História Harry Potter e os Corações das Casas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers, Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Bellatrix Lestrange, Cho Chang, Dobby, Draco Malfoy, Gellert Grindelwald, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Harry Potter, Hermione Granger, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Ruki Mukami, Severo Snape, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Viktor Krum
Tags Bruxos, Diabolik Lovers, Drama, Guerra, Harry Potter, Hentai, Luta, Romance, Vampiros
Exibições 52
Palavras 1.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa Noite!!

Inicialmente quero agradecer as pessoas que favoritaram essa humilde fic, muito obrigada mesmo!!
E quero agradecer aos que leram o primeiro capitulo!
Segue o segundo pra vcs!

Boa Leitura!

Capítulo 2 - A aula de poções


Mais um amanhecer em Hogwarts, porém agora todos estavam ouriçados para saber como seria o comportamento do profº Snape com os novos magos esquisitos. Harry acordava os novatos para então finalmente encontrar com a linda bruxa que já conquistará seus pensamentos, mas Mel já tinha ido para aula.

Chegando na sala, o trio de amigos depararam-se com Melisse conversando com Malfoy e Snape. Parecia uma conversa agitada e nervosa, algo errado estava acontecendo ali. Roni jogou um dos artefatos magicos inventados por seus irmãos para ver se conseguia saber algo enquanto caminhavam até eles, mas escutou muito pouco, apenas que Melisse não queria eles por perto. Harry finalmente chegou ao grupo.

--- Melisse, está precisando de algo? 

 

---Está tudo bem Harry! Senta-se comigo? - pergunta Melisse disfarçando seu comportamento

 

Com extrema gentileza, Harry sinaliza o caminho de suas carteiras e Snape bufando começa sua aula e como sempre veio com aquele ar de sabe tudo.

 

----Sala, agora temos mais uma celebridade além do senhor Potter, a senhora Rid........

 

Do nada Snape falava mas não havia voz, todos os alunos deram risada e Snape mesmo com extrema raiva, percebeu que Melisse estava conjurando um feitiço contra ele. Snape ainda sem fala puxa a aluna contra seu peito e a retira de sala, encaminhando-a até Dumbledore.

 

---Quero a expulsão dela dessa escola Dumbledore! - Snape já conseguia falar.

 

---Severus por favor nós deixe a sós.

 

O professor sai ainda irritado e caminhando direto para a sala comunal da Sonserina. Harry e Roni aguardaram o professor desaparecer pelos corredores escuros e sombrios da escola, curiosos com o que poderia acontecer foram escutar atrás da porta.Chegando lá perceberam que Mel estava em uma conversa muito importante com Dumbledore .

 

---Dumbledore ninguém pode saber o meu sobrenome verdadeiro, pois os alunos terão medo de chegar perto de mim e assim meus planos para descobrir o herdeiro vai ser arruinado, por tal fato conjurei o feitiço -  Melisse se cala por um momento - Dumbledore nossa conversa agora transformou-se em um circulo de bate-papo ou melhor dizendo de "escutas atrás da porta".

--- Como ela nos descobriu? - pergunta Roni sem ter a minima ideia e como o fato de ser descoberto poderia ter acontecido.

---- Shhhh! - Harry tapou a boca de seu amigo.

Dumbledore que não foi nem um pouco bobo, entendeu o recado dando uma piscadela para Mel e mudando absolutamente de assunto:

---Querida, infelizmente terei que proibir sua saída para qualquer evento fora dessa escola.

---Eu entendo professor. Com licença.

Harry saiu correndo e foi tratar de Edwiges no corujal,chegando lá deu de frente com Melisse acariciando sua coruja e um belíssimo fênix., que ao perceber a presença dele voou para longe.

 

---Como vc chegou tão rápido aqui?

 

---Voando!(risos)

 

Mel chamou sua fênix, a Flanix e Harry ficou abismado, pois não sabia que ela tinha uma fênix parecida com a de Dumbledore. Depois de cuidar de Flanix, ela, Edwiges e Melisse sairam voando pela janela.

 

---Como ela voa sem a vassoura? - Harry olha pela janela boquiaberto com a façanha da menina.

Após alguns minutos, Edwiges entrou e pousou no ombro de Harry e com ela havia um bilhete.

"Harry,depois de sua ultima aula,me encontre na cabana do Hagrid que te ensino como ser um pássaro. Porém tome cuidado, ninguém pode saber, nem mesmo seus amigos Hermione e Roni. Melhor não faltar isso te ajudará muito no futuro. Com carinho Melisse."

Harry pensou por que ele usaria isso no futuro?Desconfiado e um tanto contente com a despedida do bilhete, esperou uma tarde inteira, mal conseguiu estudar e perdeu varias vezes o pomo de ouro no treino de quadribol. Ao terminar o treino, Harry tomou um bom banho, escolheu um traje esporte fino, composto por uma calça jeans preta, uma camiseta branca e por cima da camiseta uma camisa xadrez azul escura. Estava ansioso e ao sair correndo, acabou esquecendo a capa de invisibilidade, como já estava no meio do caminho, não voltou para pega-la, mal sabia que no caminho de pedra que levava a cabana de Hagrid encontraria Draco Malfoy.

---Hora quem eu vejo quebrando regras,o queridinho de Dumbledore. Menos 100 pontos pra Grifinoria. - zombou Draco da cara de susto de Harry

---Pare com isso Malfoy não tenho tempo para brigar com você,tenho coisas mais importantes para fazer.

---Vai se encontrar com a traidora da Melisse não é mesmo?Você ainda vai descobri como ela é falsa Potter.

Draco saiu correndo antes mesmo de Harry pergunta porque ele acusou Mel de falsa 

---- O que será que ele quis dizer com isso? 

Caminhando um pouco mais quase morre de susto com a aparição de Liandra que saiu de trás de uma das árvores do bosque que cercava a escola. Uma bela menina branca como a neve e magra como um flor, cabelos pretos como a noite e um olho vermelho flamejante como Harry nunca havia visto na vida, toda essa beleza era reforçada pelas mais belas vestes, compostas por um vestido até os joelhos na cor vermelho carmim, uma jaqueta preta e um tênis da mesma cor da jaqueta.

---Desculpe senhor Potter, não queria assusta-lo. - diz Liandra com toda delicadeza e ternura

---Sem problemas senhorita...???? - Harry fez uma pausa pois havia esquecido o nome da menina já apresentada no Salão Comunal.

---Liandra Charles Forbes Grifinoria, muito prazer!

---Grifinoria? Você é descendente de um dos fundadores de Hogwarts?

---Sim! - com um certo rubor em seu rosto nevado -, mas por favor não revele a ninguém, do contrario não terei mais paz dentro da escola.

---Claro, eu posso entender bem o que você está me pedindo.

---Bom creio eu que você está quebrando uma regra da escola e pode ser punido por isso sr Potter. Que tal usar uma certa capa que você esqueceu em seu quarto? - Liandra estende a capa para Harry.

---Onde há encontrou?

---Um menino ruivo me entregou, disse que talvez você estivesse encrencado, foi então que resolvi traze-la à você, já que estamos indo ao mesmo local.

---Muito Obrigado Liandra. Podemos ir?

---Sim, porém Melisse chegará um pouquinho mais tarde, acho que dentro de alguns minutos. O voo não é algo fácil de fazer, deve-se ter um bom preparo para tal ato.

Harry e Liandra seguiram para cabana de Hagrid, esta que estava envolvida em uma grande neblina, mal podia ver a casa, a não ser pela fumaça negra da chaminé de Hagrid. Ao adentrar no campo de aboboras, Harry percebeu que os amigos de Melisse e Liandra também estava ali.

---Harry, infelizmente não poderei acompanha-lo até a casa. Desculpe essa indelicadeza.

---Eu que agradeço a compania da senhorita. Até mais!

---Até!

Harry adentrou a casa de Hagrid e viu Mel dentro da chaminé, ao ver a cena correu para ajuda-la mas uma grande mão o pegou primeiro, Hagrid alertou para não fazer nenhum barulho, logo Harry viu que uma parte do braço esquerdo de Mel tinha uns traços negros, esses que flamejavam mais ardentemente que as outras labaredas. Seria uma marca negra?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...