História Há finais felizes? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT U
Personagens Hansol, Jaehyun, Johnny, Personagens Originais, Taeil, Taeyong, Ten
Tags Jaehyun, Taeten, Taeyong, Ten
Exibições 72
Palavras 4.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pela demora eu tinha empacado em uma parte mas finalmente consegui terminar.

Então boa leitura ฅ'ω'ฅ

Capítulo 3 - Aproximação


Eu tinha acabado de chegar no meu apartamento quando ouço a campainha tocar. Vou em direção a porta e a abro.

-Oi Tae!

-O que você quer? -Digo encostando-me na porta.

-Omma chamou você para almoçar lá em casa.

-Obrigado mas não. Eu tenho comida aqui. -Digo fechando a porta mas Ten me impede.

-Você não pode ficar só comendo macarrão instantâneo e outras bobagens que você deve comer. Então vamos lá que ela fez Bulgogi porque eu disse que sua Omma tinha viajado. -Me puxa.

-Mas eu não vou comer macarrão instantâneo, eu vou comer...

-Vai comer..? -Não penso em algo a tempo. -Foi o que eu pensei então vamos.

Ten me puxa para fora e tranca a porta com a chave que estava na mesma. Descemos para o andar de baixo onde Ten morava. Entramos na casa e vimos a Senhora Reylei arrumando arrumando a mesa.

-Omma TaeYong veio almoçar conosco. -Diz fechando a porta após entrarmos.

-Por que não me avisou antes? Se não eu teria posto mais um lugar. -Ela diz em direção ao armário, provavelmente para pegar mais um prato.

-Mas você disse que... -Ele da um sorriso sapeca. -Aish! -Fomos em direção a cozinha e sentamos na mesa.

-O que lê trouxe aqui TaeYong? -Pergunta sentando-se na mesa.

-Omma teve que viajar alguns dias atrás, até então eu estava comendo lamén no almoço e no jantar já que não sei cozinhar. E hoje o Ten me convidou para almoçar porque disse que lamén não faz bem,então eu aceitei. -Explico.

-Por que não nos disse isso antes? Ficar comendo macarrão instantâneo toda hora realmente não faz muito bem a saúde. Eu agradeço por ter vindo almoçar conosco. -Ela sorri.

-Eu que agradeço por ter deixado-me almoçar com vocês. -Retribuo o sorriso.

Ficamos conversando de coisas aleatórias enquanto almoçava-mos. O Appa do Ten parece não ter vindo mas nem resolvi perguntar. Depois de comer me despedi da Senhora Reylei e o Ten me acompanhou até em casa,depois de insistir várias vezes.

-Por que você disse que foi sua Omma que me convidou?

-Porque se eu dissesse que eu queria que você fosse, você não iria mesmo eu insistindo.

-Obvio que não, depois daquele dia limpando a sala do primeiro ano, você só me incomodou mais é mais mas aulas.

-E mesmo assim somos amigos. O que vai fazer agora?

-Assistir um filme, jogar vídeo game, dormir...

-Vamos fazer isso!

-Dormir? Eu já disse que não quero dormir com você e que não tem nenhum fantasma nem nada na minha casa.

-Aigo não é isso! Vamos jogar vídeo game e assistir filme. -Empurra meu braço que estava impedindo que ele entrasse e entra dentro de apartamento.

-Aish! Como assim "vamos jogar vídeo game e assistir um filme"? Eu vou jogar e assistir sozinho. -Digo cruzando os braços.

-Não seja um amigo ruim TaeTae. Agora vamos que ainda temos que escolher um filme. -Reviro os olhos,fecho a porta e vou em direção a sala.

-Que filme quer ver? E o que você tá fazendo aqui na cozinha? -Digo ligando a TV.

-Eu tô procurando a pipoca e põe um filme de... Terror.

-Terror? Tem certeza?

-Lee TaeYong estava com medo de ver um filme de terror? Eu nunca esperei vivenciar isso. -Ele ri.

-Aish fica quieto, eu não estava com medo só queria ter certeza. Vamos ver... Invocação do Mal 2. Okay? 

-Okay! Onde está a pipoca?

-Na prateleira de cima ai do armário. -Digo indo a cozinha.

-Eu não alcanço. -Ele da mini pulinhos tentando alcançar. -Pega aqui para mim.

-Não, eu prefiro ficar aqui vendo você pular. -Ele se vira e me vê segurando a risada.

-Qual é a graça? -Cruza os braços e faz bico.

-Como assim qual a graça? Olha o seu tamanho e não alcança a prateleira de cima. -Digo indo pegar a pipoca e recebo um soco no braço. -Aigoo~.

-Eu tenho um tamanho normal. E você é maior que eu tá?

-Ta Senhor Tamanho Normal pega a pipoca. -Aponto a pipoca em sua direção.

-Obrigado. Que filme é mesmo? -Coloca a pipoca no micro-ondas.

-Invocação do mal 2. -Volto para a sala.

Depois de preparar-mos a pipoca,sentamos no chão na frente do sofá e demos play no filme. Ela não era lá muito assustador mal era aqueles filmes que te faz dar uns pulinhos de vez em quando. E sempre que quando eu dava esses pulinhos eu ouvia Ten rir de mim.

"Aish! Afinal é um fone de terror, quem não daria esses pulinhos? "-Penso.

Depois de assistir filme filme jogamos alguns jogos,vimos que já era tarde mesmo sendo sexta-feira Ten tinha que ir para casa.

-Se precisar de algo pode me falar e...

-Não tem fantasma nenhum no meu quarto então você não precisar dormir aqui então tchau. -Fecho a porta.

-Você ainda vai me chamar para dormir ai por causa de medo. E deixa eu me despedir direito. -Ouço ele ficará do outro lado da porta, respiro fundo e abro a porta novamente.

-As pessoas que vem isso devem achar que nos temos um amizade colorida. -Rimos.

-E você se importa com o que os outros acham ou deixam de achar? -Nego com a cabeça. -Foi o que eu pensei.

-Anda logo que eu quero deitar.

-Okay. -Ele me dá um beijo na bochecha. -Tchau até amanhã.

-Tchau...de novo. -O vejo ir em bora e fecho a porta,e indo em direção ao meu quarto,pego meu pijama e vou para o banheiro.

Depois de tomar banho me deito na cama e mesmo que eu não tivesse feito quase nada aguenta o Ten não é fácil,então não demorei muito tempo para dormir.

Acordei várias vezes e peguei meu celular para ver que horas eram, e não se passava da 01:10 e eu já tinha acordado mais de cinco vezes. Todas as vezes que ei acordava era com a impressão de que tinha alguém no meu quarto ou quando eu ia dormir,ouvia um barulho.

"Eu não acredito que o Ten conseguiu por coisa na minha cabeça"-Penso indignado.

Me levanto e ponho um casaco,pego as chaves e saio de casa. Desço para o andar de baixo –de pijama mesmo porque eu ia ter que trocar de novo depois é ia ser muita coisa para eu fazer– e bato na porta.

-Oi Tae o que está fazendo aqui essa hora? -Omma do Ten are a porta.

-Desculpa se eu acordei você mas o Ten pode dormir lá em casa hoje?

-Eu estava vendo um dorama e arrumando minhas malas, então você não me acordou. Pode sim quer que eu chame ele ou você chama?

-Eu chamo pode voltar a assistir o seu dorama, obrigado por deixar ele dormir lá em casa. -Entro e vou em direção ao quarto do Ten onde podia ouvir-se uma música baixa.

Abro a porta devagar e vejo Ten dançando "Up & Down" do EXID.  Ele dançava como se estivesse fazendo um show, e a roupa que ele usava deixava o corpo dele tão sexy e tão... Aish Tae porque você fica pensando nessas coisas?

Depois que a música acaba começo a bater palmas o que faz com que ele de um pulo.

-Bravo, lindo,perfect. -Digo rindo.

-A-A quando t-tempo está aí? -Diz corado.

-Não muito. Agora vamos. -Digo o puxando. -Você só dorme com algum travesseiro ou algo cobertor em especial?

-Não mas o que... -O corto.

-Tchau Senhora Raylei até amanhã.

-Tchau Tae, tchau Ten ,bons sonhos.

-Digo o mesmo para a Senhora. -Fecho a porta e o puxo escada a cima.

Abro a porta de casa e a fecho em seguida.

-Você vai dormir aqui hoje.

-Eu percebi,mas onde eu vou dormir?

-No meu quarto. -Volto a o puxar.

-N-No seu quarto? N-Na sua cama?

-Sim. Não era o que você queria? -O deito na cama e me deito em seguida.

-Mas por que? Tipo, assim de repente.

-Você me pôs tanto medo que eu acabei ficando. -O Abraço por trás.

-O-O que você está fazendo?

-Abraçando você não é óbvio? -Aperto o abraço.

-Você é sonâmbulo? Provavelmente nem vai se lembrar do que está acontecendo.

-Amanhã você pode esfregar na minha cara que eu ainda te chamaria para dormir aqui por causa de medo e outras coisas. Mas que tal dormirmos agora? E uma ideia muito louco mas pode funcionar. -Digo bocejando.

-Nem com sono você deixa de fazer piadinhas. -Solta uma risada fraca. -Boa noite Tae.

-Boa noite Ten. -Digo fechando já olhos, e por fim conseguindo dormir.

¦  §•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§• ¦

¦  (~•_•)~Dia seguinte~(•_•~)           ¦

¦  §•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§•§• ¦

Acordei com meu celular tocando e uma luz –provavelmente vindo da janela que eu sempre esqueço aberta– batendo no meu rosto.

Tento me levantar mas sou impedido por... Dois braços na minha cintura? Me viro e me deparo com Ten dormindo.

-Eu ainda estou sonhando é? -Pergunto para mim mesmo e tiro seus braços do arredor do meu corpo e atendo o celular. -Alô.

-Alô TaeYong, por que não me atendeu antes eu tô ligando a horas?! -Afasto o celular do ouvido e olho para a tela.

-Onze e meia? Dez chamadas perdidas? -Digo para mim mesmo. -Desculpa é que eu estava com um pouco de dificuldade de dormir ontem poroso estava em um sono pesado.

-Aish! Tem que parar de assistir essas suas pornografias e ir dormir cedo, mesmo quando eu não estou em casa!

-Omma!

-É verdade. Mas eu liguei para avisar que vou demorar mais um mês. Enrolaram-se algumas coisas aqui então vou ter de ficar mais um pouco.

-Aigo, eu não aguento mais dormir sozinho. -Digo dando ênfase no sozinho.

-Esse seu sozinho foi tipo: "Omma eu estou sozinho em casa",ou foi tipo, "Omma eu estou sozinho só de vez em quando"? TaeYong você está dormindo com alguém? Está namorando em quanto eu não estou em casa?

-Não...Aish! Esse sozinho foi, "Omma eu estava sozinho até ontem". O Ten veio dormir aqui ontem. -Digo olhando para garoto que ainda estava dormindo ao meu lado.

-Hum... Okay então,espero que esteja tudo bem por aí. Qualquer coisa me liga okay?

-Okay Omma. Espero que fique bem, e bom trabalho. Tchau.

-Tchau filho. -Apos se despedia a mulher –minha omma– desligou o celular. -Eu achei que não tivesse passado de mais um dos sonhos. -Disse encarando fixamente o menino a minha frente por alguns minutos.

-Vai demorar muito?

-Demorar muito? A quarto tempo está dormindo? -Pergunto confuso.

-É, demorar muito. Para me beijar. E eu acordei agora. -Disse fazendo biquinho.

-Aish!! E por que eu te beijaria? -Me sento na cama o vendo desmanchar o bico que antes estava em seus lábios.

-Porque eu sou lindo, legal, inteligente, lindo, engraçado e lindo... Eu já disse lindo?

-E também está com bafo. -Digo rindo o fazendo ter uma cara emburrado tendo o bico novamente em seus lábios.

-Então é por isso que não quer me beijar? Eu escovo os dentes. -Se senta.

-Eu estou com fome você não está? -Levanto-me e saio só quarto indo em direção a cozinha,deixando –provavelmente– tem sentado na cama com cara de tacho.

Chego na cozinha,abro a geladeira e fico a olhando para ele por alguns minutos até ouvir alguns passos atrás de mim.

-Você vai fazer o que para nós comermos? -Ten disse se encostando na batente da porta com os braços cruzados.

-Você sabe que eu não sei cozinhar nada. -Digo emburrado. -Você sabe,não sabe?

-Sei, mas antes eu quero saber... Como assim "Eu achei que não tivesse passado de mais um dos sonhos"? Ou "Eu ainda estou sonhando"?

-É-É n-nada. -Passo a mão na nuca e olho para baixo.

-Você sonha comigo? -Perguntou com um sorriso tão largo que podia ser facilmente confundido com o Coringa se estivesse de cabelos verdes e terno roxo.

-Foi uma vez só... Duas na verdade. -Sinto meu rosto esquentar.

-Sério?! E sobre o que era o sonho? -Se agacha a minha frente para poder olhas meu rosto que ainda se encontrava abaixado.

-Você não vai fazer a comida?

-Depois que me dizer o que sonhou. -Cruza os braços.

-Não foi isso que me perguntou, o que você perguntou eu já respondi então faça a comida agora. -Digo sentando-me.Ten bufa e vai em direção a geladeira.

(~•_•)~ Depois do almoço ~(•_•~)

-Por que sua Omma estava arrumando as aulas ontem? -Pergunto enquanto lavo os pratos.

-Uma viajem para Daegu.

-Você vai ir junto ou vai ficar sozinho.

-Só vão ela, meu pai e minha tia. E eu não vou ficar sozinho minha prima e a amiga fofa dela vão vir para cá. Mas depois que eles arrumarem as coisas lá em Daegu eu vou para Tailândia. -Sorria ao falar da amiga da sua prima.

-Você vai voltar para Tailândia? -Pergunto triste.

-Não,vou passar só o comecinho das férias lá. Acho que menos de uma semana.

-Férias? -Pergunto confuso.

-Sim férias. TaeYong já estamos no final de Junho.

-Aigo, o tempo passou tão rápido. -Seco minhas mãos. -Eu acho melhor ir para sua casa, talvez sua Omma já vá ir viajar e você tem que se despedir dela, e ainda tem que esperar sua prima e a amiga dela. -Digo olhando para baixo.

-Você está bem? -Levanta-se da cadeira e para na minha frente.

-Esta tudo bem,por que não estaria? -Dou um sorriso forçado.

-Não sei é que... Sei lá. Então eu vou indo, tchau. -Ele me dá um beijo na bochecha e vai em direção a porta saindo pela mesma.

Eu vou para meu quarto pego algumas roupas e vou para o banheiro do corredor,ja que lá tem uma banheira e eu vou poder relaxar um pouco.

-Por que ele sorriu quando falou da menina? Ele gosta dela? Será que ela sabe mais dele do que eu? Aish Tae porque você está pensando nisso?! Ele faz o que ele quiser da vida dele! -Fico pensando em coisas aleatórias e acabo dormindo.

Acordo com o celular vibrando do lado da banheira em cima da pia,o pego e vejo que é uma mensagem do Ten.

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Posso ir na sua casa?
16:23

Eu
Por que?
16:24

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Como assim "Por que?" Eu quero ir.
Você tá bem mesmo? Tá estranho desde depois do almoço. :/
16:24

Eu
Eu já disse que estou bem. Mas você não tem que esperar sua prima e a amiga dela?
16:24

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Elas já estão aqui. Eu vou levar elas junto, se você deixar e claro. Podemos?
16:25

Eu
Não.
16:25

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Por que?  ;-;
16:26

Eu
Eu vou ir ai. Só vou me vestir e já estou indo.
16:26

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Se vestir? Você vai trocar deroupa ou... Você tá sem roupa? ⊙_⊙
16:28

Eu
Eu estava tomando banho. Daqui alguns minutos eu desço. Tchau
16:28

Larguei o celular e fui para o chuveiro para poder acordar. Depois me vesti e desci as escadas até chegar na frente da porta do Ten.

Eu
Abre a porta.
16:40

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Tá aberta.
16:41

Eu entrei dentro da casa não encontrando ninguém na sala. Então mandei mensagem pro Ten –por que eu estava com preguiça de ficar procurando ou chamando por ele até achá-lo–.

Eu
Onde você está?
16:41

Chittaphonie ʕ•ﻌ•ʔ
Eu tô aqui no meu quarto com a HeeMin
16:42

Eu
HeeMin e a sua prima?
16:42

Chittaphonie  ʕ•ﻌ•ʔ
HeeMin e a amiga dela, por que?
16:43

Eu
Eu vou para casa, não estou me sentindo bem. Mais tarde a gente se fala.
16:44

Pus o celular no bolso e fui sai da casa,mas sou impedido por dois braços em volta da minha cintura.

-Parece hoje de manhã quando eu acordei. -Rimos.

-O que você está sentindo? -Fala no meu ouvido fazendo-me me arrepiar.

-Só... Não estou me sentindo bem. -Digo tirando seus braços da minha cintura.

-Ten Oppa, por que saiu correndo do quarto? -Congelo ao ouvir a voz garota, que provavelmente era da tal HeeMin.

-Aish Unni! Ten Oppa deve estar conversando com alguém importante, tipo o Lee TaeYong. -Eu sou importante?

-Quem é Lee TaeYong?

-Eu nunca vi ele, mas Omma e a tia Reylei então sempre conversando sobre Ten Oppa e ele. Tia Ray disse que Ten tá sempre falando com Lee TaeYong é bonito e que... -A menina é interrompida por Ten.

-TaeYong venha conhecer Lisa e HeeMin. -Me puxa. Chegando na sala eu vejo duas meninas de aparentemente três e quatro anos.

"-Eu no acredito que eu estava pirando por caus de uma menina de quatro anos"-Penso.

-Essas são Lisa e HeeMin. -Diz apontando para as meninas.

-Ten Oppa esse é TaeYong? -Pergunta a menina de cabelos lisos e tão pretos quantos os olhos.

-Sim, eu já apresento eles para vocês. Mas antes eu preciso procurar um remédio para ele, ele não se sente muito bem. O que você está sentindo?

-Nada. Eu estava com um pouco de dor de cabeça mas já passou. -Sorrio e me agacho na frente das meninas para ficar do tamanho delas. -Quem é a HeeMin e que a Lisa?

-Eu sou a Lisa e ela é a HeeMin. A Unni é aqui da Coréia mas eu só da Tailândia. -Ela era bem parecida com o Ten.

Ela tinha os olhos levemente arredondados e castanho escuros, tinha as bochechas vermelhas e cheinhas, e cabelos ondulados e castanhos claros. A menina ao seu lado, tinha os olhos um pouco mas puxados, e suas bochechas também eram um pouco maiores, seus cabelos eram tão pretos quanto seus olhos, e ela tinha um franja que quase cobria seus olhos.

-E já sabe falar coreano?

-Meu pai é coreano e como mamãe sempre vem visitar a tia Ray então eu acabei aprendendo. -Da um sorriso meio quadrado.

-Qual a idade de vocês?

-Eu tenho quatro e a Unni tem cinco.

-HeeMin você não fala muito? -Ela nega com a cabeça. -Se eu te contar um segredo você ficaria mais a vontade?

-Nós mal nos conhecemos e você vai me fala um segredo?

-Eu sei que você não contaria para ninguém. Vamos fazer assim eu conto um segredo e vocês me dizem o que o Ten fala sobre mim. Okay?

-Eu não sei muito,mas o que eu souber eu conto. -Sorri.

-Ta eu começo. Quando eu era pequeno, eu tinha medo das meninas. -Elas riem. -Ya! Não riam, eu estou falando sério. Eu tinha muito medo das meninas,eu ainda tenho um pouco, elas são assustadoras.

-Eu não sou assustadora, eu sou fofa. -Falam em uníssono fazendo aegyo, me fazendo rir.

-Vocês ainda são muito novas, mas quando crescerem vão ver como são assustadoras. -Ten ri atrás de mim. -Agora me contem o que Tem diz sobre mim. -Chego mais perto para impedir que Ten ouça.

-Tia Rey, diz que Ten chega todo dia em casa falando de você. De como você é lindo,legal,inteligente... Resumindo ele diz que você é maravilhoso. -Arregalo os olhos e rimos.

-Agora você confia em mim? -Ela concorda sorrindo. -Agora vamos falar de outras coisas antes que o Ten desconfie de algo. -Me levanto.

-Vamos fazer o que agora Oppas? Vamos tomar sorvete?

-Se vamos tomar sorvete vamos logo, já são cinco da tarde,e como é sábado as sorveterias fecham cedo. -Ten diz pegando o dinheiro e as chaves.

Saímos de casa e fomos para uma sorveteria que tinha ali perto. Decidimos comer lá mesmo já que seria melhor para as meninas não se sujarem, –quando digo as meninas eu quero dizer eu,porque "desastrado" deveria ser meu nome do meio–. Na sorveteria eu percebia muitos olhares na gente,o qual eu não entendia o motivo,mas Ten e as meninas não ligam por que eu ligaria?

Depois de sair da sorveteria já tinha escurecido mas as meninas ainda estavam cheias de energia então decidimos ir a uma praça que tinha ali. Enquanto as meninas brincavam eu e Ten as cuidavam de longe.

-Então eu sou bonito,inteligente e legal? -Inicio uma conversa.

-Então era sobre isso que vocês estavam cochichando? -Cruza os braços.

-Também. Então... Isso é verdade? Você fala todo dia de mim para sua Omma?

-S-Sim e não. Só de vez em quando. -Solto uma risada. -Pelo menos eu não sonho com você né?  Eu nem sei que tipo de coisa você sonha comigo. -Vejo seu rosto corar.

-Ya! Eu não sou um pervertido. Eu te conto, quanto for o tempo.

-Como assim quando for o tempo? -Logo quando eu ia falar a Lisa chega correndo e a Hee vem mais de vagar atrás.

-A Unni se machucou! Ela caiu do balanço e machucou a perna!

-Lisa acalma. A HeeMin caiu do balanço? -Ela concorda. -Acho melhor irmos para casa. -Levantamos e vamos em direção a menina que estava com a perna machucada.

-Você não consegue andar né? -Ela nega com a cabeça. -Como você caiu do balanço?

-Eu tô com sono. -Olhei meu celular e vi que já eram 20:34. -Ai eu não consegui me segurar e cai.

-Vem eu te carrego. -Estico meu braços para pegar a menina.

-Você tem certeza? Não quer que eu a carregue? Você já gastou seu tempo tento que vir junto e ainda vai... -O interrompi.

-Pode deixar que eu a levo. E você leva a Lisa porque provavelmente ela deve estar cansada. -Aporto para a menina que esfregava os punhos nos olhos.

Cada um pegou uma das meninas no colo e fomos para casa. Não só as meninas mas Ten também parecia estar com sono, então eu tinha que cuidar para ele não cair com a Lisa.

Depois de chegarmos em casa, as meninas não tinham dormindo então elas iriam tomar banho.

-Mas como eu vou conseguir me apoiar em pé no chuveiro? -Ten e a menina tentavam arranjar algum jeito dela conseguir tomar banho com a perna machucada.

-Aish! Eu não sei. Eu não acho certo dar banho em você.

-Eu tomo banho com você Unni.Dai você se apoia em mim,ai você não cai. Okay? -A menina sorri para a amiga que concorda.

-Okay vão para o chuveiro que eu levo as roupas e as toalhas para vocês. -Elas concordaram e foram para o banheiro.

-Elas já tomaram banho juntas? -Pergunto indo junto a Ten ir pegar as coisas para as meninas.

-Segundo a Omma isso foi recentemente, então acho que já. -Diz pegando os pijamas e eu pego as toalhas.

-Hum entendi. E como elas vão ficar no horário que formos a aula nessa última semana?

-Vamos largar elas na escolinha. E depois da aula buscamos elas e ficamos com elas em casa. -Ten largou as roupas das meninas nos banheiro e as esperamos sair.

Depois delas saírem, eu fiz alguma curativos na perda da HeeMin e logo foi-se deitar com Lisa.

-Chitta! -Disse fazendo aegyo.

-Parece que o TaeYong legal voltou. Qual é o golpe? -Diz rindo.

-Eu posso dormir aqui?

-Por que não dorme na sua casa? Não diz que ainda está com medo dos barulho que ouviu.

-Você que enfiou coisa na minha cabeça. Agora terá de aguentar as consequências. E você também terá que me emprestar uma roupa para mim dormir.

-Okay, eu tomarei banho depois eu vejo uma roupa para você tomar.

Ten foi para o banheiro e tomou banho depois eu tomei. Ele me emprestou alguns cobertores para mim dormir no sofá, já que ele acha que os sonhos que eu tenho com ele são pervertidos então ele acha que vou agarrá-lo a noite.

Estava todo mundo dormindo e eu estava assistindo TV, até que uma sozinha aparece na sala.

-TaeYong Oppa você não vai dormir? -Diz com os olhos semicerrados devido a claridade da TV.

-Eu não estou com sono. Mas e você não vai dormir?

-Eu estou sem sono. Estou preocupada com a Unni então não consigo dormir. -Faz uma carta emburrada.

-Que ver TV comigo? -Ela concorda e se senta do meu lado. -Eu estou assistindo desenhos, me faz pegar no sono mais rápido. -Ela murmura um "hum... "e fica olhando para baixo. -Aconteceu algo?

-TaeYong Oppa você já gostou de alguém?

-Já, por que? Você está gostando de alguém?

-Eu não sei. Como sabemos quando gostamos de alguém?

-Quando você está perto dessa pessoa,você se sente feliz, ri de qualquer coisa que ela fale,faz coisas para chamar sua atenção, você sente como se tivessem borboletas no sei estômago. Deixa eu pensar em que mais... Você sente que deve proteger e cuidar dessa pessoa a todo custo, você quer passar os últimos dias de suas vidas com ela, você faria qualquer coisa para não a ver triste, só de olhar para ela seu coração acelera... Eu acho que é isso. Por que?

-TaeYong Oppa você gosta do meu primo?

-Eu não sei direito. Em me pergunto todo dia isso mas ainda não achei a resposta mas quando achar pode deixar que você vai ser uma das primeiras a saber okay?

-Jura de mindinho? -Ela estica seu mundinho em minha direção.

-Juro de mindinho. -Cruzo meu mindinho com o dela é depois a abraço e voltamos a assistir o desenho até que pegamos no sono.


Notas Finais


Eu não sei o quão grande ficou mas espero que tenham gostado do CAP eu vou tentar atualizar o mai rápido possível okay?

Eais uma coisa, querem que o próximo cap seja narrado pelo Ten?

Era isso, bezinho e byeฅ'ω'ฅ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...