História Hang On - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Área 51, hacker, Policia
Exibições 2
Palavras 950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal 👋
Então, essa não é a primeira fanfic que tento escrever, sempre tive criatividade para essas coisas, mas o problema é que tenho dificuldade em dar continuação a história de um jeito legal e agradável.

💥Essa fanfic é de autoria minha, plágio é crime.
💥As personalidades de todos os personagens foram feitas por mim, então não são verídicas.
💥 One Direction não me pertence (infelizmente), mas suas personalidades nessa fanfics sim.


Sem mais delongas, espero q vcs gostem, comentem o q estão gostando, se há algo q possa ser mudado, conto muito com a ajuda de vcs para o desenvolvimento dessa fanfic, desculpem qualquer erro gramática. BOA LEITURA!

Capítulo 1 - Beginning


Eu corria o mais rápido que eu conseguia,  apesar dos saltos das minhas botas pretas atrapalhavam um pouco, mas já estava acostumada com esse pequeno incômodo. 
Os meus longos cabelos loiros estavam atrapalhando, mas eu não podia me dar ao luxo de parar e prender meus cabelos.

Droga, eu sabia que isso poderia acontecer, poderia ter vindo mais preparada.

Eu conhecia aquela cidade como a palma da minha mão, eu rapidamente poderia despista-los, mas eu gostava de um pouco de emoção.
Virei a esquina e corri em direção ao prédio logo a minha frente e subi sem parar a escada de incêndio, e por incrível que pareça meus perseguidores conseguiam seguir meu ritmo.

Contei 11 janelas, quando cheguei na 13° abri a janela e entrei. Corri e logo a fechei, sabia que o vidro não era a prova de bala, e tinha total noção de que a galera atrás de mim não me queria viva. O partamento era pequeno, a janela por onde eu tinha entrado dava para um pequeno quarto, segui andando pela cozinha rapidamente e peguei uma maçã, estava faminta.

Para quem nunca tinha estado ali, aquilo parecia um pequeno apartamento abandonado e sem saida, mas eu já tinha estado ali muitas vezes, segui em direção à sala, lá havia uma estante enorme, que cobria a parade toda, e estava cheia de livros. Analisei todos, um por um, até achar o que estava procurando. Empurrei levemente o livro "o leão, a feiticeira e o guarda roupa" e ouvi um barulho que era musica para os meus ouvidos, eram engrenagens. É como se fosse um cérebro pensando e organizando suas ideias, poderia ouvir isso o dia todo, mas minha vida estava em risco.

Alguns segundos depois, uma porta se abriu. Aquele era o meu esconderijo. Coloquei o livro de volta e entrei. Depois de alguns minutos pude ouvir vozes do lado de fora.

-Vasculhem a casa toda! É a segunda vez que essa menina some de nossas vistas- uma voz beirando a loucura dizia- não podemos cometer o erro de deixar ela sair viva. Quero homens espalhados por todos os lugares, becos e ruas dessa cidade, essa menina tem a vida de vocês na palma da mão, não deixem que ela acabe com ela.


Ouvi passos e confirmações. Com certeza eu passaria a noite aqui, por essa eu não esperava. Tentei ficar o mais confortável possivel naquele cubículo. Projetei aquele lugar aos meus 16, no começo era só pra eu ter um lugar pra me esconder quando meus pais brigavam comigo, mas depois que fui aprimorado meus conhecimentos aquele lugar virou minha fortaleza. Poucas pessoas sabiam da existência desse lugar, e eu sabia que nenhuma me entregaria.

Sentei no chão e olhei no relógio em meu pulso, eram 02:30 da manhã. Pelos meus calculos ficaria aqui até o amanhacer, seria arriscado demais sair antes disso.

Antes que vocês pensem, eu não sou uma assassina, isso seria facil demais pra mim, apesar de já ter acabado com a vida de algumas pessoas. Também não me considero uma super heroína, apesar dos meus feitos beneficiarem grande parte da população, meus interesses eram puramente egoístas.

Deixa eu te contar uma coisa que quase todo mundo esquece, a tecnologia, apesar de ser algo que facilite sua vida pra caramba, também pode destruí-la. Grandes empresas, grandes políticos e até grandes mafiosos esqueceram do quanto o papel era seguro. Tolos. Mas não posso cupa-los. Na verdade se eu tivesse a chance eu até agradeceria.

Sempre fui muito curiosa, adoro mistério, e tive uma facilidade imensa para hackear as coisas. Aos 12 invadi o sistema da escola e mudei minhas notas. Eles nunca descobriram. O único problema é que eu não parei por ai, consegui aprender coisas novas, e isso foi minha ruína. Moro em Nova Iorque. E aqui é uma merda de corrupção. Não estou brincando, eles roubam pra caralho, e meu pai estava doente na época. Eles não iam sentir falta de 50 mil reais né? Grande engano meu. Eu era muito boa no que fazia, nunca deixava rastros, mas não era dificil encontrar o dono da conta bancária que estava devendo 20 mil reais e ainda comprou um pacote para uma viajem pra disney. Mamãe não foi nada discreta, mas eu não poderia culpa-la, estavamos na merda, não iamos reclamar quando 50mil aparecesse derrepente na nossa conta, não é mesmo?


Mas as coisas começaram a ir para outro rumo. Olha só, eu tenho 19 anos, tive uma vida de merda, gostaria de me divertir um pouco. Então fiz uma merda maior ainda, entrei no banco de dados da CIA e procurei os mafiosos mais procuraodos e perigosos do mundo, a CIA não tinha a localização deles, mas como eu sou muito boa no que fasso consegui isso em menos de segundos, todos usam celular, localização por satélite é a coisa mais facil de usar, e lógico que a CIA sabia de tudo isso, mas precisavam q localização de campo. Ninguem desconfia de uma garota de 19 anos, depois de 2 semanas indo em rachas descobri onde cada um se escondia. Mas eu sabia que a CIA não me daria nada por isso, provavelmente eu iris presa por coletar tanta informação da CIA, coisa que era ilegal. Mas chantegem da dinheiro, isso eu garanto. 

Mandei mensagems anônimas para todos os mafiosos, e disse que se não me dessem o dinheiro pedido eu daria suas localizações para a CIA. Como eu fui estúpida, esses caras eram poderosos, ricos, e cheios de idiotas que dariam a vida por eles. E é por isso que estou aqui, presa nesse lugar até parecer seguro o suficiente para sair daqui. Foi esse o meu ultimo pensamento antes de adormecer.


Notas Finais


Bom gente, espero que tenham gostado, espero que minha escrita evolua no decorrer dos capítulos. Não sei ainda com que frequencia vou postar, mas vou tentar todo dia, não é uma promessa kkkkkkk. Bjs e até a próxima 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...