História Hard Love (Chanbaek) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Abo, Baekyeol, Chanbaek, Exo
Visualizações 275
Palavras 4.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quero agradecer a todos que estão curtindo a historia.
Eu passei algum tempo pensando em como chamaria vocês e com ajuda acabei escolhendo os seguinte.
Meu leitores serão chamados de Bubbles (Bolhas).
Um dos meus favoritos no EXO é o Sehun e ele ama Bubble Tea então foi dai que eu e minha Noona <3 tiramos o nome.
Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 8 - Sehun vs Minhyuk


Fanfic / Fanfiction Hard Love (Chanbaek) - Capítulo 8 - Sehun vs Minhyuk

 

Dois dias depois

(POV Baekhyun)

Eu acordei bem cedo hoje, havia faltado a uma semana na faculdade e estava pegando a matéria com os meninos, mas eu teria que ir hoje, fui até o banheiro para fazer todas minha higienes matinais, coloquei o casaco que pertencia a Chanyeol junto a uma camiseta roxa uma calça preta rasgada nos joelhos e um tênis que combinava com o casaco, fui em direção ao quarto de Sehun e bati na porta, o Alfa já estava arrumado, descemos e tomamos o café da manhã.

-Sehun. -Chamei pelo Alfa. -Eu tenho pensado bastante e acho que vou voltar para casa. -Falei com receio. -O que você acha? -Perguntei por fim.

-Baek se você acha que essa é a melhor decisão a se tomar eu vou te apoiar totalmente. -Falou bagunçando meu cabelo.
Eu não via Chanyeol desde o dia em que o Alfa passou o cio comigo.

Terminamos o café e entramos no meu carro, fizemos o caminho até a faculdade animados, faltavam mais duas semanas para entregarmos os trabalhos, o azar disso era o fato de Minhyuk ser minha dupla, o Alfa não ficou sabendo de nada que aconteceu entre mim e o Chanyeol.

Estacionei o carro e peguei minha mochila no porta malas, entramos e fomos em direção a praça para ver se Minseok já havia chegado, o Alfa estava lendo um livro enquanto escutava música em seus fones. Dei um pulo em sua frente mas não o assustei.

-Você é tão sem graça. -Reclamei fazendo um bico.

-Você tem que melhorar para assustar alguém. -Brincou e eu dei um soco em seu ombro.

Ficamos sentados e eu não tive nenhum sinal de Minhyuk, comentei com Minseok sobre minha escolha de voltar para casa e vi um sorriso de satisfação enorme se forma em seu rosto, assim que o primeiro sinal tocou nos direcionamos para a sala.

A aula estava interessante, no inicio da aula a professora anunciou que teríamos dois intervalos essa semana. Eu prestava total atenção nos slides que a mesma passava e fazia todas as anotações possíveis, olhei para trás quando Sehun me cutucou com sua caneta, o Alfa de cabelos rosas e apontou para Minseok, ele havia dormido no meio da aula. Quando o sinal tocou arrumei todas minhas coisas enquanto Sehun acordava Minseok.

Saímos da sala mas não fomos para a praça eu preferi ir para quadra, nos sentamos nas arquibancadas e começamos a conversar, falávamos sobre o trabalho, Miseok não via a hora dele acabar.

-Eu não vi o Minhyuk hoje, sera que algo aconteceu com ele? -Perguntei preocupado olhando para os dois Alfa.

-Ele não vem faz três dias. -Respondeu Minseok. -Deve estar doente. -Falou por fim.

-Sera que se eu for na direção eles me contam o que aconteceu com ele? -Perguntei mas nenhum soube me responder. -Eu vou la ver, daqui a pouco eu volto. -Falei por fim me levantando.

-E porquê você quer tanto falar com o Minhyuk? -Questionou Sehun cruzando os braços.

-Eu preciso falar com ele sobre o trabalho. -Não menti obrigatoriamente.
Voltei para o lado de dentro e fiz o caminho até a sala do direto, eu estava tão distraido que acabei me esbarrando ao virar o corredor, para minha sorte acabei me esbarrando com Minhyuk.

-Desculpa. -Pedi me levantando. -Eu estava indo na direção para te procurar. -Expliquei.

-O que foi? -Perguntou curioso.

-É que você não estava na sala de aula e eu queria saber o motivo. -Respondi disfarçando meu nervosismo.

-Eu cheguei atrasado, tive que passar na sala do diretor assim que cheguei. -Esclareceu melhor a história.

-O Minseok disse que você ficou três dias sem vim. -Comentei e ele acenou. -Por que? 

-Eu estava viajando. -Respondeu simples. -Agora e você, esta a uma semana sem vim para a faculdade, o que aconteceu? -Foi a vez dele de perguntar.

-Eu tive uns problemas com o Chanyeol. -Respondi respirando pesadamente.

-Quem é Chanyeol? -Questionou com uma das sobrancelhas levantadas.

-O... o meu Alfa. -Falei receoso. -Nós tivemos uma briga depois da festa e eu acabei saindo de casa, agora eu estou dormindo na casa do Sehun. -Contei tudo, continuamos a conversa agora andando, nos sentamos no banco que ficava de frente para secretaria.

-E porquê vocês brigaram? -Continuou a interrogar sobre os acontecimentos.

-Não sei se você vai se lembrar, mas sabe quando eu te encontrei na festa? -Perguntei e ele acenou com a cabeça. -Então no exato momento em que eu te beijei, tiraram uma foto, e quando os álbuns chegaram essa foto estava no meio. -Resumi toda a historia. -Dai o Chanyeol ficou furioso comigo e eu acabei saindo de casa. -Falei por fim.

-Nossa! -Mostrou-se impressionado. -Eu não... Baek eu não queria causar nenhum problema você sabe disso. -Eu acenei com a cabeça. -Me desculpa. -Pediu.

-Você não precisa se desculpar, a culpa foi mais minha por ter bebido do que sua. -Falei fazendo sua expressão suavizar.

Eu me inclinei e iniciei um abraço amigável entre nós dois, Minhyuk não recusou e retribuiu o gesto, assim que levantei minha cabeça meu corpo gelou, Chanyeol estava parado a poucos metros de nós. Soltei Minhyuk e fui em direção ao Alfa que corria pelo estacionamento.

-Chanyeol espera. -Pedi segurando seu braço assim que consegui alcança-lo. -Eu posso explicar. -Tentei falar mas fui interrompido.

-Explicar o que Baekhyun, eu vi você diz que não tem nada com ele e de repente vocês estão abraçados. -Falou com uma mistura de raiva e tristeza na voz. -Eu queria muito falar com você. -Sua voz ganhou um tom choroso.

-Deixa ele falar com você. -A voz de Minhyuk se fez presente atrás de mim.

-O que você esta fazendo aqui? -Falou Chanyeol entre dentes. -É por sua causa que estamos assim. -Ficou de frente para ele o encarando.

-Cara o Baek gosta de você, ele não te trairia comigo não importa quantos beijos ele me desse. -Falou com a voz calma.

-Vocês já se beijaram antes? -Questionou me fuzilando com os olhos eu apenas abaixei a cabeça.

Chanyeol não disse mais nenhuma palavra apenas entrou em seu carro e saiu em alta velocidade, eu fiquei estatico, senti tocarem meu braço e percebi que se tratava de Minhyuk.

-Você vai ficar melhor sem ele. -Falou convencido.

-Como você pode falar isso, eu amo o Chanyeol e nenhum Alfa vai tomar o lugar dele. -Falei saindo de perto dele.

Minhyuk me puxou pela cintura contra seu corpo, eu tentei evitar porem não pude impedir o beijo que o mesmo iniciou, eu me rebatia até que finalmente sai do beijo.

-Nunca mais faça isso. -Falei passando as costas da mão na minha boca.

-Se não o que, eu sou um Alfa e tenho mais força que você Baek, então eu posso fazer o que quiser. -Falou apertando minhas bochechas e saindo.

Eu fui correndo em direção a onde estavam o meninos e peguei minha mochila, sai de lá tão depressa que não respondi nada, cheguei na direção e pedi permissão para sair mais cedo, depois de muito tempo consegui convencer o mesmo, Sehun entrou no carro junto a Minseok, ele haviam me seguido, eu fiz o caminho até a casa do Alfa de cabelos rosas.

Assim que chegamos eu me joguei no sofá deixando que minhas lágrimas caísse sem impedimento, o choro provocava soluços em mim, senti afagarem meus cabelos porem não levantei a cabeça para saber qual dos meninos eram.

-Baek. -Minseok me chamou, levantei minha cabeça lentamente porem era Sehun que acariciava ela. -O que aconteceu? -Perguntou se ajoelhando na minha frente.

-Eu odeio Alfas. -Respondi entre dentes. -Eu nunca deveria ter sido marcado, o Chanyeol não devia ter passado meus cios comigo, talvez se ele não tivesse me encontrado eu não estaria assim agora. -Eu me sentei serrando meus punhos. -Agora tem o Minhyuk. -Não continuei pois fui interrompido.

-O que tem o Minhyuk? -Perguntou Sehun cruzando os braços e fechando a cara, eu fiquei com receio de responder. -Baek, se você não falar, e eu acabar descobrindo você sabe que vai ser pior. -Mostrou ternura tocando meu rosto.

-Ele me beijou a força no meio do estacionamento. -Eu abaixei minha cabeça mais pude sentir a presença de Sehun se fazer presente. -Hunie, por favor não faça nada eu posso resolver isso. -Falei o olhando no olhos até o mesmo se desfazer de sua presença.

-Esta bem, mas eu juro que se ele te fazer alguma coisa... eu acabo com ele. -Rangeu os dentes e beijou minha testa em seguida.

-Nós temos que voltar para faculdade, você vai ficar bem aqui? -Perguntou Minseok e eu acenei com a cabeça. -Luhan e Jongdae estão sem aula hoje, eu posso pedir para ele ficarem aqui com você enquanto não chegamos. -Ofereceu e eu aceitei de bom grado.

-Min. -Chamei pelo mesmo. -Quando eu falei que odiava Alfas eu não quis magoar vocês, vocês são meus melhores amigo e eu sempre vou gostar de vocês, não importa o que façam. -Falei por fim recebendo um sorriso do dois, Minseok se aproximou de nós iniciando um abraço triplo.

Assim que os dois saíram de casa eu me direcionei para meu quarto indo em direção ao banheiro, liguei a banheira, comecei a me despi enquanto a mesma enchia, deixei a água fria tomar conta do meu corpo, mergulhei para poder pensar melhor, vindo em mente a expressão que Chanyeol fez antes sair, o Alfa estava diferente, senti meu peito doer e emergi novamente eu queria estar com ele naquele momento.

(POV Chanyeol)

Eu sai da faculdade de Baekhyun sem escutar o que o Ômega tinha para me falar, fiz o caminho que me levava para casa, não podia chegar a esse estado na casa do meu irmão, meus olhos estavam tomado pelas lágrimas e dirigir daquele jeito não facilitava as coisas, senti meu corpo gelar quando dei uma freada brusca em um sinal vermelho. Coloquei minha cabeça sobre o volante e o apertei com força deixando as lágrimas caírem, fiquei tanto tempo assim que não percebi quando sinal abriu apenas escutava o som das buzinas atrás de mim.

Cheguei em casa com um péssimo estado, me joguei no sofá e comecei a fitar o teto, toda aquela vontade de chorar havia passado mas a tristeza não, me levantei e fui em direção a cozinha, voltei da mesma com um copo e uma garrafa de Whisky, enchi o copo e comecei a beber.

 

(xxxx)

 

O tempo passou e eu já estava na metade da garrafa, não conseguia pensar em mais nada, não estava bêbado, apenas escutei o barulho da porta abrindo, fiquei torcendo para que fosse Baekhyun mas acabou sendo Junmyeon.

-Chanyeol. -A voz dele fez minha cabeça doer. -Eu estava te procurando, o que aconteceu? -Perguntou se aproximando do sofá.

-O que você quer? -Falei com a voz toda enrolada.

-Eu não acredito, o quanto você bebeu. -Ele pegou a garrafa da minha mão e me fuzilou com o olhar.

-Deixa de ser chato e me da essa garrafa. -Tentei pegar eu mesmo mas foi em vão, assim que levantei fiquei tonto e voltei para o sofá.

-Você pode me falar o que aconteceu? -Usou um tom de voz autoritário. -Chanyeol você estava tão bem essa manhã, foi o Baek? -Questionou.

-Eu não sei mais o que fazer, eu ia falar com ele hoje para que ele voltasse para casa, mas o que acontece? Eu vejo o Baek aos abraços com o mesmo Alfa da foto. -Expliquei colocando o copo na mesa de centro. -Eu ia lhe dar isso Junmyeon. -Retirei do meu bolso uma caixa de veludo revelando um anel.

-Nossa é lindo. -Mostrou-se surpreso pegando a caixinha da minha mão. -Sabe, você devia tomar um banho descansar e ir na faculdade dele de novo. -Sugeriu e eu aceitei. -Mas dessa vez tenta se controla e não sai correndo.

Junmyeon me ajudou a chegar até o quarto, eu me dirigi ao banheiro e liguei a água fria, assim que voltei para o quarto meu irmão já não estava mais la, coloquei uma roupa qualquer e me joguei na cama, abracei o travesseiro que continha o cheiro de Baek e logo em seguida peguei no sono.

(POV Sehun)

Eu não conseguia tirar o que Baek havia dito da cabeça, como Minhyuk teve coragem de beija-lo a força? Eu teria que manter minha promessa de que não faria nenhuma estupidez, porem isso não significa que não tiraria satisfações com ele, e ele iria me escutar querendo ou não, fui tirado de meus pensamento por Minseok que começou a me cutucar.

-Sehun. -A voz da professora chamou minha atenção provocando um leve susto. -Estava prestando atenção na aula? -Eu acenei rapidamente com a cabeça. -Então pode me explicar sobre o que eu estava falando? -Pediu e assim eu fiz.

Eu conseguia prestar atenção em muitas coisas ao mesmo tempo por isso não tive dificuldade. Fui cutucado novamente por Minseok olhe para trás e o mesmo se aproximou.

-Você estava pensando no Baek não estava? -Sussurrou ao ponto de apenas eu escutar, apenas acenei com a cabeça. -Então seria bom você se olhasse para la. -Apontou para a saída da sala, eu olhei para a porta da sala que ficava a nossa frente e percebi que havia algo colado nela, quando consegui focar vi que era a foto do beijo entre Baek e Minhyuk. -O pior é que ele não esta aqui. -Falou por fim e eu olhei para a cadeira onde o mesmo costumava sentar.

Eu serrei meus punhos sobre a mesa e fechei meu olhos, não queria fazer minha presença ser sentida por todos ali.

-Eu vou matar ele. -Comentei mordendo meu lábio.

-Você deveria ficar calmo Sehun, isso pode acabar prejudicando você. -Minseok colocou a mão sobre meu ombro.

-Eu não me importo, o Baek é a maior preocupação no momento, não posso deixar esse merda humilhar ele assim. -Passei minhas unhas por de baixo da cadeira deixando a marca e soltando farpas, vi Minseok levar as mãos ao rosto e negar com a cabeça respirando fundo.
-Esta bem, olha eu vou com você para impedir que você faça alguma burrice, esta bem? -Eu acenei com a cabeça e o Alfa suspirou aliviado.

Assim que o sinal tocou eu comecei a arrumar meus materiais, tentei fazer isso mais rápido possível até que comecei a escutar uma multidão de vozes vindo do corredor, joguei tudo dentro da mochila e fui até a porta ver o que estava acontecendo. Quando chegamos ao corredor vimos vario alunos olhando para as fotos do beijo do Baek, estava grudada em todos lugares, portas, armários e paredes, alguns alunos riam da foto, outros criticavam o que Baekhyun fez por ele ser marcado.

Me direcionei a saída abrindo espaço entre as pessoas, Minseok tentou me seguir, chegando ao estacionamento pude ver Minhyuk conversando com alguns colegas, deixei que minha presença tomasse conta de mim e fui em sua direção.

-Ei você. -Chamei pelo mesmo, assim que ganhei sua atenção depositei um soco em seu rosto que o levou ao chão. -Eu vou acabar com você. 

Minhyuk levantou-se e passou o dedo pelo pequeno rastro de sangue que eu havia feito e agora da mesma forma que eu ele mostrva sua presença.

-Sehun...Sehun...Sehun. -Pronunciou meu nome aos risos. -Você acha mesmo que é mais forte que eu, não me lembro disso quando estudamos juntos, você costumava apanhar para mim lembra. -Continuou a me provocar. -Ainda mais porquê antigamente você não era assim não é, "bolha humana". -Esse era o apelido que me deram no ensino médio pelo motivo que eu era acima do peso, todos me zoavam com aquilo. 

Parti para cima dele sem pensar duas vezes lhe dando um soco no estômago, logo que ele se contorceu de dor, chutei seu rosto e o levantei pelo casaco lançando-o ao chão, eu não raciocinava a única coisa que se passava pela minha cabeça era bater nele até cansar. Minhyuk voltou a ficar de pé e continuou a rir ele correu ate mim e socou repetidamente meu rosto fui ao chão quando recebi uma joelha no peito que me fez ficar ajoelhado de frente para ele, o Alfa deu um chute em meu tronco me deixando deitado no asfalto do estacionamento.

Estava sem ar, comecei a escutar risos vindo tanto do Alfa quanto do seus amigos, fechei meus olhos e vi a imagem do Baek na minha cabeça.

-Eu... não vou deixar você sair ganhando. -Falei tentando levanta porem acabei falhando pois Minhyuk me chutou novamente me derrubando.

-Você deveria desistir. -Falou convencido. -Eu paro de te humilhar você se fizer isso. 

-Eu não me importo com o que você fizer comigo eu quero que deixe o Baek em paz. -Consegui levantar, levei minha mão ao meu braço esquerdo onde estava sentido dor.

-Eu não posso fazer isso. -Falou me encarando. -Seria ruim de mais ficar perto dele sem poder sentir sua pele ou o toque macio dos seus lábios . -Colocou um sorriso em seu rosto ao mesmo tempo que passava o dedo pelos lábios.

Aquele foi meu limite, fui em sua direção sem me importa com a dor que meu corpo sentia, ele proferiu o primeiro golpe mas eu consegui desviar, usei toda minha força para dar um chute que o levou ao chão, fiquei por cima do mesmo e comecei a socar seu rosto, a medida que eu dava os socos Minhyuk tentava se defender deles.

-Sehun para com isso. -De repente e voz de Chanyeol se fez presente, o Alfa me tirou de cima de Minhyuk sem dificuldades me imobilizando, mas sem me machucar. -Fica calmo. -Falou devagar.

Minha respiração estava ofegante e eu rangia forte os dentes, fechei meus olhos e comecei a contar mentalmente, minha raiva foi passando e minha presença foi desaparecendo, Chanyeol me ajudou a levantar.

-O que aconteceu aqui? -Perguntou preocupado, eu peguei uma das muitas fotos e lhe entreguei.

-Ele estava humilhando o Baek, Chanyeol assim como você eu não pude admitir isso. -Falei encarando Minhyuk.

Chanyeol intercalava o olhar de ódio entre Minhyuk e a foto, o mesmo a amassou e colocou no bolso, ele foi andando em direção ao outro lentamente, quando chegou próximo a Minhyuk, Chanyeol o levantou com uma mão pela camisa, eu me assustei com aquilo, sem usar sua presença ele já tinha uma força monstruosa.

-Se você chegar perto do Baekhyun, dos meus amigos, ou fazer algo com ele desse nível novamente, você vai ficar pior do que esta agora por que sou eu quem irei vai cuidar de você. -Falou Chanyeol jogando o outro no chão que caiu sentado, andando de volta para onde estávamos.

-Você acha que ele ainda gosta de você? -Perguntou irônico. -O Baek não merece alguém como você, como você sabe o que ele vai quer? -Interrogou o Alfa com um sorriso.

-Por que eu marquei ele, mas nós não estamos conectado apenas pela marca e sim por mais que ela. -Respondeu simples ignorando Minhyuk em seguida, Chanyeol me ajudou a chegar até o carro, eu estava usando o carro de Baek. -As chaves. -Exigiu. -Você não vai dirigir nesse estado, então me dê as chaves. -Ordenou e assim eu fiz.

-Mais e o seu carro? -Perguntei entrando no veiculo.

-Junmyeon veio comigo, ele vai me seguir até chegarmos a sua casa. -Esclareceu minha duvida.

Fizemos o caminho até em casa sem pronunciarmos nenhuma palavra, eu não sabia o motivo de Chayeol estar na faculdade naquele momento mas agradecia mentalmente por isso, agora sera que ele falou sério quando disse que sua conexão com Baek vai alem da marca, só de pensar nisso eu já conseguia sorrir imaginando quando o Ômega souber disso.

(POV Baekhyun)

Estávamos na sala assistindo a um filme de comédia, Luhan havia feito brigadeiro, as luzes estavam apagadas e as cortinas fechadas, usávamos um cobertor, deixamos de prestar atenção no filme pelo som de alguns carros parando aqui na frente de casa. Jongdae foi até a janela e abriu as cortinas, revelando alem dos meninos Chanyeol e Junmyeon, só pelo fato do Alfa esta aqui eu me surpreendia.

Eles entraram em casa e eu fiquei espantado com o que via, Sehun estava todo machucado e precisava da ajuda de Chanyeol e Minseok para andar.

-O que aconteceu? -Perguntei porem fui ignorado.

-Jongdae você e o Luhan arrumem a cama do Sehun por favor, ele precisa se deitar. -Ordenou Chanyeol. 

-Gente o que foi que aconteceu? -Tentei me manifestar mas fui ignorado novamente.

-Junmyeon procura algum kit para cuidar ele. -Deu novamente ordens Chanyeol.

-O QUE ACONTECEU? -Gritei para ver se conseguia chamar a atenção.

-Minseok leva o Sehun lá para cima eu preciso falar com o Bael. -Pediu o Alfa de cabelos negros e assim ele fez. Chanyeol andou até mim pedindo para que fossemos para outro lugar, andamos até o quintal da casa.

-Foi você que fez isso com ele? -Perguntei frio cruzando os braços e o encarando.

-Essa é a unica imagem que você tem de mim? Um Alfa violento? -Retrucou no mesmo tom que eu. -Se você quiser saber o que aconteceu deixa eu explicar para você então. -Pediu e aceitei. -Sehun brigou com o Minhyuk. -Ele foi direto.

-Eu não acredito, eu falei para ele não tomar nenhuma decisão precipitada. -Passei a mão sobre meus cabelos. 

-Se isso te faz melhor, o estado em que o Minhyuk ficou é pior. -Comentou com um sorriso. 

-E por que você estava la, queria discutir de novo comigo? -Voltei a ser frio com ele, e o vi negar.

-Baek eu queria falar com você essa manhã mais ver aquela cena foi... estressante, eu não tinha ido até você para buscar mais discussão. -Falou calmo. -Mas assim que eu sai de lá, eu cheguei em casa e não sabia o que fazer sobre nós. -Continuou. -Então eu tive uma conversa com o meu irmão e foi ele que sugeriu que eu voltasse até a faculdade. -Chanyeol abaixou a cabeça. -Assim que Sehun me explicou a história toda eu pude perceber que havia sido um idiota com você desde o começo. -Percebi que o Alfa deixou uma lágrima cair. -Eu tirei satisfações com o Minhyuk para que ele te deixasse em paz. -Concluiu.

-Eu não entendo, qual o motivo de você ter feito isso? -Fiquei sem entender nada. -Chanyeol, tudo o que você falou me machucou de uma forma que você não poderia entender. -Falei ganhando sua atenção.

-Como não, eu soube que quando eu conheci você eu mudei e ninguém veria o Chanyeol do passado como ele esta agora. -Repeti o que Junmyeon havia dito para mim. -Eu ainda me importo com você e como você sente. -Falou com ternura.

-Chanyeol, você não precisa mudar para mostrar quem é, eu não me importo como era o antigo você, eu quero saber o que o Chanyeol de agora esta sentido. -O Alfa segurou meu queixo e eu me deixei levar pelo sentimento, fechei meus olhos ao mesmo tempo que ele aproximava nossos rosto, pude senti sua respiração, mas seu ato não levou a nada, acabamos sendo interrompidos.

-Você podem vim aqui em cima. -Falou Minseok, eu me afastei de Chanyeol e fui até o Alfa.

Chegamos ao quarto de Sehun e eu pude ver melhor como ele estava, seu rosto tinha algumas marcas roxas e cortes, suas mãos estavam todas cortadas.

-Me desculpa Baek eu acabei mentindo para você. -Pediu e sorri gentil em sua direção.

-Não faz mal, alem do mais do jeito que eu te conheço eu sabia que você ia fazer alguma coisa idiota. -Ele sorriu com meu comentário.

-Sem querer interromper vocês, mas é que ele precisa ir ao hospital, ele deve ter quebrado algum osso. -Falou Luhan.

-Eu o levo. -Manifestou-se Chanyeol. -Minseok você vem comigo. -Pediu e o outro aceitou.

-Eu só vou deixar o Luhan e o Jongdae em casa antes, depois eu passo no hospital. -Respondeu simples.

-Junmyeon você fica com o Baek, eu não confio em deixar ele sozinho depois de hoje. -Disse Chayeol em tom de voz sério. -Caso aconteça alguma coisa liga para mim ou para o Minseok. -Ele ajudou Sehun a se levantar, Chanyeol me olhou com ternura mas não falou nada.

Me despedi de todos e fui em direção ao meu quarto, deitei e comecei a fitar o teto, pensei o que aconteceria caso eu tivesse beijado Chanyeol e da forma que o Alfa agiu em meio a toda essa confusão, fui  tirado de meu pensamentos por Junmyeon que bateu na porta, eu lhe dei permissão para entrar.

-Baek eu posso te mostrar algo? -Pediu e eu acenei, o Ômega sentou se a meu lado na cama e me entregou o meu celular. -O Minseok me enviou uma mensagem e pediu para que eu visse um vídeo que foi mandado em um grupo do WhatsApp no seu celular. -Explicou. -Eu não sei se ele queria que eu te mostrasse mas aqui esta. Ele saiu do quarto.

A tela mostrava um vídeo de quinze minutos, dei o play e vi que se tratava da briga entre os meninos, eu ficava horrorizado com o que Minhyuk falava e sentia raiva dele, assim que vídeo chegou ao cinco minutos finais eu vi a aparição de Chanyeol, meu corpo ficou tenso e eu imaginava do pior acontecendo assim que ele chegou perto de Minhyuk mas acabei me surpreendendo com o que ele falou. 

"-Você acha que ele ainda gosta de você? -Perguntou irônico -O Baek não merece alguém como você, como você sabe o que ele vai quer?

-Por que eu marquei ele, mas nós não estamos conectado apenas pela marca e sim por mais que ela."

Eu pausei o vídeo e deixei uma lágrima cair, porem dessa vez era pela emoção que estava sentido, então era isso que ele queria falar comigo, Chanyeol se você falou isso de forma sincera só posso afirmar, eu amo esse Alfa e acabei de descobri que ele sentia o mesmo por mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...