História Hackers - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Douglas "Rato Borrachudo", Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Ricardo Lisita (AmbuPlay), TazerCraft, Thiago Elias "Calango"
Personagens Alan Ferreira, Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mike, MoonKase, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rato Borrachudo, Ricardo Lisita, Thiago Elias "Calango"
Exibições 28
Palavras 464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Guerra...?


P.D.V. Cellbit

Tudo ao meu redor estava escuro era como se eu estivesse em um cubículo completamente lacrado. Sentia que o chão abaixo de mim estava molhado,mas em pouco depois que notei ele simplesmente secou. Uma forte luz surgiu me fazendo de achar os olhos com força. Vários vultos e borrões se moviam rapidamente pra lá e pra cá. Indo e vindo. Vozes distantes dizendo coisas sem nexo.

Abri lentamente os olhos. Minha cabeça girava. Quando finalmente consegui ver direito o local ao meu redor notei que estava a escurecer. O azul se tornando laranja e depois sumindo atrás do horizonte. Estava deitado em uma cama que não demorei a reconhecer. Som de risos que vinha do andar de baixo e o som de passos no corredor evidenciou que eu não estava sozinho. A porta do quarto abriu lentamente revelando dois indivíduos.

_Por um momento a gente achou que você tava morto.-disse Mike sendo o primeiro a se pronunciar.

_É... Que susto você deu,em todo mundo.-disse Pac rindo.

_Como eu cheguei aqui? Só me lembro de estar preso e depois eu vi um monte de vultos e borrões.-falei coçando a cabeça.

_A Musy e o Calango te soltaram da mesa com um canivete da sorte que ela carrega o tempo todo. Depois eles te trouxeram apagado no barco,apagado mas ao menos vivo.-disse Mike.

_Quanto tempo eu durmi?-falei.

_Quase o dia todo.-respondeu Pac.

_Isso explica por que eu tô com tanta fome...-comentei me levantando e notando o enorme pedaço rasgado em minha calça. Ri ao lembrar do motivo.

Fomos até o andar de baixo. Todos estavam ali na sala jogando videogame e rindo alto.

_Galera! O Cellbit tá vivo!-alguem gritou,isso foi o suficiente para todos se calarem e me encararem. Confesso que por um momento eu travei mas logo depois dei um sorriso tímido e um aceno curto com a mão.

_Você quase mato a gente do coração!-disse Calango.

_A gente acho que tu tava morto cara!-falou Luba.

_Ja que o Rafael tá bem e o esquema de Alcatraz foi um sucesso... Que tal pedir pizza? Não tô afim de cozinhar hoje.-disse Musy.

Todos fizeram o maior auê. Foi bem divertido. No dia seguinte discutimos sobre o conteúdo do documento que por milagre ainda estava inteiro. Era um documento assinado por muitos dos "chefões" do governo. Nele estava tudo que precisávamos saber. O governo estava no bolso de terroristas. Os terroristas poderiam fazer o que quiser com o país que o governo estava rendido. Segundo o documento,os terroristas tinham muitos armamentos de todos os tipos. Tanto que não só o exército mas o país inteiro seria esmagado caso tentasse algo. Ou seja,a missão agora era derrubar os terroristas e se sobrevivemos a isso,talvez dê para acabar o governo de mentira. O que eu acho que vai ser quase impossível de se fazer. Agora está declarada guerra...


Notas Finais


Oi galera... Então eu decidi (para a alegria de vocês) que o especial vai ser de três shipps. Aí vai ser de vocês a escolha pq eu sou daquelas que shippa todos com todos.
Basicamente o especial vai ser em oneshots vou jogar duas opções tipo "drama ou terrorzinho básico" e aí é com vocês. Espero que tenha gostado e até o próximo capítulo e bjs da maluca aqui o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...