História Halo - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars
Tags Bruno Mars
Exibições 16
Palavras 1.730
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


" aviso, o capitulo a seguir contem cenas de drama ao extremo consequencias a cargo dos nossos telespectadores" EEEEEEEPPPPPPPPPPAAAAAAAA voltei rapido né? gente isso aqui ta uma zona, espero que gostem e a musica de hoje é da Alcione beijos.

Capítulo 45 - Voce Me Vira A Cabeça


Garota de coração partido- Beyonce

 

Você é tudo o que eu achava que nunca seria

E nada como eu pensei que você poderia ter sido

Mesmo assim, você vive dentro de mim

Então me diga como é isso?

Você é o único que eu desejo que pudesse esquecer

O único que eu adoraria não perdoar

E apesar de você partir meu coração, você é o único

E apesar de existirem momentos que eu odeio você

Porque eu não posso apagar

Os momentos que você me machucou

E pôs lágrimas no meu rosto

E mesmo agora, enquanto eu odeio você, me dói dizer

Eu sei que estarei lá no final do dia


 

Eu não quero ficar sem você, amor

Eu não quero um coração partido

Não quero respirar sem você, amor

Eu não quero ter esse papel

Eu sei que amo você mas me deixe dizer

Eu não quero amar você de nenhuma maneira, não não

Eu não quero um coração partido

Eu não quero ser a garota de coração partido

Não, não, não sou nenhuma garota de coração partido

 

 

 Ana on

 

 

" Ana você é muito paranoica"

Cresci ouvindo isso.

Pra mim responsabilidade não é apenas uma questão de obrigação.

É questão de compromisso e caráter.

— Falo com o chefe do RH ?

—sim, já me adiantaram que você está procurando uma pessoa é

isso ?

— isso, o nome é Clara

Batia com o bico da caneta em cima da mesa aguardando a resposta, depois de algum tempo o gentil rapaz me respondeu.

— impossível, tínhamos uma funcionária com esse nome mas ela desapareceu três semanas atrás, entramos em contato com os familiares e eles também nos informaram que ela não esteve em casa esses dias

Aquilo me fez levantar do sofá e aumentar mais ainda a minha duvida.

— vocês não mandaram uma funcionária daí pra cuidar do evento?

— não senhorita, algo mais?

— mas e o evento ?

—foi confirmado e um sucesso, mas não mandamos ninguém

Olhava pela janela da minha casa.

O que está acontecendo?

— no mais ?

—não obrigada

Joguei o telefone no sofá.

—quem é aquela biscate de quinta? E o que ela quer?

Vejo meus braços cruzados através do meu reflexo no vidro enquanto os primeiros pingos de chuva caiam vagarosamente em Los Angeles, o céu estava cercado de nuvens bem zangadas.

Aquela historia estava mais do que mal contada.

 

 

Jessica on

— o que?

Tive que contar até mil pra não surtar,

Era fim de expediente e eu iria passar no banheiro pra retocar a maquiagem mas quando eu estava a poucos passos da porta eu ouvi a conversa.

— não é possível, Emily?

A voz feminina respondeu do lado de dentro.

— obrigada

Abri a porta abruptamente e dei de cara com outra pessoa.

— ai me desculpa eu pensei que era outra pessoa

Sorri sem jeito

— nada não

— voce não é do festival?

— eu era mas consegui um trabalho aqui

Eu conhecia aquele sorriso, sarcástico como o da minha irmã.

Ela passava o batom com cuidado enquanto seu rosto permanecia bem próximo ao espelho.

Eu olhei para ela sem entender enquanto ela passava por mim.

— eu devo estar doida só pode.

Dei de ombros abrindo a minha bolsa. Faz tanto tempo que eu não vejo a Emily que eu estou ate´ estranhando.

 

Bruno on

que barra cara

— eu não sei se eu conto pra ela

— vai por mim, dos males o menor, se voce contar é muito melhor do que ela saber por outras pessoas

Já estava não sei quanto tempo no telefone com o phill e acabei tocando no assunto.

E essa conversa ficou martelando na minha cabeça.

 

— o que foi? Voce esta tao calada

Comentei dando uma garfada na comida, estávamos jantando e ela estava muito pensativa e quase não tinha tocado no seu prato.

— é que eu ouvi uma coisa no estúdio que me deixou inquieta

Acho que eu fiquei branco quando ouvi isso, será que ela sabe? Será que já esta se espalhando pelo estúdio?

Juntei as mãos deixando a comida um pouco de lado e ela me olhou.

— ana não será mais sua assistente?

Não posso negar que senti um alivio ao ouvir isso.

— é temporário, foi um inconveniente no estúdio

Segurei sua mao.

Eu senti que isso só iria passar quando eu contasse a ela, mas como contar sem parece culpado? Afinal, se a situação fosse inversa eu certamente não aceitaria pedidos de desculpa porque eu iria ficar extremamente irritado.

— mas tenho algo serio pra te contar

— o que?

Sua postura mudou imediatamente e eu fiquei escolhendo as palavras certas para não parecer culpado.

— vamos comer primeiro e depois eu conto

— ah voce não vai fazer isso

— ah eu vou sim e a senhorita tem que comer

Enquanto terminávamos eu tentava parecer calmo não sei se estava conseguindo.

 

Ella on

A impaciência me consumia como tanto fervor mas perguntar seria inútil já que ele certamente não iria me dizer.

Confesso que sua resposta sobre o ocorrido com a Ana não me convenceu, ela é tao competente e com certeza um breve incidente jamais afastaria ela do estúdio ela ama esses loucos assim como eu.

 

— e agora? Vai me contar?

A chuva la fora ficava muito mais forte lá fora.

 

—o que você tem de tão sério pra me dizer ?

Com a mão batendo na cama fiz sinal para que ele se sentasse

ao meu lado e assim ele fez.

— Ei o seu silêncio está me assustando o que foi ?

A carícia tão suave dos seus dedos na minha mão a qual ele

fitava fixamente mas logo seu foco veio para os meus olhos pois

eu trouxe seu rosto pra mim.

Não sei porque mas eu vi algo diferente nos seus olhos.

Ele cruzou uma perna por cima da outra cobertas pela sua calça

de moletom .

—aconteceu uma coisa no estúdio

— eu sei a Ana...

—não, mão, não é nada haver com a Ana

Ele negava constantemente

— o que foi então? Anda Bruno você está me deixando nervosa

Eu já disse que estava vendo ficando impaciente ?

—você se lembra da Clara ?

Apenas confirmei com a cabeça e fiz sinal para ele prosseguir.

— pois é, e ela apareceu outro dia no meu escritório e aconteceu

algo muito desagradável

E lá veio mais uma vírgula que me deixou com o coração

apertado.

— o que foi ?

—eu juro que não foi de propósito, eu nem percebi e quando eu

dei já tinha acontecido

— Bruno calma, respira

Sorrimos brevemente

— o que foi ?

— Ela veio me cumprimentar e ela acabou me dando um selinho

Logo fiz questão de soltar a sua mão.

— como assim?

— eu posso explicar

—eu acho bom mas geralmente quem diz isso não tem nada pra

explicar

Fransi o olhar pra ele.

— foi um acidente eu juro

—Bruno ninguém beija ninguém por acidente

— mais foi Rafaela, eu sabia que você reagiria assim... eu também

reagiria assim mas é sério , eu não fiz por mal

Segurei seus pulsos quando suas mãos vieram para o meu rosto

eu apenas senti o seu leve toque no mesmo

—por favor acrescenta em mim

Sua testa se encostou na minha pisquei muito até que as

lágrimas vieram à tona.

— Ei não chora

— eu sabia que isso ia acontecer... Era por isso que eu queria

terminar com você porque eu sabia que uma hora isso ia

acontecer

Tirei suas mãos de mim e me virei para o lado da cama já de

costas pra ele

— por que você faz isso comigo? Por que a vida é assim? Sabia

que no fundo eu só era mais uma pra você, por que você diz que

não dá mais?

Agarrei o travesseiro com toda a minha força.

—para com isso, e você já me disse que não era por isso que você

queria terminar comigo era por causa daquele psicopata que

tinha sequestrado a sua irmã, o que você queria era uma

desculpa, e mais uma cosia, eu não tive culpa, se quiser acreditar

acredita se não problema seu.

Tudo que eu ouvi foi em seguida foi a porta batendo anunciando

a sua saída.

— por que eu? Por que comigo ? Eu esperava por isso só não

imaginária que doaria tanto, mas eu não consigo deixar de amar

ele, por que ele não me liberta se não me quer mais? Eu ainda

sinto meu coração preso a ele mas foi só um segundo de amor

 

Alcione – voce me vira a cabeça

 

Você me vira a cabeça, me tira do sério
Destrói os planos que um dia eu fiz pra mim

Me faz pensar porque que a vida é assim
Eu sempre vou e volto pros teus braços

Você não me quer de verdade
No fundo eu sou tua vaidade
Eu vivo seguindo os teus passos
Eu sempre estou presa em teus laços
É só você chamar que eu vou

Por que você não vai embora de vez?
Por que não me liberta dessa paixão?
Por que?
Por que você não diz que não me quer mais?
Por que não deixa livre o meu coração?

Mas tem que me prender, tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor, ôôôô

Mas tem que me prender, tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor

Você não me quer de verdade
No fundo eu sou tua vaidade
Eu vivo seguindo os teus passos
Eu sempre estou presa em teus laços
É só você chamar que eu vou

Por que você não vai embora de vez?
Por que não me liberta dessa paixão?
Por que?
Por que você não diz que não me quer mais?
Por que não deixa livre o meu coração?

Mas tem que me prender, tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor, ôôôô

Mas tem que me prender, tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor, ôôôô

Mas tem que me prender, tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor, ôôôô

 


Notas Finais


https://www.youtube.com/watch?v=cSmZmfQh8po
por favor nao me matem " a vingança nunca é plena mata a alma e a envenena" voces vao me entender. nao desistam de mim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...