História Handlers - Interativa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Gangue, Policial, Você
Exibições 57
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello people!
Trago aqui minha primeira fic, interativa, de BTS.
Espero que gostem, e me recebam com muito amor e carinho, nesse mundo de fanfics.
Bem, as regras estaram em um link nas notas finais, junto às fichas, e um pequeno resumo da vida dos pares, e da minha personagem.

Este capítulo é mais para vocês verem como funciona a gangue, e a minha personagem, que não vai ser a líder, relaxem, e nem vai aparecer mais que as outras.

Sem mais delongas, aproveitem a leitura.

Capítulo 1 - Prólogo - Vampire


Fanfic / Fanfiction Handlers - Interativa - Capítulo 1 - Prólogo - Vampire

Prólogo

Vampire


O beco estava iluminado pelas luzes das viaturas, policiais estavam por todos os lados, e o detetive Kang Jiwoo apenas repetia que aquilo sem dúvidas era obra da gangue mais temida do momento em Seul, as Handlers, enquanto sua parceira de trabalho, a detetive Lee Eunha examinava o local, pegando duas amostras de cada prova, uma para a polícia e outra para uso pessoal.

— Detetive Kang. — a voz do comandante Bang ecou pelo local, chamando a atenção do homen. Logo atrás do superior de Kang, vinha mais um homen. — Imagino que já conheça o detetive Jeon Jungkook.

— Claro, quem não o conhece, participa do esquadrão Bangtan. Ó senhor, é uma honra poder falar com o senhor. — disse Kang, estendendo a mão para Jeon, que a apertou por pura educação. Todos na delegacia sabiam que Kang era o pior detetive que havia, a sua única salvação era sua parceira, que fazia todo trabalho. — Mas o que os trás aqui?

— Vim examinar a cena, o caso das Handlers vai ser passado para o meu esquadrão. — falou Jeon, que estava sério, até o momento que viu Lee se aproximar, a mulher sorriu em direção a ele, e o mesmo retribuiu. — Detetive Lee.

— Detetive Jeon. Comandante Bang. — cumprimentou a mais nova, fazendo uma reverência, e depois se virou para seu parceiro. — Não foi as Handlers, senhor.

— Como não?! Óbvio que foram elas. — insistiu Kang, e Lee reprimiu a vontade de revirar os olhos. Se tivesse sido as Handlers óbvio que ela saberia. — Não concordam, senhores?

— Não podemos afirma nada, Kang. — falou o comadante, e Jeon concordou, adicionando:

— Adoraria ouvi o motivo de Lee afirma que a Handlers não tem nada haver com isso, pois pelo menos ela examinou o local, ao contrário de você, Kang.

Lee sorriu timidamente, e voltou para onde o corpo da vítima se encontrava, fazendo um sinal para os três à acompanharem.

— Normalmente, quando alguém é torturado pelas HLS, no pescoço ou no pulso tem dois furos, grossos para seringas comuns, tenho certeza que é a Vampire que injeta uma droga, só não identifiquei qual ainda, mas enfim, esse corpo não tem nenhum sinal disso. — informou, enquanto mostrava o pulso e o pescoço do homen, que estavam limpos.

— Brilhante, nunca havia percebido isso. — falou Kang.

— Ele nunca procurou. — resmungou Lee, e Jeon que estava agachado ao seu lado, a olhou de lado. Ele sentia pena dela, por desperdiça seu talento tendo um parceiro tão bosta como Kang. — Mas, enfim, além dos furos, também tem todo o cenário. As HLS não deixam sangue espalhado por todo local, e sempre tem uma rosa vermelho sangue sobre ou perto do corpo, o que não tem aqui.

— Realmente, o senhor estava certo, comandante, ela é perfeita. — falou Jeon, e Eunha olhou para ele surpresa, depois virou o rosto envergonhada.

— Aish. — resmungou Lee.

— Claro que sim, aprendeu tudo comigo. — gabou-se Kang.

— Com toda a certeza: não. — disse Bang. — Jeon, você não teria alguma proposta para a detetive Lee?

— Ah sim, claro, claro. — disse, se levantando, junto a Eunha. — Podemos conversa em particular?

— Ahm... tudo bem. — concordou a detetive, e seguiu o mais velho até um lugar onde tinha pouca zoada.

— Srta. Lee, você tem muito talento como detetive, mas ainda precisa ser aprimorado, e ter o Kang como parceiro não vai adiantar. Veja bem, não estou propondo para fazer parte do Bangtan, mas eu estou disposto a ser seu tutor, mas para isso você vai ter que virar minha parceira. — despejou o garoto.

— Uou, calma. Presciso entender o que disse primeiro. — falou Lee, rindo. — Eu não sei, Jeon-ssi. Eu gosto desse caso e...

— Não seja por isso, o caso da gangue feminina foi passada para o Bangtan, já que o Kang não estava indo para frente. Sem ofensas.

— Não, tudo bem. Eu... posso pensar?

— Claro. Se você resolver aceitar, preenche esse formulário e me entrega depois. — Jungkook entregou o formulário para Lee, e sorriu para a mais nova, que retribuiu. — Espero que aceite, é um desperdício de talento se continuar assim.

— Tudo bem... agora eu tenho que levar essas amostras para o laboratório, e depois ir para casa. Tchau detetive Jeon. — disse, e fez uma reverência.

Passou da cena do crime e foi para seu carro, antes de dar partida digitou uma mensagem e enviou.

“Precisamos de uma reunião urgente.

– Vampire”


Notas Finais


Aqui está o link com tudo.
https://spiritfanfics.com/perfil/jeontreena/jornal/handlers-7184209
Espero a ficha de vocês, ansiosamente.
Qualquer dúvida é só falar comigo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...