História Hallucinations - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hallucinations, Jungkook
Exibições 10
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiya!❤💜
Gente, não sou boa em fazer fanfics, mas tudo tem sua primeira vez, né? 😅😅
Digam o que acharam e dêem retorno!!!⬆⬆
🙈Desculpe-me os erros🙈

Capítulo 1 - Confident.


Fanfic / Fanfiction Hallucinations - Capítulo 1 - Confident.

*4:30*
Lá estava eu parada na sacada de casa tendo mais uma de minhas crises depressivas, estava "admirando" a água que os poucos carros em alta velocidade jogavam para todos os lados, aquilo era tranquilizante porém um pouco atormentador quando se parava para observar o barulho dos motores, saquei mais um cigarro do meu bolso e o acendi colocando-o rapidamente em minha boca, digamos que isso é apenas um calmante para meu cérebro...

- Laura? Você está bem? - Sinto uma pequena mão encostar em meu corpo, passou a mão em meus longos cachos negros, senti sua mão saindo de meus cabelos que por sua vez repousou no apoio da sacada em meu lado, por fim acabo vendo sua face, era minha irmã mais nova, a bela e doce Lavine. - O que houve, você está fumando e sabe que isso me faz mal!

Revirei meus olhos, puxei o ar do fundo dos meus pulmões e o soltei com um suspiro
- Lavine, se isso te faz mal então vai para o seu quarto, assim você não fica exposta à fumaça.

- Pare de se fazer de tonta Laura, você sabe do que eu estou falando. Me faz mal vê-la fumando, sabendo que você é a única pessoa que tenho para recorrer, você é a única pessoa que eu posso amar e me sentir amada, foi difícil superar a morte de nossa família, ver a mamãe morrer foi algo horrível para mim, e sei que para você também! É pedir muito para que pare de fumar e usar drogas, Laura?

Eu realmente entendia o lado dela, que por sinal deveria ser o meu também, mas ela não viu nem metade do que vi e ao menos presenciou o que presenciei, sei que se tratava de nossa mãe e que isso foi um choque para nós, mas essa era a única forma de me sentir bem.
Rapidamente joguei o cigarro pela sacada e fiquei olhando para o mesmo até se chocar contra o chão e se apagar por causa da chuva, logo após olhei para Lavine que estava com um semblante preocupado, passei meu braço em volta de seus ombros  e apoiei minha cabeça sobre a dela:

- Lavine, não se preocupe, prometo que vou parar, mas por favor, tenta esquecer o passado, hoje somos uma família, apenas eu e você, temos que cuidar uma da outra, saiba que eu te amo muito, okay?

Lavine fechou seus olhos e deu um leve sorriso de afirmação.

 - Agora vamos aproveitar esses poucos minutos para dormir, pois daqui a pouco temos que ir à escola!

...

*6:00*

Disse para Lavine que ia dormir, mas logo quando apoiei minha cabeça em meu travesseiro me veio quinhentas coisas na mente.
Levantei da cama e fui me rastejando para o banheiro, chegando lá me virei para o espelho e me perguntei "Qual é o meu problema, por que sou assim?", aquele tipo de pergunta em que só o tempo sabia me responder. Abaixei minha cabeça e respirei fundo, comecei a tirar minha roupa até ficar nua, pronta para mais um banho matinal, o que me dava muita preguiça, saindo do banho, me enrolei na primeira toalha que vi e fui para meu quarto em busca de qualquer trapo para me vestir rapidamente para ir à escola; no meio do caminho achei uma calça jeans preta com vários rasgos e uma blusa cinza que me caía como um vestido de tão grande que era! Vesti tudo em menos de 5 minutos, peguei meu tênis preto da Adidas (que mais parecia uma bota de astronauta) e o calcei, fiz um coque todo mal feito em meu cabelo e saí correndo para ver se Lavine estava pronta.
Quando desci os degraus me deparei com Lavine, que usava um macacão branco todo justo e uma blusa azul, por sorte a danada já estava tomando o café da manhã. Sentei-me à mesa e peguei uma xícara de café e alguns cookies de chocolate:

- Bom dia novamente, pingo de gente!- falei dando um sorriso de orelha a orelha.

- Bom dia novamente, mana!- disse ela com a boca cheia de cookies.

Aparentemente havia colocado uns dois cookies na boca e derramado café por cima, o que me causou uma dor no peito.

-Meu Deus, quase morri, anda logo que já estamos atrasadas!

Lavine soltou altas gargalhadas enquanto pegava sua mochila do chão, a mesma saiu correndo em direção ao carro, o que me fez agilizar mais.

...

Já na estrada, Lavine olha fixamente a linda paisagem da Coreia, até que chega em sua escola; Lavine me deu um forte abraço e pediu para que à desejasse sorte, assim obedeci e dei meu boa sorte à ela, já que era o seu primeiro dia de aula (e o meu também).

Lavine se virou e saiu do carro, fiquei olhando fixamente Lavine indo em direção a entrada da escola, vi os olhares se voltando à ela, tanto meninas como meninos, ela era realmente linda.
Assim que ela entrou eu saí com o carro, em alguns minutos cheguei na faculdade, estacionei meu carro e me arrastei até a entrada, onde havia dois grupos de garotas, em um grupo havia garotas extremamente vulgares e no outro apenas garotas sem nenhuma característica que podia definir os seus tipos.
Passei rapidamente pelos grupos e fui procurar o meu armário.
Depois de bons longos minutos consegui achar e assim que abri depositei todos meus livros no mesmo, fechei o armário e me virei igual ao Flash, porém levei uma pancada na testa que me deixou tonta, quando recuperei a visão me deparei com um cara que no meu ponto de vista era bonito, tinha um cabelo legal...

- Hey, você está bem? - perguntou ele segurando meu ombro.

- Olha, se tiver um igual a você do seu lado então eu estou, caso contrário, acho que não. Aliás,  eu bati pela frente ou por trás? - Disse com a mão em minha testa. O garoto começou a rir de um jeito tão fofo que automaticamente eu comecei a rir com seu sorriso simpático.

- Okay, você não está bem, desculpe-me. Respondendo sua pergunta, foi por trás. Aah, como se chama? - Disse ele passando a mão por volta de meu pescoço me levando para qualquer canto.

- Me chamo Laura, e você? - disse olhando para todos os lados tentando ver para onde ele me levava.

- me chamo Kim Taehyung! E você vai andar comigo no intervalo. Está entregue em sua classe, senhorita Laura! - disse o mesmo com uma pose heróica que me fez rir horrores!

- Okay, TaeTae. - Quando disse isso o mesmo me olhou fixamente prendendo a risada. - Vou ficar contigo no intervalo, mas como sabe que essa é minha classe? - perguntei com cara de tonta, ele sacou um papel em seu bolso e me deu:

- Você deixou cair enquanto cumprimentava minhas costas... - o mesmo deu uma "piscada" para mim, se virou e sumiu por aquela multidão de "estudantes".


Notas Finais


Bem, acho que por hoje acabou 😢
Obrigada pela paciência de ler .-. E já aviso que virá textos IMENSOS!🍥🍥
The fim 💙💙💙💙
Dêem retorno pessoal👀👀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...