História Haggyo Chojayeon - Hangug - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Sobrenatural
Exibições 8
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heey,gente primeiramente;Como vocês estão ? Bom essa fic envolve tudo o que eu gosto,e estou colocando alma e coração nela então eu espero que vocês gostem,Beijinhos

Capítulo 1 - A caminho...


Fanfic / Fanfiction Haggyo Chojayeon - Hangug - Capítulo 1 - A caminho...

Eram umas 4:00 quando eu levantei,eu realmente não queria acreditar que meus pais estavam fazendo aquilo comigo,me fazendo sair da escola ode todos os meus amigos estavam,como eu vou vou viver sem eles ? 

4:30-Café da Manhã

Eu realmente gostaria de esconder a minha cara de ódio no ultimo dia em meses que eu veria meus pais,mas era realmente impossível.Eu estou sentindo que estou sendo abandonada.

Querida,Por favor não fique assim -Minha mãe disse com uma voz doce e um olhar triste- Isso tudo é para o seu bem 

Eu não respondi mas aquelas palavras ficaram na minha cabeça.Bem acho que preciso explicar o que esta acontecendo por aqui né ? Bem eu não sou exatamente uma humana,eu sou uma sereia,meus país me encontraram em um parque com 2 anos e cuidaram de mim,eu estava com um bilhete que dizia para quem me achar cuidar bem de mim  e em circunstancia alguma retirar a minha pulseira (uma pulseira em formato de concha que eu estava usando no dia e até hoje eu ainda uso) porém quando eu fiquei um pouco mais velha nenhum de nos três conteve a curiosidade,e o resultado ? bem nos tiramos a pulseira e '"taram" minhas pernas se tornaram uma calda,e foi ai nesse momento que os meus país começaram a ficar ''assustados'' eles me restringiram algumas coisas e eu tive poucos amigos,ninguém alem de nos três sabia,até que no ano passado alguém denunciou a gente e a policia veio ver se era verdade,é claro que eles não encontraram nada,mas foi ai que meus pais descobriram que seria impossível continuar escondendo a minha natureza,foi aí no mesmo dia a noite que chegou uma carta de uma instituição de ensino da coreia dizendo: "Olá nós somos a "E.S-C.S,e nós ficamos cientes dos seus problemas em ''esconder'' a natureza de sua filha,e por isso nós a convidamos para ser uma de nossas internas,ela poderá iniciar as suas atividades  assim que o ano letivo começar,se quiserem matricula-la em nossa instituição é só ligar o telefone do remetente.Gratos E.S-C.S'' e é claro que eles ligaram no mesmo instante e me matricularem.

E agora aqui estou eu dentro do carro sendo levada pelo meu pai no ponto onde o ônibus ira me levar para aquela escola.

Bom é aqui -meu pai respirou fundo enquanto parava o carro- 

Pai,eu tenho mesmo que ir ? -Disse com uma voz manhosa- 

Sim querida,isso é para o seu bem -ele me da um beijo no rosto e da sinal para mim sair do carro- as vezes meu pai é um pouco frio mas mesmo assim eu ainda gosto dele 

Então eu sai do carro e fui direto ao ponto 

Demorou um pouco para o ônibus chegar,era um ônibus totalmente discreto,eu nunca imaginaria que aquilo era um ônibus escolar

Eu entrei no ônibus e olhei para a motorista para dizer Bom Dia,mas imediatamente travei ao ver que a mesma não tinha olhos,naquele momento a minha cabeça só pensava "Puta que me pariu,como ela ta dirigindo isso" e também "Caralho vey,eu vou morrer"

Eu me afastei da motorista e fui direto procurar um lugar para sentar,infelizmente o ônibus estava cheio,foi uma luta pra achar um lugar,e o único lugar vazio era perto de um menino com cabelos escuros e uma pele tão pálida,poxa ele é tão bonito,quase não consigo falar com ele,minha voz saiu meio travada ao tentar falar com o cara: -É...e-eu posso s-entar,a-qui ? 

Claro!!! -ele disse sorridente,e eu sentei-

Prazer,Jeon Jungkook -ele disse estendendo a mão-

-Aperto a mão dele- Prazer,Amy 

Ele sorri e diz que a viagem ia ser longa por isso iria dormir

Bem eu não consegui dormir durante a viagem,e para mim ela foi bem rápida eram 6:50 quando os ônibus passou por uma espécie de portão principal.E então quando nós saímos do ônibus e as portas do salão principal se abriram e tudo lá dentro era incrível...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...