História Half A Heart(SEGUNDA TEMPORADA) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Arianagrande, Bissexual, Elounor, Gay, Harrystyles, Joshdevine, Justinbieber, Larrystylinson, Liampayne, Louistomlinson, Mistério, Niallhoran, Romance, Romancegay, Romanceziall, Suspense, Zaynmalik, Ziall, Ziallhorlik
Exibições 69
Palavras 2.501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, leitores! Esse é o cap 03 dessa 2ª temporada e espero que gostem. Tem alguns novos misterios que já começaram e um dos grandes focos dessa temporada está nessa personagem que tem a foto destacada na capa do cap, pois ela será muito influente na história. Agora vocês precisam descobrir o que Taylor tem com Niall, porque a mãe adotiva dela entregou uma foto do NIall( foto dele atual) e pediu para que ela o procurasse em Londres. Já que a foto do Niall era atual, como a mãe da Taylor poderia ter uma foto atual do loiro? E porque? Precisam descobrir qual o real sentido de tudo isso. E olha que está só começando.

Capítulo 3 - Lembranças passadas


Fanfic / Fanfiction Half A Heart(SEGUNDA TEMPORADA) - Capítulo 3 - Lembranças passadas

NIALL HORAN

Zayn estava assistindo filme deitado na cama tomando sorvete. Ele estava vestindo apenas um calção folgado, estava muito atento ao filme.

- Zayn, vou correr um pouquinho naquele parque aqui perto. - Avisei.

Eu já havia vestido minha roupa de atividade física.

- Você volta que horas?

- Não sei direito. Qualquer coisa você pode me ligar, vou levar o celular.

- Tudo bem.

- Te amo!

- Tome cuidado. - Disse ele.

Selecionei algumas músicas para ouvir enquanto corro, só as melhores das melhores.

Por acaso acabei encontrando aquele amigo do Zayn, o tal Calum Hood.

- Oi, Niall. - Apertou minha mão. Ele também estava correndo.

- Oi, tudo bem? - Tirei o fone de ouvido.

- Onde está Zayn? - Perguntou.

- Está no apartamento. Ele ficou vendo filme.

- Gosta de correr?

- Eu adoro. Acho ótimo!

- Eu também. - Sorriu.

- Eu fiquei de ligar para o Zayn pra marcarmos algo, mas ainda não tive tempo.

- Anda muito ocupado? Você disse que fazia parte de uma banda agora.

- Sim, a 5 Seconds Of Summer. Somos todos amigos do Zayn.

- Quem sabe não poderíamos ir a um show de vocês. - Sugeri.

- É uma boa ideia. Vamos fazer um show nesse fim de semana.

- Que legal! Bom, você liga pra ele e faz o convite.

- Claro! Hoje é quinta-feira, não vou poder ligar hoje, mas ligo amanhã cedo.

- Ótimo. - Assenti. - Escuta, você já teve algo com o Zayn?

- Por que está me perguntando isso?

- Ele deu a entender. - Disfarcei.

- Já ficamos, mas isso foi há um bom tempo.

- Ah, sei.

- Vocês estão juntos?

- Somos namorados e estamos muito apaixonados.

- Bom, então não deve se preocupar comigo.

- Que bom!

- Até logo, Niall. Foi um prazer revê-lo. - Apertou minha mão novamente.

- Tenha um bom dia.

Voltei a correr.

Meu celular começou a tocar. Era uma chamada.

Número bloqueado?

LIGAÇÃO ON

Niall: Alô? Louis?

Louis: Sou eu.

Niall: Seu número continua bloqueado.

Louis: Continua? Droga! Isso deve estar com algum defeito.

Niall: É melhor reparar isso.

Louis: Depois eu vejo. Ele já está acordado?

Niall: Ele quem?

Louis: Seu namorado.

Niall: Ele está no apartamento.

Louis: E onde você está?

Niall: Sai pra correr um pouco.

Louis: E aí, vocês já fizeram aquilo?

Niall: Aquilo?

Louis: Perguntei se já transaram.

Niall: Ainda não.

Louis: Como não? Estão em Bradford sozinhos faz três dias. Porque ainda não rolou?

Niall: Acho que ainda não estou pronto. Quer dizer, eu quero mas estou um pouco confuso.

Louis: Niall, relaxa. Você só precisa se sentir bem, saber que é o momento certo.

Niall: Ainda não tenho um certo receio.

Louis: Quando estiver pronto vai saber.

Niall: Pois é. E como estão as coisas? Saindo muito com seus pais?

Louis: Não muito. Eles conseguiram duas semanas de férias do trabalho e resolveram aproveita-las descansando.

Niall: Que chato! Bom, mas pelo menos você está com eles.

Louis: Isso já basta.

Niall: E o Harry?

Louis: Ainda não falei com ele. Acho melhor deixar nossas férias acabarem e depois falo com ele.

Niall: Você consegue ficar tanto tempo sem ele?

Louis: É o jeito.

Niall: Tenho que voltar a correr.

Louis: Posso te ligar a noite?

Niall: Claro.

LIGAÇÃO OF

Corri por mais alguns minutos e depois voltei ao apartamento.

Tomei um banho e vesti uma roupa limpinha, me perfumei e arrumei o cabelo.

- Que cheiroso! - Zayn cheirou meus pescoço.

- Encontrei seu amigo.

- Calum?

- Sim.

- Conversaram?

- Não muito. - Me sentei na cama.

- Vou pedir a ele que chame os outros pra fazermos alguma coisa. De repente bateu uma saudade daquela época.

- Boa ideia! Tenho certeza que vão se divertir muito.

- Nós vamos nos divertir muito.

- Como assim?

- Você vai comigo, não vai?

- É que achei que você quisesse conversar com eles sozinho.

- Pensou isso? Niall, você é o meu namorado agora, vai andar comigo pra onde quer que eu for.

- Te amo! - O beijei.

- Fofo! Agora tenho que ir até a locadora devolver aqueles filmes e pegar outros. Tem alguma preferencia?

- Não, traz o que achar melhor.

- Tudo bem. Nossa, eu não sabia que aqui entregavam jornal.

- Nem eu.

- Depois que você saiu deixaram o jornal na porta. Vou indo!

- Volta logo.

Zayn me lançou um sorriso, o acompanhei até a porta.

Peguei o jornal que estava em cima da cama e resolvi dar uma olhadinha nele. Eu estava sem nada pra fazer mesmo.

Não gosto de jornais, acho coisa de gente velha. São cheios de notícias ruins.

Casal morre em incêndio criminoso? Nossa!

Que tragédia!

Zayn marcou com marcador vermelho a notícia sobre o casal que morreu em incêndio criminoso. Porque ele marcaria isso? Pra ler depois?

O nome e sobrenome do casal está coberto com o marcador vermelho. Não tem como ler.

Alguém está batendo na porta. Deixei o jornal em cima da cama e fui atender a porta.

- Olá! - Era uma garota. Eu não a conhecia.

- Olá. Posso ajuda-la?

- Sim, na verdade estou fazendo torta de maçã e meu açúcar acabou e não tenho tempo para ir ao supermercado agora. Será que poderia me emprestar um pouco?

- Claro. - Peguei a xícara que ela segurava.

Fui até a cozinha pegar um pouco de açúcar pra ela.

- Aqui está. - Falei ao entregar a xícara com açúcar a ela.

- Obrigado. - Sorriu.

- Ei, será que eu posso ver seu jornal de hoje? É que o meu está riscado.

- Claro. Vou buscar!

Em menos de 30 segundos a garota voltou com o jornal.

- Desculpe, eu queria ver o jornal de hoje.

- Esse é o jornal de hoje.

- Tem certeza? - Perguntei.

- Sim, olha a data.

Que estranho! O jornal que ela mostrou era realmente o de hoje, a data era de hoje.

- Devo ter me enganado.

- Obrigado pelo açúcar. - Agradeceu.

Fechei a porta e fui olhar a data do jornal.

Oh, meu Deus! A data desse jornal é de mais ou menos um ano atrás.

Se esse jornal é de um ano atrás. O que ele está fazendo aqui?

Zayn acabou de chegar.

- Que cara é essa? - Perguntou olhando para mim.

- Onde achou esse jornal? - Eu segurava o jornal.

- Já disse, bateram na porta e quando fui abrir estava no chão. O que foi?

- Nada, só achei estranho.

- Não tem nada de estranho nisso. - Beijou meu rosto.

 

ZAYN MALIK

Acordei cedinho e pedi uma cesta de café da manhã.

Tenho certeza que Niall vai adorar essa surpresa.

Apesar de estar muito feliz de estarmos aqui sozinhos, ainda sinto que não estamos completos. Niall não está a fim de fazer amor comigo. Não sei, talvez ele ainda não esteja preparado para isso. Acho que tenho que dar tempo ao tempo e esperar ele decidir que quer. É o melhor a se fazer.

Deixei a cesta de café da manhã em cima da cama, onde eu durmo. Assim quando ele acordar vai encontra-la.

Ouço meu celular tocando, esqueci ele no banheiro.

LIGAÇÃO ON

Calum: Oi, Zayn.

Zayn: Como vai, Calum?

Calum: Muito bem. Na verdade estou ligando pra marcarmos algo. Lembra?

Zayn: Sim, lembro.

Calum: Comentei com Niall que os meninos e eu vamos fazer um show numa casa noturna nesse fim de semana. Gostariam de ir?

Zayn: Calum, é um ótimo convite. Tenho certeza que Niall vai adorar.

Calum: Claro que vai.

Zayn: Tenho que desligar agora.

Calum: Tudo bem. Depois você me liga pra acertarmos os detalhes.

Zayn: Ok.

LIGAÇÃO OF

Niall acordou lentamente. Quando se deparou com aquela cesta de café da manhã, abriu um belo sorriso.

- Bom dia! - Me sentei na cama.

- Isso é pra mim?

- Sim. Só tem coisas que você gosta, tipo pão integral.

- Zayn, não precisava.

- Eu queria te fazer essa surpresa.

- Adorei! - Sorriu. - Vamos comer juntos?

- Claro!

E naquela bela manhã tomamos aquele café da manhã delicioso.

- Essa geleia de morango está divina. - Comentou ele.

- Sabia que gostava de geleia de morango.

- Sabia? Eu nunca te disse nada.

- Deixou escapar outro dia quando estávamos tomando café da manhã no colégio.

- Não lembro disso.

- Eu lembro. - Sorri.

- Quer experimentar esse pudim? - Niall aproximou o pudim da minha boca para que eu pudesse tirar uma mordida.

- Muito bom. - Falei de boca cheia.

Depois do café da manhã fiz um convite a Niall, o chamei para irmos ao cinema. Eu já havia reservado os ingressos noite passada.

Niall vestiu uma camisa manga longa listrada azul marinho e preto, uma calça jeans preta, um sapatênis bem casual. Aproveitei a ocasião para vestir uma camisa vermelha que dizia "Garotos bonzinhos", uma calça jeans azul com detalhes em branco, uma bota cano curto preta com cadarços e uma jaqueta preta, pra variar.

Chegamos ao cinema antes do almoço. Dei baixa nas entradas e fomos para a sala antes do filme começar.

- Nossos lugares são aqui. - Anunciei.

- Tem certeza?

- Sim, vem.

Já que éramos os únicos até agora, segurei na mão do Niall e o conduzi até nossas poltronas.

- Esqueci de comprar pipoca. Você quer? - Perguntei.

- Não, estou numa boa.

- Tudo bem. - Assenti.

Apertei a mão do Niall e depositei um selinho em seus lábios rosados.

- Acha que o filme vai demorar muito pra começar?

- Acho bom que demore, quero ficar aqui a noite toda com você. - Coloquei meu braço direito por trás do pescoço dele.

Quando o filme começou ficamos mais juntinhos ainda. O filme era bem romântico e emocionante. Assistimos prestando bem atenção a cada detalhe que passava na tela. Até que o final foi bem satisfatório.

Ao sairmos do cinema compramos sorvete e ficamos sentados num banquinho de uma praça.

- E agora, onde vai me levar? Quero conhecer a cidade.

- Quer mesmo?

- Vim pra isso. - Deu de ombros.

- Só pra isso?

- Pra isso e também ficar com você.

- Então porque ainda não ficamos?

Minha pergunta deixou um silencio no ar que durou alguns segundos.

- Esquece, não precisa responder. - Continuei tomando o sorvete.

- Está pensando nisso? Sabia que tinha ficado pensativo em relação a isso.

- Niall, não me entenda mal. Eu só achei que aqui em Bradford ficaríamos mais íntimos.

- Eu não sei se ainda é o momento.

- Claro! Eu entendo, entendo perfeitamente.

Niall forçou um sorriso.

- Zayn, mudando completamente de assunto. Você sabe onde fica a editora do jornal da cidade? Quantas editoras têm por aqui?

- Só uma, sei onde fica. Por quê?

- Será que podemos ir até lá?

- Por quê?

- Lembra daquele jornal? No hotel eles não deixam jornal para os hospedes, e aquele apareceu no nosso quarto. Acho que alguém botou lá.

- Como assim? Alguém como o Ed? Observador? Niall, isso já acabou.

- Eu sei, só que achei tudo muito estranho. Eu só queria...

- Ed está preso, não pode chegar perto de você.

- Você tem razão! Não posso viver suspeitando de tudo.

- Não pode mesmo.

- Então, qual nossa próxima parada.

- Esse sorvete me deu fome. - Fui até uma lixeira e joguei o sorvete nela. A praça estava bem vaga.

- Quer almoçar?

- Se eu te convidasse pra irmos a um restaurante. Você aceitaria?

- Mas é claro que sim.

 

AUTOR

Taylor estava terminando de arrumar suas coisas no apartamento que acabara de alugar por um tempo.

- Onde eu coloco vocês? - Se perguntou. Ela segurava um porta retrato com a foto dos pais adotivos. - Prontinho! - Botou o porta retrato em cima do seu criado mudo.

Taylor aproveitou para guardar a foto de Niall em uma caixinha e a colocou em cima do seu guarda roupas. Lembrava muito bem que semanas atrás Niall havia ligado para ela. Taylor só não sabia como Niall havia conseguido o número dela.

Quando Taylor estava no orfanato Sonho de Criança, tinha um coleguinha para brincar, os dois viveram juntos até que com 6 anos, seu amiguinho foi adotado. Eles adoravam brincar juntos e passam quase 24hrs por dia. Na época Taylor tinha 7 anos.

FLASHBACK ON

Taylor e Tyler, seu amiguinho, brincavam no jardim do orfanato Sonho de Criança. A garotinha subiu em uma árvore e Tyler queria alcança-la.

- Aposto que não consegue me alcançar.

- Eu consigo! - Gritou o garotinho.

Tyler começa a subir na árvore a fim de chegar até sua amiguinha. Quando o garoto avista uma borboleta na árvore, ele acaba caindo. Por sorte, Tyler ainda não havia subido tão alto.

- Tyler, você está bem? - Taylor desceu da árvore rapidamente para ajudar o amigo.

- Estou bem, não foi nada demais.

- Precisa de um curativo.

- Calma, não foi nada.

- Desculpa!

- Pelo quê?

- Não devia ter subido tão alto, você foi atrás de mim. Foi culpa minha!

- Taylor, não foi culpa sua.

FLASHBACK OF

Taylor sorria ao lembrar do seu antigo amigo Tyler.

- Eu queria poder te encontrar de novo, Tyler. Estou sozinha nesse mundo imenso. - Disse ela, deitada na sua nova cama.

Realmente Taylor tinha razão, ela estava sozinha. Seus pais morreram, ela perdeu o contato com Tyler depois que foi adotada por Jim e Courtney. Ela estava se sentindo muito sozinha.

FLASHBACK ON

Taylor havia chegado do colégio cedo, um dos alunos morreu de acidentalmente e a direção resolveu mandar os alunos para suas casas.

- Mãe? Pai? - Chamou por seus pais ao adentrar a sala de estar.

- Oi, filha. - Courtney volta da cozinha demonstrando nervosismo.

- Tudo bem por aqui? - Perguntou a garota, segurava uma alça da sua mochila.

- Está tudo bem. Voltou cedo hoje! - Jim também voltou da cozinha.

- Um garoto morreu, ele era do colégio e decidiram mandar os alunos pra casa mais cedo. - Taylor sentou no sofá, respirou fundo.

- Nossa! - Courtney sentou-se com a filha. - Taylor, notou algo de estranho acontecendo ultimamente?

- Não, tipo o quê?

- Tipo alguém te observando, não sei.

- Mãe, a única pessoa que me observa é você. Nos últimos dias você está sempre me perguntando coisas estranhas. O que está acontecendo? Faz duas semanas que você vai me deixar e buscar no colégio.

- Não é nada, Taylor. Sua mãe só está um pouco preocupada. O mundo de hoje não é mais um lugar seguro.

- Eu estou bem. Não notei ninguém de olho em mim. - Taylor levantou do sofá. - É melhor pararem com essa paranoia, já estou ficando assustada com tanto mistério. - A loira foi para seu quarto.

FLASHBACK OF


Notas Finais


Comentem a vontade!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...