História Happy birthday Yeol - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Exibições 167
Palavras 2.296
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Era pra postar no aniversário do Chano mas resolvi postar antes.
Boa leitura ♡
Qualquer erro me avisem!

Capítulo 1 - Surpresa para Chanyeol


Fanfic / Fanfiction Happy birthday Yeol - Capítulo 1 - Surpresa para Chanyeol

Baekhyun queria fazer uma surpresa para Chanyeol - era aniversário dele -, porém Baekhyun não sabia o que fazer para agradar seu namorado; pensando nisso ele resolveu pesquisar na internet, algo simples, porém, sexy. Após algumas horas pesquisando, encontrou o que seria perfeito: lap dance. 


Anotou todo o passo a passo e se pôs a fazer o que estava escrito:

1° Para a iluminação use velas, ou abajur com cores quentes.

Posicionou o abajur vermelho que havia ganho de sua mãe em cima do criado e mudo e marcou um " Ok " em frente ao primeiro passo. " E eu que achava que nunca haveria de ter utilidade para isto ". Riu com o próprio pensamento.

2° Deixe o ambiente perfumado, borrife um pouco de seu perfume ou alguma outra fragrância de sua preferência.

Pegou o frasco com o perfume levemente amadeirado e borrifou, sorriu sentindo o cheiro gostoso impregnar o local.

3° Escolha uma música lenta e sensual.

Selecionou uma música que gostava muito, além de uma letra erótica, tinha uma batida sexy. Quando estivesse tudo pronto era só dar o play.

Posicionou a cadeira no centro do quarto, e em cima da cadeira colocou uma venda e algemas.

Borrifou mais um pouco de perfume e foi tomar um longo e relaxante banho.

Após o banho, espalhou por todo o corpo um creme de frutas vermelhas enquanto fazia uma massagem, após terminar de passar o creme; vestiu uma boxer preta e uma camisa alguns números maior. Enquanto terminava de se arrumar, escutou a porta ser aberta e Chanyeol lhe chamar.

Desceu os degraus de dois em dois quase caindo ao terminar e foi de encontro a Chanyeol.

- Channie, eu estava com saudades.
Disse manhoso, enquanto passava o nariz por todo o pescoço do maior, sentindo o cheiro que tanto amava.

- Meu bebê 'tá carente? - Questionou abraçando o menor e sentindo o cheiro de hortelã que desprendia dos cabelos pretos. - Desculpa amor, eu tive um dia cheio e só terminei agora. Disse apertando ainda mais o abraço.

- Tudo bem Chany. Agora eu quero que você descanse, tome um banho e quando terminar estarei te esperando no nosso quarto.

Sorriu travesso e seguiu para o quarto, deixando um Chanyeol curioso para trás.

                             ✤

De banho tomado e com apenas uma calça moleton no corpo, Chanyeol seguiu para o quarto, sorriu ao sentir o cheiro do perfume do menor no ar e ao ver o quarto iluminado apenas pelo abajur.

- Agora quero que sente na cadeira que está aí no meio, e coloque a venda, amor. Ditou Baekhyun.

Chanyeol sorriu de lado, mil hipóteses do que poderia acontecer passavam por sua mente naquele momento. Seguiu o que Baekhyun havia lhe dito, sentou e colocou a venda.

Sentia seu membro ganhar vida e tudo contribuía para sua excitação; a voz manhosa de Baekhyun dizendo que havia sentido sua falta, o cheiro dele, e o fato de que a voz que outrora fora manhosa, agora estava rouca e mandona e isso somado ao fato de estar vendado serviu apenas para despertar seu membro e deixá-lo duro e pingando dentro do pano apertado.

Baekhyun salivou ao ver seu namorado com o torso nu e o volume indecente por debaixo da calça moleton. Chanyeol era delicioso, os músculos firmes dos braços, o abdome não muito definido, porém, com os músculos no lugar e a pele amorenada, banhada pela luz do abajur.

- Eu sinto seu olhar Baek, e puta merda isso está me excitando muito. - A voz rouca de Chanyeol se fez presente, sentia-se excitado ao extremo, queria se livrar dos panos incômodos e foder Baekhyun até que este se esquecesse de seu nome.

- Você fala demais Park Chanyeol. Pronunciou em tom de reprovação. - Hoje quem está no comando, sou eu. Suponho que tenha visto as algemas - sorriu soprado - você não poderá me tocar amor, não agora, na hora certa você irá fazê-lo como bem entender.

Afastou-se apenas para pegar as algemas e prendê-las nos pulsos do namorado.


- Você é um puta provocador Byun Baekhyun - Disse no mesmo tom usado pelo namorado. - Baek, Baek; quando você me soltar - sorriu de lado sabendo que o namorado o encarava -, quando me soltar, irei fodê-lo até você se esquecer da onde está.

Baekhyun riu, apertou o play e a música que havia escolhido começou a tocar.


I love to love you baby
I love to love you baby.



Sorrindo de lado - mesmo que Chanyeol não pudesse ver - se aproximou dando a volta e ficando de frente para as costas deste, arranhou de leve o abdome do namorado enquanto sussurrava a letra da música:

- I'm feelin' sexy, I wanna hear you say my name boy.

Distribuiu beijos pela nuca, mordendo o local, descendo pelo pescoço onde deixou uma chupada forte, ato que fez Chanyeol ofegar. Baekhyun sorriu ao ver os pelos da pele bronzeada, eriçados.

- Hum, droga Baek, me solta bebê. Me deixa te t-tocar.

Suplicou sentindo a cueca úmida pelo pré-gozo; sentia fisgadas em seu pênis, devido os arrepios que a voz sussurrada de Baekhyun somada as mordidas e lambidas, lhe causavam.

- Shh Channie - Manteve a voz baixa e sussurrada - você irá me tocar amor, não agora, mas irá.


If you can reach me
You can feel my burning flame


Baekhyun deu a volta ficando de costas para o namorado, sentou em seu colo e rebolou - lento e firme - em cima da ereção dura, quente e pulsante.


Baby the minute i feel your energy
Your vibe's just taken over me
Start feelin so crazy babe


Os gemidos se misturavam em meio a música; Baekhyun colou as costas no torso do namorado e levou uma de suas mãos a nuca do outro, arranhando e puxando os fios de cabelo presentes ali, jamais deixando de fazer movimentos de vaivém em cima do membro escondido. Baekhyun levantou-se e Chanyeol soltou um gemido em reprovação, porém antes que pudesse sentir falta do corpo quente em cima do seu, Baekhyun desceu quicando em cima de seu pênis; Chanyeol gemeu sentindo a glande raspar de forma dolorosa na boxer.

- Oh porra! Continua amor, rebola desse jeitinho gostoso, humm. - Gemeu rouco.

Baekhyun sabia como levar um homem a loucura.

- Você gosta não é Channie? Gosta quando rebolo no seu pau, gosta quando sussurro palavras sujas no seu ouvido, eu posso senti-lo tão duro embaixo de mim, posso imaginar o quão molhado e quente seu pau deve estar tão molhado.

You're so sexy, tonight i am all yours boy
[…]

You got me feelin n-a-s-t-y


                           ✤


Ainda sentado de costas sentia a respiração do Park batendo em sua nuca, arrepiando-o, levando-o a loucura.
Em um ato rápido Baekhyun se virou ficando de frente para o namorado, ainda sentado na mesma posição anterior: no colo do Park. A batida ficava mais sensual e agitada no decorrer da música; posicionou a bundinha empinada em cima do volume de Chanyeol e impulsionava o quadril para frente e para trás, a fricção do membro coberto entre suas nádegas deixava tudo dolorosamente excitante. Sentia a glande raspar dolorosamente na cueca levando-o a gemer mais alto.
Levantou o rosto e se deliciou com a imagem de um Chanyeol ofegante e com a cabeça pendida para trás.
Não resistindo puxou o rosto do namorado deixando um selinho estalado. Sugou e lambeu o lábio inferior pedindo passagem que foi atendida. O beijo era indecente, barulhos molhados ecoavam por todo o local, Chanyeol sugava a língua de Baekhyun, mordiscava a ponta e soltava. Separaram-se devida a falta de ar. Baekhyun sentia a boca formigar devido as mordidas dedicadas pelo namorado, e gemeu extasiado ao ver Chanyeol lambendo os lábios avermelhados e inchados, sentindo os resquícios de seu sabor.
Movimentou-se minimamente saindo de cima do namorado.

- Você foi um bom menino Yeol. Comentou com seu típico sorriso de lado.

Caminhou felinamente retirando as algemas e a venda, Chanyeol ofegou com a visão do namorado somente de boxer preta - uma ereção evidente - e uma camisa lhe cobrindo as coxas. Deu batidinhas nas coxas convidando o Byun a sentar-se ali.
Baekhyun se aproximou distribuindo selares por todo o pescoço de Chanyeol, descendo até os mamilos mordiscando-os e lambendo-os. Desceu lambendo toda a extensão do abdome de Chanyeol e desceu a barra da calça até os pés do mais alto. Tirou a cueca do Park que ofegou ao sentir o membro livre.

- Amor eu realmente queria chupar você - Comentou Baekhyun beijando a glande avermelhada. - mas eu estou com um pouco de pressa.

Chanyeol puxou Baekhyun pelas mãos entrelaçando-as no processo e quando deixou o rosto do namorado rente ao seu, dedicou-lhe um selinho no queixo.

- Tudo bem Baek, apenas pegue o lubrificante, eu também não aguento mais esperar; quero me enterrar forte e fundo nesse corpinho delicioso.

A música já havia acabado, porém não se importaram. Baekhyun abriu a gaveta do criado e mudo retirando o frasco do lubrificante entregando ao maior.

- Não precisa de preparação Channie, apenas deixe seu pau bastante lubrificado.

Pediu manhoso. Sabia que iria doer, mas estava excitado demais para dar atenção a esse detalhe; estava ciente de que Chanyeol iria cuidar dele depois. Chanyeol abriu o frasco e lambuzou seu pênis com o lubrificante fazendo uma pequena masturbação para espalhar. Retirou a boxer e se aproximou até estar de frente ao Park, posicionou o membro grosso do namorado em sua entrada e desceu lentamente fazendo uma careta de dor e sentindo lágrimas se acumularem nos cantos dos olhos.
Chanyeol levou o polegar até os olhos de Baek limpando as lágrimas acumuladas enquanto que a outra mão massageava a cintura de Baekhyun tentando distraí-lo.

Baekhyun suspirou ao ter todo o membro do maior abrigado em seu interior; e o Park gemeu extasiado sentindo o aperto e o calor envolto de seu pau. Após ter se acostumado Baekhyun começou com leves movimentos de sobe e desce, gemendo manhoso no ouvido de Chanyeol.

- Você é tão grande Yeol, tão grosso.
Apontou, gemendo rouco.

Não poupava palavrões ou frases sujas; sabia que isso excitava Chanyeol, podia dizer pela respiração pesada em seu pescoço e as mordidinhas que Chanyeol deixava no local.
O Park espalmou uma das mãos deixando um tapa estalado na bunda arrebitada de Baekhyun, este que gemeu aumentado ainda mais o ritmo e rebolando no colo de Chanyeol.

- Oh, foda! Rebola amor, rebola essa bundinha, sinta meu pau lhe preenchendo, eu sei que você gosta.

Chanyeol não poupava gemidos roucos e apertava as coxas grossas, distribuindo beijos e leves mordidas pelo pescoço que tanto lhe atraía, abaixou um pouco a camisa do menor mordendo a clavícula e adentrou uma das mãos pela mesma até alcançar os mamilos rosados, apertava-os e raspava a unha neles, deixando-os eriçados.

- Se toca Baek, se toca porque agora eu irei fodê-lo firme e forte como eu havia lhe dito.

Dito isso Chanyeol firmou Baekhyun e impulsionou seu corpo para cima, fazendo seu pênis deslizar mais fundo.

- Ah, gostoso - Gemeu Baekhyun sentindo o membro raspar por sua próstata - Aí Channie, de novo.

- Calma bebê, vamos para a cama

Chanyeol retirou a calça e a boxer caminhando até a cama jogando Baekhyun - que gemeu em desgosto ao ter seu interior vazio.

Chanyeol posicionou-se de joelhos na cama colocando seu membro na entrada vermelha e piscante e gemeu ao sentir novamente o calor e o aperto familiar.

- Você é tão lindo Baek, tão gostoso e apertado. Porra! Eu vou foder você tão forte e fundo que você nem vai conseguir se levantar amanhã.

Ditou retirando o membro por inteiro e voltando a estocar Baekhyun, que gemeu por ter a próstata acertada logo de primeira. Ambos eram uma mistura de gemidos e peles se chocando.

O Byun deslizou uma das mãos até o falo negligenciado, massageando-o em uma masturbação lenta, raspava a unha na glande avermelhada e dolorida, e ao sentir sua próstata ser pressionada novamente, aumentou a masturbação, porém, antes que pudesse gozar, Baekhyun apertou a cabeça de seu pênis, retardando seu ápice - ainda não queria acabar com a brincadeira.

- Channie - chamou com a voz rouquinha pelos gemidos - senta na cama, quero cavalgar em você.

O Park prontamente atendeu o pedido de seu pequeno, sentando na cama e apoiando as costas na cabeceira. Baekhyun não se fez de rogado e posicionou a ereção pulsante em sua entrada e gemeu alto ao descer de uma vez sentindo-o ir fundo em seu interior.

- Tão apertado, geme mais pra mim Baek. Chanyeol pediu ofegante.

E Baekhyun gemeu, gemeu no ouvido do Park, mordendo o lóbulo de sua orelha e descendo pelo pescoço deixando um rastro molhado a assoprando em seguida, apenas para ver Chanyeol se arrepiando. Chanyeol sentia seu ápice próximo e por sentir-se tão próximo espalmou as mãos nas coxas grossas estocando o canal apertado com força e rapidez.

- B-baek - gemeu rouco impulsionando-se para cima repetidas vezes - e-eu vou gozar.

- E-eu também estou vindo amor. Pronunciou Baekhyun.

Não bastou mais que três estocadas fundas para que gozassem quase que ao mesmo tempo.

Ambos caindo na cama exaustos.

- Eu te amo Baekhyun - declarou após normalizar a respiração - e esse foi o melhor presente de aniversário que eu poderia ganhar hoje.

Sorriu sincero; amava Baekhyun com todas as suas forças.

- Eu te amo Channie, e eu quis fazer algo diferente - sorriu mostrando as presinhas que o deixavam com um sorriso infantil - quis sair um pouco da rotina e fico feliz que tenha gostado amor, eu sempre quero lhe surpreender, e feliz aniversário, bebê.

- Me surpreendeu querido e todos os meus aniversários são felizes amor; eu tenho você, tenho um bom emprego e amigos. Eu não poderia querer nada melhor.


Sorriram cúmplices. Não precisavam de mais palavras, se abraçaram e devido ao cansaço - logo adormeceram.



Notas Finais


Espero que tenham gostado e Hey! Comentem o que acharam ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...