História Hane J. Quill - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guardiões da Galáxia
Personagens Drax, o Destruidor (Arthur Douglas), Gamora, Groot, Personagens Originais, Peter Quill (Senhor das Estrelas), Rocket Raccoon
Tags Yondu Udonta
Visualizações 11
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas ^^
Como vão?
Bom esta ai, já digo que vou misturar filme e hq
Boa leitura

Capítulo 4 - Contraxia


  Contraxia

Como prometido paramos em Contraxia, os homens de Yondu desceram para gastar sua parte da pilhagem, resolvi acompanhar enquanto ainda tenho minha liberdade. Kraiglin anda ao meu lado sorrindo mínimo,eles sabem quanto detesto esse planeta, mas ao menos os bares são descrentes:

- Eu vou...- se atrapalha com as palavras, reviro os olhos e sorrio- É você sabe onde eu vou criança, só tome cuidado!

- Não sou mais criança, e não tem com o que se preocupar!- aceno para ele vendo se afastar em direção ao bordel- Vamos la Hane, não arranje confusão!

Caminho em direção a um dos bares, vários Krees e Skruls passam apressados rindo bêbados. Entro em um dos bares onde já me conhecem e vou a mesa mais ao fundo, a garçonete me trás um bebida azul e sorri gentil. Fico um tempo bebericando meu copo, prestando atenção as pessoas, um homem encapuzado entra no local, senta no balcão e pede um Timóteo* causando espanto nos seres ao seu redor, solto um riso baixo apenas observando o desenrolar. O homem olha em volta e prende seus olhos em mim por alguns instantes, volta a falar com a atendentes Kree, ela afirma e vem ate mim:

- Aquele homem quer saber se você é da tripulação de saqueadores da Eclector!?- diz em tom inocente e levanta uma sobrancelha.

- E quem e ele pra perguntar?- estreito os olhos, ela da de ombros e volta a atender. Levanto indo até o balcão, sento ao lado do homem.

- OK por que esse interesse?- me servem mais bebida azul, ouço o homem rir.

- É que muitos saqueadores frequentam esse planeta, só queria saber se são a tripulação do Yondu! E pelo que sei, somente a tripulação da Eclector permitiu uma mulher!- diz com desdém.

- Errado, tem um grupo de saqueadoras, uma nave exclusiva feminina!- bebo um longo gole de meu copo.

- Mas não e uma delas! Já as encontrei, e elas se comportam de modo diferente!- me encara, reviro os olhos e o encaro diretamente pela primeira vez.

- Uou Krutak!- engulo seco e respiro fundo- Deixa eu adivinhar, Spartax? Guarda real?- volto meus olhos para a bebida.

- Sim para o primeiro e não para o segundo!- entraram o Timóteo * a ele- Então, vai me dizer onde esta o Udonta?

- Vai me contar o motivo?- o encaro erguendo uma sobrancelha- Quem sabe eu te diga o que deseja saber!

Ele sorri desdenhoso, baixa os olhos para a bebida, fica alguns segundos em silencio:

- Diga a ele que traga ate mim aquela antiga encomenda, necessito dela agora mais do que nunca!- me olha de canto- E diga ao seu irmão, que estou ansioso para conhece-lo!

Arregalo os olhos, pega o Timóteo* e sai, levanto o seguindo ate o perder de vista na multidão, bufo de raiva e cruzo os braços:

- Achei que estaria no bar, e não perambulando por ai!- a voz marcante do capitao ecoa em meus ouvidos, viro o encarando- Eu ate diria que podem te confundir com uma delas, mas acho que não!- sorri de canto com ironia- Esta atrás de quem?

- Por que tenho de estar atrás de alguém?- viro a cabeça levemente o olhando e sorrio infantil, revira os olhos e segura meu braço.

- Volte para a nave, tem coisas a cumprir, e não quero você perambulando por ai!- me arrasta por entre a multidão- Você só le traz problemas garota!

- Ei!- solto meu braço de seu aperto - Não sou mais criança, não me trate como uma!- caminho ao lado dele- Que foi? Nenhuma daquelas "mulheres" quis "ficar" com você?- sorrio travessa e o ouço bufar.

- Isso não e da sua conta pirralha!- diz sério, mas logo sorri com certo orgulho machista- Mas consegui uma boa diversão hoje, embora não tenha sido o que eu queria! Ainda não me respondeu, quem estava seguindo?- caminhamos ate outro bar, perto do bordel e nos sentamos no balcão.

- Um cara, queria falar com vocês, algo sobre uma antiga encomenda!- ele pede dois Headcanon**, capaz de o derrubar facilmente mas que não faz cócegas em humanos, adoro apostar com os que não sabem disso- Era um Spartaxiano, parecia ser da guarda real ou algo assim...

O azul prende a respiração por alguns segundos, pega a bebida e toma de uma vez, coisa que ele não faz com frequência:

- Essa "encomenda" ele deixou claro que não tinha interesse e agora não e mais dele pra exigir algo...- suspira e volta a beber o Headcanon** demorado- Ele falou mais alguma coisa?

Mordo meu lábio e baixo os olhos, respiro fundo, não vou dizer a ele que o Spartaxiano mencionou o Quill:

-Nada!- bebo o restante do meu Headcanon**, ouço o capitão suspirar e sinto ele tocar meu ombro- Acho que chega  por hoje papai smurf, já bebeu de mais!

- Como assim? Estou bem!- me encara e sorri, tiro sua mão de meu ombro- Não posso te tocar é isso?- se aproxima de meu rosto ainda sorrindo- Sabe, para espécimes que vieram de macacos, você ate que e..- se cala, toco seu ombro o afastando- Linda!- termina rindo baixo- Me ajude a voltar para a Eclector, vai ser a primeira coisa que fará para pagar sua divida!- exclama calmo e sorri.

- Depois diz que não esta bêbado...- o apoio em meu corpo, passando seu braço por cima de meu ombro- Você e pesado sabia! Podia ao menos me ajudar!- o arrasto com dificuldade e o ouço rir divertido.

- Ué, você não é a garota forte que conseguiu seu lugar em minha tripulação? Acho que não passa da pirralha que sempre foi...-diz com maldade, ignoro seus comentários entrando em sua nave- Só tem um corpo melhor agora!- o faço sentar na cadeira do copiloto prendendo o cinto.

- Fique quietinho sim!- dou leves tampinhas em seu rosto, ele sorri, um sorriso que nunca foi dirigido a mim, balanço a cabeça e tomo o lugar do piloto.

//          //

- Yondu eu não vou te arrastar pela nave toda! Me ajude Krutak!- exclamo depois da décima queda do capitão, o apoio mais em meu corpo- Da pra pelo menos ficar acordado?- arrasto ele ate sua cabine e o jogo em sua cama.

- Ei garota, por que não me faz companhia ein? - ri sacana e joga a cabeça nos travesseiros, reviro os olhos e saio em direção a porta- Nunca te disse isso pirralha... Mas você e incrível.. 


Notas Finais


*Timóteo existe sim no universo marvel, me deparei com ele no livro Caos na galáxia o qual recomendo, "ele brilha com uma espécie de luz interna que promete alegria, sociabilidade e, por fim, um misericordioso apagão de lembranças." mas ninguém sabe ao certo a receita.
**Headcanon e uma bebida parecida com nossa coca-cola, e ela derruba qualquer espécie alien, criado pela escritora Carcata( obrigada mais uma vez por permitir que eu usasse)
Bem e isso, que tals?
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...