História Hallucinations - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hallucinations, Jungkook
Exibições 5
Palavras 2.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha euzinha de novo minha zaynte!
Desculpa a falta de criatividade nesse cap. estava estudando para as provas! Mas prometo que o próximo vai ser fofineo! 👀🍥
Desculpe qualquer erro.🙈

Amo vocês ❤

Capítulo 2 - Attractive.


Fanfic / Fanfiction Hallucinations - Capítulo 2 - Attractive.

Fiquei uns dois minutos observando os alunos daquele local, eu confesso que fiquei com receio de fazer amizade com alguém daquele lugar, todos ali não faziam "meu tipo", a maioria me olhava torto de cima a baixo.

- Garota olha por onde anda, escolhe um lugar melhor para "boiar" da próxima vez! - Disse um garoto esbarrando brutalmente em mim, o mesmo saiu apertando os passos e entrou na sala.

- Mas gente, que povo, hein, porra... - A cada minuto que se passava eu tinha mais certeza de que aquele lugar não era pra mim, então balancei minha cabeça negativamente, suspirei e entrei em minha classe, fechei a porta e olhei em volta da mesma para ver onde havia lugares sobrando, eu realmente gostaria de me sentar no fundo da sala, então peguei meu trajeto até lá.

-Hey, menina de blusa cinza!- ouvi a voz de uma garota, quando me virei para ver quem era, percebi rapidamente que se tratava de uma das garotas que estava em um dos grupos da entrada da escola, aparentemente ela era do grupo das "normais", fui andando até ela:

-Olá!- dei um sorriso simpático no intuito de cativar a garota, afinal, eu devia fazer novos amigos, não estava afim de ficar sozinha o ano todo!

- Você parece ser legal, por que não senta aqui atrás de mim para conversarmos? - disse ela dando "tapinhas" na mesa de trás para que eu fosse sentar ali.

- Mas é que eu gostaria de sent...- cortei minha frase lamentável porque sabia que a mesma teria duas reações: ficar triste ou insistir para que eu ficasse -... eu gostaria de sentar ai mesmo. - terminei a frase com um sorriso nervoso.

- Ahh que ótimo! Eae, como é seu nome?

- Me chamo Laura! E você?

- Hayley, você é daqui mesmo?

- Não, sou da Polônia, mas morei minha vida toda na Austrália, ai vim para cá por causa da faculdade, o ensino daqui é ótimo...

Ficamos nessa conversa por alguns minutos até que o professor chegou na sala, ele passou a grade curricular da nossa turma, falou sobre os conhecimentos que vamos adquirir ao decorrer da faculdade e o que eu mais aguardava, saber que matéria ele ia nos ensinar, por fim era "Física da Terra e do Universo", estou vendo que essa faculdade de astronomia vai ser uma jornada e tanto.

...

*10:00*

Eu já estava no quinto sono, o orgasmo do sono ou qualquer outra coisa e fui atrapalhada pelo barulho mais insuportável para uma mente que estava brisando, aquele barulho tenebroso do sinal havia se espalhado pelo meu cérebro me causando até arrepios.

- Dormiu bem? - Disse Hayley apoiando sua cabeça em sua mão, a mesma com cara de morta. - Não sei como você consegue dormir com um ser falando na sua cabeça...

- Pois é, anos de prática. - dei um leve sorriso e me espreguicei, olhei em minha volta e não havia mais ninguém na classe. - Ué, onde o pessoal foi?

- São dez horas, amiga, é intervalo... - Disse ela se levantando e ajeitando a roupa a caminho da porta. - Vamos?

- Claro!

Me levantei e caminhei junto com Hayley, ela abriu a porta e demos de cara com um enorme corredor vazio, descemos as escadas e fomos para baixo de uma enorme árvore, tinha uma brisa incrível que ia contra meu rosto e me fazia franzir as sobrancelhas. Hayley sentou-se e pegou um livro em sua bolsa, em seguida tirei uma blusa de minha bolsa forrei o chão e deitei apoiando minha cabeça em cima da minha mochila, fiquei ali observando as nuvens, quando acordei do transe olhei para o lado e vi Taehyung mais um menino se aproximando.

- Laura, onde estava? Procurei você por todos os lados! - Disse Taehyung apoiando suas mãos nos joelhos e respirando forte por causa da leve corrida que deu até nosso encontro.

- Nossa TaeTae, desculpa ae, esqueci que ficaria com você no intervalo! - Falei já me sentando.

- Uhuum, sei... -

O silêncio tomou conta do local então comecei a olhar em minha volta mas algo me chamou atenção, o garoto que estava ao lado de Taehyung, olhei atenciosamente sua boca, seus olhos, cabelo, enfim, absolutamente tudo, fiquei o observando fixamente até que percebi suas bochechas ficarem coradas e um lindo sorriso sem jeito estampou seu rosto, quando percebi Taehyung e Hayley se olhavam de um jeito que pareciam entender tudo o que o outro dizia através do olhar.

Taehyung se aproximou de Hayley e deu uma leve "piscada" para ela, a mesma assentiu e levantou rapidamente jogando seu livro dentro da mochila. Taehyung pegou em seu braço e à arrastou para bem longe daquele local.
Fiquei observando o canto dos pássaros quando percebi que o garoto que estava com Taehyung sentou ao meu lado e ficou me olhando como se estivesse esperando algo de mim.

- Oi, me chamo Laura. - Disse envergonhada olhando fixamente para ele entre os fios do meu cabelo.

- Aah, sou Jungkook, prazer! - Me deu uma leve vontade de soltar um "prazer, é só na cama, meu parça" mas nem tinha intimidade com ele.

- Oh, prazer em conhece-lo, Jungkook!

Coloquei alguns fios de cabelo atrás da orelha para melhorar a visão então tirei meu caderno de desenhos de dentro da minha mochila, peguei alguns lápis de desenho e observei tudo em minha volta.

- Você desenha? - Disse ele com uma cara de "surpresa".

- Bem, desenho... mas não tão bem assim...

- Aah, o que gosta de desenhar?

- Tudo, mas eu prefiro desenhar pessoas... acho mais divertido. - Soltei um leve sorriso - posso te desenhar? - perguntei para ele, senti minhas bochechas esquentar, acho que estava com cara de tonta.

- Claro! - Disse ele com cara de surpreso.

- Okay! - me virei para ele e o mesmo fez uma cara engraçada o que me tirou altas gargalhadas!

- Assim está bom? - Perguntou ele entre os dentes com uma cara toda desajeitada.

- Pode ser... - Respondi qualquer coisa porque realmente eu não tinha falas para aquela cara.

Comecei a desenhar, vinte minutos depois ele saiu da pose, o que me fez ficar com cara de paisagem olhando para ele.

- O que houve? - Perguntei sem entender nada.

- O intervalo está acabando, não podemos nos atrasar logo no começo do ano, principalmente você que acabou de entrar... - disse ele se levantando e tirando alguns matos de sua calça.

- Nossa é mesmo! - Levantei rapidamente em desespero para não me atrasar.

- Hey, me dá uma folha e um lápis? - ele estava me olhando de um jeito tão fofo.

- Aah, aqui está - estendi meu braço e o entreguei o que havia pedido.

Comecei a observa-lo e em alguns segundos ele parou de fazer o que estava fazendo no papel e dobrou o mesmo entregando em minhas mãos.

- Abra-o quando chegar em sua classe. - Ele saiu andando e me deixou ali plantada feito bambu.

...

Fui até minha sala e Hayley estava lá com cara de tédio.

- Onde estava? - Disse ela me acompanhando com os olhos até meu lugar.

- Estava com Jungkook, aquele que ficou comigo enquanto você e Taehyung me deixaram só. - Olhei com cara de deboche para ela, a mesma soltou uma risada debochada.

- Desculpa, mas eae, como foi? - Ela falava comigo como se me conhecesse a anos.

- Ele me deu isso, disse que era para abrir na sala... - Disse já abrindo o papel, quando li o que estava escrito a única coisa que me veio em mente era a linda frase "essa não...", fiquei boquiaberta e com cara de trouxa.

- O que está escrito! - Hayley parecia uma criança visitando a casinha do papai Noel.

Estiquei bem o papel todo amassado e segurei nas montas  virando o mesmo para Hayley ler.

- AAH MEU DEUS! SERÁ QUE ISSO PODE SER O QUE ESTOU PENSANDO?- disse ela com cara de surpresa.

- Não sei... - comecei a ler novamente... foi uma atitude fofa da parte dele escrever "gostei de você ♡" em um papel e dar... mas sei lá, já me iludi tanto que agora não quero mais nem ver macho na minha frente...

...

A aula havia acabado então fui para o estacionamento, peguei meu carro e fui buscar Lavine na escola.
Quando cheguei em frente a escola resolvi adicionar Hayley e Taehyung aos meus contatos, já que se deixasse pra depois eu iria esquecer; Feito isso, me virei para a janela e vi Lavine correndo em direção ao carro, a mesma entrou e me cumprimentou toda sorridente:

- Oi Laura!

- Eae Lavine, como foi a aula? - Disse já com o pé no acelerador para sair daquele inferno mirim.

- Foi bem!

Ficamos o caminho todo sem falar uma com a outra. Lavine estava com cara de sono pois já tinha se acostumado a acordar tarde mas mesmo assim ela estava com uma cara melhor que a minha.
Estava pensativa, queria saber o porque Jungkook não me falou pessoalmente aquilo que tinha escrito no papel e queria saber algo além disso, o por que ele escreveu aquilo sendo que ele mal me conhece... eu senti um frio na barriga enquanto olhava para ele mas além de acha-lo bonito eu o achei um tanto misterioso e de uma certa forma me fez lembrar do meu passado, o passado no qual eu não insisto em lembrar, aquele que aconteceu anos antes de meus pais morrerem, aquele que Lavine não podia saber.

...

*13:30*

Tinha chegado em casa a alguns minutos atrás, Lavine estava no banho e eu estava na sala jogando COD no meu PS4 mais conhecido como "Meu Filho".
Eu não consigo pensar em nada além dela, por que ela tinha que partir, eu a amava tanto, mais do que à mim mesmo.
Coloquei o controle do video-game no chão e suspirei repousando meu corpo no encosto do sofá, olhei para o lado e vi Lavine descendo os degraus da escada rapidamente até que a mesma virou para mim e correu para sentar-se ao meu lado no sofá.

- Laura, o que houve? - Percebi que estava preocupada, mas resolvi não contar as mil coisas que estavam em minha mente...

- Nada, Lavine, estou bem... quer jogar comigo? - pergunto tentando mudar de assunto.

- Não estou afim... queria ver anime...

- Okay, vamos ver Naruto, pode ser? - Eu tentei vicia-la em animes e pelo jeito deu certo, ela esta começando a ver Naruto e parece estar gostando...

- Okay! Vou pegar algumas coisas para comer!

Ficamos ali o resto da tarde, eu não estava aguentando levantar e Lavine estava com a cabeça em minhas pernas... me deu uma preguiça de ficar ali então perguntei à Lavine se ela gostaria de tentar andar de skate no parque perto de casa, a mesma afirmou com um grande sorriso e saiu correndo para trocar de roupa, fui logo atrás para trocar a minha; peguei uma blusa com uma hamsa e um short azul e vesti, calsei meu All-Star e desci. Meus skates estavam encostados perto da porta, os peguei e fiquei esperando Lavine do lado de fora encostada na pilastra.
Minutos depois, Lavine sai vestindo uma legging preta e um suéter branco combinando com seus tênis.

- Demorou, né? - Falei com cara de cu de égua.

Lavine fez uma cara de deboche e fomos caminhando ao parque.

Chegando lá, fiz com que Lavine subisse no skate e fui empurrando ela, falei para ela tentar sozinha então a soltei e fui me sentar em um banco... minutos depois sinto algo tampando meus olhos, encostei minha mão sobre e senti uma mão.

- Ai, quem é? - soltei uma leve risada, estava envergonhada.

A pessoa tirou a mão de meus olhos então me virei para ver quem era, vi a face daquele garoto e me fez soltar um leve sorriso automaticamente, senti minhas bochechas esquentar de vergonha.

- Aah, Olá Jungkook!

Notas Finais


The fim! 🍥🍥
Esse cap. deve ter sido entediante, desculpe-me! Mas enfim, dêem retorno e ideias! 👀👀
Amo vocês❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...