História .habits of my heart - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook
Visualizações 75
Palavras 1.298
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, eu tô bem nervouser e vermelha, scrr
É a primeira vez que posto algo aqui e espero que alguém leia e goste ÇSDKA
Não sei mais o que falar, é só um clichêzão que eu escrevi nessas madrugadas de insonia e eu acabei gostando e resolvi postar, por puro carinho ♥

Capítulo 1 - .oh damn, i'm a cliché


Jimin era clichê. Era difícil pra ele admitir isso, mas ele estava vivendo um clichê.

Daqueles bem ridículos ainda.

Estava apaixonado pelo garoto modelo, suspiro de todas as meninas, inveja de todos os garotos, projeto de namorado dos sonhos e principezinho da escola, Jeon Jeongguk, vulgo o garoto mais popular. 

       Até doía pensar nisso, se estar apaixonado já era ruim, imagina naquela situação. Jimin queria chorar até aquele sentimento desaparecer.

Estava sendo um clichê e isso o irritava demais. Jimin queria odiar Jungkook, mas isso também seria clichê. Ele poderia pelo menos ser indiferente ao garoto. Mas não, cada vez que Jungkook sorria e Jimin via isso, o coração do garoto faltava sair do peito e ir bater bem na cara de Jeon. Cada vez que ficavam perto Jimin suava frio e sentia o estômago revirar. Se não soubesse os sintomas da paixão, poderia até confundir com ânsia pelo rapaz. Mas o enjoo era de nervoso mesmo, pra desgraça do Park.

Jimin odiava estar apaixonado, imagina por Jeon Jungkook. Sentia o triplo do ódio. Tudo porque era clichê. Jimin não gostava do clichê. Ele fugia disso.

Ele gostava era do improvável. De coisas surpreendentes, por mais que seus amigos dissessem que ele era ridículo por conta disso. Afinal, coisas assim só aconteciam em livros e filmes, na vida real era tudo sem graça e bem normal.

Jimin sabia disso, infelizmente ele sabia. E até se conformou, pra ele tudo bem não surpreender, mas ser clichê já era sacanagem.

Lutou tanto contra a maré, fez tudo pra ser diferente. Enquanto as pessoas iam pra um lado, Jimin ia pra outro. Sempre se apaixonou pelos garotos mais “estranhos”, com ideias e aparência diferente do que maioria gostava. Mas não escapou daquela vez, desde que Jungkook se mudou pra aquela escola suspirou por ele. O sucesso do garoto foi instantâneo ali, só se falava dele nos primeiros dias e Jimin achou que fosse por ser uma novidade, mas já fazia um ano e tudo ainda era sobre o rapaz.

          E Jimin infelizmente entendia isso, Jungkook era diferente. Ele tinha uma vibe sem igual.

         Caramba, era difícil explicar.. Jimin não conseguia definir Jungkook. Era como tentar explicar a cor pra alguém que não pode ver. Porém se fosse definir Jeon, o definiria como quente.

Sabe aquela sensação do frio da manhã, onde todas as suas extremidades parecem congeladas, e de repente entre as nuvens vem aquele raio de sol sútil, morninho, que te faz sentir a ponta do nariz de novo? Esse era Jungkook pra Jimin.

Mesmo de longe o baixinho podia sentir o calor que emanava de Jeon, talvez fossem os olhos. Aquele olhar profundo, as íris escuras, não era ruim de olhar, Jimin achava quente, confortável. Como algo o aquecendo. A maneira de ser de Jeon também dava essa sensação. Ele era quieto, porém risonho. Era na dele, mas brincava como uma criança às vezes.

Jimin gostava de observar Jungkook brincando. Gostava de observar como mesmo as pessoas o achando a celebridade da escola, Jungkook era simples. Ele conversava com todo mundo, era amigável com todos ali. Bom aluno, elogiado pelos professores. Estava sempre em posições boas nas tabelas. Era um modelo.

Um boyfriend material.

E mais uma vez Jimin entendia porque ele era o príncipe daquele lugar, a gentileza com que tratava todo mundo, a educação com que se dirigia as pessoas chegava a ser irritante. Queria descobrir algum defeito dele, mas Jungkook não parecia ter nenhum. Até suado continuava bonito. E ele exalava um cheiro tão maravilhosamente bom, que Jimin queria morrer sufocado naquele perfume.

        Tudo dele tinha uma fragrância gostosa, até seu suor. Era nojento, mas fazer o que? Jimin era um clichê.

         Tão clichê que estava se encaixando na famosa frase sobre a paixão deixar as pessoas cegas. Como pode esquecer? Mas sempre achou que essa frase fosse sobre atitudes, não sobre aparência. Até um de seus amigos dizer que Jungkook não era tão bonito assim. O que achou quase uma ofensa, nos olhos de Jimin, Jungkook quase cintilava.

Principalmente de manhã quando cumprimentava Jimin antes de ir pro seu armário. O semblante um pouco cansado, o sorriso preguiçoso.. Era uma visão linda que o menor nunca cansava de ver.

Queria ser mais íntimo de Jungkook, embora soubesse que se fosse assim estaria muito mais apaixonado por ele, e talvez doesse um pouco. O que sentia por Jungkook era clichê, mas era suave, não doía. Só tinha sensações engraçadas e puras. Seu sentimento era ingênuo e Jimin não queria machucar algo que mesmo sendo um clichê, era importante.

Mas ainda assim queria poder conversar mais com Jeon, ser amigo dele. Saber mais sobre suas ideias e gostos. Se apaixonar mais profundamente, nem que fosse pra deixar de ser clichê. Paixões deviam ser intensas, era o que ouvia dizer.

Mas droga, Jimin tremia sempre que Jungkook estava perto, e sempre tinha uma crise de riso em seguida. Mas ainda assim decidiu se aproximar, o encarar mais na tentativa do coração se acostumar com tamanha beleza, mas não. Isso só serviu pra fazer Jimin suspirar ainda mais. Como no momento em que via o treino de Jeon disfarçadamente.

"Acha que esse é um bom lugar pra ler?" uma voz baixa e ofegante soou perto de Jimin sentado na arquibancada.

          Era Jungkook suado e incrivelmente cheiroso, Jimin queria muito xingá-lo. 

"Não existe um lugar bom pra ler, qualquer lugar é lugar" disse sorrindo e dando de ombros.

"Devia esperar isso vindo de você.." o rapaz soltou assim, simples, sem fazer ideia do que aquilo causaria no coração clichê de Jimin. 

         "Porque?" conseguiu perguntar depois que lembrou como pronunciar as palavras, Deus, paixões te fazem tão bobo.

           "Não sei, você é diferente" o rapaz imitou o gesto do Park e deu de ombros.

           Jimin semicerrou os olhos confuso. Ele não era diferente, era um clichê ambulante e o motivo estava suado ao seu lado.

"Diferente? Hm.. Meus amigos dizem que eu sou estranho, que eu vivo fora da realidade" ele riu de si mesmo, concordava com os amigos, a mente de Jimin ainda era como a de um pré-adolescente, querendo acreditar que ele era o floquinho de neve especial e que tudo seria diferente pra si, quando na verdade, isso não aconteceria.

         "Mas isso que é o diferente em você, todo mundo já se acostumou com o comum, todo mundo espera o comum, mas não você.." o timbre de voz de Jungkook era sério, porém macio, suave, até rouco pela entonação baixa.

Jimin corou e fechou seu livro que agora tinha sua atenção, Jungkook pode ver o que o rapaz lia, não era nada que ele já tivesse ouvido falar. Mas que achou que combinava com ele, Wonder.

        "Como você pode saber disso? A gente nunca nem parou pra conversar Jungkook?" questionou rindo, mesmo que estivesse mesmo confuso.

         "Talvez eu observe você enquanto você não está me observando.." ele riu.

          Maldita risada!

          Jimin não soube como reagir, continuou rindo com a cabeça baixa novamente. Aquilo estava mesmo acontecendo? Estava flertando? Jimin nunca achou que flertaria, ele preferia ser conquistado. Se bem que estava mais que conquistado, estava rendido.

         "Jimin?" Jeon chamou depois de se afastar, já estava de volta a quadra "Um sorvete pra um encontro é muito clichê pra você?"

"Com certeza!" a expressão de indignação do Park fez o maior rir. 

          “Hm, passeio no parque?" disse pensativo

"Por favor, Jeon Jungkook, melhore" pediu rindo de modo divertido.

          “Um cachorro quente sentado nos degraus da livraria onde eu te vi a primeira vez?" admitiu enquanto corava.

           Aquela informação pegou Jimin de surpresa, e o deixou curioso por saber mais.

           "Parece ótimo" conseguiu dizer enquanto sorria envergonhado. 

 Ele suspirou arrastado e apaixonado vendo o maior se afastar, pelo jeito teria que se acostumar a ser um clichê com Jeon Jeongguk.


Notas Finais


desculpe as minhas burrices que ficaram perdidas por aí
o nome da fic é dessa música https://www.youtube.com/watch?v=CDJOP16yNdY
que não tem nada a ver com a história, mas escutem aí porque é muito boa ♥

é só isso mesmo, um cherô pra quem leu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...