História Happiness Or Unhappiness? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Fifth Harmony, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Camila Cabello, Carter Reynolds, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Lauren Jauregui, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Camren, Shameron
Exibições 27
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, espero que goste da fic!

Aviso: Eu num revisei.

Capítulo 1 - Uma Carta Que Você Nunca Lerá (?)


Fanfic / Fanfiction Happiness Or Unhappiness? - Capítulo 1 - Uma Carta Que Você Nunca Lerá (?)

Hey, Cameron Dallas, essa carta foi feita para você ler, sabia? Porém eu espero que ela nunca chegue nas suas mãos. 

Bem, não sei se você sabe, mas quem está escrevendo é aquele idiota que se apaixonou por você e que você odeia. Eu sei que você me odeia, pois se não fosse assim, você não teria esquecido que eu existo por três meses. Foram só três meses, mas você sabe o quanto eu sofro? Parei de sair de casa. Parei de viver e a culpa é sua. Você me esqueceu e eu esqueci como se vive. Simples, não acha?

Lembra a última vez que conversamos, ou, que, pelo menos, você trocou uma palavra comigo? Sim, foi a três meses atrás, na minha casa. Eu estava jogado no chão, no meio daquela posa de sangue. Estava sozinho em casa, minha mãe estava trabalhando e o meu pai você sabe que não mora mais aqui. Aproveitei e tentei fazer aquilo, mas falhei por medo e apenas fiz cortes para amenizar a dor que queimava no meu peito. Foram muitos cortes e alguns até profundos. Naquele momento de dor, eu esqueci os meus problemas e essa sensação foi tão boa. Pena que você apareceu. Quando eu te vi, tudo veio a tona novamente. Por que você apareceu naquele momento? Por que tentou me ajudar se depois ia fugir de mim? Fingir que eu não existo e que nunca fiz parte da tua vida... 

Eu sei que foi a boca grande da Camila que falou para Lauren e que a Lauren abriu a boca pra você e você apenas apareceu na minha casa para confirmar o que elas disseram. Como eu não atendi, você arrombou a porta e juro que você ainda tá me devendo uma porta nova, Seu Idiota. Eu estava deitado no chão da sala com os braços ensanguentados, quase inconsciente, mas eu estava me sentindo bem. Essa sensação foi embora quando você gritou o meu nome e se aproximou. Quando eu te vi tudo desabou, tudo veio a tona, os meus problemas, a minha vida de merda, a minha solidão, o meu medo. Você é o meu medo. Eu tenho medo de te perder e quando você me viu naquele estado, eu sabia o que viria depois. Você iria sumir, esquecer que me conhece e viver a sua vida, me deixando para trás.

Você foi um bom amigo, enquanto eu estava me recuperando no hospital por causa da enorme perda de sangue, mas depois eu percebi que tudo aquilo era uma atuação e olha você é um ator, eu realmente pensei que você se importasse, mas é sério que você me abandono por eu ser depressivo? Sério que por isso você esqueceu que eu existo?

Você me disse que tomou distância porque não precisava de um amigo assim, acredita se eu dizer que piorei por causa dessas palavras? Porque sim, eu piorei, mesmo com a psicóloga para me ajudar, eu piorei por você me deixar. Acham que eu parei de me cortar porque não vem mais marcas nos meus braços, mas quem disse que era só nós braços que eu me cortava?

A sua distância me machucou. O seu silêncio me feriu. Não doeu você dizer que não me queria como amigo, pois eu também não queria ser seu amigo, eu queria mais. O que machucou foi você me deixar para trás, me esquecer. Eu nunca te deixei para trás, se eu estava na tua frente, eu voltava para trás ou te esperava. Eu nunca te esqueci, eu esqueci de mim mesmo para achar você. Por que me deixou, Cameron? Eu sinto a sua falta, sabia?

De Shawn Mendes... Um eterno idiota...

 


Notas Finais


Espero que tenha gostado e se gostou favorite. Concordo que ficou uma porra depressiva, mas se vai continuar a ler, favorite, não custa nada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...