História Harry Potter e a Ordem da Fênix (Nova História) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Amizade, Nova História, Romance, Saga
Exibições 20
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Ficção, Magia, Mistério, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oieeee gente, hoje teremos mais um capítulo da Fanfic.

Capítulo 12 - No cabeça de javali


O dia da visita  a Hogsmeade estavam bem frio. Amy tentava não afundar na neve com a ajuda de Rony. Hermione havia falado o caminho inteiro sobre a escolha daqueles sapatos vermelhos, sapatos esses que pareciam ter sido caros. 

- Eu disse a você que não era uma boa ideia vim com esses sapatos, eles não são apropriados para neve,seus pés vão congelar daqui a pouco. 

-Foi um presente do papai e da mamãe  (Amy chamava os pais de Hermione como se fossem pais dela) Eu não poderia dizer que não eram apropriados. Respondeu Amyr sendo ajudada por Rony a sair de outro atolamento na neve.

-Onde estamos indo afinal? Perguntou Harry inesperadamente - Ao três vassouras?  

-Não.Achei muito movimentado,preferi um pub longe da estrada principal. Respondeu Hermione 

- Que loucura! Quem iria querer aprender comigo?  Sou pirado,lembra? 

- Ei,você não é pirado.Nós acreditamos em você. Disse Amyr graciosamente 

- Para pra pensar,você não pode ser pior do que a cara de sapo. Disse Rony com tom de brincadeira. 

Harry sorriu 

- Quem vai aparecer?  

- Meia dúzia de pessoas. Respondeu Hermione 

O cabeça  de javali tinha um letreiro mal acabado com um javali pendurado que pingava sangue na frente. Quando entraram perceberam que realmente aquele lugar não tinha nada haver com o Três Vassouras. Havia muita sujeira e um cheiro forte que lembrava cabras . 

Havia vários alunos,cerca de 25 a 30. 

 - Meia dúzia de pessoas ? Harry perguntou cético 

- Hum..- Hermione começou a falar com a voz ligeiramente mais alta que o normal,nervosa. - Hum...bom...oi... Todos os olhares se fixaram para Hermione. 

- Todos sabem porque estamos aqui, precisamos de um professor adequado. Com experiência em se defender contra as artes das trevas. 

-Por que ? Perguntou um menino loiro da lufa lufa em tom agressivo. 

- Quem é você?  Perguntou Rony sem muita polidez 

- Bem, você-sabe-quem voltou, precisamos agir. Hermione disse. 

- Bem, isso é o que ele diz, além do mais, se for verdade, Emily Reed poderia nos dá aula, afinal ela estava lá também.  Todos os garotos concordaram. 

- Se a Amy dá aulas a vocês, com certeza perderiam tempo dando em cima dela o que apreendendo alguma coisa, idiotas. Disse Rony agressivamente. 

-Calma pessoal. Pediu Hermione 

- Ora, se o Potter falasse mais sobre a morte do Diggory. 

Harry se levantou 

- Eu não vou falar sobre a morte do Cedrico, se vinheram aqui para isso, perderam o tempo de vocês.  Harry já ia chamando Hermione para ir embora quando de repente alguém falou: - É  verdade que você consegue executar o feitiço do patrono ? Era Luna Lovegood 

- Sim. Eu já vi. Respondeu Hermione 

- E ele matou um basilisco com uma espada da sala do Dumbledore. Disse Nivelle 

- No terceiro ano lutou com centenas de dementadores. Lembrou Rony

- E no ano passado lutou contra  você -sabe- quem. Disse Hermione com firmeza

-Espera aí, olhem. ..- Disse Harry e toda sala silenciou. - Eu sei que parece fácil para quem ouve assim, mas eu não sabia o que fazer muitas vezss e quase sempre tive ajuda. 

- Ele só está sendo modesto.  Disse Hermione 

- Não Hermione!  Não estou! Enfrentar esses bichos na vida real não é como está na aula. Na escola se você errar, pode tentar amanhã novamente, mas não vida real não. Quando você tem um segundo para não ser morto ou ver um amigo morrer diante dos seus olhos...Vocês não sabem o que é isso.  Disse Harry com tristeza 

Toda sala silenciou de repente. Amyr olhou penosamente para Harry e pegou em sua mão. Harry então sentou-se. 

- É,  nós  não sabemos, por isso queremos  aprender para ter uma chance de derrotar Voldemort. Respondeu Hermione 

Houve um murmúrio de aprovação pela sala e Hermione tirou um pergaminho da bolsa.  Amyr ainda estava segurando a mão de Harry, quando Fred e Jorge olharam rapidamente a situação e eles soltaram as mãos. 

Todos assinaram a lista  da AD. 

Quando voltaram Hogwarts todos estavam  preocupados onde seriam as aulas. 

- Primeiro temos que achar um lugar ondr Umbridge não nos ache. Disse Harry 

- A casa do gritos. Gina sugeriu 

- Muito pequena. Respondeu Harry 

- A Floresta proibida ? 

- Nem pensar. Disse Rony rapidamente 

- Harry o que rola se a Dolores descobrir ? 

- Que se dane! Respondeu Hermione - É  emocionante não é? Quebrar as regras. 

Todos ficaram surpresos 

 - Quem é você e o que fez com Hermione Granger. Disse Rony rindo. 

- Pelo menos teve um ponto positivo hoje. 

- Qual ? Perguntou  Harry 

- Cho  não tirou os olhos de você. Respondeu Hermione rindo 

O rosto de Harry iluminou com as palavras de Hermione  e Amy sentiu seu estômago revirar. 

 

 

 

 


Notas Finais


Não se esqueçam de comentar o que estão achando <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...