso - Yoongi encarou Jin por um tempo e deu as costas 

- Vamos Jimin - Me curvei pra Jin e recebi ''Até logo''  vindo do mais velho

 

***

O trajeto pra onde quer que a gente fosse foi no mais completo silencio que invadia o carro, não puxei assunto com Yoongi que estava no banco do carona fitando os borrões que se fazia as paisagem que passavam ligeiro pela janela. Quando estava sendo tomados pelos meus pensamentos que me levaram pra longe da onde eu estava naquele momento, o carro havia parado 

- Chegamos mestre - JaeBum disse. Não me surpreendia de um monte de pessoas que câmeras fotográficas, jornalistas, aquelas pessoas que transmitem a rádio estariam bem encima do carro, quase o derrubando 

- Saia você primeiro, Jimin 

- E-eu?! - Olho ele de modo que realmente me surpreendeu com o que Yoongi falou 

- Você 

- Eu vou morre se sair - Quando Yoongi ia protestar contra o que acabei de dizer JaeBum buzinou, tanto que eu e o Yoongi levamos sustos, assim como o povo que estava la fora também, dando espaço pra pelo menos eu consegui sair - Okay... - Abri a porta e logo abri a de Yoongi também, já recebendo muitos flash de câmeras por todo lado, permaneci atrás de Yongi até ele adentrar ao local

Fora exatamente como tinha pensado, pessoas conversando entre si e olhando para o Yoongi, como se fosse uma pessoa do outro mundo, e como sempre Yoongi com uma carranca feita, com o cenho franzido e sua boca com uma linha seria e determinada, ele se dirigiu para trás da onde iria ser a palestra, encontrando diversos homens com ternos e bem arrumados se preparando 

- Yoongi! Pensei que não viria - Um homem alto, com os cabelos separado e um tom de loiro, bem brilhante, e os lábios cheios e grandes

- Como perde essa oportunidade, não é Hyungwon?

- Sabia que aceitaria 

- Não disse nada a respeito ainda 

- Sim, claro, claro, mas não esqueça que terá grandes outras oportunidade caso aceite, e também pra mim encontrar outro com grande poder...

- Ora, não seja assim, não é como se eu tivesse o mundo na minha mão

- Pra falar a verdade, é sim, você é filho do grande Sr. Min! aparentemente que não guarda a língua, perdera ela de vez 

- Não fale como se eu fosse igual ao meu pai....Por favor 

- Oh, perdão, perdão. Bom, vamos? todos estavam esperando a sua declaração de que ira assumir a responsabilidade do seu pai quando o velho estiver ausente 

- Sim, Jimin pode esperar aqui mesmo 

- Oh, e esse brotinho ai seria quem? 

- Meu acompanhante por assim dizer, fica muito...estranho chama-lo de escravo 

- ...... - Fiquei em silencio observando o Hyungwon me olhar de cima a baixo 

- Ele aparenta ser bem novo 

- Sim...ele é sim, então, se não se incomodar de faze-lo companhia ate que eu termine

- Oh, não não, claro que não, pode ir, eu fico aqui - Yoongi subiu na plataforma de madeira, assim que a figura pálida e magra subiu muitos se calaram e prestaram a atenção noque o mais velho ira dizer

- Muitos de vocês só devem ter ouvido meu nome, o nome do filho do grande Sr. Min. Mas como o ''grande Sr. Min'' resolveu tirar digamos que umas férias, fui encarregado de entrar em seu lugar, não só por conta própria mas também, mas que ele me deixou na responsabilidade de cuidar da empresa de meu pai, e ter uma experiência no ramo, não vou dizer tudo o que planejo para melhorar esta empresa, mas em primeiro lugar, receberei criticas que estiverem ao meu alcance, e farei mais contatos com outras organizações e instituições, claro que não hesitarei em comprar companhias também se for preciso, e que fique bem claro que, não irei querer comparações do meu modo de trabalho com o de meu pai - Todos estavam só anotando e cochichando, vindo com os barulhos de câmeras com seus flash - Não ha mais nada que eu devo dizer aqui, somente terão acesso aos meus objetivos quando estiverem feitos, muito obrigado - Yoongi permaneceu com as mãos nos bolsos o tempo todo, sem levantar ou alterar a voz. Logo quando deu uma leve curvada pra agradecer aos que estavam presentes e o ouviram atentos, saiu e me encontrou - Bom, só vou dar uma entrevista e já podemos ir embora 

- Okay, quer que eu te a-companhe?

- Não sera necessário, não vou demorar - Ele sai e entra em algum tipo de quarto ou sala, não sei dizer, mas ele permaneceu um bom tempinho lá

 

***

 

Depois de muito esperar e perguntas direcionadas a Yoongi, finalmente pudemos volta para o carro e seguir o caminho pra casa, juntamente com o carro de Hyungwon atrás de nós

Chegamos em casa e já pude sentir o cheiro de comida vindo da cozinha e da sala de jantar 

- Vamos pra sala de espera, o almoço ainda não esta pronto, Jimin, avise-nos quando estiver pronto, sim?

- Sim mestre - Me retirei e segui o caminho pra cozinha, encontrando Jin e mais 4 pessoas trabalhando, com colheres e temperos 

- O Hyungwon esta ai? 

- Sim, esta junto com Yoongi na sala de espera 

- Okay, meninos, podem ir arrumando a mesa, eu cuido daqui - eles se curvaram e saíram com os pratos em mãos indo pra sala de jantar

- Quer ajuda? 

- Não precisa, só vá levando esses pratos para os meninos por favor - Assenti e fiz o que ele me pediu, levando os pratos e copos. Conseguimos terminar de arrumar a mesa bem depressa - Obrigado Jimin, agora pode ir chamar o Yoongi junto com Hyungwon para almoçarem - Assenti e me dirigi a sala de espera, onde encontrei os dois sérios um pro outro, conversando, aparentando ser algo bem importante 

- ....Fora a quantia que ira ganhar - Hyungwon dizia como se tivesse uma boa grana para dar a Yoongi 

- Dinheiro pra mim não é problema, apenas que eu seja reconhecido de forma honesta diferente de meu pai 

- Sim, isso sera garantido, você terá provas de fotografias todo começo de mês, para ficarem atentos aos passos que nosso Yoongi ira fazer, e alem do mais, você poderá entrara em mais contatos com joalherias de outros países, além desse continente 

- Sim, mas não sou de ficar aceitando contratos se ao menos conhecer com estou fazendo tal acordo - Ele disse me um tom sério antes de me olhar - Sim? 

- O almoço esta posto 

- Vamos comer - Yoongi lança um sorriso pra Hyungwon, que retribui 

- Sim - Os dois se retiram da sala e segue pra sala de jantar, com uma mesa bem farta e cheia, segurei meu estomago pra não roncar ao ver toda aquela comida, mas meu estomago como sempre se move sozinho, mas o bom é que o barulho passou despercebido entre eles - Pense bem no assunto Yoongi, sabe que não sou de correr atrás de pessoas para me fazer ter mais lucro - Os dois já estavam sentados quando Yoongi colocou um guardanapo de pano nas coxas

- Também não sou de correr atrás de pessoas para ter fama, então estamos no mesmo barco, não?

- De certa forma, sim. Pra alguém que é novo já pensa muito bem nas coisas 

- Eu não descordaria de você também, pra alguém que tem 17 anos e já dono de uma das mais principais editoras

- ''Uma das'' não, a principal editora, não vi nenhuma editora capaz de superar minhas vendas e noticias - Permaneci ao lado de Yoongi, sem falar nada, será possível que esse cara tenha 17 anos e já conseguiu conquista tudo isso, realmente deixei meus ombros caírem de tão ofendido que eu fiquei, eu com 16 anos...ainda aprendendo a ler...

- Hum, uma boa conquista, não? só tirando o fato que você comprou muita coisa pra chegar aonde chegou 

- Isso não se refere a você também? 

- Não comprei nada, só...achei - Ele sorriu de forma inocente, e os dois caíram na risada 

- Mesmo parecendo um velho em um corpo de jovem, você ainda tem senso de humor 

- Todos nós temos dias difíceis, no meu caso eu tenho dias mais relaxados, se for falar da minha paciência diária 

- De fato, bom, se pensar direito a minha proposta, me ligue - Ele entrega um cartão pra ele, que continha uns números - Ou me mande mensagem, o que preferir, tenho que ir, ainda tenho que ver quem sera a nova capa da revista WON desse mês - O mais novo se levantou logo em seguida Yoongi também, empurrando a cadeira - Será um prazer fazer negócios com você Yoongi, não esqueça que terá mais contatos se é oque precisa 

- Pode deixar, assim que eu tiver minha resposta, te ligarei - Os dois se cumprimentaram com um aperto de mãos e um dos servos da casa o levou pra fora - Jimin, prepare um banho pra mim, preciso descansar 

- Sim mestre - Segui pro quarto dele e preparei seu banho com as mesmas substancias que ele usa todo dia, e quando sai, faço o que sempre faço: pego qualquer livro e começo a ler, pra praticar. Mas uma folha que caiu dentro do livro me chamou a atenção, era como se fosse uma carta. Eu, nada idiota fui xeretar, enquanto Yoongi não vinha. Dentro tinha uma foto, certamente da família de Yoongi, seu pai, sua mãe e...Espera, tinha mais uma pessoa aqui, e... era criança. Olhei atrás da foto e vi o ano, era de 1999...Eu tinha 4 anos, se eu tinha 4 anos de idade, Yoongi tinha 6...E-esse jovem....

- O que esta fazendo?!!! - Yoongi veio todo furioso pegando o livro e as fotos da minha mão - Você não tinha o direito! - Ele cuspia as palavras na minha cara. Que logo adquiriu lagrimas nos cantos dos olhos 

- Você é parente dele...


Notas Finais


YOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
mds, vcs já devem estar bem desconfiada de quem seria. bom comentem ai quem vcs acham que é e.e.e.e.e.e.e.e beijos ate o prox cap suas liendas (e lindos, nuzei)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...