História Harry Potter e o Mundo Bruxo Pós-guerra - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Arthur Weasley, Carlinhos Weasley, Duda Dursley, Fleur Delacour, Gina Weasley, Gui Weasley, Hermione Granger, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Luna Lovegood, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Neville Longbottom, Percy Weasley, Petunia Dursley, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Ted Lupin, Valter Dursley, Victoire Weasley
Tags Gina, Harry, Mundo Bruxo, Pos-guerra
Exibições 99
Palavras 1.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Leiam as Notas finais👇.

Capítulo 10 - Primeira vez?!


Harry acordou cedo naquela manhã, tomou um banho e foi se vestir, saiu do quarto e desceu para tomar café, pouco tempo depois Gina chegou e deu um beijo nele, tomaram café e saíram para além da propriedade da Toca para desaparatarem .
Casa dos Tonks.
Harry bateu na porta e em seguida uma senhora veio abrir, ele e Gina à cumprimentaram e Harry perguntou pelo seu afilhado, ela os levou até o quarto do pequeno Teddy, Harry não pode evitar de se emocionar, ele viu naquela criança ele quando pequeno, mas sabia que era diferente porque o Ted nunca seria maltratado como ele foi, e Harry tinha certeza disso.
Passaram um bom tempo brincando com o pequeno Ted.
Eram quase nove e meia da manhã quando Harry chamou a senhora Tonks para se despedir, saiu com a promessa de que voltaria em breve.
Em momento algum Harry pensou em não acompanhar o crescimento de Teddy de perto, ele faria por aquela criança tudo que não fizeram por ele, principalmente dar amor, que para ele era basicamente um sentimento desconhecido até chegar a Hogwarts.
Aparataram no Beco Diagonal, onde Harry compraria algumas roupas novas já que as suas estavam todas velhas e a maioria rasgadas.
Ao terminarem de fazer as compras, Harry e Gina se dirigiram ao Largo Grimmauld, e foram olhar as compras.
Harry havia comprado várias camisas e casacos novos sem contar as calças, tinha pelo menos uns dez pares de sapatos e vários acessórios.
De repente Harry se ajoelhou e disse:
- Agora é oficial, Ginevra weasley, Namora comigo?
- Claro Harry James Potter. - respondeu ela fazendo ele rir enquanto colocava o anel no dedo dela, eles ficaram abraçados no sofá.
Mas ficaram por pouco tempo assim, logo Monstro apareceu anunciando o almoço.
Enquanto almoçaram falaram sobre como Harry conseguiu distrair Gina a ponto de sair para comprar o anel.
“- Naquele momento em que pedi para reunir uns sapatos para eu ver, eu saí e fui na loja ao lado, comprei o anel, mas demorou um pouco para eu escolher o mais bonito.
- Eu devo ter ficado muito entusiasmada com os sapatos, pois não percebi sua falta, achei que estivesse olhando algum chapéu”.
Após o almoço eles foram para o quarto de Sirius que agora pertencia a Harry.
- Bom, agora eu vou vir morar aqui de vez, acredito que vou precisar reorganizar tudo na casa e conto com a sua ajuda para comprar tudo novo, ou quase tudo. - falou Harry entusiasmado.
- Claro Harry, eu vou adorar te ajudar a reorganizar tudo e espero poder opinar sobre os móveis também. Mas eu queria que você continuasse a morar lá em casa. - falou Gina olhando para baixo.
- Eu sei que você me entende amor. E além do mais, a qui a gente vai ter mais privacidade para fazer tudo o que quisermos. - disse Harry malicioso.
- Hum, o quê por exemplo? - Gina perguntou mais maliciosa ainda.
Nesse momento Gina estava deitada entre as pernas de Harry, por isso ficou mais fácil de tirar sua blusa, ela se virou e olhou para ele.
- Isso. - ele respondeu afastando seu sutiã e chupando um dos seios dela, Harry tirou todo o sutiã de Gina e chupou o outro ele estava ficando louco com todos os gemidos de Gina, ele já tava puxando a saia dela para baixo quando Gina o interrompeu.
- Harry ... .- ela falou gemendo pois Harry ainda a chupava.
- O que foi? - perguntou Harry ja tirando sua calcinha.
Gina tentou faze-lo parar mas tava tão bom que ela não conseguiu, Harry ja havia começado a chupar a vagina de Gina e ela estava indo a loucura, mas de repente escutaram um barulho e algo os interrompeu.
“Espero que, seja qual for o que vocês estejam fazendo, pensem na gente e no papai também”.
Era um patrono de Rony, nem Harry nem Gina tiveram mas clima para continuar, e Harry ficou pensando como Rony era inconveniente até quando não estava com as pessoas ele conseguia interromper.
Gina se sentiu aliviada, ela ama Harry mas quer esperar mais.
Harry embora não assumisse também tinha gostado que Rony tenha os interrompido pois ele não queria tirar a virgindade de Gina assim, sem preparar algo especial para ela nem nada, na cabeça dele ele tinha tudo planejado para quando esse dia fosse acontecer.
Passaram o resto do dia olhando todos os cômodos da casa, ele viu quartos que nunca tinha visto foi no porão e no sótão e pensou que agora que ia morar aí ele procuraria uma passagem secreta, pois tinha quase certeza que todas as casas antigas tinham uma.
No jantar ele perguntou a monstro sobre o assunto.
- Monstro existe alguma passagem secreta nessa casa?- Harry perguntou.
- Não meu senhor, eu não tenho conhecimento de nenhuma passagem ... Mais, me desculpe meu senhor, monstro mau, monstro mau.- ele já tava se castigando, Harry o segurou e ordenou que não repetisse aquilo.
- Então? Existe ou não?- Gina perguntou.
- Existe. No antigo quarto da minha senhora.
- No quarto dos pais de Sirius?!- Gina perguntou, o que até para ela era óbvio, ela só disse isso para trazer Harry para realidade.
- Acredito que sim ... Você pode nos mostrar monstro?
- Claro meu senhor.- disse o elfo.
Subiram as escadas e ao chegarem ao quarto, que Harry ainda não tinha entrado, monstro disse:
- Só o senhor pode abrir; apenas o verdadeiro dono da casa pode, já que a senha não é mais válida desde que a minha senhora morreu, se o senhor não quiser colocar uma senha, apenas o senhor poderá abrir.
- Eu penso nesse assunto depois.- Harry girou a maçaneta que ele poderia jurar que a pouco não estava ali.
Entrou no quarto e viu que tudo no quarto parecia intacto.
A enorme cama de casal com o Brasão da família Black.
A penteadeira ... Harry percebeu que tinham duas portas uma era uma sala apenas para colocar as roupas“Closet”  e a outra era um banheiro com todo material em ouro em com o Brasão da família.
Harry perguntou onde era a passagem e monstro disse que era no closet, tinha enormes pilares simbolizando segurar o teto, e monstro o disse que só era chegar no do meio e apontar a varinha do dono da casa no Brasão e falar “abra”. E o pilar afastava mostrando uma escada circular.
Desceram as escadas e ao chegar lá se depararam com um corredor pequeno e no fim tinha uma porta branca que chamou muito a atenção deles.
Ao chegar na porta Harry a abriu a porta e encontrou uma sala com uma linda com um visual de casamento, tinha um altar no fundo é várias cadeiras enfileiradas, Harry ficou confuso.
- Eles realizavam casamentos aqui em baixo, monstro? - Harry perguntou.
- Não meu senhor, esse cômodo é basicamente uma sala precisa, como a que o senhor está acostumado em Hogwarts.- Harry entendeu o que monstro disse mais não entendeu porque a sala se transformou em um altar com várias cadeiras e alguns arranjos de flores distribuídos por todo o cômodo, monstro vendo a confusão no seu olhar completou.- mais é um pouco diferente tanto em suas funções mais principalmente no modo de abri-la, essa porta só se materializou porque um de vocês dois estavam pensando em algo do tipo, a sala resgata o seu pensamento mais íntimo, se não for pedido algo específico.
Harry olhou para Gina e a viu corar.
Eles saíram e Harry e voltaram a subir sem dar atenção as outras portas.
Ao chegar no quarto monstro desceu para a cozinha e Harry empurrou Gina na cama e suavemente tirou sua blusa e eles começaram a se beijar.
- Harry ... a gente não pode!- Gina falou quase gemendo.
- Eu sei, mas enquanto isso, fazemos outras coisas.
- Tá bom.- Gina falou saindo de baixo de Harry e puxando sua calça.
Ela tirou sua cueca e ficou algum tempo olhando aquele pênis, era mais grosso do que ela imaginava.
Ela começou os movimentos de vai e vem com a mão e Harry tava indo a loucura, ela não fazia muito bem mas tava melhorando aos poucos.
Depois de pouco tempo inverteram as posições e Harry começou a chupar ela com muita vontade, ela não resistiu e chegou ao orgasmo, Harry ficou chupando ela mais um pouco e foram se despedir do monstro e avisar que em breve voltariam.


Notas Finais


Alguma opinião (...)
🙄Não? Ta bom
No próximo cap;
Dar um salto na história.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...