História Hard Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, Monsta X
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joo Heon, Jungkook, Kai, Ki Hyun, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Min Hyuk, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Show Nu, Suga, Suho, Tao, V, Won Ho, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Abo, Bts, Exo, Got7, Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 68
Palavras 2.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bolinhos!!

Boa leitura

Capítulo 3 - •3 - Eu Sabia!


Fanfic / Fanfiction Hard Love - Capítulo 3 - •3 - Eu Sabia!

Pov's autora

-Hyung! Pare com isso! - o moreno corria de seu amigo aos risos, o mesmo dissera que o menor ficaria lindo com a cara toda suja de glacê, e estava tentando sujar o moreno.

-Volte aqui Gukkie-ssi!! Vai ficar tão lindinho!! - o mais velho gargalhava com a latinha de glacê em mãos.

-Hyung!!! - o mais novo ria juntamente do outro. Em um momento de descuido, o moreno tropeçou no tapete da sala, caindo no mesmo, resultando em um em cima do outro. Os dois riram e se jogaram, um para cada lado, sem fôlego é claro.

-Dongsaeng...

-Fala...

- Eu queria te contar uma coisa... Acho que você irá surtar.

-Pode falar, eu aguento qualquer coisa.

- Eu estou..  - foi interrompido pela barulho estridente da campanhia. Ficou pensativo, quem em sã consciência estaria na rua a uma hora dessas?

-Quem é? Tá esperando alguém Hyung?

-É oque eu vou descobrir... - o mais velho dos ômegas se levantou e foi em direção à porta, e ao colocar sua delicada mão na maçaneta, se arriscou a gira-la, abrindo-a, e se assustando completamente com oque viu, na verdade, quem viu.

-Jinnie...

-N-NamJoon... - o menor estava surpreso, mas conseguiu sussurrar. - Oque está fazendo aqui? V-Vai embora!

-Por que está sussurrando? - perguntou o maior no mesmo tom.

-O JungKook está aqui. Pelo amor de Deus vai embora!

- Hyung? Quem é? - o mais novo foi até a porta, e sua expressão inocente e calma se tornou confusa, oque seu professor estava fazendo ali? - Professor Kim?

-Ah, oi Jeon... Eu vim ver o trabalho do Jin, ele ficou de me entregar e pediu para que eu viesse aqui. - o maior era realmente bom em inventar desculpas, e aquela foi a que ele inventou em apenas três segundos.

-É, eu pedi para que ele viesse aqui, para poder entregar meu trabalho... Eu vou lá no quarto buscar, eu já volto, pode entrar. - o garoto estava nervoso, olhou o amigo e depois para seu professor e correu para seu quarto, no segundo andar da casa.

-Então, professor Kim, nós dois sabemos que você não veio aqui apenas para pegar o trabalho... - o moreno jogou, assim que fechou a porta. O homem se virou para o aluno assustado, não havia sido convincente?

-O-Oque está dizendo? - se castigou intensamente por ter gaguejado.

-Você não me engana, seus olhares cúmplices, nervosismo constante. Estão tendo um caso?

-O-Oque?

-Um caso oras! Ou você está tentando conquistar o coraçãozinho de melão do Seok Hyung?

-E-Eu... Jeon JungKook! Não invente bobagens! Eu apenas queria corrigir o último trabalho e finalizar tudo.

-Veio aqui tão tarde apenas para pegar um mísero trabalho que poderia ter pego amanhã, e ainda joga que queria terminar todos os trabalhos sendo que a entrega é para segunda feira? E ainda quer que eu acredite que você tirou um tempo da sua noite de folga, só para pegar um trabalho? - o ômega havia dito tudo oque NamJoon queria que não dissesse.

-... - o alfa estava sem palavras, seu aluno era mais inteligente do que si. Como?

-Então eu estou certo?

-Aqui está! - Jin atrapalhou a conversa, alertando sua chegada com os papéis em branco que havia pegado de seu caderno, fez uma capa improvisada e pronto, voilá! Um trabalho falso perfeito!

-Obrigado SeokJin. - o alfa disse ainda em choque e um pouco nervoso, soltou um sorriso agradecido e deu uma pequena olhada no ômega mais novo.

-Só pode ser brincadeira, não me olhe como se eu tivesse dito oque não gostou, sei que estou certo... - o mais novo exclamou irritado fazendo um biquinho.

-Hã? - SeokJin estava confuso. Oqu havia acontecido nos poucos minutos que os deixou sozinhos?

-Aigoo! Odeio isso... - Jeon estava irritado, queria saber se era mesmo o melhor amigo de Jin, se fosse ele lhe contaria tudo certo?

O mais novo, revoltado, saiu da sala bufando indo para a cozinha pegar mais do doce que haviam preparado, na verdade, o ômega mais velho havia feito tudo sozinho. Os dois mais velhos, ficaram sozinhos na sala, um Jin confuso e um NamJoon nervoso. Os olhares eram nítidos alí.

-Eu te acompanho até a porta, professor... - o ômega disse e logo os dois já estavam fora da casa do ômega Kim. - Oque aconteceu?

-Pensei que havia sido convincente! Mas parece que Jeon JungKook é um especialista em mentiras...

-Ele sabe? - o mais novo perguntou assustado.

-Não! - viu Jin soltar um suspiro aliviado. - Eu acho... - novamente o espanto do ômega voltou a tomar em sua bela face.

-Eu ia contar hoje, não quero esconder isso dele... Somos melhores amigos à séculos...

-Se quiser contar, pode contar, mas eu gostaria de dizer isso à um amigo também... Ele me disse algo que se fosse comigo eu esconderia, mas ele me disse...

-Fique à vontade... - o jovem disse com um sorrisinho calmo.

-Então... Eu ia fazer uma surpresa, mas acho que não deu certo. - sorriu torto.

-Ia aparecer de surpresa e me levar pra cama? Sério NamJoon? - Jin disse aos risos.

-Claro que não! Eu só ia passar o resto da minha folga com você, amanhã eu trabalho.

-Que fofo! - apertou as bochechas, que agora estavam avermelhadas, do alfa. - Trabalho? Amanhã é domingo...

-Vou ajudar um amigo com a transferência, consegui um professor fixo de dança.

-Oque houve com o outro?

-Abusou de um aluno, na verdade esse aluno está na sua cozinha, comendo provável.

-Gukkie? Um professor abusou dele? Quando?

-Se não me engano na sexta-feira.

-Ontem?! Aí meu Deus! Cio, ele estava perto do cio. Pelo oque me disse entrou no cio depois de chegar em casa... - se calou ao terminar, não iria dizer tudo.

-Tem algo que você não está me contando? - disse puxando a cintura do menor, abraçando a mesma com delicadeza.

-Ter, tem. Mas não é sobre mim, e sobre o meu dongsaeng...

-Tá certo, segredo de amigo. Não precisa me contar, mas se precisar de ajuda, me chame, ok?

-Sempre. - o menor se atreveu a dar um curto selinho no maior.

-Só isso? - perguntou com uma cara de cachorro pidão, mas logo riu sacana e selou seus lábios aos do ômega, num beijo calmo, que foi correspondido com sucesso pelo mesmo.

-Eu sabia. - não deu nem dois segundos e os dois mais velhos já havia se soltando e agora encaravam o mais novo, que estava com um sorrisinho no rosto.

-J-JungKook!

-Eu sabia que tinha alguma coisa.

-Ta certo então! Eu e o Jinnie estamos em um relacionamento secreto, e quando ele terminar a faculdade iremos assumir tudo, e eu conto os dias para esse dia.

-Conta?

-Conta, é? - Jin também perguntou surpreso e ao mesmo tempo feliz.

-Conto, conto os dias, os minutos, os segundos, estou esperando ansioso para esse dia.

-Ai que lindo! - Jin não se segurou e enlaçou o pescoço do mais velho lhe dando um beijo rápido.

-Meu Deus!!! Eu não acredito que não me contaram antes, faz quanto tempo isso?

-Um mês eu acho...

-Um mês e 2 semanas, 5 horas e 34 minutos.. - os dois ômegas viraram surpresos para o alfa, que sabia exatamente a hora exata do dia em que recebeu um "eu gosto de você" do ômega mais velho.

-Você sabe até as horas? Ual!

-Oque foi? Eu disse que gosto de você a muito tempo, se acostume com minha boa memória.

-Que momento lindo, mas eu quem preciso ser consolado aqui... - o moreno resmungou baixo se lembrando do acontecido na noite anterior, automáticamente seus olhos se encheram d'água, e ele quase chorou, mas segurou suas lágrimas.

-Ele está chorando?

-Não, está segurando. E segurando até demais. Ah meu dongsaeng! - Jin correu até o menor e o abraçou. O Jeon respirou fundo se soltou do abraço de seu Hyung.

-Hyung, eu vou ir dormir tá? Pode ficar com seu peguete - disse sorrindo, o sorriso mais forçado que conseguira. Entrou dentro da casa rapidamente e se aconchegou no quarto de seu Hyung.

-Ele está bem?

-Ainda está abalado. Não é todo dia que acontece oque aconteceu com ele. Se bem que JungKook tem um cheiro muito provocante, mais que o normal, é como se ele estivesse no cio todos os dias, seu cheiro é forte até para os ômegas.

-Eu percebi... Seu cheiro é atraente, mas não tanto pra mim, já tenho meu favorito. - disse e deu um beijo na nuca do menor, o deixando arrepiado.

-Besta.

-ah! Eu quase esqueci, oque acha de ir no tango com seus amigos amanhã? Lá na pista? Eu vou levar o professor novo de dança. E quem sabe você não aparece por lá e por uma coincidência a gente se esbarre? Talvez até dancemos uma dança.

-Ok... Mesmo que eu já tenha aceitado o convite de um amigo, vamos todos para o tango.

-Amigo?

-É, amigo! Um grande amigo. Boa noite professor Kim! - deu um último selar no alfa e entrou dentro de casa.

-Você me paga Kim SeokJin. - disse soltando uma risada nasal e indo em direção ao seu carro, indo para casa.

_∆_

No dia seguinte, o ômega mais novo já estava em sua casa, sozinho. Enrolado em seu cobertor assistindo qualquer série interessante na televisão. Por algum motivo desconhecido pelo mesmo, seus pensamentos estavam num homem de cabelos ruivos, que ele não fazia ideia de como era ou como se chamava.

Seu coração batia mais forte ao lembrar dos toques do alfa, era estranho. Ele queria mais daquele toque, queria encontrar com aquele homem novamente. Seus lábios no pescoço do ômega, no corpo do ômega, era tudo oque o mesmo queria. Toques como aqueles, não, ele queria aqueles toques, de ninguém mais, apenas daquele alfa.

Balançou sua cabeça afastando aqueles pensamentos impróprios, não que ele seje uma pessoa inocente, ele não era, mas não queria pensar em seu abusador. Mesmo que ele negasse, aquela foi uma das melhores esperiencias de sua vida. Olhou o relógio de seu quarto, vendo que eram apenas onze da manhã, e a seguinte questão veio em sua mente, Oque iria comer?

O ômega se levantou do sofá deixando para trás seu cobertor e desligando a televisão. Calçou suas pantufas e foi até a cozinha em busca de ingredientes para fazer seu almoço, ainda não decidido. Olhou nos armários e viu algumas coisas para um Kimchi.

-Vai ser isso, mas falta a pimenta... - o menor falou consigo mesmo fazendo uma careta.

Suspirou e foi até seu quarto, colocou uma roupa adequada qualquer, e saiu de casa em busca de sua pimenta. O jovem ômega adorava Kimchi, mas só comia com muita pimenta. Foi em passos calmos até o mercado próximo á sua casa, entrando no mesmo. Foi nas prateleiras​ de molhos e procurou seu molho de pimenta favorito.

Ele andava para o lado com os olhos vidrados naqueles potes com conteúdos diversificados, e acabou não prestando atenção nas coisas ao redor. Esbarrou em uma pessoa.

-Oh! Me desculpe. - disse fazendo uma pequena reverência em perdão.

-Não se preocupe Jimin-ssi... - a voz grossa tão conhecida se fez presente. Yoongi.

-Hyung! Achei que estava ocupado com as coisas do tango hoje.

-Vim comprar molho de churrasco para os petiscos da festa. Se bem que nem é uma festa né? - o platinado disse olhando os molhos em busca do seu.

-Ah, eu estou em busca do meu molho de pimenta.

-Esse aqui? - o alfa disse com um pote de conteúdo avermelhado e com rótulos.

-Esse mesmo, obrigado Hyung!

-Você vai hoje? - perguntou com um certo interesse em sua voz.

-Talvez, não estou com ânimo... Mas o Jin Hyung quer que eu vá, então...

-Devia ir sim. O tango não é o mesmo sem você. - disse ainda procurando o molho, agora rindo de uma lembrança.

-Não me lembre desse dia Hyunggie!! - o ômega repreendeu o alfa platinado.

-Calma, só me lembrei de um certo ômega que estava totalmente animado por ter conseguido entrar na academia de dança e música, e que começou a dançar tango com qualquer cara que passasse em sua frente... Achei! - o platinado disse na pura calma e acabara de achar seu molho. O ômega Jeon corou e desferiu um tapa fraco no braço do mais velho. - Aigoo! Isso dói Jimin-ssi!

-Nunca mais fale nesse dia, foi uma vergonha!

-Ok, ok... Mas eai? Vai?

-Vou pensar!

-Se for use aquele seu vestido preto com as mangas caídas... Ele é adequado para dançar, lembre-se de colocar um short por baixo da bela peça que irá usar.

-Sim senhor, senhor! - disse o ômega rindo em posição de soldado.

_∆_

O ômega já estava em sua casa, fazendo seu delicioso Kimchi. Pensava em ir na festa, mas estava abalado ainda. Seus pensamentos confusos não o ajudavam em sua decisão. Será que devia ir? Só para esquecer do assunto um pouco. Na verdade não era grave, não tanto, alfas influenciados pelo cheiro forte dos ômegas no cio eram incontroláveis.

Os alfas agiam sem pensar, só queriam saber de sexo e mais sexo. JungKook estava, por um lado, agradecido. O alfa ruivo o ajudou com seu cio, coisa que teria que aguentar por uma semana.

Sua comida estava pronta. Colocou em um prato e se sentou na mesa com os talheres e o arroz em mãos. Em poucos segundos começou a ingerir aquele Kimchi bem apimentado. Seus pensamentos se fixaram em uma única coisa, o vestido que seu Hyung havia recomendado. Vestido preto de mangas caídas. Era seu vestido favorito, óbvio que para dançar tango, é claro.

Tango, JungKook amava tango, sempre ia nas festas com essa temática, nunca perdia uma. Gostava de dançar tango, era como uma outra realidade. Tudo sumia e apenas o ômega e seu parceiro existiam na pista de dança. Essas festas nunca se enchem, mas muitas pessoas aparecem. O local é como uma lanchonete com a pista, tem o grande balcão, que vira um bar à noite, as mesas fundidas nas paredes e outras pelo resto do espaço. A pista era linda. Com luzes coloridas e olofotes.

Aquele lugar era o local que todos se divertiam, era como um point. Todos iam lá, desde estudantes à adultos e crianças. Sem falar na comida, que era muito boa. Restaurante, lanchonete, pizzaria, tudo.

_∆_

-Gukkie!! - o acastanhado chamava seu dongsaeng.

-Hyung!! - o menor respondeu em deboche.

-Mais respeito comigo, dongsaeng! Agora vai logo se arrumar!!

-Aigoo! Eu não estou com ânimo.

-Por favor! Você sempre gostou dessas festas! Vamos, eu prometo que te faço esquecer de tudo que lhe aflige, vamos nos divertir hoje!

-Aish Hyung... Tá, eu vou. Espera eu me arrumar.


-É assim que se fala! - comemorou.



Notas Finais


Eaeww~~

Alguém aí gosta de tango?

Kissus ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...