História Happiness - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens Irene, Jungkook
Tags Bts, Irene, Jungkook, Red Velvet, Romance, Suícidio, Tortura
Visualizações 33
Palavras 772
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pôneis! Esta oneshot e da minha melhor amiga na vida real, ela postava fics no wattpad, que no entanto essa fic e do wattpad. Mais infelizmente por problemas pessoais, ela teve que excluir sua conta, mas antes disso tínhamos criado uma conta compartilhada e ela tinha feito esta bela oneshot.

Luuh, se você este ver vendo isso, estou morrendo de saudades...

Não estou plagiando a obra dela, de maneira alguma! So quero que a fic da pessoa que amo, seja reconhecida, obrigado por ler esta nota e desculpa por escrever tanto na nota...rsrs

Boa leitura

Bjs da unnie

Capítulo 1 - Feliz


 

jungkook

É tarde. Até demais. Eu não tive culpa de sair tão tarde, preciso tomar mais cuidado.

É tarde. Há estrelas no céu, e ninguém nas ruas, senti-me sozinho. É ruim sentir-se só o tempo todo? Pois para mim, é não é algo passageiro.

E chove, a chuva junta-se com minhas lágrimas, ninguém quer ouvir o que tenho a dizer? Por quê? Porque sou uma criança. E crianças não podem transmitir sua opinião.

Eu quero ser ouvido.

Andei por uma pequena praça, resolvi que ficarei lá um pouco. Sentei-me em um banco e uma garota estava do meu lado. Por que há uma garota a essa hora de noite? Ela pode ficar doente.

— Ei, o que você está fazendo a esta hora da noite na rua? – Logo depois de perguntar me arrependo, eu não tenho nada a ver com isso. Intrometido... — Ah, desculpe por perguntar...

Corei, ela abriu um sorrisinho tímido. Seu rosto estava molhado devido a chuva, seus cabelos castanhos bagunçados de um jeito que a deixava adorável.

— Você não está sendo intrometido.– Ela disse. — Eu ia te perguntar a mesma coisa...

— Ei, você não respondeu minha pergunta.

— Digamos que eu dou uma volta todas as noites neste horário, e você?

Ela fazia isso? E se algo a machucasse? E se alguém a seqüestrasse? E se ela se ferisse?

Lendo meus pensamentos, ela disse que nunca lhe aconteceu nada.

Eu fiquei conversando com ela, seu rosto angelical e seus cabelos castanhos davam a sensação de que eu estava falando com um anjo. Sim. Uma pequena anjinha.

Em muito tempo, eu me senti totalmente bem.

— Você não me disse seu nome. – Ela indaga, interrompendo a conversa. — Sou Irene.

— JungKook.

— Então, Kookie. – Minah diz com sua voz doce. — Vou indo, você deveria ir também.

Sigo o conselho dela; parei no meio do caminho para ver sua silhueta caminhando pelas ruas, em muito tempo, eu havia me sentido plenamente feliz.

Mas, ela não faz isso todos os dias?

Voltei para casa, os hyungs não iriam gostar de saber que “fugi”. Corri para casa e me deitei em minha cama. Irene. Uma garota que saia de casa todas as noites para passear em meio a lua. Por que eu nunca pensei que a lua poderia ter uma companhia como ela? A lua é bela, ela também.

Em meio aos pensamentos, acabei adormecendo.

••••••••••

Na noite seguinte, fui até a rua. Lá estava ela. Fiz isso todas as noites. Ninguém notava, era nosso pequeno segredo. Ela fazia isso há um ano, tinha uma voz angelical.

Nós tínhamos um pequeno segredo, sua voz me mostrava que tudo poderia acabar bem.

— Então você é o mais novo?

— Sim.

— Isso explica muita coisa, pelo seu jeito doce e tímido.

Corei. Eu adorava o jeito que ela mexia no cabelo quando falava alguma coisa.

— Posso te perguntar uma coisa?– Indaguei, ela afirmou. — Você acredita na felicidade? Acredita que ela pode ser uma pessoa?

Ela me encarou. Seus olhos castanhos diziam tanta coisa sem nenhuma palavra.

— Acredito. Acredito que uma pessoa pode te mudar, seja do bom para o ruim, seja do ruim para o bom.

— Você acredita que uma criança pode amar?

Ela arqueou uma sobrancelha.

— Acredito que o amor de uma criança é o amor mais sofrido e o mais puro.

— Então eu sou uma mera criança.– Rio.

— Então somos meras crianças.

•••

Um mês. Nosso segredo tinha um mês. Eu estava feliz. Mesmo que eu nunca pudesse alcança-la, eu estava feliz.

É possível uma pessoa ser o motivo de sua felicidade?

Na 30° noite, ela não havia aparecido. Nem na 31°. Muito menos na 32° noite.

De manhã, vi uma notícia no jornal.

Uma jovem, que não revelou seu nome está desaparecida. Ela atendia apenas por "Irene".
Se encontra-la, entre em contato com a polícia.

Irene?

•••
Mesmo sabendo que ela não estaria lá, fui para a 33° noite. E lá havia um pequeno papel.

Sei que alguém lerá isso, se for você, Kookie, saiba que eu fui embora. Não sai deste mundo, apenas fui. Sei que algum dia vamos nos encontrar de novo. Sei que sou uma garota qualquer, que vai fugir só para ser feliz. Mas, eu já era feliz. Com você, Kookie. Você esteve ao meu lado quando ninguém esteve e não sabe o quanto eu agradeço por isso. Sei que as 29 noites em que esteve comigo não foram em vão. Mas não posso mais atrapalhar sua vida, se sou a causa da sua felicidade, saiba que este é um pedacinho de mim.
Com amor.
Irene 

 

Não sei quando as lagrimas começaram a cair, mas, eu nunca irei largar este pedacinho dela.

---------------------------------

Fim


Notas Finais


Gostaram ? Por favor, se puderem divulgar e comentar. Estarei muito agradecida ;3

Obrigador por ler, realmente muito obrigada.

Bjs da unnie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...