História Há amor em meio a escuridão - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi & Sobrenatural
Exibições 7
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 40 - Aniversário


   
   Já é sexta feira, a semana passou lenta para o meu azar, Rafael cada dia mais ficava incontrolável, mas eu aguentava.

Estava Rebekha, Jenna, Gaby, Kali e eu no apartamento da Gaby, nessa sexta à tarde.

-Como vai ser a festa hoje?-perguntou Rebekha.

-Isso quem decidi é o Lucas-disse Jenna me encarando.

Depois de algumas discussões eu e Jenna nos entendemos novamente.

-Gente eu não sei dar festa, nem sei para que essa festa-falei simples.

-Não é sempre que alguém faz uma festa de quinze anos!- disse a Gaby me advertendo.

-Garotas tem festa de quinze- falei buffando.

-E você é o que?-disseram as três juntas em coro.

-Deixa ele gente-falou Kali- se ele não quer, não podemos obriga-lo.

-Finalmente alguém me ajudando aqui-disse lançando um sorriso para Kali.

-Vamos deixar tudo para o Rafael então-reclamou a Gaby.

-Ele talvez faça algo romântico para mim hoje-disse feliz e meigo.

-Como te enfiar em um vestido branco, depois te levar no alto de uma montanha sobre a luz da lua -disse Gaby exaltada.

-Séria romântico!-interrompi ela- menos o vestido.

-Séria romântico ele te levar lá, com o vestido, depois se tornar um lobo, rasgar todo seu traje, e sentar o pau em você? Literalmente?-disse ela com deboche.

-Ele não faria isso-retruquei.

-Pergunta pro Charles então!-ressaltou ela.

Um silêncio tomou conta do apartamento da Gaby.

Peguei algumas revistas para disfarçar meu constrangimento.

-Quero ir nessa boate, minha festa pode ser aqui -disse tentando disfarça a vergonha.

-Mas essa boate é cara!-disse Rebekha.

- A Gaby -para-falei olhando ainda para as revistas.

-Pagar nada, pede pro seu marido!-rebateu ela.

-Se eu pedir ele vai querer me encontrar, ai já viu né-falei a encarando.

-Principalmente porque hoje tem a super lua -disse Kali simples.

-Como assim!-falei surpreso.

-Você não sabia?-disse Rebekha- hoje à noite a lua estará grande, como consequência, ela vai afetar os lobos.

Meu deus é hoje que eu rodo.

-Ta, hoje ficarei o mais longe possível do Rafael, e irei aproveitar tudo em plena paz, nada poderá entregar isso-falei fechando meus olhos e pensando em coisas positivas sobre hoje.

-Vocês souberam da grande reunião que irá ocorrer na Pensilvânia?-disse Kali.

-Que grande reunião?- falei confuso.

-Como você não sabe?!-disse Jenna- a reunião dos líderes das três espécies!

-É, os três feiticeiros, os três vampiros e os quatro alfas-disse Rebekha- aparentemente eles iram fazer uma aliança entre eles.

-Ok depois conversamos sobre isso -disse Gaby- tenho que arrumar um vestido. Você também Kali!

-Verdade, venha Rebekha nossa mãe quer que você esteja em casa junto comigo-disse Kali se levantando.

-Ok. Tchau galera vejo vocês mais tarde-disse Rebekha saindo junto com Gaby e Kali.

-Só nos agora-disse Jenna com um sorriso.

-Só... E como anda seu relacionamento com o Tyler- falei me esparramando pelo sofá.

-Ele se mostrou ser uma pessoa boa..-disse ela um pouco vermelha.

-Ele é alfa certo?.. então como vocês estão... Você sabe... Lidando com isso.. essa semana- falei corado.

-Bem.. vai tudo indo com calma, ele entende que devemos ir com calma sabe.. e você e o Rafael?-disse Jenna.

-Vai indo para o fundo do poço-falei brincalhão- ele não entende que eu quero ir devagar e vira um animal, literalmente-Jenna riu quando falei essa parte- mas fora isso, tá tudo normal, eu acho, ainda bem que já está acabando-falei abafado.

-Não está aguentando?-disse Jenna rindo.

-Não- falei corado- nunca aguentei muito bem... Quando se trata desse assunto, eu sou fraco perto dele...

-Um dia, um dia você se acostuma-disse Jenna.

-Igual há você-rebati com um sorriso.

-O dele dá pra aguentar-disse Jenna pensativa.

-Tambem, Você pode ter um pênis grande, mas é uma porcaria esse pau- falei rindo lembrando daquele dia na balada.

-Como?!-disse Jenna exaltada.

-Você não lembra? Na balada, você pegou o Rafael me agarrando, e a gente flagrou você brigando com o Tyler pelo telefone-disse a encarando com um sorriso brincalhão.

-Meu Deus, nossa eu deveria estar bem bebada-disse Jenna levando a mão a testa.

Meu celular toca e vejo uma mensagem do Rafael dizendo que estava a caminho daqui.

-Meu boy já está vindo-falei olhando para o celular.

-Melhor eu ir encontrar com o meu -disse Jenna pegando sua bolsa e levantando do sofá.

-Não quer ficar aqui? Não me deixe sozinho!-pedi com a voz manhosa.

-E encarar seu namorado? Não mesmo! Tenho até medo do que ele vai fazer com você aqui hoje-disse Jenna brincalhona.

Acompanhei Jenna até a porta e lá vi ela entrando no elevador. Vou para minha cama, e tento dormir um pouco até o Rafael chegar.

-Hey puta acorda-disse Rafael me balançando para acordar.

Abri meus olhos e vi Rafael encima de mim e totalmente Nu.

-Rafael...

-Hoje o dia e só nosso -disse ele com um sorriso doentio- é bom nós aproveitarmos muito.

Tentei escapar dos braços do Rafael, mas ele me segurou com força, chutei sua barriga e ele me soltou, me arrastei para tentar chegar a ponda da cama.

-Não mesmo!-disse ele me agarrando pelas pernas e me puxando.

-Me solta Rafael!- falei me debatendo.

-Calma!-disse ele trincando os dentes.

Fechei os olhos e comecei a me debater, eu não podia me entregar assim.

-Calma, fica calmo, só acorda-disse Rafael calmo.

Abri meus olhos e percebi que nada daquela cena havia acontecido.

-Você está bem?-perguntou ele preocupado.

-Sim...-respondi baixo.

-Tava sonhando com o quê?-perguntou ele com um sorriso de canto.

-Nada.. esquece- falei deitando em seu peito.

-Me conta-disse ele beijando meu pescoço.

-Sonhei que você... Você... Me estrupava...-falei totalmente vermelho.

-Nunca te estrupei-disse ele simples.

-Como nunca?!-falei indignado.

-Você nunca transou comigo contra sua vontade!- disse ele me encarando profundamente.

-E a primeira vez que nos conhecemos, você foi cruel!-falei quase alto.

-Você gostou depois, então isso não conta, e eu mudei desde aquele dia para cá!-ressaltou ele- agora venha, vamos deitar pois eu estou me segurando para não te comer.

Corei, Rafael sorriu vitorioso e me abraçou forte.

-Vem vamos descansar um pouco antes da festa-disse Rafael relaxando sua musculatura.

Usei de braço como travesseiro e lá descansei um pouco para a festa que será essa noite.


Notas Finais


Desculpem a demora....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...