História Harry Potter e a Ascensão do Príncipe - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Blásio Zabini, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Neville Longbottom, Theodore Nott, Tom Riddle Jr.
Tags Dark!harry, Lemon, Slash, Tom/harry, Tomarry, Ua Harry Potter, Yaoi
Exibições 537
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Lemon, Magia, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá.
Gente, essa semana eu vou dedicar o bônus a TODOS QUE PALPITARAM, Porque mesmo quem não acertou passou bem perto.
E também porque tem algumas coisas que se eu disser que acertou vai acabar com a surpresa dos próximos capítulos, rs.
Espero que vocês perdoem a falta de dedicatórias mais especificas.
Eu amo todos vocês.
Enjoy.

Capítulo 7 - Capítulo Bônus


Harry Potter e a Ascensão do Príncipe

Bônus Cap. 3

 

Blaise voltou para casa com um sorriso satisfeito e aliviado, é claro que ele estava curioso sobre onde Harry estava e como ele voltou, mas se havia algo que ele tinha aprendido bem, é que nada de bom vem de fazer perguntas desse tipo a Harry, o Grifinório diria se achasse importante, e mesmo que isso fosse frustrante, o negro não tinha nada mais a fazer do que aceitar. Sua mãe estava esperando por ele nas escadas, ela própria muito curiosa com a razão da visita de Blaise a mansão do Lorde, embora ela tivesse fortes suspeitas sobre isso.  Blaise tentou se safar com um sorriso e um beijo na bochecha da mulher, mas foi inútil, sua mãe sorriu de volta daquela forma que prometia o inferno se ele não dissesse o que ela queria saber.

- Você sabe que eu não posso falar sobre isso. – Resmungou Blaise, mesmo que a mulher não tivesse realmente verbalizado qualquer pergunta.

- Só me responda se é algo bom ou algo ruim.

- É óbvio que algo bom. Por que mais eu estaria sorrindo?!

- É verdade. Eu não vejo você sorrir desde a última visita da Srt. Granger. – Disse Sophia lhe dando um olhar afiado e completamente constrangedor – E mesmo aqueles sorrisos tinham um pouco de melancolia.

- Mãe, eu tenho que subir. Tenho coisas para organizar e quanto antes eu começar melhor. –  Desconversou Blaise e começou a subir a escada, mas se lembrou de algo e se voltou para a mãe mais uma vez – Terei alguns convidados amanhã e ficaria muito feliz se você pudesse nos dar alguma privacidade.

- Você fala como se vivesse me intrometendo em seus assuntos.

- Isso é exatamente o que você faz, mãe. – Bufou o rapaz – Mas eu realmente preciso que você nos deixe sozinhos amanhã.

- Como queira. Mas não preciso lembrá-lo de não destruir a casa preciso ou não fazer nada inadequado com a Srt.Granger, preciso?! – Disse ela, mas era óbvio que não estava falando sério, então o rapaz sequer se preocupou em responder.

Blaise sabia que teria que falar com os outros, mas em primeiro lugar tinha que ser Hermione, afinal ela também precisaria se certificar de contatar Neville e os gêmeos. Não que ele esperasse que os gêmeos pudessem participar, os ruivos estavam praticamente confinados em casa desde o começo das férias.

Ele puxou o diário e se sentou na escrivaninha, mas ele não tinha certeza de como começar. Ele queria ter tempo de fazer aquilo pessoalmente, mas ele duvidava que os pais de Hermione permitiriam que ela fizesse uma viagem repentina até a Itália tão perto da hora do jantar, mesmo que Blaise tivesse certeza de que eles não estavam completamente cientes de que a menina saia do país com tanta frequência para visitar um amigo. O diário teria que servir então.

'Mione, você está sozinha?' Perguntou o rapaz, ele sabia que Hermione levava o diário para todos os lugares dentro de casa, ele fazia o mesmo, no caso de qualquer um deles ter notícias, ele estava feliz que ele finalmente tinha.

"Não, mas posso estar em alguns minutos. É importante?" Disse ela poucos minutos depois.

'Sim.'

" Estou sozinha agora. " Continuou a menina em menos de um minuto " É sobre Harry? "

Eles não se preocupavam em usar codinomes no diário, afinal mesmo que alguém olhasse por cima de seus ombros não veria nada além de páginas em branco. Não era exatamente discreto se eles estivessem pensando a respeito, mas era o melhor que podiam fazer por enquanto.  Blaise respirou fundo, desejando mais uma vez estar fazendo isso pessoalmente.

' Ele está vivo, Mione. Está na mansão do Lorde. Eu o encontrei hoje. '

Vários minutos se passaram, e o Sonserino estava começando a se preocupar quando outra linha de texto surgiu.

" Ele está bem? Não está ferido? " Havia uma mancha muito óbvia no meio da frase e Blaise soube que a menina estava chorando, ele só poderia imaginar o alívio que ela estava sentindo, ele mesmo estava tão aliviado quando viu Harry na biblioteca que poderia ter chorado.

' Ele parecia bem. ' Mas enquanto escrevia ele sabia que não era totalmente verdade, era óbvio que Harry estava mais magro e frágil do que costumava ser e Blaise notou a forma como ele se sentava cuidadosamente, sempre sem tocar as costas na poltrona, e mesmo sua magia parecia diferente, a magia de Harry tinha sido bastante estável quase desde o começo, mas não estava assim quando se encontraram agora, Blaise notou o esforço que o outro estava fazendo para contê-la, até onde ele se lembrava, não tinha visto Harry se esforçar para nada antes. ' Ele quer encontrar todos amanhã à tarde. E quer as coisas dele de volta.'

" Sem dúvida ele quer. Harry se sente quase nu sem varinha. " Respondeu a menina, sua letra estava tremida, bem diferente de sua usual caligrafia perfeita " Tenho certeza que posso levar Neville comigo ou deixa-lo nos encontrar lá, mas Fred e Jorge estão presos em casa. Não vou nem mesmo poder contar a eles até o fim de semana quando for visitar. Eu queria contar a eles agora, eles também estão preocupados com Harry. "

' Tenho certeza que vão entender porque você não disse imediatamente, assim como Harry vai entender sua ausência. '

" Ele disse a você o que aconteceu? "

' Você sabe como ele gosta de guardar as coisas para si. Eu nem sei se ele vai mesmo contar para nós em algum momento.'

" Seja lá onde ele estava, não pode ter sido bom, ou ele teria dado um jeito de falar conosco. Ou com o Lorde das Trevas. Como será que as coisas vão ficar agora?! Todos pensam que ele está morto. "

' Eu realmente não sei, acho que vamos ter que esperar para ver. Mione, eu preciso falar com os outros. Você é Neville podem vir amanhã as 14hrs?'

" Sim, claro. Eu também preciso pensar em como vou escrever para Neville. Droga, não vou poder dizer realmente a ele até amanhã. Isso é tão frustrante. " Blaise riu ao ler aquilo. Porque ele entendia perfeitamente sua frustração, ele queria estar ao lado dela quando dissesse, mas não podia.

' Nos vemos amanhã então. Tenha uma boa noite Mione. '

“ Boa noite, Blaise."

Falar com Draco e Theo seria mais simples, afinal Nott estava praticamente acampando na mansão Malfoy naquele verão, garantindo que Draco permanecesse o mais calmo possível, ele só mal podia imaginar como era terrível para Theodore ver Draco sofrendo daquele jeito por Harry, mas se havia algo que transbordava em Theodore Nott era persistência, embora Blaise normalmente chamava tal coisa de teimosia. O negro voltou para a sala de estar e fez uma chamada de Flu, perguntando educadamente a Narcisa se ele poderia visitar rapidamente naquela noite.  Pelo menos Draco e Theo receberiam a notícia pessoalmente. 


Notas Finais


E ai?
Gostaram?
Espero que sim.
Como sempre estarei esperando seus maravilhosos comentários que tornam meus dias mais felizes.
Se'U


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...