História Happy Ending SesshyRin - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Inuyasha, Kaede, Kagome, Miroku, Rin, Sango, Sesshoumaru
Visualizações 120
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello!
Fico muito feliz quando tem comentários para eu ler, é bom saber o que vocês pensam e fico feliz que estejam gostando <3
Bjão procês!

Capítulo 9 - Viajando para seu novo lar


 

- Eu posso dizer que esse dia vai ficar marcado em mim. – Disse Rin já bocejando de sono.

- Tudo foi tão bom, mas nada melhor do que nós a sós. – ele a abraçou e foi desamarrando e a ajudando a tirar a roupa, ainda mais por ser mais pesada que as que ela costumava usar.  

- Cadê o Jaken? – perguntou olhando para os lados 

- Mandei ele ir na frente, afinal queria passar mais tempo com você a sós. – beijou sua mão.

- Que bom – deitou-se e... apagou! Se divertiu tanto que cansou, restou ao youkai dormir ao lado dela. 

 

Sesshy escutou lá fora... 

- Kagome! Está tarde, volte- dizia Inuyasha 

- Mas eu estou sentindo algo, e é bom.  

- Se é bom então dá pra gente voltar pra casa – tentava a puxar pra dentro 

- Pera, Inuyasha, ou vou mandar você... 

- Ai ai aii, tá bom – a soltou e cruzou os braços. 

- Venha comigo!  - e o puxou. Shippou continuou dormindo com os filhos deles. 

 

Na manhã seguinte, bem cedinho, Rin terminara de arrumar alguns pertences seus e deixava na velha casa algumas roupas e utensílios. Seu cavalo ficaria para quem precisar usar. A casa permaneceria fechada até um dia ela quiser voltar. Para evitar se emocionar mais uma vez, eles partiram logo...  

 

- Aonde vamos, Sesshoumaru- sama? – os dois andando a pé numa velocidade um tanto rápida. 

- Você conhecerá minha casa, Rin. Aliás, nossa.   

- Que bom! Estou ansiosa para conhecer aonde fica, é muito longe?  

- Um pouco. Voando é bem mais rápido.  

- Entendo... Sesshoumaru, me desculpe por não poder voar.  

- Não se desculpe, eu poderia ter trazido o Ah-un, mas deixei Jaken voltar nele ontem.. 

- Que saudade dele! Lembro quando pequena, eu e Jaken voando nele indo atras de você... – Passavam por um belo campo,  algumas flores já tinham aberto, um vento calmo levantava o cheiro gostoso que elas exalavam. Rin resolveu parar rapidinho, Sesshoumaru andou e parou logo a frente.  

- Me espere, Sesshoumaru- sama, estou colhendo algumas flores – ela deu um belo sorriso, se levantou, as cheirou e saiu correndo para perto dele. Isso o fez lembrar que ela ainda guardava uma pureza em seu coração.  

- Sesshy, você não quer me carregar para chegarmos mais rápido? 

- É o que você quer? Está tão ansiosa para chegar? 

- Pensei porque está anoitecendo, e ainda não chegamos – ela falou mais baixinho e com vergonha – você poderia me carregar como Kagome era carregada pelo Inuyasha... 

- Quer que eu te leve nas costas, Rin? Isto é porque está cansada de tanto andar? – Afinal, ela não tinha o mesmo pique que esse youkai lindão, né. 

- Não... – envergonhada – não quero atrapalhar nossa viagem.  

- Venha, Rin – Chamou-a para um lugar mais quieto por dentro de umas arvores aonde teriam privacidade. Vamos descansar um pouco, e amanhã cedo continuaremos... – Ele a puxou pela mão – aliás, não te vi comer a horas, sente-se e descanse. 

-Será que dá pra tomar banho por aqui? - Sesshy saltou sob a copa das arvores procurando algum rio por perto e encontrou. 

-Venha, Rin – A pegou no colo e voou até a margem de uma cachoeira.   

Sesshy ficou um pouco longe, se sentou ao lado de uma árvore e ficou esperando Rin. Ela ficou um pouco envergonhada de tirar a roupa na frente dele, mas percebeu que ele não estava olhando. Entrou na água, tomou banho. Ela olhava de vez em quando para ele, mas nem ao menos tentar dar uma espiada ele fazia, e isso deixou ela incomodada. Rin colocou uma yukata por cima de seu corpo nu e ainda úmido, aberto no meio para chamar atenção dele.  

-Sss....- Apenas para chamar a atenção dele, já que sabia que seus sentidos eram bem apurados. E ele a olhou. Rin caminhava o encarando até chegar ao lado dele.  

-Sesshy... - Ela o olhava de cima, ele não tirava os olhos dela ainda sentado. Rin colocou uma perna de cada lado do corpo e sentou em cima dele, até seus olhos ficarem na mesma altura. Ele a puxou pela nuca e deu um beijo ardente, sua mão passava por sua cintura e a puxava pra ele. Ela retribuía cada toque, passava sua mão pelo corpo esculpido de seu amado e sentiu embaixo de seu corpo o membro dele enrijecer. Sesshoumaru afrouxou sua roupa, expondo seu membro, e logo Rin se sentiu conectada a ele novamente, sua roupa desceu abaixo dos ombros deixando a mostra seus seios e Sesshy a beijou e chupou. Ele se excitava ainda mais a escutando gemer,  Rin sentia seu corpo se arrepiar e apertava o ombro dele com uma mão enquanto a outra um pouco mais embaixo a ajudava a rebolar com facilidade nele. Sesshoumaru a gozou dentro e os dois se beijaram enquanto procuravam fôlego.  

Após uma bela noite de amor, o dia amanheceu, e o casal seguiu viagem. Ambos estavam mais leves, dando risada e seguindo o dia com mais amor.  

-Rin – Disse Sesshoumaru – Estamos Chegando. 

Rin viu de longe um alto portão e sabia que lá era aonde Sesshy morava.  

-Que lugar enorme, Sesshy! – Rin estava admirada. Sesshy chegou perto do portão e Jaken abriu gritando de felicidade. 

-Ssenhor Ssssenhoumaru - samaaaa! Estou feliz em lhe ver! - Jaken correu para perto dele – Menina Rin, que bom que veio!  

Sesshy pegou na mão de Rin – Vamos - E entraram juntos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...