História HardCore - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 25
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Águas traiçoeiras


Cada centímetro daquele navio era velho e mofado.
Tudo tinha uma aparência de velho e mal cuidado.
Os três subiram no navio que emitia um rangido alto de madeira, Keegan foi direto para timão, Hasek e DarkTome puxaram a âncora, Keegan rolou o timão de navio que lentamente começou a se mexer lentamente.

Hasek retira da bolsa o mapa dos sete mares e coloca um pino de madeira na exata localidade onde eles estavam.

Keegan pilotava o navio com uma facilidade que Hasek invejava.
Antes do navio deixar a margem Bolt pula até o navio.

-Sabia que não iria me abandonar amigão- diz DarkTome acariciando os pelos brancos de Bolt.

O navio deixou a margem Hasek se assustou com o movimento repentino e se agarrou ao corrimão da escada onde estava, DarkTome foi até o convés.

O navio se movimenta rapidamente.
DarkTome olhou pela beirada e viu a vila de lux ser engolida lentamente pela paisagem que o navio proporcionava enquanto seguia seu destino.
Durante quatros horas de viagem ninguém se pronunciou a dizer nada a não ser DarkTome que falava com Bolt algumas vezes e Keegan que resmungava quando tinha que virar o timão que estava enferrujado.
Hasek não aguentando mais o silêncio guarda a espada que estava limpando na bainha e vai até Keegan.

-Keegan.

-Senhor Hasek.

-Vejo que está nervoso.. aconteceu algo? .- pergunta Hasek.

-Acontecer ainda não aconteceu mas pode acontecer.. há o que tudo indica tem tempestade a caminho..

-Como você sabe? -pergunta Hasek desconfiando de Keegan.

-O vento não está a nossa frente, está contra nós.-logo após Keegan responder surge DarkTome.

-O que houve? -pergunta DarkTome.

-Uma possível tempestade está a caminho-responde Hasek.

-O que vamos fazer para evitá-la? -pergunta Dark.

-Se formos fazer a volta atrasara a viagem em até sete dias, vamos ter que enfrentar.-responde Keegan.

DarkTome fica calado sem esboçar reação.

-Que seja-responde Hasek.

O vento começou a aumentar a cada minuto que passava as nuvens começaram a fica escuras, e então uma chuva fria e ácida desabou entre os mares fazendo o navio chacoalhar.
Em meio a gritos e desesperos Keegan gritava.

-DESÇA A ÂNCORA E VAMOS ESPERAR.

Hasek e DarkTome puxaram aquele pedaço de metal e aço extremamente pesado e então jogaram no mar.

Após a âncora afundar por completo e se fixar na areia.
Do oceano um grito ensurdecedor pode ser ouvido pelo trio e então emerge uma criatura de pelo menos nove metros de comprimento com o corpo esticado como uma serpente com seus dentes afiados e olhos completamente verdes como um campo totalmente cortado.
A criatura os encara só há tempo para DarkTome e Keegan se abaixarem, Hasek pega a espada e antes mesmo de se abaixar leva um golpe da criatura, o impacto é tão forte que o arremessa do navio.
Ele cai na água, congelante, DarkTome deitado no chão do navio faz de tudo para alcançar o arco que está nas escadas do navio, a criatura acerta  um golpe no navio que faz o arco se afastar ainda mais.

-Precisamos ativar os canhões!!!!-grita Keegan.

-Até lá isso aqui já destruiu todo o navio.... e temos que salvar Hasek.

Hasek se segura na rede do navio assim que consegue chegar a superfície a criatura parece cada vez mais irritada, ela puxa a corda do baque rasgando a rede.
Hasek consegue escalar.

A tempestade cada vez mais forte, com trovões quase tão altos quanto os gritos da criatura.

DarkTome finalmente agarra o arco e retira da alijava uma flecha, ele posiciona no arco mira e então atira.

A flecha parece acertar o peito do monstro que não surte muito efeito.

Hasek agachado grita para DarkTome.

-EU TENHO UMA IDEIA, SÓ DISTRAI ISSO.
DarkTome concorda com a cabeça, enquanto disparava flechas contra a criatura.
Uma boa parte do navio já havia sido destruída.

Keegan apenas estava rezando pedindo aos deuses para espantar esse monstro marinho, então se levanta e retira da mochila um arco que havia ganhado dos cavalheiros de preto e então grita para DarkTome.

-Pega!-Keegan então joga o arco a DarkTome que o agarra.

-Pra que isso?  !!!

-É encantado!!!

Hasek se agarra na rede e vai escalando.
A criatura cada vez mais furiosa mastiga pedaços de rede e cordas.

DarkTome posiciona uma flecha no arco que Keegan o arremessou mira e então atira.
Logo após a flecha sair do arco ela peda fogo e acerta diretamente o olho esquerdo da criatura.
Que fica muito atordoada.

Hasek após uma boa altura se joga até a criatura e se prende em seu pescoço, ele prende suas mãos na pele do monstro que pareciam rochas.
Hasek retira a espada da bainha, e crava no pescoço da criatura que urra e berra de dor.
Ela se balança com dor, Hasek se prende cada vez mais firme, ele sobe mais um pouco e então crava a espada no olho da criatura ela balança tanto que Hasek cai inconsciente no convés do navio.
E a criatura enfim é derrotada e a tempestade parou.

Na manhã seguinte Hasek continuava desacordado, Keegan consertou tudo que podia no navio e contou a DarkTome que a criatura se tratava de um leviatã.

DarkTome pega o arco encantado e o devolve a Keegan.

-Pode ficar... é seu...-diz Keegan sorrindo.

DarkTome retribui o sorriso e diz.

-Muito obrigado...

Hasek ainda inconsciente deitado na rede do navio.

Keegan e DarkTome apenas estavam parado observando a paisagem.

É possível ouvir o uivado de Bolt que se revelou depois daquela noite de terror.
DarkTome o acaricia.

E então surge uma ilha ao fundo dos mares aparentemente gigante.

Keegan cutuca DarkTome que olha.

-O que é? - pergunta DarkTome.

-A ilha de Dolongy...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...